Tecnólogo em Sistemas de Informação: tudo sobre o curso

Sistemas de Informação

Quem se forma no curso de Sistemas de Informação está apto a trabalhar nas principais funções da área de TI. A formação de ensino superior oferece ao aluno uma visão geral sobre a computação, mas foca os temas envolvidos no processo de desenvolvimento de softwares, como programação, banco de dados e gerenciamento de redes.

O mercado de trabalho para o Tecnólogo em Sistemas de Informação é bastante promissor, assim como para qualquer outro profissional de tecnologia. O recém-formado tem a possibilidade de trabalhar em empresas de vários ramos de atuação ou pode empreender abrindo o seu próprio negócio.

Se você gosta de tecnologia e quer aproveitar o bom momento da área, continue lendo este post. Vamos explicar tudo que você precisa saber sobre o curso de Sistemas de Informação: as matérias, as habilidades desenvolvidas, o mercado de trabalho, e muito mais!

Como é o curso Tecnólogo em Sistemas de Informação?

O curso superior de Sistemas de Informação tem o objetivo de capacitar profissionais para atuar no armazenamento e recuperação de dados, adaptar e instalar softwares em diversos tipos de organizações e montar e gerenciar banco de dados de forma segura e de acordo com as necessidades de cada empresa.

Na Anhanguera, o curso de Sistemas de Informação tem duração de 2 anos e é oferecido no grau de Tecnólogo. Há várias vantagens em se tornar um profissional tecnólogo no mercado de trabalho, como a possibilidade de ter uma formação técnica e ainda aproveitar a oportunidade de ter um diploma de nível superior.

Além disso, o curso é oferecido na modalidade de ensino a distância (EAD). Boa parte das aulas, avaliações e atividades é desenvolvida no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da faculdade. Os alunos ganham acesso à plataforma, em que acontece também as interações com colegas, professores e o tutor EAD.

Em outros momentos da graduação, o aluno precisa comparecer a um polo EAD da faculdade para a realização de provas.

Quais são as habilidades desenvolvidas durante o curso?

É esperado do profissional de Sistemas de Informações o domínio de algumas habilidades desenvolvidas durante a graduação na área. Veja, a seguir, quais são essas habilidades.

  • gerenciar dados de fontes internas e externas;
  • organizar os dados em softwares, sites e bancos de dados;
  • garantir o acesso de outros profissionais a informações relevantes de forma ágil e segura;
  • modelar dados para prever problemas;
  • oferecer suporte técnico;
  • gerenciar projetos para informatizar departamentos de uma empresa;
  • otimizar sistemas informacionais já existentes;
  • desenvolver, adaptar ou instalar softwares de produção, finanças, marketing etc.

Quais são as principais matérias de Sistemas de Informação?

Quem gosta de tecnologias, aplicativos, softwares, gadgets e negócios virtuais vai se identifica com a grade curricular. Abaixo, confira as principais matérias de Sistemas de Informação na Faculdade Anhanguera.

  • Algoritmos e Estrutura de Dados;
  • Algoritmos e Técnicas de Programação;
  • Análise de Sistemas;
  • Arquitetura e Organização de Computadores;
  • Atividades Complementares;
  • Auditoria de Sistemas;
  • Desenvolvimento de Business Intelligence;
  • Desenvolvimento de Sistemas de Informação;
  • Desenvolvimento Mobile;
  • Economia para Negócios;
  • Ed – Construindo uma Carreira de Sucesso;
  • Ed. Cultura Digital;
  • Ed. Desenvolvimento de Carreira;
  • Ed. Design Thinking;
  • Ed. Empregabilidade;
  • Ed. Marketing Digital;
  • Ed. Mindset Ágil;
  • Ed. Projeto de Vida;
  • Engenharia de Software;
  • Estágio Supervisionado I e II;
  • Gerenciamento e Desenvolvimento em Banco de Dados;
  • Gerenciamento e Qualidade de Software;
  • Gestão de Projetos;
  • Gestão do Conhecimento;
  • Governança de Tecnologia da Informação;
  • Lógica e Matemática Computacional;
  • Matemática Discreta;
  • Métodos Matemáticos;
  • Modelagem de Dados;
  • Optativa I e II;
  • Programação em Banco de Dados;
  • Programação Orientada a Objetos I e II;
  • Programação para Web I e II;
  • Projeto de Sistemas;
  • Redes de Computadores;
  • Segurança da Informação e de Redes;
  • Sistemas de Computação e de Informação;
  • Sistemas Distribuídos;
  • Sistemas Operacionais;
  • Sociedade Brasileira e Cidadania;
  • Teorias da Administração;
  • Trabalho de Conclusão de Curso I e II.

