Direito: tudo o que você precisa saber sobre essa área!

Direito

Muitas vezes, o curso de Direito é a primeira opção de quem enxerga a faculdade como uma forma de mudar de vida. Afinal, a Advocacia e os concursos públicos abrem excelentes oportunidades profissionais, não é mesmo?

Que tal conhecer as profissões jurídicas e entender se essa área é para você? A seguir, confira tudo o que você precisa saber sobre o Direito!

Como funciona a área de Direito?

O Direito é a disciplina do ensino superior que estuda o conjunto de leis do país. Assim, ao longo da faculdade, o futuro bacharel aprende como elas devem ser interpretadas, cumpridas e aplicadas pela sociedade e pelas entidades públicas.

Quem conquista o diploma tem um conhecimento geral sobre as leis, decisões judiciais e teorias jurídicas. E, a partir dessa preparação, buscará oportunidades na carreira pública ou privada para os graduados nas também chamadas Ciências Jurídicas.

Carreira privada

Não dá para entender a carreira privada no Direito sem saber o que é Advocacia. O advogado, no Brasil, detém a capacidade postulatória. Isto é, após a inscrição nos quadros da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), esse profissional pode fazer requerimentos junto à justiça e iniciar medidas legais em favor dos seus atendidos.

Além disso, a legislação também concede poderes para exercer a direção jurídica em qualquer organização e as atividades de assessoria jurídica. Por isso, entre as opções na carreira privada, a advocacia é a mais relevante delas.

Para ser advogado, os dois principais requisitos são o diploma de nível superior em Direito e o certificado de aprovação no Exame da OAB. Esse exame pode ser feito a partir do último ano de faculdade.

Sem a aprovação na OAB, a opção mais interessante na carreira privada é o cargo de analista jurídico. Nele, você pode atuar na parte administrativa dos escritórios e departamentos, auxiliar o advogado com pesquisa, fazer o primeiro atendimento ao cliente, entre outras funções.

Porém, o mais recomendável é procurar uma boa faculdade para conquistar a sua aprovação no Exame da OAB. Assim, você pode buscar tanto empregos de bacharel como de advogado. Portanto, terá mais chances nas carreiras privadas para os operadores do Direito.

Carreira Pública

Os concursos para Direito são os mais valorizados entre as opções oferecidas pelo ensino superior. Na prática, tanto as carreiras públicas com remunerações mais elevadas como aquelas com maior quantidade de vagas estão disponíveis para os profissionais jurídicos.

Topo do funcionalismo público

As carreiras do topo da área jurídica são promotor de justiça, juiz, delegado, defensor público, advogado geral da União e procurador estadual. São o sonho de muitos estudantes de Direito, porque são funções que unem estabilidade, salários elevados e prestígio profissional.

Auxiliares da justiça

Um segundo grupo de profissões com concurso público são os servidores que atuam para o funcionamento dos tribunais. Analistas judiciários em Direito, escrivães e oficiais de justiça são os cargos com mais oportunidades em número de vagas com diploma em Direito. Além disso, o grau de dificuldade dos concursos é menor que os das carreiras do topo.

Profissões multidisciplinares

Também existem os cargos que, embora não sejam exclusivos dos formados em Direito, quem fez a faculdade tem uma vantagem decisiva. Fique atento ao cargo de técnico judiciário. Afinal, os tribunais demandam centenas desses profissionais a cada concurso público.

A função é de nível médio, mas tem Direito Constitucional, Direito Processual Civil, Direito Administrativo como principais matérias do concurso. Embora possa haver alguma variação conforme o edital, você também terá de estudar a legislação interna do tribunal e Língua Portuguesa. Por isso, os graduados saem na frente.

Outras carreiras

As áreas de atuação mencionadas são exemplos. Diversas outras, como mediador, professor de ensino superior, consultor e procurador municipal, vão ficar de fora, porque são muitas oportunidades em diferentes profissões.

Como está o mercado de Direito no Brasil?

Agora que você já sabe como trabalhar na área, podemos abordar por que escolher o Direito e investir nas carreiras jurídicas. Confira as principais características do mercado de trabalho jurídico!

