Tudo sobre o curso de Odontologia

estudantes de odontologia

Você é daquelas pessoas que nunca tiveram medo de ir ao dentista? Gosta de cuidar dos outros ao seu redor e tem um forte interesse por profissões que envolvem algum tipo de assistência? Então, provavelmente o curso superior de Odontologia é uma opção de peso na sua escolha entre faculdades na área da Saúde.

O curso de “odonto”, como é carinhosamente chamado pelos estudantes e profissionais, forma dentistas preparados para cuidar da saúde bucal de seus pacientes, nos mais variados aspectos.

Como se trata de uma faculdade do tipo Bacharelado com duração média de 5 anos, quem a escolhe terá todo conhecimento técnico necessário para atuar com sucesso no vasto mercado. Muita gente inclusive se pergunta quanto ganha um dentista, já que a área garante boas remunerações. Por isso, vale a pena investir na mensalidade de Odontologia, uma vez que o retorno financeiro é garantido.

New call-to-action

Que tal saber mais informações sobre o assunto? Confira, a seguir, o conteúdo que nós preparamos aqui na Anhanguera! Vamos mostrar tudo relacionado ao curso, ao perfil do profissional e à área de atuação do dentista. Vamos lá? Boa leitura!

Como é a graduação?

O curso de Odontologia da Anhanguera oferece ao estudante uma experiência completa na sua formação acadêmica, unindo a teoria à prática. No curso, a pessoa tem acesso à capacitação necessária para tratar dentes, boca e gengiva com uma visão integral e atualizada da realidade não só do mercado, mas também do cenário social do país.

Com essa perspectiva, são formados profissionais aptos a contribuir diretamente com a ampliação do acesso da população à saúde de qualidade. Por isso, você vai ver que a grade curricular engloba conceitos que vão desde as Ciências Biológicas até os fundamentos das Ciências Humanas.

A graduação em Odontologia prepara o dentista para o tratamento, o diagnóstico e a prevenção, além dos procedimentos estéticos. Após conquistar o seu diploma, o profissional terá uma visão não apenas técnica, mas também crítica, reflexiva, ética e humanista — fundamental para quem atua em qualquer nível de atenção à saúde.

Por isso, o curso aborda atividades de ensino, pesquisa e extensão, de forma que o estudante se sinta capacitado a atuar com as habilidades necessárias na resolução de problemas e de desafios da profissão. Isso ainda facilita a inserção no mercado de trabalho, que acontece de maneira mais rápida quando o profissional já se sente pronto para o dia a dia da saúde.

As atividades acadêmicas e práticas proporcionam um amplo conhecimento das estruturas anatômicas do ser humano, além das funcionais e estéticas. Isso torna o estudante um promotor de saúde confiável, que atua no controle de doenças, no diagnóstico de patologias, na prevenção e na reabilitação dos pacientes.

Tudo isso, é claro, deve ser feito sob a ótica científica atual, trazendo o profissional para um contexto seguro, atualizado e pluralista — com autonomia intelectual ao desenvolver seu trabalho de forma satisfatória, ética e consciente.

Com a base do curso de Odontologia, você também será capaz de ingressar em pós-graduações, especializando-se ainda mais nas suas áreas de interesse. O intuito é fazer com que a saúde bucal seja cada vez mais valorizada na sociedade.

Isso porque uma parcela considerável dos brasileiros ainda não tem acesso a um atendimento odontológico básico e periódico. Sabia que mais de 11% da população nunca visitou um dentista? Se você deseja contribuir para mudar essa realidade, veja a seguir mais detalhes sobre o curso!

Modalidade e metodologia do curso de Odontologia

No Brasil, não existe curso de Odontologia EAD regularizado pelo MEC (Ministério da Educação). Além disso, em função do tipo de atividade, a modalidade de ensino presencial é a mais indicada para omelhor aproveitamento da formação do estudante. Por isso, a nossa graduação contém aulas presenciais, que são essenciais na capacitação completa do dentista.

Ao frequentar as aulas em uma unidade de ensino Anhanguera, você vai ter uma experiência personalizada. Temos todo o suporte do corpo docente, e é ideal se você tem uma rotina mais flexível, com disponibilidade para os encontros presenciais. Você terá o convívio com a turma e toda a infraestrutura necessária para realizar as atividades teóricas e práticas do curso.

São salas de aula multimídia, bibliotecas sempre atualizadas e laboratórios completos e bem-equipados com o que há de mais moderno na área odontológica.

