Engenharia Civil: tudo o que você precisa saber sobre a área!

Engenharia Civil

Há quem acredite que os profissionais formados no curso de Engenharia Civil atuem apenas no acompanhamento de obras, mas a verdade é que o setor vai muito além. O diploma de Engenharia Civil abre as portas para um mercado de trabalho amplo e diversificado, com diferentes opções de atuação e especialização.

A remuneração alta é outro motivo que faz da Engenharia Civil um dos cursos mais procurados no Brasil. Mas, se você quer saber se essa é a escolha certa, é preciso pesquisar mais sobre o mercado de trabalho para engenheiros. Quer uma ajuda? Neste post, reunimos tudo que você precisa saber sobre a área de Engenharia Civil. Acompanhe!

O que é Engenharia Civil e como funciona essa área?

A Engenharia Civil é uma das Engenharias. O ramo abrange as etapas de planejamento, monitoramento de construções, restaurações e reformas em vários tipos de obras e edificações.

Para atuar na área, o engenheiro precisa de um diploma de curso superior de Engenharia Civil em uma instituição reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação) e de um registro no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA).

O engenheiro civil encontra oportunidades de trabalho em empresas do setor privado e em órgãos públicos. Pode ainda atuar como profissional autônomo, montando seu próprio negócio, ou seguir a carreira acadêmica para atuar como pesquisador e professor em cursos técnicos e faculdades.

Como está o mercado para a área de Engenharia Civil?

Os empregos no mercado de Engenharia Civil passaram por um impacto nos últimos anos, principalmente com a pandemia da Covid-19, mas o setor já está se recuperando e atingindo um bom nível de empregabilidade para os profissionais que saíram da graduação.

Dados do Ministério do Trabalho revelam que, desde o final de 2021, o setor de construção civil apresenta um número maior de admissões do que desligamentos. Até novembro de 2021, o painel do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) mostra que 162 mil profissionais foram admitidos, contrastando com 149 mil desligamentos no período.

Além da recuperação no número de contratações, o setor de Engenharia Civil se destaca no cenário nacional por oferecer uma das melhores médias salariais para os profissionais com diploma superior.

A faixa salarial do engenheiro civil fica entre R$ 6.651,41* (média do piso salarial da categoria), e o teto salarial, R$ 14.871,71*, considerando o salário recebido por profissionais que trabalham sob regime CLT. Os dados são de pesquisa recente do site Salários.

Quais são as principais atuações em Engenharia Civil?

A gama de oportunidades de atuações e de especializações da Engenharia Civil permite que o engenheiro em formação escolha sua área de preferência já na faculdade e foque a capacitação para o mercado de trabalho.

Quer conhecer as atuações de um engenheiro formado? Separamos logo abaixo as principais atuações na Engenharia Civil e seus respectivos salários. Confira!

Construção Civil

Atuar na Construção Civil (ou edificações) é a escolha mais comum para os engenheiros. A área abrange todas as etapas de construção, restauração e reforma de edificações como prédios, barragens, viadutos etc.

O engenheiro civil fica responsável por cuidar da parte de planejamento e execução das obras, observando critérios como custos, eficiência e segurança. É normal que o profissional atue ao lado de mestres de obra, arquitetos, pedreiros e outros envolvidos nas obras.

O salário para o engenheiro de construção civil no Brasil é, em média, R$ 6.191,59*, segundo relatório divulgado pelo site Salário.

Estradas e Transporte

O engenheiro civil também pode atuar especificamente nas etapas que envolvem a construção de estradas e de transportes de vários tipos. Como o próprio nome sugere, o engenheiro dessa área é responsável por planejar e por executar obras de vias como rodovias, ferrovias, aeroportos, portos e estradas urbanas.

O engenheiro que atua ou se especializa em estradas e transporte pode exercer suas funções em empresas de transporte e logística, consultoria de trânsito, controle do tráfego urbano, entre outros lugares.

A média salarial para o engenheiro de estradas é de R$ 8.707,52* no mercado de trabalho brasileiro, segundo pesquisa do site Salário.

Cálculo Estrutural

O engenheiro de cálculo estrutural tem a responsabilidade de fazer cálculos que avaliem a resistência de estruturas quando elas são submetidas a diferentes níveis de cargas e à ação de fatores externos, como vento, maré e tremores.

O objetivo do engenheiro de cálculo estrutural (ou engenheiro calculista) é garantir a segurança e a harmonia dos materiais usados em determinada obra.

A média salarial para o engenheiro calculista no mercado brasileiro é de R$ 5.518,00*, segundo pesquisa do site Vagas.