Aproveite a validade dos concursos públicos

Os concursos concedem vagas diretas e formam cadastros de reservas, que suprem o órgão público conforme os servidores deixam os quadros. Esse cadastro pode durar no máximo 4 anos (2 anos prorrogáveis por igual período). Assim, as oportunidades na carreira pública estão sempre se renovando.

Tenha um bom salário

As oportunidades com maior volume de vagas trazem bons salários. Na iniciativa privada, por exemplo, a média salarial do advogado está entre R$ 2.518,00* e R$ 5.282,00*, dependendo do nível de experiência e qualificações.

No setor público, podemos tirar como base os concursos recentes para o Tribunal de Justiça de São Paulo e Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. O técnico judiciário teve salários na faixa de R$ 4.981,71* e R$ 3.870,00*.

Resumidamente, você já consegue uma remuneração satisfatória nas posições iniciais das carreiras públicas e privadas. Portanto, ter um bom salário no Direito não é algo restrito a poucas pessoas.

Conte com uma ótima empregabilidade

Apesar de os advogados atuarem como profissionais autônomos, em parceria ou como associados na maioria dos casos, as oportunidades com carteira assinada estão em crescimento no segmento jurídico.

De janeiro a novembro de 2021, por exemplo, foram contratados 19.608 advogados com carteira assinada, segundo o CAGED. O saldo (admissões menos demissões) ficou em 4.182.

As vagas desse tipo, geralmente, acontecem em empresas. As funções de consultor jurídico e advogado em Direito Empresarial reúnem a maior parte das oportunidades.

Atue em uma área com excelente espaço para as mulheres

Um ponto interessante é a participação da advogada. Cerca de 64% das vagas mencionadas foram ocupadas por mulheres. Além disso, o número de advogadas já supera o de advogados nos quadros da OAB. Por isso, é uma boa profissão em termos de participação feminina.

Pratique o empreendedorismo na advocacia

Outra característica do mercado jurídico é o empreendedorismo. Com a inscrição na OAB, o profissional pode iniciar suas atividades por conta própria. É comum, por exemplo, que pessoas que se formaram juntas montem sociedades para abrir um escritório próprio.

Além disso, ao ingressar em um escritório já constituído, é possível ter uma participação nos resultados, como associado, em vez da contratação como empregado. Inclusive, entre as formas de trabalho, esse é o modelo mais comum.

Tenha diversas áreas para se especializar

Dentro das profissões jurídicas, muitas delas admitem especialidades. Por exemplo, você pode ser um advogado criminalista, um juiz do trabalho ou um promotor que cuida da área de Meio Ambiente.

Na prática, cada uma das matérias de Direito gera uma especialidade profissional, isso quando não é desdobrada em várias delas. As mais importantes, em um primeiro momento, são aquelas que podem ser escolhidas para a prova prática do Exame da OAB:

  • Direito Administrativo;
  • Direito Civil;
  • Direito Constitucional;
  • Direito de Empresa;
  • Direito Penal;
  • Direito Trabalhista;
  • Direito Tributário.

Há diversas outras opções, como Direito Ambiental, Direito Marítimo e Direito Internacional. Ademais, os avanços da sociedade fazem surgir novas especialidades jurídicas, como Direito Digital e Direito do Petróleo e Gás.

Não vão faltar áreas do Direito interessantes para você se especializar.

Quais são as tendências para Direito?

O mercado jurídico acompanha os avanços da sociedade e sofre mudanças por conta deles. Ao sair da faculdade e buscar as primeiras oportunidades profissionais, você precisará estar atualizado com diversas tendências. Confira as principais!

Lawtechs e legatechs

Direito e tecnologia são inseparáveis. O trabalho de advogados e servidores públicos está cada vez mais apoiado em ferramentas de análise de dados, software de gestão de processos, soluções de atendimento online, automação de taferas, entre outras soluções de inovação.

Nesse contexto, algumas empresas nasceram especializadas em inovação para o segmento jurídico, sendo chamadas de lawtechs e legaltechs. Principalmente a partir delas, cada vez mais veremos soluções digitais como parte da rotina dos profissionais jurídicos.

