Descubra o que é Automação Industrial e atue na área

processo industrial

Ter dúvidas sobre o que é Automação Industrial é bastante natural. A área é mais especializada nas questões e nos desafios da indústria, e nem sempre ouvimos falar dela com a mesma frequência de outros cursos. Logo, se você quer conhecer mais sobre a carreira, está no caminho certo, pois realmente pode haver dificuldades de entendimento.

As oportunidades para quem faz o curso de Automação Industrial estão em franco crescimento. É cada vez mais comum as indústrias substituírem os humanos por máquinas, que realizam o trabalho com mais eficiência. Isso abre oportunidades para os profissionais que conseguem atuar ao lado de hardwares e softwares, como é o caso do formado numa graduação tecnológica, focada nas demandas do mercado de trabalho.

Então, vamos conhecer essa excelente opção de carreira? Continue a leitura e entenda o que é Automação Industrial de uma vez por todas!

O que é a Automação Industrial?

Automação Industrial é a aplicação total ou parcial de softwares e hardwares a processos e sistemas da indústria para realização de ações pré-programadas. Assim, ela é capaz de substituir a atuação humana durante as diversas etapas da produção, otimizando as atividades e aumentando a capacidade produtiva das empresas.

Otimização é uma relação ideal entre as entradas e saídas de um processo. Para fazer um casaco, por exemplo, é preciso alocar tempo, energia elétrica, tinta, linha, tecido etc., que são as entradas da produção. Igualmente, após passar por todas as etapas, são entregues determinados números de peças de roupa, que são as saídas.

O papel da Automação Industrial é minimizar as entradas, exigindo uma quantidade ou qualidade de recursos menor para produzir. Também cabe a ela maximizar as saídas, gerando produtos em maior quantidade ou qualidade. Daí que os profissionais especializados nessa carreira contribuem significativamente para os resultados financeiros.

Qual é sua relevância na Indústria 4.0?

Ao longo do tempo, as ferramentas disponíveis evoluíram significativamente, sobretudo com a Transformação Digital. Hoje, a carreira em Automação Industrial vive seu ápice de importância com a Indústria 4.0, que trouxe os sistemas ciberfísicos.

O parque fabril moderno é constituído de máquinas e de robôs totalmente integrados aos sistemas digitais. Assim, com objetos físicos que se comunicam por meio de redes, o papel das pessoas sai das etapas produtivas e passa para central de comando, manutenção, supervisão e projeto dos sistemas de automação.

As mudanças já são enxergadas pelos próprios trabalhadores. Um estudo recente da PwC mapeou a percepção dos profissionais brasileiros sobre o tema, e os resultados foram os seguintes:

  • 53% dos trabalhadores brasileiros acreditam que a automação vai reformular o trabalho nos próximos 10 anos;
  • 92% estão preocupados com a requalificação;
  • 77% entendem que a tecnologia vai melhorar o próprio trabalho.

Estar qualificado para atuar nesse novo momento das empresas e, especialmente, da indústria, é uma forma de conquistar mais empregabilidade e boa remuneração. Não à toa, segundo dados extraídos do CAGED em julho de 2020 pela plataforma Salário, o tecnólogo em Automação Industrial ganha em média R$ 3.066,16*.

De maneira geral, o ensino superior gera melhores oportunidades de trabalho, e com a Automação Industrial não é diferente. O especialista se beneficia dos avanços tecnológicos recentes, como a Internet das Coisas e a Indústria 4.0. Logo, é um profissional do futuro.

O que faz um profissional de Automação Industrial?

O que é Automação Industrial na prática está ligado à participação do profissional no ciclo de vida de um sistema de automação. Um sistema é um conjunto de unidades que, ordenadas para uma finalidade em comum, podem ser consideradas como uma coisa só: como a tecnologia física e digital que está presente no processo produtivo quando há automação.

O segmento, portanto, diferencia-se da Mecatrônica, porque está mais ligado aos processos de gerenciamento e de controle da produção. Nesse sentido, podemos identificar diversas etapas em que o trabalho do especialista será requisitado:

  • elaborar projetos de automação industrial;
  • operar sistemas;
  • implementar tecnologias no sistema de produção;
  • supervisionar a manutenção industrial;
  • aplicar métricas e avaliar os resultados do sistema.

As áreas da Automação Industrial são bastante amplas, pois o profissional pode atuar tanto nas empresas que desenvolvem as tecnologias como nas indústrias que aplicam as ferramentas, independentemente do ramo de atividade dessas últimas. Aliás, com o passar do tempo e de acordo com os resultados demonstrados, é possível assumir cargos de supervisão e gerência.

Como atuar na área de Automação Industrial?

O curso de Automação Industrial aqui da Anhanguera é o caminho para quem deseja aproveitar as oportunidades profissionais da área. Isso porque a qualificação é o grande desafio do setor, e o programa da graduação é bastante completo, conseguindo suprir as necessidades do mercado de trabalho.

Para uma boa formação, é preciso desenvolver competências relacionadas à tecnologia física e digital, como Máquinas Elétrica, Condutores, Robótica, Linguagem de Programação e Sistemas de Informação.

Igualmente, o profissional vai ter conhecimentos de gestão nas áreas de Qualidade, Projetos e Produção. Por fim, existe uma base de conhecimentos em Matemática, Física, Lógica e outros tópicos de Ciências Exatas.

Curso superior em Automação Industrial

Aqui na Anhanguera, também existe uma preocupação com a prática durante a graduação. A faculdade de Automação Industrial é um Tecnólogo presencial e está disponível na unidade da Anhanguera de Santo André (SP). Lá os alunos têm acesso à infraestrutura de laboratórios de robótica e informática. Isso torna a faculdade bastante dinâmica, pois, em boa parte do tempo, o graduando está com a mão na massa.

Outro benefício do curso é o acesso exclusivo ao Canal Conecta. Nesse portal, você pode pesquisar e concorrer a vagas de estágio e emprego na área de Automação Industrial. Logo, é possível dar os primeiros passos para ingressar no mercado de trabalho durante a graduação.

Também vale ressaltar as parcerias para certificação com grandes empresas, como HUAWEI ICT Academy, AWS Academy, AWS Educate e CISCO. No mercado da tecnologia, esses cursos complementam o diploma, permitindo o desenvolvimento de competências pontuais e oferecendo o reconhecimento de grandes organizações. E, para os alunos da Anhanguera, eles são gratuitos.

O Tecnólogo em Automação Industrial tem duração de 3 anos. Isso ocorre porque a faculdade é mais específica do que um Bacharelado em Engenharia de Controle e Automação. Assim, por ser focado nos desafios e nas soluções da indústria, a formação permite um rápido ingresso no mercado de trabalho e dá uma visão aprofundada sobre essa área específica.

Sendo assim, agora que você já entendeu o que é Automação Industrial e qual é a perspectiva da profissão para o futuro, o curso superior Tecnológico é a linha de largada para sua carreira. Não deixe de se qualificar, pois as competências têm grande participação na sua empregabilidade e renda.

Para se inscrever no curso, acesse a página do vestibular e escolha a faculdade de Automação Industrial da Anhanguera!

* Sujeito a alteração.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content