Saiba como fazer transferência de faculdade pelo FIES

como fazer transferência de faculdade pelo fies

Se você conseguiu o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), já sabe que deu um grande passo rumo ao seu futuro, não é mesmo? Mas imagine que, no meio da trajetória em busca do sonhado diploma, você precise ir morar em outra cidade ou consiga um emprego em uma área diferente da que está cursando e se apaixone por ela. 

Sabemos que não seria nada legal perder o benefício nesses casos. Então, é exatamente por isso que viemos falar sobre como fazer a transferência de faculdade pelo FIES. Afinal, o programa permite que você seja dono do seu próprio destino. Porém, alguns requisitos básicos devem ser cumpridos. Você sabe quais são eles?

Conheça agora mesmo as condições para fazer a transferência do seu financiamento estudantil! Vamos lá?

É possível mudar de curso ou faculdade com o FIES?

Sim! Caso esteja buscando por uma faculdade que atenda melhor aos seus objetivos e queira trocar de área ou precise mudar de cidade e até de estado, não precisa se preocupar. O Novo FIES permite que você transfira o benefício tanto para outro curso quanto para outra faculdade. 

Mas atenção: o sistema não libera essas duas alterações simultaneamente, ou seja, a dica é que você analise bem o motivo da transferência, que pode ser algum dos que já citamos aqui, e opte pela troca de curso ou de faculdade. Para cada uma delas há critérios que precisam ser atendidos, os quais você conhecerá a seguir. Acompanhe!

Quais são as condições para fazer a transferência do FIES? 

Para ambos os tipos de transferências do FIES, existem duas chances por ano: uma que ocorre no meio do ano, por volta de junho, e outra que ocorre no fim do ano, em meados de dezembro.

Portanto, para que você não perca a data exata, fique sempre de olho no site do FIES e conheça as regras para trocar de curso ou mudar de faculdade com o benefício!

Mudança de curso

Nesse caso, você fica na mesma faculdade em que está agora e altera apenas o curso, ok? Portanto, se você está na Anhanguera, cursando Geografia, mas conseguiu um emprego muito legal no setor administrativo de um banco e deseja crescer lá dentro, pode transferir para o nosso curso de Administração

Assim, você estará preparado para se especializar e enfrentar todos os desafios da carreira. Porém, as regras aqui são: 

  • você só poderá realizar essa troca antes de completar 18 meses no curso atual, então, já faça os cálculos e fique atento ao prazo;
  • não é permitido fazer a transferência do FIES para um curso com nota de corte maior do que a do seu curso de origem.

Mudança de faculdade

Ao optar pela mudança de instituição, você deve se inscrever no mesmo curso da faculdade de origem. Isso significa que, se tiver fazendo Engenharia Civil em outro local, você pode transferir para a Anhanguera e trilhar seu caminho, aprendendo com profissionais pós-graduados e que têm experiência de mercado.

Além do nosso ensino de excelência, participamos do FIES e somos credenciados ao MEC (Ministério da Educação) — quesitos essenciais para que sua transferência seja aprovada pelo benefício do governo federal. 

Ainda, não se esqueça de que, para que sua transferência seja bem-sucedida, é necessário estar com a coparticipação, ou seja, o valor pago para ter acesso ao FIES, em dia. Ainda, a mudança de curso ou de faculdade não o isenta da quitação das parcelas já utilizadas do benefício. 

Como fazer a transferência do FIES?

Agora chega o momento de você saber exatamente como fazer a transferência do FIES e, para ajudar, montamos um passo a passo completo. O processo ocorre online e é bem simples. Você precisa apenas:

  1. acessar o portal do SisFIES;
  2. realizar login com CPF e senha;
  3. clicar em “Aditamento de Contrato”;
  4. selecionar “Aditamentos Disponíveis”;
  5. ir para “Transferência Integral”;
  6. selecionar o seu atual semestre;
  7. preencher os dados solicitados.

Ao chegar a essa fase, se o seu objetivo é mudar de faculdade, você vai se deparar com um campo para incluir as informações necessárias sobre a faculdade para onde vai se transferir — “Instituição”, “Local de Oferta” e “Curso de Destino”. 

Caso você vá mudar de curso, inclua os dados da sua faculdade onde são solicitados e o nome da nova graduação. Em seguida, basta informar a data em que vai deixar a graduação de origem e preencher corretamente o campo “Número de Semestres a Cursar”. 

Depois disso, você verá na tela a quantidade de semestres que precisará cumprir para obter seu diploma no novo curso. Quando tiver certeza de que completou tudo, selecione “Gravar e Prosseguir”. Assim, tudo o que você registrou aparecerá para conferência e correção — certifique-se de que não haja nenhum erro que possa comprometer a sua transferência, ok?

Após chegar até aqui, só restará imprimir ou salvar o seu comprovante e aguardar que sua solicitação seja analisada pela Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA). Se você for autorizado a mudar de curso, precisará ir à CPSA da sua faculdade, mas, se o seu caso for mudança de instituição, deverá comparecer ao CPSA da nova faculdade.

Vale a pena fazer a transferência do FIES?

Antes de tomar uma decisão que pode mudar o seu futuro, é necessário pensar se vale a pena. Então, para o caso de uma transferência de curso com o FIES, você precisa analisar qual a sua motivação, pois essa decisão poderá alterar a data de formação e mudar bastante a vida.

Não se esqueça de ficar atento à nota de corte do Enem, para escolher uma graduação que tenha pontuação igual à do seu curso atual, ok? Porque já sabe que, se for nosso aluno, ao usar o FIES na Anhanguera, independentemente da área selecionada, continuará tendo acesso à mesma qualidade de ensino.

Quanto à transferência de faculdade, essa escolha tende a ser mais complexa, uma vez que você precisará pesquisar muito sobre a instituição para onde deseja ir. Ela precisa, primeiramente, aceitar o FIES, ser credenciada e reconhecida pelo MEC. Mas há outros fatores que devem ser avaliados para saber se a transferência valerá a pena, a exemplo da qualidade do corpo docente, bem como a infraestrutura do curso e da instituição.

Aqui na Anhanguera, além de ter acesso a tudo isso, se você não quiser esperar pela transferência do FIES e deseja entrar em cursos como Medicina, Odontologia e Medicina Veterinária, pode se tornar nosso aluno por meio do Creditas, com juros abaixo do mercado e até 20 anos para pagar.

Que tal vir para a Anhanguera pelo FIES?

Viu só como é fácil mudar de curso ou faculdade com o FIES? Basta verificar os pré-requisitos, dependendo do tipo de transferência que pretende fazer, seguir o passo a passo e avaliar bem as suas possibilidades para tomar a decisão certa!

E agora que você já sabe como fazer transferência de faculdade ou de curso pelo FIES, o que está esperando para aprender com os melhores docentes, se formar e trilhar uma carreira de sucesso? Venha ser aluno Anhanguera — nós esperamos você no próximo semestre!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.