Tudo sobre o curso de Engenharia Mecânica

estudante de engenharia mecânica

Você deseja se tornar engenheiro? Então, é possível que tenha se deparado com uma dúvida bastante comum na hora de escolher uma carreira: diante de tantas possibilidades, qual graduação cursar? Existe mesmo uma variedade significativa de formações nesse segmento — sendo a Engenharia Mecânica uma das engenharias mais populares.

Essa alta procura tem uma razão. A faculdade de Engenharia Mecânica forma profissionais que sempre terão demanda no mercado de trabalho, tanto devido à versatilidade da atuação para o engenheiro mecânico quanto pela importância de suas funções.

Você se interessa por essa graduação, mas deseja entender mais sobre ela antes de prestar vestibular? Nós da Anhanguera preparamos um post especial para você! Veja aqui tudo sobre o curso de Engenharia Mecânica.

Como é a graduação

A Engenharia Mecânica é um segmento da Engenharia responsável por cuidar de projetos, construções, análises e manutenções de sistemas mecânicos. Por isso, a graduação na área vai preparar você para lidar com todas as atividades acima, além de prestar consultoria em empresas de ramos variados.

Além disso, é durante a faculdade que o futuro engenheiro vai desenvolver habilidades e competências técnicas que podem ser aplicadas no desenvolvimento e na projeção de todo tipo de máquina, com uso aplicado de tecnologia de ponta e total compreensão do funcionamento e da manutenção dos sistemas.

Como curiosidade, vale ressaltar, aqui, que a Engenharia Mecânica é uma das áreas da Engenharia mais antigas da humanidade. Isso porque, desde seus primórdios, o ser humano precisou criar e continua criando ferramentas, instrumentos e equipamentos para otimizar processos e tornar a vida mais simples. Sendo assim, cabe à graduação capacitar profissionais amplamente qualificados para suprir essa demanda contínua e crescente de mercado.   

O que faz o Engenheiro Mecânico

O trabalho do engenheiro mecânico é atuar na projeção, no desenvolvimento e na supervisão de sistemas mecânicos diversos — como máquinas e equipamentos — destinados tanto ao uso industrial quanto ao uso pessoal. Por isso mesmo, o profissional formado consegue trabalhar em diversos ramos do mercado, conforme veremos adiante.  

Algumas das atividades que podem ser desempenhadas por ele incluem: 

  • criação e desenho de peças, dispositivos, maquinários, ferramentas etc.;
  • produção e manutenção de tecnologias de ponta;
  • condução de testes em produtos e máquinas;
  • inspeção das linhas de produção;
  • realização de controles de qualidade;
  • manutenção de equipamentos;
  • gestão de equipes de Engenharia Mecânica;
  • pesquisa na área de Engenharia Mecânica.

Principais disciplinas do curso de Engenharia Mecânica

A grade curricular de Engenharia Mecânica, curso da área das ciências Exatas, é composta por matérias que dão bastante ênfase à matemática e à física. No entanto, existem também disciplinas voltadas aos processos industriais, à gestão da produção e até mesmo à administração, tornando a formação completa.

De modo geral, nos primeiros anos da graduação, são introduzidas aquelas disciplinas de base, como matemática, física e química. Já nos anos seguintes, a estrutura curricular fica mais específica, abordando conhecimentos úteis às diferentes funções que o engenheiro mecânico pode exercer.

Abaixo, listamos algumas disciplinas que você vai encontrar no Bacharelado em Engenharia Mecânica:

  • administração;
  • física;
  • química;
  • matemática;
  • estatística;
  • álgebra linear;
  • mecânica geral;
  • mecânica aplicada;
  • materiais;
  • desenho técnico mecânico;
  • algoritmos e programação;
  • controle e automação;
  • desenvolvimento econômico;
  • eletricidade aplicada;
  • engenharia automotiva;
  • engenharia econômica;
  • ergonomia e segurança do trabalho;
  • gestão de manutenção;
  • gestão ambiental;
  • processos de fabricação;
  • planejamento, programação e controle da produção;
  • projetos de engenharia mecânica;
  • resistência dos materiais;
  • sistemas fluidomecânicos;
  • sistemas térmicos.