Quanto custa fazer faculdade de Sistemas de Informação?

Você encontra mensalidades a partir de R$ 379,01* para estudar Sistemas de Informação na Anhanguera. O preço dos cursos EAD da faculdade ainda podem diminuir com as oportunidades de bolsa de estudo ou desconto.

Tecnólogo ou Técnico em Sistemas de Informação: qual é a diferença?

Assim como o Tecnólogo, o técnico em Sistemas de Informação capacita profissionais para o desenvolvimento de sistemas de informação (softwares) e gerenciamento de banco de dados. E, ainda que o Tecnólogo na Anhanguera tenha a mesma duração do curso técnico, os cursos qualificam os estudantes em níveis diferentes.

Tanto a grade curricular dos cursos quanto as atuações do recém-formado se diferenciam. Veja a seguir alguns detalhes.

Profundidade do curso

O curso técnico geralmente oferece uma abordagem mais simples do que um curso superior. O foco são procedimentos manuais para qualificar o profissional para uma função específica no mercado de trabalho.

Já no ensino superior, o aluno adquire uma visão mais abrangente e aprofundado da profissão e aprende o fundamento de técnicas, ferramentas e práticas que vai usar na rotina de trabalho.

Atividades no mercado de trabalho

O curso técnico capacita os profissionais para cargos operacionais, enquanto o curso superior de tecnologia prepara o estudante para desenvolver uma visão completa da área e conseguir disputar, inclusive, cargos elevados dentro do seu setor.

Possibilidade de especialização

Sistemas de Informação é um dos cursos superiores de curta duração da Anhanguera. Os recém-formados recebem um diploma que permite ingressar em uma especialização na pós-graduação. Essa possibilidade não existe para quem se forma no curso técnico, pois essa é uma formação de nível médio.

Salário

Para assumir responsabilidades maiores e gerenciar equipes, as empresas exigem um diploma de nível superior. No mercado de tecnologia, esses profissionais ganham salários mais altos do que os técnicos e têm perspectivas de aumento frequentes.

Em suma, acaba compensado mais para o aluno fazer o curso de Tecnólogo em Sistemas de Informação do que o técnico. Em 2 anos, você aproveita uma abordagem aprofundada da profissão e ainda adquire todas as vantagens de ter um diploma de nível superior.

Como é o mercado de trabalho para Sistemas de Informação?

O mercado de tecnologia está crescendo muito por conta das novidades promovidas pela transformação digital e a Indústria 4.0. As empresas estão percebendo as vantagens de investir em automação e softwares que flexibilizem processos internos.

Nesse contexto, profissionais formados em Sistemas de Informação são contratados por grandes empresas públicas e privadas para exercer funções importantes na gestão da infraestrutura de TI, Big Data, e muitas outras áreas específicas.

O setor de Tecnologia da Informação, no geral, é um dos mercados que mais cresce no Brasil, tanto em inovação das tecnologias quanto em número de novas oportunidades. Até 2024, a estimativa é que as empresas brasileiras contratem 420 mil profissionais da área, mas, por enquanto, o país forma apenas 46 mil por ano, diz um estudo recente.

Quem é formado em Sistemas de Informação pode sair na frente nesse mercado aquecido. O profissional tem uma amplitude de áreas de atuação, com a possibilidade de trabalhar em escolas, hospitais, restaurantes, entre outras empresas.