A tecnologia também se faz presente nas disciplinas interativas (DIs), complementando o ensino presencial por meio de uma grade de matérias que coloca você a par da realidade do mercado de trabalho — sim, até mesmo um dentista precisa hoje estar por dentro da transformação digital!

Nesse sentido, as disciplinas interativas acontecem em uma plataforma online, simples e completa, com material didático disponível, videoaulas e ambiente de interação virtual. Esse é um enorme diferencial para quem deseja mais flexibilidade ao conciliar seus horários e rotinas de estudo, concorda?

Valor da mensalidade

O valor da mensalidade do curso de Odontologia na Anhanguera éR$ 1.061,26* em média. Mas as mensalidades não são a única despesa que o estudante de Odontologia tem durante a graduação, pois a formação profissional demanda o uso de alguns materiais que podem ser adquiridos antes da conclusão do curso.

Sem falar todos os custos com transporte, moradia, alimentação etc. É importante considerar todas essas questões no momento de se planejar financeiramente para ingressar no curso superior de Odontologia, ok? Assim, você evita qualquer imprevisto ou prejuízo financeiro.

Bolsa de estudos

Aqui na Anhanguera, você tem a chance de conseguir incríveis descontos na mensalidade e garantir a segurança financeira para fazer a faculdade de Odontologia. “Ok, mas como?”. Oferecemos algumas opções para os estudantes conquistarem bolsas de até 100%, já pensou? Veja as possibilidades a seguir.

Prouni

O Programa Universidade para Todos (Prouni) é uma iniciativa do governo federal que distribui bolsas parciais (50% da mensalidade) e integrais (100% da mensalidade) para estudantes de baixa renda que ingressam em faculdades privadas.

O programa tem como base a nota dos estudantes no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e define uma série de requisitos para a aquisição das bolsas. Por exemplo, se você quiser receber a bolsa de 100%, é preciso ter renda familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa (o equivalente a R$ 1.550,00 atualmente).

Já se você quer entrar na disputa por uma bolsa de 50%, é preciso comprovar renda familiar de até 3 salários mínimos por pessoa (o equivalente a R$ 3.300,00 atualmente). Em relação à nota do Enem, o Prouni define os seguintes critérios aos estudantes:

  • ter feito a edição mais recente do Enem;
  • não ter zerado a redação;
  • ter atingido a pontuação mínima de 450 pontos;

Além disso, o estudante que entrar na disputa pela bolsa integral ou parcial precisa ter estudado em escola pública ou em escola privada com bolsa integral.

Bolsa Enem

Na Anhanguera, você pode usar sua nota do Enem, a partir da edição de 2010, para ganhar uma bolsa de estudos de até 100%. O que acha da ideia? Quanto maior a nota obtida, maior o percentual de desconto.

Bolsa Incentivo

Para concorrer à Bolsa Incentivo da Anhanguera, você precisa se inscrever em nosso vestibular e, no ato da inscrição, escolher a opção da bolsa de incentivo. Para entrar na disputa, você precisa atender todos os requisitos necessários. O percentual da bolsa é incidido sobre o valor da mensalidade.

Bolsa Convênio

A bolsa de convênio é outra opção incrível para começar um curso na Anhanguera. Ela funciona com base no convênio de empresas em que os estudantes atuam e a Anhanguera.

Bolsa Transferência

Os alunos que realizam a transferência externa para qualquer curso presencial da Anhanguera recebem uma bolsa parcial, ou seja, de 50% da mensalidade até o final da graduação. Para quem faz a transferência externa para cursos a distância, a bolsa é de 20%.

Na Anhanguera, você ainda tem a chance de receber outras possibilidades de pagar mais barato na mensalidade, como descontos de até 20% a servidores públicos e militares. Também oferecemos o desconto de pontualidade aos estudantes que efetuam o pagamento da mensalidade antes do vencimento. É ou não uma maravilha?

Grade curricular da graduação em Odontologia

Focada no estudo da região da cabeça e do pescoço, a faculdade de Odontologia traz matérias que se voltam aos dentes, ossos da face, maxilar, processo de mastigação etc. Por isso, o dentista tem uma visão especializada, mas que não deixa de ser integrada ao bem-estar completo do paciente — considerando que a saúde bucal está interligada ao funcionamento geral do corpo humano.