Solução amigável de conflitos

Os profissionais do Direito estão cada vez mais conscientes de que nem tudo precisa ser resolvido com medidas judiciais. Negociação, Mediação, Conciliação e Arbitragem, por exemplo, já são consideradas vias tão boas quanto as decisões do juiz. Logo, são alternativas a disputa no processo judicial, em muitos casos.

Home office e atendimento online

Devido aos acontecimentos recentes, o Direito avançou bastante em relação às atividades remotas. Entre outras, as seguintes ferramentas contribuíram para essa possibilidade:

  • processo judicial digital;
  • assinatura eletrônica de documentos;
  • possibilidade de audiência judicial por videoconferência;
  • adaptações das leis às novas tecnologias.

Muitos profissionais, por exemplo, já optam por manter o escritório em casa ou, quando necessário, utilizar as instalações oferecidas pela OAB local. As salas de atendimento da OAB são gratuitas para os inscritos nos quadros. Por isso, é possível advogar sem necessariamente alugar uma sala comercial.

Nichos de mercado

Ao pensarem em especialidades, muitos profissionais têm procurado os nichos de mercado, que são serviços e grupos de clientes ultraespecíficos. É o caso, por exemplo, de atuar no Direito da Moda, Direito do Esporte e Direito Médico. A ideia é ter uma especialidade com poucos profissionais atuando na área.

Advocacia estratégica

Nas empresas, os advogados são cobrados pela participação nos resultados organizacionais, e não apenas como um serviço acionado quando necessário. Isto é, o departamento jurídico deve reduzir custos, aumentar receitas, melhorar relações com os clientes, entre outros objetivos de negócios.

No passado, o departamento jurídico receberia os processos judiciais, apresentaria a defesa e tentaria resolver o problema jurídico. Hoje, a atuação é mais estratégica, e há um amplo leque de atividades.

Imagine, por exemplo, que o advogado tem uma defesa para um grupo de processos, mas há riscos de não funcionar.

Pode acontecer que, mesmo entendendo que a outra parte está errada, o advogado faça acordos. Isso porque, o objetivo não é vencer a questão jurídica, mas ter o melhor resultado possível para empresa, e os riscos e custos influenciam a decisão tomada.

Advocacia preventiva

O trabalho dos advogados, portanto, pode começar mesmo antes dos problemas jurídicos acontecerem. Na área trabalhista, por exemplo, o profissional pode ajudar a prevenir violações aos direitos dos colaboradores. Na Cível, pode orientar o cumprimento das leis e fazer ótimos contratos. No Direito Tributário, pode ajudar o planejamento da empresa para a organização pagar menos impostos e obter descontos.

Enfim, há um crescimento da advocacia preventiva, que acontece sem a existência de um disputa entre funcionário e empregador, contratante e contratado, autor e réu etc.

Quais são as principais atuações em Direito?

Entre as diversas profissões jurídicas, vale a pena conhecer algumas delas mais a fundo. Assim, você saberá o que faz o profissional do Direito no dia a dia, tomando uma decisão mais consciente sobre a escolha do curso. Selecionamos quatro delas como representativas da área.

Advogado

O advogado presta orientação e defende os interesses de pessoas e organizações. Sua atuação pode ocorrer nos escritórios, departamentos jurídicos de empresas ou como profissional autônomo.

Entre outras tarefas, o rotina desse profissional é a seguinte:

  • verificar o andamento de processos judiciais;
  • acompanhar atos praticados pela justiça;
  • redigir documentos e requerimentos jurídicos;
  • atender e orientar clientes;
  • participar de audiência judiciais;
  • realizar atividades de pesquisa.

Os advogados podem ser generalistas ou especialistas. Os generalistas atuam nas causas mais frequentes de diferentes áreas do Direito. Já os especialistas têm um ramo de atividade bem definido.

Confira os salários médios em algumas dessas áreas:

Os valores foram retirados da Pesquisa Vagas. Nela, encontramos também as médias salariais do estagiário em Direito (R$ 1.120,00*), do advogado autônomo (R$ 3.094,00*) e do consultor jurídico (R$ 4.223,00*), oferecendo uma visão geral sobre as funções ligadas à advocacia.