Além disso, está inserido em um marcado com constantes inovações. Com frequência surgem ferramentas e tecnologias para gerenciar o fluxo de dados e melhorar o processo de decisões nas empresas. O profissional formado em Sistemas de Informações está apto a aproveitar as oportunidades que surgem na área.

Quais são as principais áreas de atuação para o recém-formado?

Separamos algumas áreas onde o recém-formado em Sistemas de Informação pode atuar. A seguir, veja quais são as responsabilidades de cada área e as suas faixas salariais.

Projetista de Sistemas de Informação

Profissional responsável por elaborar o projeto de software para uma empresa de acordo com os requisitos e as especificações para sua função. Entre as suas atribuições, está elaborar o modelo de dados do sistema e garantir que esse modelo de dados e o design do projeto sejam implementados de forma correta.

A média salarial do projetista de sistemas no mercado brasileiro é de R$ 3.881,00*, segundo o levantamento do site Glassdoor.

Analista de sistemas

Se você se pergunta o que faz o analista de sistemas, saiba é quem atua desenvolvendo os softwares que devem atender às necessidades específicas de uma empresa. Esse profissional é responsável por criar as soluções para os problemas por meio de sistemas digitais informatizados.

Mas a função de um analista de sistemas vai além de só programar um software. Uma solução tecnológica realmente adequada para um contexto específico envolve planejamento e etapas para a execução, como levantamento dos dados, escolha da linguagem, análise dessas informações e o trabalho de desenvolver e testar as funcionalidades.

A função do analista de sistemas está entre as mais comuns para quem se forma em Sistemas de Informação. A média salarial para essa profissão é de R$, 5.825, 07*.

Coordenador de Sistemas de Informação

O Coordenador de Sistemas é quem coordena a área de TI e análise de sistemas. Esse profissional elabora levantamentos para estudo e implantação de novos sistemas, lidera equipes multidisciplinares, acompanha indicadores de desempenho, fornece feedbacks e orienta na resolução de conflitos.

É um profissional que assume grandes responsabilidades no departamento de TI, servindo como braço direito da gestão para resolver questões sobre a infraestrutura de tecnologia de uma empresa. Por ser um cargo que alta relevância estratégia, pode ser necessário, além da graduação em Sistemas de Informações, uma especialização na área.

A média salarial do coordenador de sistemas é de R$ 10,782,00*. Nada mal, não é?

Gerente de Projetos de TI

Outro profissional de extrema importância nos departamentos de TI é o gerente de projetos. Esse é o profissional que planeja a execução de um projeto, dividindo-o em etapas, mapeia as responsabilidades do trabalho necessário, monta o cronograma, repassa o projeto para sua equipe, alocar colaboradores entre as funções para a execução.

Entre as suas responsabilidades, ainda está acompanhar a execução de cada fase do projeto e garantir a entrega dentro do prazo, com o padrão de qualidade atendido. Além das habilidades técnicas da área, o gerente de projetos precisa ter uma boa comunicação, liderar e assumir responsabilidades.

A média salarial desse profissional no mercado brasileiro é de R$ 10.114,00*.

Administrador de banco de dados

O administrador de bancos de dados, também conhecido como DBA, é responsável por garantir que os colaboradores encontrem as informações que precisam no banco de dados da empresa. Um administrador trabalha diretamente com a equipe de gestão para entender quais dados precisam organizados e, assim, definir metas para o banco.

Para ser um administrador de banco de dados, é necessário, claro, conhecer os diferentes gerenciadores de bancos de dados disponíveis, mas também é importante ter habilidades organizacionais e interpessoais. Esse profissional ganha, em média, R$ 7.090,00*.

Consultor na área de Sistemas de Informação

O consultor na área de Sistemas de Informação mapeia os processos e as funcionalidades de um sistema para identificar pontos de melhoria, adequando-o às necessidades de uma empresa. Pode parecer simples, mas, na prática, a tarefa desse consultor pode ser desafiadora.