Materiais de Construção

A busca por produtos que causem menor impacto ambiental, o teste de materiais para revestimento cerâmico e a criação de materiais mais resistentes são algumas das responsabilidades do engenheiro de materiais.

No geral, o profissional que atua nessa área deve selecionar, alternar e criar materiais para diversos tipos de aplicação. Os seus locais de atuação mais comuns são as indústrias petroquímica e siderúrgica, mas o engenheiro de materiais também pode atuar na construção civil, energia, mineração e bens de consumo.

A média salarial do engenheiro de materiais de construção no mercado brasileiro é de R$ 9.526,83*, de acordo com pesquisa do site Salário.

Geotecnia

A Geotecnia é um ramo da Geologia e da Engenharia Civil. Os engenheiros que se especializam nesse campo ficam responsáveis por executar e por supervisionar projetos de escavação, compactação de aterros, tratamento de fundações e outras obras que demandam a sondagem de solos e de rochas.

Nos últimos anos, problemas ambientais têm gerado grande preocupação, o que reforça o trabalho desempenhado por engenheiros de Geotecnia. Empreiteiras nacionais e internacionais contratam esses profissionais para projetos de infraestrutura.

O salário médio de um engenheiro de Geotecnia no mercado de trabalho brasileiro é de R$ 10.252,62*, segundo pesquisa do site Salário.

Saneamento

Saneamento é uma área de interesse público, que tem o objetivo de garantir a gestão correta dos recursos hídricos para as pessoas de determinada localização, e isso envolve o abastecimento de água, o esgotamento sanitário e a drenagem urbana, por exemplo.

É uma área que demanda o conjunto de vários tipos de profissionais, dentre eles os engenheiros. Os engenheiros sanitaristas, como também são chamados os profissionais de Engenharia de saneamento, ficam responsáveis por elaborar projetos e obras hidráulicas para melhorar a qualidade de vida da população.

A média salarial do engenheiro de saneamento é de R$ 7.976,68*, segundo pesquisa do site Salário.

Quais são as tendências para área de Engenharia Civil?

Todas as áreas estão sujeitas às mudanças da tecnologia e aos impactos ambientais que as ações da humanidade provocam na natureza.

A Engenharia Civil faz parte dessa realidade, e os profissionais da área precisam se manter atualizados para acompanhar as tendências do mercado de trabalho, desenvolvendo as competências que estão em alta nas empresas.

Para ajudar você a conhecer mais sobre a Engenharia Civil, separamos aqui as tendências que farão cada vez mais parte da atuação dos engenheiros civis nos próximos anos. Confira!

Softwares para Engenharia Civil

Os softwares voltados para desenhos, cálculos, representações e simulações já fazem parte da rotina de muitos engenheiros civis. A tendência para os próximos anos é que ainda mais profissionais adotem essas tecnologias e que os softwares ganhem funcionalidades ainda mais avançadas.

Atualmente, os principais softwares para engenheiros, como SketchUp, AutoCAD e Revit, permitem a gestão de diferentes projetos, desenhos técnicos em 2D, modelagem em 3D, interação entre algoritmos e dados do projeto e até aplicativos para acessar e alterar detalhes na palma da mão.

Sustentabilidade

A sustentabilidade na Engenharia Civil envolve a necessidade de minimizar os impactos ambientais em todas as etapas de obras e edificações. É um desafio que se justifica pelo fato de a Construção Civil ser um ramo que consome muitos recursos naturais e gera uma imensa quantidade de resíduos.

O uso extensivo de energia elétrica, os meios insustentáveis de extração de matéria-prima e a quantidade exorbitante de entulhos gerados em canteiros de obras são alguns dos problemas que indicam a necessidade de mais práticas sustentáveis na Engenharia Civil. Dentre as soluções, estão a reutilização de materiais e formas limpas de gerar energia.

Além da questão ambiental e ética, as práticas de sustentabilidade são uma demanda cada vez maior dos clientes finais das construtoras.

Sistemas de Automação Predial

Um dos pré-requisitos para quem deseja morar em um prédio funcional e moderno atualmente é contar com um ambiente automatizado, “inteligente”, com instalações que se adaptam às demandas de cada um. De olho nessa tendência, as construtoras estão investindo cada vez mais em sistemas de automação predial.

Esses sistemas são softwares que ativam as funcionalidades de um prédio sem a necessidade de interferência humana. Isso acontece, por exemplo, com controle de iluminação, sensor de incêndio, gerenciamento de ar-condicionado, monitoramento do uso de água e controle de acesso de veículos e pessoas.