Advogado público

Também existem oportunidades para advogado no setor público, especialmente na função de procurador e defensor público.

O defensor público atua na defesa das pessoas sem recursos para pagar um advogado particular. Já procuradores estaduais e advogados gerais da união atuam em defesa do interesse de suas respectivas entidades públicas.

Para ilustrar os salários, o último concurso de defensor público do estado do Pará teve salário inicial de até R$ 20.565,34*. Geralmente, os salários de procurador estadual, procurador municipal em capitais e advogado geral da união atingem valores acima dos R$ 20 mil*.

Juiz

Os juízes são os profissionais responsáveis por resolver os conflitos e impor a aplicação da legislação. Em um processo, os advogados vão, cada um, defender os interesses de seus contratantes, enquanto o magistrado é quem decide de maneira imparcial.

Se tem dúvidas de quanto ganha um juiz, saiba que o salário é alto, mas também são grandes as atribuições. As funções do são as seguintes:

  • emitir atos para dar andamento aos processos judiciais;
  • tomar decisões durante o processo judicial;
  • adotar medidas preventivas para preservar o direitos que estão sendo discutidos;
  • conduzir as audiências judiciais;
  • redigir as sentenças;
  • participar da gestão dos tribunais, em alguns casos;
  • incentivar a resolução amigável de conflitos.

Em relação aos salários, junto aos promotores, esse profissional tem os ganhos mais elevados. Por exemplo, o concurso mais recente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro teve salário inicial de R$ 30 mil*.

Promotor de justiça

Os promotores de justiça atuam na defesa dos direitos coletivos, responsabilização por crimes, proteção de vulneráveis (pessoas com deficiência, menores de idade, idosos, consumidores, trabalhadores, por exemplo), entre outras funções.

Em geral, a atuação dos promotores é a seguinte:

  • investigação criminal e cível;
  • redação de documentos e requerimentos;
  • participação em audiências;
  • emissão de termos de ajustamento de condutas;
  • realização de acordos para indenizações;
  • fiscalização de atos do poder público.

Os salários dos promotores são equivalentes aos dos juízes. O concurso do Ministério Público do Rio de Janeiro, a título de comparação, teve salário inicial de R$ 32 mil*. Assim, são áreas com excelentes oportunidades.

Como ingressar no mercado de Direito?

O começo da carreira jurídica é o vestibular de Direito. Lembre-se, no entanto, que não apenas ter o diploma, mas fazer uma excelente graduação terá um grande impacto no sucesso profissional.

As principais atividades estão ligadas a realização de provas, seja o Exame da OAB, seja o concurso público. Por isso, é importante ter uma excelente formação para conquistar essas oportunidades.

Perfil do profissional do Direito

As competências da carreira em Direito estão relacionadas ao conhecimento e aplicação das leis, principalmente para resolver problemas. Na preparação para provas, por exemplo, é comum o candidato responder a diversas questões de múltipla escolha para treinar essa capacidade.

Outras habilidades importantes são as comunicações verbal e escrita. A primeira será utilizada em audiências, atendimentos, consultorias e negociações. A segunda é essencial na redação de contratos, requerimentos e argumentos jurídicos, por exemplo.

Também vale a pena se dedicar aos conhecimentos das novas tecnologias jurídicas. Hoje em dia, todo o trabalho é apoiado em algum recurso tecnológico. Além disso, a análise de dados, que pode extrair conhecimento de centenas de processos e decisões judiciais, estará cada vez mais presente nas decisões tomadas pelos profissionais.

Por fim, lembre-se de que, durante a faculdade, você precisa ter a base necessária para conseguir estudar para as avaliações desejadas. Busque um curso que te ensine a aprender, pois isso será fundamental.

A Anhanguera vai te ajudar a realizar o seu sonho

Na Anhanguera, preparamos uma formação completa, que atende às exigências do mercado. É uma faculdade com excelentes professores, uma grade curricular com as principais disciplinas, ótimas instalações físicas e benefícios exclusivos.

Temos a missão de contribuir para que o ensino superior seja mais acessível, e cada vez mais pessoas mudem de vida com a graduação. Por isso, você pode estudar com a gente se quiser uma excelente formação com ótimo custo-benefício.