Assim, a grade curricular do curso contempla três grandes áreas: as Ciências Biológicas e da Saúde, as Ciências Humanas e Sociais e as Ciências Odontológicas. Além disso, pelo menos 20% da carga horária total deve ser destinada aos estágios obrigatórios. Para receber o diploma, o estudante também precisa apresentar o seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

No início, são apresentadas as primeiras disciplinas de formação básica:

  • Ciências Moleculares e Celulares;
  • Formação Integral em Saúde;
  • Odontologia Morfofuncional;
  • Fundamentos para Assistência Odontológica I;
  • Fundamentos para Propedêutica Cirúrgica I.

Todas elas têm uma abordagem biológica. Ainda temos as de abordagem social, como Sociedade Brasileira e Cidadania; Responsabilidade Social; Psicologia Aplicada à Saúde e Direitos Humanos e Organismos Internacionais, entre outras. Por fim, também existem as matérias de introdução às atividades profissionais, como Metodologia Científica e atividades Clínicas.

Em um segundo momento, os conteúdos começam a se vincular aos diagnósticos bucais e ao atendimento clínico dos pacientes. Nesse sentido, o estudante será introduzido a assuntos que envolvem uso de medicamentos, patologias e exames: Cardiologia e Dentística é um exemplo, além de Diagnósticos por Imagem, Radiologia, Anestesiologia e Materiais Dentários.

O estudante de Odontologia também terá conhecimento sobre o dia a dia clínico e sobre procedimentos mais complexos. Algumas disciplinas são:

  • Fundamentos para Reabilitação Oral;
  • Odontologia Pré-clínica em Endodontia e Prótese;
  • Clínica Integrada de Assistência Odontológica;
  • Estágio em Odontologia Hospitalar;
  • Biologia Molecurar e Biotecnologia.

Por fim, você deve imaginar que a parte prática é essencial para uma profissão como esta, certo? Então, chega a hora dos estágios obrigatórios supervisionados e da elaboração do trabalho final do curso. Os conteúdos, de modo geral, fornecem uma bagagem ampla ao dentista.

Afinal, vários aspectos estão relacionados à atuação odontológica, como epidemiologia e bioestatística, nutrição, saúde pública e coletiva, estilo de vida do paciente e terapêuticas medicamentosas.

Diferença entre curso técnico e graduação em Odontologia

Quem escolhe trabalhar na área de saúde pode buscar vários tipos de formação profissional e, quando olhamos para a saúde bucal, as opções que se destacam são a graduação em Odontologia e o curso técnico de Saúde Bucal.

“Ok, mas qual é a diferença?”. Como todo curso técnico, a formação em Saúde Bucal tem duração média de 2 anos e, em algumas instituições, esse é um curso de nível médio, aceitando estudantes que ainda não concluíram o ensino básico.

Já o curso superior de Odontologia dura 5 anos e só aceita estudantes que concluíram o ensino médio. Com mais tempo de formação, os estudantes do nível superior têm acesso a uma grade curricular muito mais ampla em relação ao curso técnico.

A formação em Saúde Bucal tem um foco maior no mercado de trabalho, com disciplinas práticas e o mínimo de teoria, enquanto o curso de nível superior garante a formação integral do profissional, mesclando disciplinas práticas e teóricas.

Outra diferença está nas áreas de atuação. O técnico em Saúde Bucal atua na assistência ao cirurgião-dentista, tanto na preparação dos procedimentos clínicos quanto na recepção e na acomodação dos pacientes.

A infraestrutura da faculdade Anhanguera

Na Odontologia Anhanguera, o estudante não adquire conhecimentos somente em sala de aula — por mais que o ensino seja presencial, ele tem a oportunidade de ter os conceitos aplicados nos estágios que, juntos, somam 800 horas. A carga horária é cumprida em clínicas da própria instituição, por meio do atendimento gratuitamente aberto ao público em algumas unidades Anhanguera.

Além do mais, as experiências práticas acontecem em laboratórios especializados e na atuação em análises clínicas de unidades do Sistema Básico de Saúde (SUS), com a supervisão de profissionais devidamente capacitados. Todas essas possibilidades contribuem para que o dentista recém-formado chegue ao mercado de trabalho com experiência, eficiência e proatividade no seu dia a dia profissional.

A faculdade de Odontologia também usufrui de outros diferenciais da Anhanguera, como é o caso do apoio personalizado. O estudante recebe um acompanhamento único, de acordo com cada fase da sua formação. O sistema de ensino, como vimos, também é dinâmico e interativo, além de oferecer uma avaliação continuada.

