Como funcionam os estágios em Pedagogia?

professora em sala de aula com crianças representando estágio em pedagogia

Se você está pensando em fazer o curso de Pedagogia, já deve saber que uma das etapas obrigatórias da formação é o estágio curricular. Em todas as Licenciaturas, a vivência em salas de aula é essencial para que o aluno saia da faculdade preparado para atuar em escolas. Mas você sabe como funciona o estágio em Pedagogia?

Já adiantamos: a atuação do estagiário vai muito além do auxílio aos professores na sala de aula. Para que você saiba o que esperar e como aproveitar essa experiência da melhor forma, preparamos este texto! Nele, você vai ver:

  • Em quais áreas o pedagogo pode estagiar?
  • Como é o estágio obrigatório em Pedagogia?
  • Como funciona o estágio não obrigatório?
  • Como se diferenciar para conquistar as melhores vagas?

Continue a leitura e conheça mais sobre esse importante requisito da Licenciatura em Pedagogia!

Em quais áreas o pedagogo pode estagiar?

O estágio em Pedagogia é obrigatório, então, sua realização é um pré-requisito para a conclusão do curso. O objetivo é que os futuros pedagogos aprofundem os conhecimentos teóricos vistos na faculdade, fortaleçam os compromissos éticos da profissão e tenham experiência no exercício profissional antes de se formarem.

Para tanto, o aluno precisa cumprir a carga horária estabelecida pela Anhanguera, de acordo com as diretrizes curriculares do Ministério da Educação (MEC), comprovando a realização dessa etapa por meio de relatórios. Veja um pouco como é o estágio em diversas atuações possíveis para o futuro pedagogo!

Sala de aula

Essa é a atuação clássica em um estágio de Pedagogia. O aluno pode procurar escolas da rede pública ou privada para vivenciar o dia a dia do pedagogo junto aos alunos. O estagiário passa inicialmente por um período de observação sobre a atuação do professor.

Então, o aluno terá experiências que vão desde a elaboração de planos de aula junto ao professor titular até a execução de atividades e a avaliação da turma. Em geral, o estagiário deve elaborar um projeto pedagógico e aplicar ao menos uma atividade com as turmas acompanhadas.

Gestão Educacional

Muitos profissionais da Pedagogia trabalham na gestão de escolas infantis e de educação básica, abrangendo os anos iniciais do ensino fundamental — atualmente, o 1º ano, que é a Classe de Alfabetização (CA), e do 2º ao 5º ano. Aqui, o aluno deve vivenciar as rotinas da direção e da administração da instituição escolar.

Educador em espaços não escolares

Sabia que o pedagogo também pode trabalhar fora de escolas? Sim! Algumas das possibilidades são:

  • empresas de segmentos diversos — na chamada Pedagogia Empresarial, o profissional elabora e aplica programas de treinamento de equipes com técnicas específicas de ensino;
  • projetos sociais com interface na Pedagogia — o futuro pedagogo pode atuar com contação de histórias para crianças institucionalizadas, por exemplo, ou em projetos de alfabetização de jovens e adultos em condição de vulnerabilidade social;
  • consultórios de Psicopedagogia — ao lado de profissionais da Psicologia, o pedagogo trabalha com a identificação de problemas de aprendizagem, além de planejar e de aplicar intervenções que melhorem a qualidade da vida escolar da criança.

Em todas essas atuações, o papel do estagiário é o de observar o trabalho dos pedagogos, articular a prática com a teoria vista durante o curso e, assim, realizar as rotinas específicas da função.

Como é o estágio obrigatório em Pedagogia?

Aqui na Anhanguera, nossos alunos realizam o estágio curricular a partir da metade do curso, quando já tiveram contato com as matérias do curso de Pedagogia que compõem o ciclo básico de formação. Então, podem aproveitar melhor a experiência. São três módulos de estágio, respectivamente, no 4º, 5º e 6º semestres:

  • Estágio Curricular I (150h): educação infantil;
  • Estágio Curricular II (150h): anos iniciais do ensino fundamental;
  • Estágio Curricular III (100h): gestão educacional.

Lembrando que a carga horária se refere tanto às atividades práticas do estágio como à elaboração do relatório e fichas de acompanhamento. Normalmente, são pouco mais de 50 horas cumpridas dentro da escola.

Antes do estágio

Funciona assim: primeiro, o aluno recebe as instruções sobre o que deve fazer durante a realização do estágio. Em seguida, a Carta de Apresentação do estudante deve ser assinada pelo orientador de estágio ou tutor presencial, no caso da graduação a distância.

Com esse documento, o aluno pode começar a procurar as escolas em que vai estagiar, que estabelecem um convênio conosco da Anhanguera. O futuro pedagogo assina o Termo de Compromisso e, em seguida, pode começar o estágio.

Durante o estágio

O aluno deve cumprir todos os dias e horas de atividades de observação e de prática. Normalmente, o orientador auxilia no planejamento das atividades que devem ser desempenhadas, tanto na regência de turmas como nas outras atuações do pedagogo.

Depois do estágio

Por último, após o cumprimento de todas as horas, o aluno precisa registrar todo o processo de estágio em um relatório, conforme as instruções da Anhanguera e do orientador. Esse documento funciona como um trabalho acadêmico mesmo: precisa ter fundamentação teórica, ser livre de plágios e demonstrar todo o aprendizado do aluno.

Como funciona o estágio não obrigatório?

Além do estágio curricular, o aluno é livre para realizar estágios não obrigatórios. Como você viu, aqui na Anhanguera, os módulos exigidos correspondem ao ensino infantil, aos anos iniciais do ensino fundamental e à gestão. Então, se você quiser conhecer mais áreas, como a Psicopedagogia e a Pedagogia Empresarial, pode procurar outros espaços de forma espontânea.

Os estágios não obrigatórios não substituem a carga horária dos módulos curriculares. No entanto, são muito bem-vindos para a formação! A Anhanguera incentiva que seus alunos tenham esse tipo de experiência ampla, sendo que as horas podem ser contabilizadas como atividades complementares.

Como se diferenciar para conquistar as melhores vagas de estágio?

Para aproveitar ao máximo essa experiência, vale a pena buscar as melhores vagas de estágio. Fazer a graduação em uma faculdade reconhecida pelo MEC e com um projeto pedagógico de qualidade faz muita diferença nessa hora. Afinal, durante processos de seleção, são esses aspectos que deixarão o seu currículo à frente dos demais.

É especialmente importante que a faculdade esteja atenta às novas demandas do setor educacional. Por isso, a Anhanguera faz parte do primeiro grupo de Educação do Brasil a oferecer o curso de Pedagogia totalmente adequado à nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Isso também pode ajudar você a conseguir vagas em ótimos programas de trainee em Pedagogia.

Além disso, nosso sistema de ensino dinâmico e inovador possibilita o desenvolvimento de competências e de habilidades que chamam a atenção de recrutadores. E, para facilitar ainda mais o encontro dos nossos alunos com as melhores vagas, temos um portal exclusivo de oportunidades profissionais: o Canal Conecta.

Agora que você sabe como funciona o estágio em Pedagogia, viu que não é um bicho de sete cabeças, não é? Muito pelo contrário: é uma atividade rica em aprendizado e extremamente importante para a formação na área da Educação. Por isso, aproveite a experiência!

Antes de ir, confira também quais são as oportunidades para quem faz Pedagogia em São Paulo!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.2 / 5. Número de votos: 11

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.