Conheça a história da profissão de Engenharia Civil

história da engenharia civil

Apesar de a palavra “engenheiro” ter começado a ser usada no século XI, nos tempos das pirâmides, já se fazia Engenharia, sem nomeá-la. A história da Engenharia Civil perpassa por várias épocas, mas, somente muito tempo depois de se fazerem construções faraônicas, ela passou ser reconhecida como ciência e oferecida como curso superior.

Isso acaba alimentando ainda mais esse percurso, com grandes nomes e obras. Para quem quer fazer o curso de Engenharia Civil, conhecer um pouco mais desse enredo é uma pitada a mais de motivação para quem ainda está em dúvidas. Essa é a porta para compreender a grandiosidade dessa área.

New call-to-action

Quer saber mais sobre o que é Engenharia Civil? Continue com a gente e descubra as muitas curiosidades que fazem a história da área tão cativante. Boa leitura!

Como surgiu a Engenharia Civil?

O conceito de Engenharia surge com a necessidade de construção de moradias nos tempos antigos, quando a humanidade começou a utilizar matéria-prima natural para criar abrigos. Assim, as cidades foram surgindo, enquanto mais e mais obras tomaram conta dos espaços, como estradas, pontes, templos religiosos, teatros, aeroportos, e muitas outras construções.

Ao tratarmos de como surgiu a Engenharia Civil, é importante ressaltarmos que, antes de ter o objetivo claro que vemos hoje, a área era mais focada em construção de aparatos militares. Com a ampliação do uso desses elementos para o “não militar”, o título de civil se tornou adequado ao cenário. Assim, a Engenharia Civil ficou responsável, basicamente, por:

  • construção civil;
  • cálculo estrutural;
  • saneamento;
  • hidráulica;
  • geotecnia;
  • transporte.

As Ciências Exatas têm forte influência na área desde o princípio, sobretudo com os conhecimentos de cálculos em Engenharia Civil, assim como medições e deduções. Enfim, a matemática colaborou para que as obras fossem mais precisas e com o mínimo de risco possível.

Enquanto os engenheiros militares construíram meios de proteção, como canhões e fortes, o engenheiro civil ficava responsável pelos portos, pontes e edifícios. Mesmo criada por civis, no século XVII, muitas das primeiras escolas eram militares, como a brasileira, em 1792. A escola da área, com o perfil mais próximo do que conhecemos hoje, surgiu em 1747, na França.

Quem foi o primeiro engenheiro civil?

Ao considerarmos o fato de a Engenharia Civil ser realizada antes mesmo de ser reconhecida como a ciência que entendemos atualmente, não podemos deixar de lado a força dos primeiros construtores a serem nomeados como tal. Imhotep era funcionário do faraó Djoser, e acredita-se que ele coordenou e projetou a construção da pirâmide de Djoser anos antes de Cristo.

No entanto, o primeiro título de engenheiro civil foi atribuído, por ele mesmo, ao inglês John Smeaton. Ao se autointitular, ele tinha o intuito de assinalar que sua Engenharia não pertencia ao governo e não era militar. Com isso, ele também é considerado o primeiro engenheiro civil, nesse caso, por ter se autodenominado.

Você já se perguntou se Engenharia Civil é para mulher? Não podemos esquecer de uma grande referência brasileira, Enedina Alves Marques. Ela foi a primeira mulher e primeira negra a se formar em Engenharia no país. Aos 32 anos, em 1945, ela se formou em Engenharia Civil e enfrentou muitas barreiras no mercado de trabalho, em uma época em que o trabalho da mulher era bem limitado.

Ela participou de grandes obras do seu estado, Paraná, como a Usina Governador Pedro Viriato Parigot de Souza. Uma liderança forte nas construções, usando quase sempre um macacão e uma arma na cintura, Enedina fez por merecer ser considerada pioneira da Engenharia.

O que é a Engenharia Civil atualmente e como chegamos até aqui?

A Revolução Industrial é um marco para várias áreas de atuação, sobretudo em relação à rotina e ao desenvolvimento de material para a Engenharia Civil. A aceleração no surgimento de meios de produção exigiu novas formas de construir as coisas. As máquinas e os equipamentos passaram a ter papel ainda mais fundamental na construção e afetaram diretamente os projetos para Engenharia Civil.

São as grandes obras que demonstram a evolução da Engenharia no tempo — da Torre Eiffel às Usinas Hidrelétricas cada vez mais modernas, percebemos o tanto que essa é uma ciência significativa para nossas vidas. Elas são parte do nosso dia a dia, e suas evoluções não param de mostrar o quanto ela é necessária.

O que vemos na atualidade é a forte influência da tecnologia, com recursos que vão desde a realidade aumentada até softwares que detalham informações técnicas e de gestão. Lembrando que o engenheiro civil também tem o papel de gerir equipes durante as obras. Por isso, na Anhanguera oferecemos a Aula Destaque, em que o estudante conhece um pouco mais da realidade de profissionais renomados na área.

A abordagem curricular da graduação aqui da Anhanguera trata de tudo sobre a Engenharia Civil. Nesse sentido, preparamos nossos estudantes para enfrentar os desafios de um mercado de trabalho amplo, principalmente quanto às mudanças tecnológicas. Para isso, também temos as Certificações com Parceiros, uma parceria para você dar um boom no currículo.

Quais são as tendências para o futuro?

Mesmo quando as dúvidas de qual Engenharia fazer acabam, ainda uma das questões levantadas por quem pretende fazer Engenharia Civil está relacionada com a volatilidade do mercado. Afinal, muitas crises econômicas e sociais acabam afetando diretamente o setor. Contudo, os governos reconhecem a importância de investir e de dar incentivos para evitar grandes baixas.

Além disso, outra motivação para começar o Bacharelado e ter um futuro promissor como engenheiro civil é a demanda por profissionais no mercado, o que aumenta as suas chances se você se forma em uma faculdade de qualidade: a Anhanguera. Nós pensamos em tudo, e a parceria com o Canal Conecta é um dos meios para você encontrar vagas de estágios e emprego ainda durante os estudos.

Corra atrás do seu futuro!

O que não pode faltar é a vontade de aprender e, como vimos, os cálculos são parte essencial no aprendizado do engenheiro. Porém, você não precisa ser o rei ou rainha da matemática, já que a faculdade é o lugar para aprender, reforçar e aprimorar os conhecimentos.

Agora que você conhece a história da Engenharia Civil, ficou bem mais fácil dar a cartada final para começar a graduação, não é mesmo? Ao escolher onde estudar, lembre-se de que a Anhanguera entende as necessidades dos estudantes, oferecendo as modalidades de ensino presencial e semipresencial, que se trata da modalidade a distância, com atividades presenciais.

O que você está esperando? Faça a sua inscrição e garanta um futuro promissor na Engenharia Civil!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content