Por fim, ainda podemos citar o Canal Conecta, um portal gratuito e exclusivo aos nossos estudantes. Nele, é possível encontrar vagas de estágio e de emprego, ligando o curso a milhares de empresas e oportunidades de trabalho em todo o país. Nada como ter esse apoio na hora de começar a carreira, não é?

Atuação no exterior

Já sonhou em morar no exterior e atuar na área de Odontologia? Saiba que isso é bem possível. Muitos dentistas se perguntam se apostar em uma carreira fora do Brasil não é uma boa e acabam percebendo que, sim, vale a pena!

Em países desenvolvidos como os Estados Unidos, o profissional da Odontologia tem acesso maior a equipamentos de última geração, tanto por conta da facilidade de pagamento quanto por conta da disponibilidade do mercado.

Além disso, as condições de trabalho costumam ser mais favoráveis, e seu consultório tem a possibilidade de oferecer serviços diferenciados, que não seriam possíveis no Brasil devido à falta de equipamentos mais especializados da área.

Um caminho interessante para trilhar esse sonho é com a validação do diploma brasileiro. Dessa forma, você consegue validar o seu diploma em Odontologia no mercado de trabalho fora do Brasil, e cada país tem suas regras quanto a esse processo.

Odontologia é para você?

A faculdade de Odontologia é para quem está disposto a se dedicar aos estudos. Afinal, a grade curricular é extensa, e as matérias são complexas, exigindo comprometimento e preparação. Por isso, esse é um curso voltado a pessoas que desejam de fato desenvolver, ampliar ou aperfeiçoar todas as competências e habilidades de um dentista.

Para que você tenha sucesso em sua carreira, deve iniciar os estudos na graduação tendo em mente que está se preparando para cuidar da saúde e do bem-estar dos seus pacientes. E isso é muito importante!

Além de gostar de assuntos relacionados às anatomias, às patologias e às traumatologias, por exemplo, o que se espera de um futuro dentista é a sua capacidade de interação e de empatia diante dos problemas e das demandas da profissão.

Salário

A remuneração também deve ser levada em consideração, uma vez que o salário médio de um dentista hoje está em torno de R$ 4.352,85*— para uma carga horária de 30 horas semanais de trabalho e com um teto salarial de R$ 9.783,69*.

O perfil e as habilidades essenciais do dentista de sucesso

É bom saber, desde a graduação, o que se espera do dentista no mercado de trabalho, certo? Com uma grade curricular que oferece matérias das Ciências Biológicas e Odontológicas às Humanas, você não pode esperar menos que um perfil humanístico, ético e social, além dos requisitos técnicos e científicos da área.

Portanto, algumas competências são requeridas, principalmente as ligadas às questões comportamentais — as famosas soft skills. Continue acompanhando para conferir se elas são compatíveis com o seu perfil!

Curiosidade

Você tem essa característica pessoal? Então, é provável que se sinta mais fisgado por profissões que dependem de soluções para problemas específicos, como é o caso da Odontologia. Como o mercado sempre traz tendências e inovações em técnicas e em procedimentos, por exemplo, a curiosidade ajuda bastante nesse aperfeiçoamento do trabalho.

Mas não adianta apenas ser curioso e não avançar. Um bom dentista é aquele que sai do consultório e tenta buscar melhorias em seus processos e resultados. Isso se dá por meio de congressos, palestras, especializações, leituras e networking.

Foco e concentração

Um dentista disperso dificilmente terá bons resultados com os seus pacientes. E isso vale não só para sua concentração no momento da execução de tratamentos, mas na hora de encontrar sua especialização. Afinal, em qual área odontológica você vai querer investir para obter excelência profissional e diferencial competitivo no mercado?

Humildade

Não é possível saber tudo, e um profissional não tem a palavra final só por ter se formado em Odontologia. Um dentista preparado é aquele que não cai nessa armadilha: se ele precisa de uma segunda opinião, ele procura um especialista, por exemplo, ou busca nos estudos constantes a possível solução para aquela situação que exige um conhecimento mais complexo.

Trabalho em equipe

Intimamente ligada à habilidade anterior, essa facilidade ao atuar em equipe é também fundamental. Isso porque o dentista não pode fazer tudo sozinho — ele precisa de alguém que atenda os pacientes, de um auxiliar ou técnico em saúde bucal ou até mesmo de outros colegas de profissão para que um tratamento ou reabilitação seja possível.