Avaliar um software que um cliente utiliza e fornecer conselhos sobre como ampliar a coleta de dados, por exemplo, requer conhecimentos específicos sobre TI. A média salarial para um consultor é de R$ 6.272,00*.

Desenvolvedor autônomo

O desenvolvedor ou programador é uma das profissões do futuro em tecnologia. Quem se forma em Sistemas de Informação pode trabalhar como desenvolvedor autônomo, criando e atualização softwares para negócios físicos e digitais.

Esse profissional conta com a possibilidade de prestar serviços de programação para empresas do mundo todo por meio da internet. Mas, para arranjar clientes do exterior, também é preciso desenvolver o domínio em uma segunda língua, de preferência o Inglês.

Qual é o perfil do aluno e profissional de Sistemas de Informação?

Investir no curso de Sistemas de Informação é uma excelente escolha, dada as ótimas perspectivas de futuro em um mercado cada vez mais atrativo. Mas, por ser um mercado amplo e competitivo, é normal aparecerem dúvidas e receios.

Uma das primeiras perguntas que os futuros alunos do curso se fazem é: Será que eu tenho o perfil para trabalhar na área?

Isso é algo importante. Entender o perfil para trabalhar com Sistemas de Informação é uma ótima maneira de descobrir se essa é a profissão certa para você. A seguir, confira quais são as competências que favorecem os bons resultados na graduação e, posteriormente, a atuação no mercado de trabalho.

Afinidade com Matemática e raciocínio lógico

Quem escolhe o curso de Sistemas de Informação precisa estar ciente de que essa é uma graduação na área de Exatas. Ao longo a sua formação, você terá contato com Cálculo, linguagem de programação, Estatística e Matemática Financeira, com o foco sempre voltado para a rotina da profissão.

Empenho e organização

Em seu cotidiano de atuação, o profissional de Sistemas de Informação realiza tarefas para direcionar a organização de uma empresa e proporcionar acessibilidade para todos os dados. É preciso ter foco para compreender as atividades desenvolvidas na organização e traduzir isso em softwares capazes de agilizar os processos internos.

A rotina envolve quase sempre lidar com técnicas de programação, atividade que por si só já requer uma grande carga de concentração e disciplina.

Facilidade para trabalhar em grupo

O ambiente de trabalho comum para o profissional de Sistemas de Informação é o departamento de TI das empresas. Portanto, mesmo trabalhando de forma remota, a sua atividade está sempre conectada a um grupo de profissionais.

Além disso, a principal função de um profissional de Sistemas de Informação é garantir o acesso fácil e seguro de outros profissionais aos dados da empresa. Isso significa que seu trabalho está inserido dentro da estratégia maior da corporação, tornando-se indispensável considerar a opinião de outras pessoas sobre o seu trabalho.

Por que estudar Sistemas de Informação na Anhanguera?

Escolher o curso superior já é um grande desafio. Mas, além dessa decisão, que não é pouca coisa, é importante pesar a escolha da faculdade em que você vai estudar.

Dependendo da instituição de ensino, sua formação profissional pode superar as suas expectativas. Isso porque algumas faculdades oferecem programas que enriquecem sua grade de horários e aumentam sua chance de sair da graduação já trabalhando.

Aqui na Anhanguera, fazemos de tudo para que isso aconteça com nossos alunos! Se você chegou até aqui e decidiu fazer o curso de Sistemas de Informação, confira os diferenciais da nossa faculdade e venha crescer junto com a gente.

Formas de ingresso diversificadas

Há várias maneiras de estudar na Anhanguera. Você pode escolher uma das formas de ingresso a seguir.

  • vestibular tradicional;
  • vestibular online;
  • nota do Enem;
  • transferência externa (transferindo seu curso para a Anhanguera, você recebe uma bolsa de estudo).

Qualificação para o mercado de trabalho

Aqui você também tem acesso a programas exclusivos de qualificação para o mercado de trabalho. Veja quais são a seguir.