Esses e outros sistemas de automação podem ser pensados já na concepção de um prédio ou instalados posteriormente. Em todos os casos, é necessária a atuação de um engenheiro especializado no ramo.

Realidade Aumentada

“Realidade aumentada” e “realidade virtual” não são conceitos pensados para um futuro distante, porque eles já batem à porta de vários setores, inclusive da Engenharia Civil.

Em primeiro lugar, vamos deixar clara a diferença entre uma coisa e outra. Enquanto a realidade virtual se refere a um ambiente 100% digital, quando as pessoas são “transportadas para outra realidade”, a realidade aumentada se refere à nossa realidade comum com alguns elementos digitais.

Um exemplo de realidade aumentada na Construção Civil: existem programas de design que permitem a criação de estruturas digitais em fotos e em vídeos de ambientes reais com riqueza de detalhes, o que facilita planejamento de obras, reformas e restaurações. Esse é apenas um dos casos de realidade aumentada que beneficia o setor.

Impressão 3D

A impressão 3D é utilizada para imprimir objetos em três dimensões: altura, largura e profundidade. Essa tecnologia é resultado das mais recentes inovações na indústria e apresenta diversas aplicações na construção civil.

Por exemplo, já é possível utilizar a impressão 3D para produzir maquetes multidimensionais. Essa é uma forma de criar uma apresentação moderna para os clientes e de planejar melhor o canteiro de obras.

Outra aplicação da impressão 3D na Construção Civil é a produção de Contour Crafting. Trata-se de estruturas residenciais criadas de forma digital e produzidas com um método que utiliza estrutura de trilhos e argamassa.

Esses são alguns exemplos. Apesar de a Construção Civil ainda apresentar um caráter tradicional no Brasil, utilizando-se de mão de obra artesanal, a tendência é que a impressão 3D e outras tecnologias avançadas ganhem cada vez mais espaço.

Construção Modular

A construção modular é um método de construção que consiste em utilizar “módulos” ou estruturas construídas em fábrica sob condições controladas. Os módulos são feitos de materiais convencionais, como aço, madeira e concreto. Uma vez prontas, as estruturas são transportadas para o local da obra e montadas.

É um método popular em países desenvolvidos como Estados Unidos, Japão e Suécia. No Brasil, a tendência é que a construção modular substitua aos poucos a construção de alvenaria, que se baseia na construção de um edificação a partir de unidades ou blocos montados no próprio local da obra.

Como ingressar no mercado de Engenharia Civil?

Após pesquisar todas as informações sobre o mercado de trabalho e curiosidades sobre Engenharia Civil, enfim a satisfação de saber qual área você escolheu para o futuro!

Mas essa satisfação pode vir acompanhada por uma preocupação, afinal, a realidade é que grande parte dos profissionais sofre para conquistar um lugar no mercado de trabalho quando acaba a faculdade.

Então, o que fazer para não correr esse risco e ter sucesso no mercado? Confira as nossas dicas de como trabalhar com Engenharia Civil!

Avalie suas características pessoais

Você se considera uma pessoa analítica? Tem capacidade de tomar decisões com facilidade? Essas são algumas das características que favorecem a atuação de um engenheiro civil.

Como toda carreira, o profissional de Engenharia Civil deve ter competências essenciais para cumprir suas responsabilidades de rotina.

Um engenheiro civil precisa fazer estimativas de custos de construção, incluindo materiais, equipamentos e mão de obra, estudar normas legais e regulamentos para avaliar a viabilidade jurídica de obras, conversar com todos os envolvidos em uma construção e desenvolver familiaridade com softwares da área.

Por essas razões, alguém que vislumbra uma carreira na Engenharia Civil também precisa saber trabalhar em equipe, ter iniciativa para realizar as coisas na prática e vontade de aprender as tecnologias da Construção Civil.

Escolha uma faculdade de qualidade

Quando o assunto é faculdade para Engenharia Civil, é comum ouvirmos comentários sobre as dificuldades do curso, principalmente pelo fato de ser competitivo e exigente com relação aos cálculos matemáticos. Mas a verdade é que o desafio já começa na escolha da melhor instituição de ensino para estudar.

A instituição tem um peso muito grande na qualidade da sua formação profissional. Dependendo da faculdade, é possível contar com atividades extracurriculares e programas para somar experiências aos aprendizados adquiridos na sala de aula.

Em comparação às instituições públicas, existem várias vantagens de cursar Engenharia Civil em faculdades privadas, como melhor infraestrutura e aulas com professores atuantes no mercado de trabalho.

Então, se essas questões são cruciais para você, não deixe de considerar escolher a melhor faculdade para estudar Engenharia Civil.

