Engenheiro Civil ou Arquiteto? Entenda a diferença entre eles

mulher escolhendo entre engenharia civil ou arquitetura

O início de uma carreira promissora começa com a escolha certa da graduação. Por esse motivo, ficar indeciso entre dois cursos é bastante comum entre os vestibulandos. Quando a dúvida abrange duas profissões que são, aparentemente, parecidas, a escolha pode tornar-se ainda mais complicada.

Os cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil, por exemplo, são um dos focos de indecisão devido às suas semelhanças. Afinal, nas obras, é possível detectar tanto engenheiros quanto arquitetos atuando. É importante saber que ambas as profissões são bem pagas, extremamente atraentes e valorizadas no mercado atual. Por esse motivo, a escolha deve ser baseada no perfil do aluno e em suas expectativas de carreira em longo prazo.

Se você pensa em fazer optar por algum dos dois cursos, mas ainda não sabe qual é a escolha correta, tenha em mente que é importante pesquisar e informar-se antes de tomar uma decisão.

Para ajudar, explicaremos:

  • como é formação e a grade de matérias de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil;
  • quais são as diferenças entre as carreiras;

Saiba essas e outras informações lendo o artigo!

Engenharia Civil

O curso de Engenharia Civil aqui da Anhanguera é um dos mais tradicionais do mercado. Essa formação oferece diploma do tipo Bacharelado e tem duração estimada de 5 anos. O Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA) de cada estado é responsável pelo controle dos profissionais da área. Para ter o seu registro, é obrigatório ter um diploma superior reconhecido pelo MEC (Ministério da Educação) para atuar como Engenheiro Civil.

Ao longo dos primeiros semestres, o aluno terá contato com as matérias básicas, que são relativamente comuns a maioria dos cursos de Engenharia. Como exemplo, pode-se citar: álgebra linear, física, cálculo diferencial e integral, eletricidade básica, estatística, eletromagnetismo, geometria analítica, cálculo vetorial, termodinâmica e princípios da química na engenharia. Durante o curso, é preciso fazer o estágio supervisionado.

Após os primeiros períodos, o estudante aprofunda-se em matérias mais específicas ligadas à área Civil. Veja algumas delas:

  • Materiais de Construção Civil e suas resistências;
  • Mecânica das Estruturas;
  • Mecânica dos Corpos Rígidos;
  • Mecânica dos Solos e Geologia;
  • Saneamento Básico e Ambiental;
  • Planejamento Metropolitano;
  • Higiene e Segurança do Trabalho na Construção Civil;
  • Estradas;
  • Hidrologia Aplicada;
  • Estruturas Metálicas e de Madeira;
  • Expressão Gráfica;
  • Fenômenos do Transporte;
  • Fundações e Concreto Armado;
  • Perícia na Construção Civil;
  • Pontes e Grandes Estruturas;
  • Instalações Elétricas e Hidráulicas;
  • Obras de Terra;
  • Portos e Vias Navegáveis;
  • Sistemas de Transportes;
  • Tecnologia da Construção Civil;
  • Topografia.

Uma vantagem dos alunos da Anhanguera é a certificação com parceiros para os alunos dos cursos de Exatas, como o Huawei ICT Academy, que valoriza ainda mais o seu currículo.

Ao final da graduação, os profissionais formados serão capazes de elaborar, executar, acompanhar e vistoriar projetos e obras de todos os tipos, como prédios, casas, grandes construções, pontes, estradas, aeroportos e barragens.

Além disso, o aluno é qualificado para avaliar as condições de um terreno, especificar tipos de instalação (como projeto de incêndio ou iluminação), garantir a segurança dos funcionários e da construção e também para realizar o gerenciamento da equipe.

Após a graduação, é muito comum especializar-se em uma área, como hidráulica, geotecnia, saneamento ou materiais, até para aumentar o salário. A remuneração média de um engenheiro civil no país é de R$ 7.752,86.