  • Aula Destaque: aulas online e gratuitas com profissionais bem-conceituados na área;
  • Trilhas de Carreira: atividades extracurriculares para desenvolver habilidades valorizadas por grandes empresas. Tudo online e de forma gratuita. Você ainda ganha um certificado ao final da trilha para potencializar seu currículo;
  • Estudos Dirigidos (EDs) de Habilidades Digitais: atividades extracurriculares para desenvolver as competências necessárias na era digital e se destacar em empresas;

Gostou? Você ainda terá acesso a vagas de estágio e emprego anunciadas no Canal Conecta, um portal online de empregabilidade com oportunidades espalhadas pelo país.

Sistema de Ensino

O corpo docente da Anhanguera é formado por especialistas que oferecem todo apoio ao aluno. Queremos ajuda você a encontrar seu lugar no mercado! Por meio do nosso sistema de Avaliação Continuada, são realizadas atividades avaliativas que recompensem o estudante por cada esforço e o avaliam de forma justa.

Quais são as opções de bolsas e descontos para estudar Radiologia?

A bolsa de estudo é um benefício destinado aos alunos que não podem pagar o valor integral das mensalidades. Aqui na Anhanguera, as opções de bolsa e desconto são várias. A seguir, veja quais são e os critérios de cada uma.

Bolsa Enem

Os candidatos que escolhem a nota do Enem como forma de ingresso ganham uma bolsa de estudo até 100%. É uma oportunidade de fazer a graduação do início ao fim sem precisar pagar mensalidade.

Quanto maior é a sua pontuação, maior o percentual de desconto. Use a calculadora da Anhanguera para saber quanto você receberia com sua pontuação do Enem.

Bolsa Incentivo

Os alunos que não podem pagar a mensalidade podem solicitar a Bolsa de Incentivo. Para conseguir o benefício, é preciso atender aos critérios de renda definidos pela faculdade.

Bolsa Transferência Externa

Bolsa de 50% na mensalidade para os estudantes que fazem a transferência externa do curso de graduação para a Anhanguera.

Descontos para militares e servidores públicos

Descontos na mensalidade para os estudantes que atuam como militares ou servidores públicos no âmbito federal, estadual ou municipal. O desconto vale para os cursos de graduação, presencial, semipresencial e a distância. Ele pode estender ao cônjuge do aluno ou filhos de até 24 anos.

Amigo Vale-Prêmio

Conhece alguém que quer fazer um curso superior? O Amigo Vale-Prêmio oferece descontos para os alunos Anhanguera que indicam a faculdade para familiares e colegas que ainda não são alunos da faculdade.

Convênio com empresas parceiras da faculdade

Funcionários de empresas conveniadas com a Anhanguera ganham desconto na mensalidade para os cursos de graduação e pós-graduação. O desconto vai até o final do curso ou possível desligamento do aluno. Conheça o regulamento completo do programa na seção Parcerias e Convênios no site da Anhanguera.

Desconto pontualidade

Os estudantes que quitam a mensalidade em dia recebem desconto na Anhanguera. O percentual vale para os matriculados nos cursos EAD que participam do benefício. Para receber, é preciso fazer o pagamento até o quinto dia útil do mês de vencimento.

Desconto na matrícula antecipada

Participe do período de pré-matrícula na Anhanguera para ter a isenção na matrícula! Além de garantir sua vaga antes da maioria dos candidatos, você ainda ganha um desconto.

Estude na Anhanguera!

As oportunidades para o Tecnólogo em Sistemas de Informação são muitas, como você pôde ver. Para aproveitar o mercado aquecido, o primeiro passo é garantir sua vaga na faculdade. Na Anhanguera, queremos ajudar você a se preparar com especialistas e a desenvolver as habilidades decisivas no mercado de trabalho.

Então, comece a estudar em uma das melhores faculdades particulares do país: faça aqui sua inscrição para o vestibular online da Anhanguera!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.