Aproveite o período de estágio

O estágio curricular geralmente é a primeira experiência do graduando na sua área de atuação. É o momento perfeito para colocar em prática tudo que aprendeu na sala de aula.

No estágio, você vai se familiarizar com a rotina e o local da profissão, desenvolver competências exigidas pelo mercado, conhecer ferramentas e construir uma rede de contatos que pode ser valiosa para o restante da sua carreira. Por isso, a recomendação é aproveitar ao máximo essa experiência!

Bônus: por que estudar Engenharia Civil na Anhanguera?

Em um mercado tão competitivo quanto o de Engenharia Civil, profissionais verdadeiramente qualificados são sinônimos de inovação e bons resultados. Não por acaso, acabam sendo prioridades na contratação de empresas públicas e privadas.

Mas se engana quem pensa que a busca por qualificação começa após a graduação. Como vimos, a escolha da melhor faculdade já determina boa parte das habilidades que um profissional vai desempenhar no mercado de trabalho.

É por essa razão que convidamos você a conhecer os diferenciais da Anhanguera. Veja como ajudaremos você a se transformar no engenheiro que toda empresa está buscando!

Tradição no ensino superior

A Anhanguera tem mais de 26 anos de atuação, oferecendo cursos de graduação e pós-graduação nas mais diferentes áreas do conhecimento.

Polos espalhados pelo Brasil

São milhares de unidades e polos de ensino a distância (EAD) espalhados em todas as regiões do país. Confira a lista das nossas unidades e encontre a Anhanguera mais perto de você.

Diferentes modalidades para cursar Engenharia Civil

Se você já se perguntou se dá para fazer Engenharia Civil EAD, saiba que é possível! O curso superior de Engenharia Civil na Anhanguera é oferecido em duas modalidades de ensino: semipresencial e presencial.

  • a modalidade semipresencial funciona no formato EAD com poucas aulas presenciais: isso significa que boa parte das atividades acontecem no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da faculdade, mas algumas vezes por semana é preciso comparecer presencialmente a uma unidade da Anhanguera;
  • já na modalidade presencial, todas as aulas, avaliações e demais atividades do curso de Engenharia Civil acontecem na unidade da Anhanguera que o estudante escolheu no ato da matrícula.

Legal, não é? Na Anhanguera, você tem a flexibilidade para estudar na modalidade que tem mais a ver com a sua rotina e seu ritmo de estudos.

Preparação para o mercado de trabalho

Uma das maiores preocupações da Anhanguera é com a empregabilidade dos alunos. O incentivo à qualificação já começa na sala de aula, quando os professores são orientados a utilizar abordagens e métodos de ensino focados nas habilidades e nos desafios que o aluno vai encontrar no mercado de trabalho.

Além disso, a Anhanguera oferece uma série de programas e de atividades extracurriculares que visam enriquecer a grade curricular dos graduandos:

Estudando na Anhanguera, você ainda tem acesso a vagas exclusivas para sua área divulgadas no Canal Conecta, um portal online de empregabilidade com oportunidades de emprego e estágio em todo o país.

Bolsas de estudo

Economize na mensalidade de Engenharia Civil com bolsas de estudo integral ou parcial. Na Anhanguera, você tem a chance de disputar várias opções de bolsas no ato da inscrição para o vestibular. Veja quais são elas a seguir:

  • Bolsa Enem: use sua nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) para conquistar uma bolsa de até 100% da mensalidade. Quanto maior for a nota, maior é a sua porcentagem de desconto;
  • Bolsa Incentivo: bolsa destinada aos alunos que se enquadram nos critérios definidos pela faculdade, como declarar dificuldades financeiras para pagar o curso;
  • Bolsa Transferência: bolsa de 50% da mensalidade para todos os alunos que realizam o processo de transferência externa para estudar na Anhanguera.

E se você não se enquadra nos critérios para receber uma bolsa de estudo, não precisa se preocupar, porque a Anhanguera também oferece várias opções de desconto na mensalidade para os alunos matriculados.

Para saber mais, confira todas as oportunidades de bolsas, benefícios e convênios na Anhanguera.

Faça sua inscrição no vestibular Anhanguera!

As possibilidades são várias para quem escolhe seguir carreira na Engenharia Civil. Além de investir no curso de graduação, é preciso se sobressair e buscar uma especialidade para se diferenciar de tantos profissionais que estão buscando uma vaga no mercado de trabalho. Por isso, venha para a Anhanguera!

Comece já sua carreira! Para garantir sua vaga no curso superior de Engenharia Civil, não perca tempo e faça a inscrição no vestibular online da Anhanguera!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 8

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.