Comprometimento

Isso é um fator crucial para qualquer profissional que deseja construir uma carreira de sucesso, concorda? No caso da Odontologia, essa habilidade se faz presente na disciplina diária de atendimento, no respeito ao paciente, na organização e na higiene do local de trabalho e até mesmo na pontualidade. Esses são detalhes que fazem uma diferença enorme na reputação de um dentista!

Relação interpessoal

Se você gosta de trabalhar em equipe, sabe que essa competência também pede o relacionamento interpessoal. Trata-se da capacidade de conseguir interagir de forma saudável e proveitosa com os outros, principalmente em relação aos pacientes.

Aqui, ainda podemos citar a boa comunicação e a escuta ativa como aspectos essenciais nesse relacionamento. A atenção e a paciência são requisitos básicos para ouvir as particularidades de cada pessoa atendida.

Habilidades manuais

Um profissional da Odontologia precisa ter certa delicadeza e capacidade manual ao realizar os procedimentos e utilizar equipamentos.

Afinal, o local tratado é relativamente pequeno e requer todo cuidado possível para que o paciente não sinta nenhum desconforto fora do normal. Um único movimento mais brusco pode colocar todo o tratamento a perder e ainda expor a saúde da pessoa assistida a riscos.

Raciocínio analítico

Cada caso que chegar às mãos do dentista deverá ser analisado de forma única. Assim, somente com um bom raciocínio analítico ele vai conseguir encontrar as melhores soluções aos problemas de seus pacientes. É um trabalho minucioso, mas que elimina a monotonia e o automatismo do dia a dia desse profissional.

Se você se identificou com essas características ou gostaria de desenvolvê-las, é provável que Odontologia seja para você. Continue acompanhando e entenda como anda o mercado para essa profissão!

Como é o mercado atual da Odontologia?

Agora que você já sabe tudo sobre a graduação de Odontologia, deve estar se perguntando como é o mercado de trabalho. A boa notícia é que as áreas de atuação são diversas, e isso contribui para uma alta empregabilidade dos profissionais formados.

De forma geral, o dentista trabalha em clínica e em hospitais, tanto particulares quanto públicos, tendo a possibilidade de também abrir o seu próprio negócio.

Possibilidade de concurso

Na saúde pública, existem ótimos concursos para trabalhar em prefeituras, que demandam muito estudo, pois as vagas são concorridas. Uma dica é a LFG, parceira da Anhanguera, que prepara os candidatos para as provas tanto de concursos públicos quanto de pós-graduações.

Os concursos públicos na área de Odontologia se concentram nos órgãos municipais do país. As oportunidades costumam garantir uma série de vantagens aos profissionais, como bons benefícios corporativos, salários acima da média do mercado de trabalho, estabilidade e possibilidades de crescimento na área de atuação. É ou não é um excelente caminho para seguir?

O serviço público geralmente apresenta planos de crescimento muito bem definidos aos seus profissionais. Por exemplo, nas forças armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica), o profissional de Odontologia pode avançar para vários cargos hierárquicos mais altos, como de tenente oficial para capitão.

O salário do dentista concursado costuma variar bastante, mas as remunerações iniciais ficam entre R$ 6.000 e R$ 10.000*.

Carreira acadêmica

Outra maneira de atuar com a Odontologia é por meio da carreira acadêmica ou até mesmo em empresas que trabalham com produtos e serviços odontológicos. É claro que o retorno financeiro e as oportunidades vão variar de acordo com a sua especialidade; por isso, vale a pena pensar em qual área você vai querer atuar enquanto dentista. Selecionamos abaixo as principais, que mais estão empregando no momento. Confira!

Clínica geral

O clínico geral na Odontologia está apto a executar todos os procedimentos preventivos e curativos dos pacientes. Ele trabalha com intervenções mais comuns, como é o caso do tratamento de cáries, limpeza, radiografia, extrações e outras cirurgias simples. Esse profissional também vai auxiliar nos cuidados básicos da saúde bucal, orientando as pessoas nas melhores práticas de higiene.

Estética bucal

Essa é uma área de atuação em expansão, visto que muitas pessoas buscam a Odontologia para fins estéticos. A ideia, então, é unir os resultados à saúde bucal, realizando tratamentos restauradores, cirúrgicos e protéticos, para que ocorra reabilitação oral e promoção do bem-estar e da autoestima dos pacientes.