Quanto tempo dura a faculdade de Engenharia Mecânica

Do tipo Bacharelado, o curso de Engenharia Mecânica tem a duração média de 5 anos.

Modalidades disponíveis na Anhanguera

O aluno Anhanguera pode escolher entre estudar presencial ou semipresencialmente — optando pelo tipo de ensino que mais se encaixa em sua rotina, necessidades e preferência.

Mas como funciona a Engenharia Mecânica semipresencial? Qual é a diferença com relação ao curso presencial? O que considerar antes de tomar uma decisão?

Para responder a essas e outras perguntas sobre as diferentes modalidades de ensino ofertadas aqui, na Anhanguera, vamos explicar cada uma em detalhes a seguir.

Presencial

O modelo presencial é o tipo mais tradicional de ensino, e você certamente já está familiarizado com ele. Seguindo o mesmo modelo das escolas, a faculdade presencial exige que você compareça à instituição para assistir às aulas, fazer as avaliações e cumprir com as demais atividades da graduação. Ou seja, é necessário que você tenha disponibilidade para seguir os dias e os horários estabelecidos no cronograma do curso.

É inegável que a internet facilitou e vem facilitando o ingresso de jovens e adultos no nível superior por meio do vestibular online e de formações EAD 100% online ou semipresenciais. 

No entanto, o curso presencial tem, sim, algumas vantagens interessantes e únicas. Uma delas é a possibilidade de conviver mais próximo aos professores e colegas de curso, criando laços duradouros e que facilitam a prática do networking, por exemplo.

Por outro lado, sabemos que nem todas as pessoas contam com o tempo necessário para cursar uma graduação presencial, especialmente em meio a rotinas atribuladas. Caso, por exemplo, daqueles que precisam conciliar estudo e trabalho.

Se você se identificou com essa situação, não se preocupe. Abaixo, vamos mostrar outra possibilidade de cursar Engenharia na Anhanguera.

Semipresencial

Um diploma de nível superior vai garantir melhores oportunidades no mercado e ampliar as suas chances de sucesso profissional. Mas como cursar uma graduação quando não se tem tempo suficiente para ir à faculdade todos os dias?

Unindo o melhor do presencial e do EAD, a modalidade semipresencial permite a conclusão de parte da carga horária do curso online e, a outra parte, no polo de apoio da instituição de ensino, presencialmente.

Os encontros presenciais na faculdade ocorrem em uma frequência que varia entre 1 a 3 vezes por semana, permitindo que o aluno usufrua da infraestrutura da instituição e tenha um contato mais próximo com seus colegas de curso. Já o aprendizado ocorre por teleconferência com os professores, em uma sala de aula moderna.

Ou seja, mesmo que o corpo docente não esteja presencialmente com os alunos, as aulas são transmitidas ao vivo, de forma em que você interaja com os professores em tempo real, além de tirar suas dúvidas naquele momento.

Engenharia Mecânica presencial ou semipresencial: qual é melhor para mim?

Acima, explicamos como funcionam as modalidades de ensino ofertadas pela Anhanguera, e existem alguns fatores relevantes que podem ajudar você a decidir qual escolher. Veja:

  • disponibilidade de tempo: analise a sua rotina para entender se você teria facilidade de se deslocar até o campus da faculdade todos os dias sem que haja choque de horário com suas demais atividades, como emprego;
  • disciplina e autonomia: ao cursar grande parte da graduação online, como é o caso de uma formação semipresencial, você será o responsável por montar seus próprios horários com autonomia. Por isso, analise se tem capacidade de organizar a sua rotina e disciplina para lidar com essa liberdade;
  • custo-benefício: coloque na balança as vantagens das duas modalidades e pense naquilo de que não abriria mão ao cursar uma graduação. Pergunte-se, por exemplo, se vale mais a pena economizar com as idas diárias à faculdade ou usufruir das vantagens de frequentar e vivenciar o ambiente acadêmico com mais intensidade.