Para tanto, o estudante pode procurar uma especialização, MBA ou pós-graduação. Além disso, pode-se continuar na área acadêmica, realizando mestrado e doutorado. Essa última opção é interessante para aqueles que se interessam pela docência e pela área de pesquisa.

Arquitetura e Urbanismo

O curso superior de Arquitetura e Urbanismo da Anhanguera oferece titulação do tipo Bacharelado e tem igualmente duração de 5 anos, em média. O Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA) também é responsável pelos arquitetos. Assim, tal qual os engenheiros, os profissionais que trabalham de forma regular devem ter um diploma em curso superior reconhecido pelo MEC e inscrição válida no CREA.

O currículo da graduação depende bastante da instituição. De forma geral, há muitas aulas práticas, para que os alunos consigam desenvolver os ensinamentos aprendidos. Além disso, é preciso fazer um estágio supervisionado. As matérias que geralmente compõe a grade são:

  • História da Arquitetura no Brasil;
  • História Geral da Arte;
  • Homem e Sociedade;
  • Arquitetura e Urbanismo Integrada e Interdisciplinar;
  • Arquitetura Sustentável;
  • Manipulação de SketchUp;
  • Promoção do Conforto Ambiental (boa acústica, iluminação e ventilação);
  • Desenho: representação, observação, técnico e expressivo;
  • Resistência dos Materiais;
  • Sistemas Estruturais;
  • Ergonomia, Antropometria e Acessibilidade;
  • Estudos Ambientais;
  • Saneamento Urbano;
  • Ética e Legislação Profissional;
  • Informática Aplicada;
  • Instalações Prediais (Elétrica e Hidráulica);
  • Materiais Naturais e Artificiais;
  • Mecânica dos Solos e Fundações;
  • Design de Interiores;
  • Planejamento Urbano e Regional;
  • Projeto de Mobiliário Urbano;
  • Projeto Arquitetônico;
  • Projeto para Edifícios Multifuncionais;
  • Projeto Urbano e Paisagismo;
  • Tecnologia da Construção.

A função do arquiteto é planejar, desenhar, fiscalizar e projetar os espaços urbanos, internos e externos, com objetivo de melhorar a qualidade de vida das pessoas que neles habitam, transitam ou trabalham. Para isso, leva em conta os aspectos funcionais e estéticos, assim como os históricos, culturais e do meio ambiente. A média salarial desse profissional no país é de R$ 6.317,82.

As diferenças entre as duas profissões

Como visto, a graduação em Engenharia Civil dispõe de uma grade de matérias com maior ênfase para física e matemática. Por esse motivo, o engenheiro tem como responsabilidade realizar o cálculo estrutural, verificando o dimensionamento de esforços e de cargas da construção, de forma que a sua resistência e durabilidade sejam efetivas.

Já a graduação em Arquitetura e Urbanismo tem disciplinas voltadas para a arte, estética e humanidade. Dessa forma, o arquiteto soluciona problemas estéticos das obras e determina a funcionalidade dos espaços, de acordo com o que seu cliente precisa e deseja. No seu campo de atuação, esse profissional atua com design de interiores (objetos de decoração e móveis) e paisagismo (como na fachada de casas e em jardins), por exemplo, o que não é feito pelo engenheiro.

Em resumo, o arquiteto participa do ramo criativo e do planejamento da obra. Já o engenheiro civil atuará ativamente na construção da obra projetada pelo arquiteto. Vale ressaltar que ambos estão em constante contato com novas ferramentas tecnológicas a fim de desenvolver projetos de ponta.

Com este artigo, é possível perceber que, embora ambas as profissões atuem no ramo da construção, há competências e funções muito diferentes entre elas, não é mesmo? Para não errar na escolha, é fundamental analisar as próprias habilidades profissionais, gostos e em qual área gostaria de atuar.

Já tomou a sua decisão? O próximo passo é inscrever-se no vestibular aqui da Anhanguera e começar a preparar-se para a profissão do seu futuro!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content