Endodontia

Essa especialização qualifica o dentista a tratar alterações nas estruturas internas dos dentes e nas suas raízes. Então, o profissional é capaz de realizar um tratamento de canal, por exemplo, já que lida com a polpa dentária e com os nervos presentes nas regiões mais profundas da área.

O interessante é que o endodontista também participa da prevenção de doenças cerebrais e até mesmo musculares e cardíacas, pois um dente contaminado apresenta sérios riscos ao organismo de modo geral.

Periodontia

Esse dentista se especializa no estudo dos tecidos que dão suporte e circundam os dentes — toda a área da gengiva, ossos alveolares e ligamento periodontal. É uma área com forte direcionamento para prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças e de outros problemas que afetam a sustentação dos dentes. Assim, o seu trabalho não está diretamente voltado à arcada dentária, mas à sua base, que promove a saúde bucal como um todo.

Ortodontia

O profissional que realiza correções nas posições dos dentes é o ortodontista. Ele cuida de encontrar as melhores soluções para os problemas associados às arcadas dentárias e aos ossos maxilares de cada um de seus pacientes.

Apesar de ser vista como uma área que prioriza a estética, as finalidades são muitas — até mesmo a dicção, a respiração e a fala podem apresentar alterações de acordo com a posição da dentição e do maxilar!

Portanto, ao corrigir certas irregularidades, há uma melhora em todas as funções da boca, prevenindo ainda deformações, falhas no desenvolvimento dos dentes e problemas no aparelho mastigatório.

Implantodontia

Os implantes ficam por conta dessa especialização, que está constantemente recebendo avanços na área. Por isso, podemos dizer que é uma das carreiras odontológicas mais promissoras. A realização de cirurgias e de reparos nos tecidos ósseos permite que as pessoas voltem a ter o seu sorriso restabelecido, com próteses fixas ou removíveis.

Estomatologia

A Estomatologia é o estudo da boca, ou seja, é uma especialidade que previne, diagnostica e trata as doenças que surgem na cavidade bucal e no seu complexo de maxilares e de mandíbulas: lábios, mucosas, dentes, língua, glândulas salivares, faríngeas e toda a estrutura da orofaringe. Uma simples afta frequente, por exemplo, pode indicar uma doença no estômago, bem como a coloração esbranquiçada da língua, alerta para outras enfermidades.

Cirurgia e traumatologia

O dentista dessa área trabalha com tratamento, principalmente cirúrgico, para traumatismos, doenças e outras anomalias que acometem o aparelho mastigatório e seus anexos, por exemplo. Geralmente, são procedimentos que lidam com fraturas faciais, remoção de tumores etc.

Odontopediatria

O dentista que se especializa nessa área cuida da saúde bucal do bebê, da criança e do adolescente. Ele atua na educação inicial para higiene nessa etapa do crescimento e orienta os pais desde o pré-natal odontológico das gestantes — sim, isso mesmo! —, de modo que os pequenos se desenvolvam de forma saudável.

Odontogeriatria

Já o dentista dessa área cuida dos fatores relacionados ao envelhecimento, ou seja, aos fenômenos decorrentes do desgaste bucal durante a terceira idade. Ele se especializa em todas as questões associadas à promoção da saúde por meio do tratamento de enfermidades que estejam relacionadas ao sistema bucal e estomatognático da pessoa idosa.

Odontologia Legal

Essa é uma área de atuação recente, mas que está em amplo crescimento. Trata-se do dentista responsável por elaborar exames e perícias judiciais, que resultam em laudos técnicos e atestados por meio da avaliação de arcadas dentárias. Assim, é possível identificar condições que impedem o reconhecimento de indivíduos em investigações criminais, por exemplo.

Harmonização Orofacial

Por fim, a Harmonização Orofacial também é uma novidade. Ela foi reconhecida recentemente pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) como uma especialidade da área — por meio da Resolução CFO-198/2019. O profissional especializado é liberado a realizar preenchimentos faciais e outros procedimentos que visam a harmonização do rosto do paciente.

Agora o sucesso é com você!

👉 Vamos conferir se você já sabe tudo de Odontologia? Faça o nosso teste!

Até aqui, você conheceu as áreas da Odontologia, bem como as especificidades do curso, do perfil do profissional e da sua atuação no mercado. Com todo esse conhecimento, você já pode tomar uma decisão bem embasada em relação à carreira que deseja seguir.

Gostou das informações achadas sobre o curso? Então se inscreva agora no vestibular da Anhanguera e esteja um passo mais perto do seu sucesso profissional!

* Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 46

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.