Lembre-se, no entanto, que, independentemente da modalidade escolhida, ambas têm o mesmo objetivo e qualidade, a diferença está apenas na metodologia. Ou seja, tanto no curso presencial quanto no semipresencial o aluno vai se deparar com a mesma grade curricular e vai receber um diploma amplamente valorizado pelo mercado.

Preço da faculdade de Engenharia Mecânica

O valor da faculdade de Engenharia Mecânica varia de acordo com cada instituição. Aqui, na Anhanguera, o custo das mensalidades começa em R$ 449*, dependendo de fatores como localização da unidade (cidade e estado) e modalidade escolhida.

No entanto, ao estudar na Anhanguera, há sempre a possibilidade de fazer o valor da mensalidade caber no seu bolso. Na hora de se inscrever no vestibular, você pode dar uma olhada em nossos programas de parcelamento, bolsas, benefícios e convênios.

Lembre-se também de que esse é um investimento com ótimo custo-benefício para a sua carreira. Isso porque o salário médio de um engenheiro mecânico, no Brasil, é bem interessante: R$ 8.051,30, com teto de R$ 17.692,92.

Por que estudar Engenharia na Anhanguera

Ingressar em uma graduação é um investimento muito significante na vida de qualquer um. Para fazer valer o tempo e o dinheiro aplicados, podendo colher resultados como valorização profissional, ascensão na carreira e maior empregabilidade, é crucial optar por uma instituição de ensino de qualidade e um curso reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

A boa notícia é que todos os cursos oferecidos pela Anhanguera têm notas excelentes quanto aos indicadores do MEC, que visam avaliar a qualidade do ensino superior no Brasil.

Além da qualidade e da credibilidade comprovadas, nós da Anhanguera temos foco total no sucesso do aluno antes e durante a formação. Por isso, contamos com diferenciais como:

  • corpo docente amplamente qualificado e atualizado;
  • tutores EAD para cursos online e semipresenciais;
  • polos de apoio presenciais espalhados por todo o país;
  • laboratórios para aulas práticas equipados com tecnologia de ponta;
  • biblioteca completa;
  • Canal Conecta — portal de vagas de emprego e estágio exclusivo para os estudantes Anhanguera, parceiro de empresas de todos os portes e segmentos no Brasil.

Engenharia Mecânica é para você?

O curso de Engenharia Mecânica, assim como todas as outras Engenharias, é destinado a quem tem facilidade para lidar com números e operações, além de uma boa capacidade de raciocínio lógico. Ou seja, além de interesse pela área, é essencial que você não tenha resistência para encarar matemáticas mais complexas. É o seu caso?

A graduação é muito indicada para quem apresenta o perfil de um estudante de Engenharia Mecânica. Trata-se de conjunto de características e habilidades que garantem o sucesso não só durante a faculdade, como também no decorrer da carreira. 

Ficou interessado para saber se o curso combina mesmo com você? Continue acompanhando!

Habilidades essenciais do estudante de Engenharia Mecânica

Abaixo, vamos mostrar quais características são esperadas de um engenheiro mecânico. Mesmo que você não tenha ainda tais habilidades, não se preocupe, pois é possível desenvolvê-las.

A faculdade é um período de aprendizado e de desenvolvimento. Por isso, ao longo da graduação, você vai aperfeiçoar as características importantes para a carreira, e até adquirir novas capacidades entre as que listamos a seguir!

Raciocínio lógico

É essencial que o engenheiro mecânico saiba estruturar bem seu raciocínio por meio da lógica, pois somente assim será possível saber utilizar os cálculos certos a fim de resolver problemas e situações com eficiência.