A faculdade de Direito tem 5 anos de duração na modalidade presencial. De fato, o curso esse período pelo número de disciplinas e habilidades profissionais que precisam ser desenvolvidas.

Na grade curricular, temos as disciplinas jurídicas que são mais utilizadas e servem de base para o aprendizado das áreas específicas. Veja alguns exemplos:

  • Direito Civil;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Penal;
  • Direito do Trabalho;
  • Direito de Empresa;
  • Direito Tributário;
  • Processo Civil;
  • Processo Penal;
  • Processo do Trabalho.

Além de uma formação completa para você aprender os conteúdos mais importantes e saber como estudar para suas provas, trazemos benefícios para que você esteja preparado para o mercado de trabalho.

Realize estágios durante a graduação

O primeiro desses benefícios exclusivos é o acesso ao Canal Conecta. Trata-se de um portal de empregabilidade com oportunidades para participar em processos seletivos de estágio, emprego e trainee, junto aos nossos parceiros.

Lá, você também encontra conteúdos e ferramentas voltadas para o mercado de trabalho. Na ferramenta de currículo, por exemplo, as disciplinas que você já cursou na graduação são transformadas em competências e habilidades para colocar no currículo. Assim, você terá um documento de apresentação no formato desejado pelos contratantes.

Alie teoria e prática durante a graduação

Além da infraestrutura de sala de aula, da biblioteca e dos laboratório de informática, a prática jurídica na Anhanguera traz a rotina na advocacia para o aluno. Assim, com auxílio dos professores-advogados, você vai utilizar os conhecimentos de sala de aula em atendimento, argumentação, requerimentos e outras tarefas reais e simuladas.

Para isso, a estrutura do Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) segue o padrão adotado pelos melhores escritórios. Sala de Audiência, Sala de Conciliação/Mediação, baias de atendimento ao público e baia de atendimento privativo são alguns dos elementos que fazem parte dos núcleos.

Estude com a mesma tecnologia usada nos escritórios

Para aliar Direito e tecnologia, você terá a oportunidade de utilizar o software jurídico, Data Juris, que é o mesmo adotado por grandes escritórios. Logo, entenderá, na prática, como é o trabalho jurídico nos dias atuais.

Desenvolva competências complementares

O curso de Direito também oferece acesso às Trilhas de Carreira. Nelas, você recebe conteúdos gratuitamente para desenvolver habilidades que vão complementar a sua formação e trazer uma experiência mais personalizada para suas necessidades.

Como muitos formados atuam como autônomos ou montam escritórios, assuntos interessantes são os seguintes:

  • Inovação em Gestão de Pessoas;
  • Finanças Pessoais e Investimentos;
  • Empreendedorismo e Inovação;
  • Coaching e Liderança.

Ao estudar esses tópicos, você terá uma base para organizar as suas atividades. É um excelente diferencial, porque frequentemente os advogados precisam captar clientes, manter as finanças em ordem, criar serviços e comandar equipes.

Também vale ressaltar as trilhas de carreira em parceria com o Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN). Aqui, você terá um entendimento mais aprofundado da ressocialização, execução de penas e aplicação das leis penais.

Estude na Anhanguera!

O curso da Anhanguera te prepara para os desafios das diferentes profissionais, é completo para você ter mais chances nos concursos e traz todos os assuntos cobrados no Exame da OAB. Além disso, é uma formação mais acessível com mensalidades a partir de R$ 479,00* e opções de bolsa para estudar Direito.

Como visto, as diferentes áreas de atuação se destacam tanto em volume de vagas como em salários para os graduados. Sem contar que, muitas vezes, as pessoas têm o sonho de atuar em profissões, como advogado, juiz, promotor e defensor público.

O Direito é uma graduação que abre inúmeras oportunidades de carreira, e agora você já conhece quais são as principais delas. Então, não perca a oportunidade de fazer uma ótima faculdade e mudar de vida.

Inscreva-se agora mesmo no vestibular online da Anhanguera e conte com a melhor faculdade para realizar o seu sonho!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.6 / 5. Número de votos: 57

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.