Para o estudante de Engenharia, essa habilidade também é importante no que diz respeito à assimilação e à fixação dos conteúdos vistos nas aulas. O raciocínio lógico vai ajudar você a interpretar melhor os exercícios e, consequentemente, a realizar bem as avaliações e os projetos do curso.

Curiosidade e criatividade

Você é uma pessoa criativa? Se sim, que bom! Projetar, criar e desenvolver são palavras-chave no universo da Engenharia Mecânica e têm algo em comum: o uso da criatividade.

Ser curioso e ter disposição para saber como objetos e máquinas funcionam são traços indispensáveis de um engenheiro mecânico. Portanto, é interessante que, desde a trajetória acadêmica, você se dedique a atividades que despertem sua criatividade.

Saber inovar também é uma qualidade muito bem-vista pelos empregadores. Além de ajudar você a se destacar em um mercado competitivo, esse senso de inovação também será essencial se você deseja empreender.

Trabalho em equipe

A depender da área de atuação escolhida, muito do trabalho do engenheiro mecânico é feito em conjunto com outros profissionais, tanto da Engenharia quanto fora dela. Por isso, é mais do que necessário compreender que a união de esforços faz toda a diferença no sucesso de uma ação, seja nos estudos, seja na carreira.

Trabalhar em equipe envolve não só a colaboração de todos em prol de um único objetivo, como também a capacidade de aceitar novas ideias, saber ouvir diferentes pontos de vista e criar um alinhamento de esforços. Pense em como tudo isso é crucial no desenvolvimento de um projeto, por exemplo, a criação de equipamentos mecânicos.

Sendo assim, se você ainda não gosta de trabalhar em equipe, busque aperfeiçoar ao máximo essa habilidade durante o curso de Engenharia Mecânica. Ela também vai render muitos pontos positivos no mercado de trabalho, sabia?

Interesse em tecnologia

A tecnologia é uma excelente aliada na otimização de processos em todos os segmentos, o que não poderia ser diferente na Engenharia Mecânica. Na verdade, não é exagero afirmar que todas as Engenharias priorizam o uso de soluções tecnológicas para a execução de determinados procedimentos.

Com isso em mente, você precisa estar aberto às tecnologias que vão acompanhar sua carreira desde a época da faculdade — como softwares especializados para desenhos técnicos e execução de projetos. Dominar esses programas também é uma forma de potencializar suas chances de empregabilidade.

Organização

Se você é uma pessoa organizada, vai sair na frente neste curso. Planejar e executar projetos exige organização para conduzir todas as etapas. Isso também vale para a gestão de equipes, a inspeção da produção, a pesquisa e demais atuações do engenheiro mecânico, sobre as quais vamos falar no próximo tópico. Essa característica auxilia o manejo de ações técnicas e garante mais eficiência no trabalho e nos estudos.

Você se identifica com esse perfil ou quer desenvolver essas habilidades? Então continue acompanhando para entender quais serão as suas possibilidades de atuação se você se decidir pela área!

O mercado atual da Engenharia Mecânica

O mercado para o engenheiro mecânico é bastante abrangente, o que o torna procurado nos mais diversos tipos de indústrias e setores. Abaixo, veja algumas possibilidades que você vai encontrar ao longo de sua carreira.

Para entender melhor os impactos do cenário atual na formação do futuro engenheiro, saiba que tivemos uma live especial de Engenharia. Com a participação dos acadêmicos Marcela Navarro Pianucci, Moab Garcia Pereira e Pedro Ferraz, ela abordou oportunidades e desafios da carreira. Você pode conferir a gravação completa no vídeo abaixo:

Indústria automobilística

Há demanda para os engenheiros mecânicos em praticamente todos os setores da cadeira de produção automobilística. O profissional pode atuar na criação de componentes do automóvel, no desenvolvimento e no aperfeiçoamento dessas peças, no acompanhamento da linha de montagem, na gestão das equipes, no controle de qualidade da produção etc.

Indústria metalúrgica

Uma boa opção para o engenheiro mecânico é ingressar na indústria metalúrgica. Aqui, é ele o responsável por planejar a extração e a manipulação de metais a serem utilizados na produção de equipamentos e de peças para outros segmentos, como o da construção civil e até mesmo o automobilístico, sobre o qual falamos acima. Outra de suas funções são gerenciar a cadeia de produção e comandar equipes.

Indústria petroquímica

No ramo petroquímico, o engenheiro mecânico pode atuar como gerente de embarcações e operações. As funções desse profissional incluem a manutenção do funcionamento dos equipamentos que apoiam as plataformas petrolíferas. Outra possibilidade é trabalhar com projetos que viabilizam a extração do petróleo, bem como o gerenciamento das etapas de processamento e de distribuição.

Indústria energética

Esse é um setor que se encontra em alta, considerando a necessidade mundial em encontrar alternativas sustentáveis para a geração e o fornecimento de energia. Sendo assim, a demanda por engenheiros mecânicos nessa indústria é crescente, especialmente para trabalhar com a implantação de mecanismos de armazenamento e distribuição energética, utilizando sistemas nucleares, solares, eólicos e geotérmicos.

Projetos

Uma das possibilidades de atuação mais famosas e, ao mesmo tempo, desafiadoras ao engenheiro mecânico. Isso porque o setor de projetos é o responsável por criar soluções em equipamentos e em peças para todos os tipos de indústria. Aqui, o profissional vai precisar contar especialmente com duas habilidades que listamos lá no tópico sobre o perfil desejado de um estudante de Engenharia Mecânica. São elas:

  • interesse em lidar com soluções tecnológicas;
  • facilidade para trabalhar em equipe, uma vez que será necessário atuar em conjunto com outros profissionais no desenvolvimento de um projeto.

Vendas técnicas

Engana-se quem pensa que o trabalho do engenheiro mecânico na indústria se restringe à atuação nas fábricas. Ele também pode seguir carreira como vendedor em empresas que comercializem produtos relacionados à área. Aqui, seu conhecimento técnico e aprofundado faz toda a diferença para o sucesso do negócio.

Setor público

Não só no setor privado estão concentradas as oportunidades de trabalho para o engenheiro mecânico. Aliás, um caminho muito procurado por esses profissionais é prestar concursos na esfera governamental, preparando-se por meio de cursos como os oferecidos pela LFG, parceira aqui da Anhanguera e referência em preparação de certames do gênero. Afinal de contas, a estabilidade e o prestígio do setor público são de fato bastante atrativos.

Para os engenheiros mecânicos, algumas possibilidades de atuação estão nas seguintes áreas:

  • planejamento de obras públicas;
  • fiscalização de obras públicas;
  • controle de qualidade;
  • defesa civil;
  • saneamento básico;
  • gerenciamento de recursos naturais, entre outras.

Pesquisa e carreira acadêmica

O campo acadêmico também oferece muitas oportunidades aos profissionais da Engenharia Mecânica. Além das pesquisas na área, fundamentais ao desenvolvimento econômico e tecnológico do país, o engenheiro pode se habilitar para dar aulas em cursos técnicos ou de graduação.

Gostou de saber mais sobre a graduação em Engenharia Mecânica? Conforme mostramos, trata-se de um curso que forma profissionais aptos a atuar em diferentes áreas, potencializando suas chances de empregabilidade e permitindo que você escolha aquela com que mais se identifica. Por fim, lembre-se de que é fundamental optar por uma faculdade de qualidade e credibilidade — ou seja, venha estudar na Anhanguera!

Aproveite que está aqui e dê esse importante passo rumo a uma carreira de sucesso como engenheiro. Conheça nossas opções de vestibular!

*Sujeito a alteração

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Artigos relacionados

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content