Fisioterapia Veterinária: entenda como atuar nessa área

fisioterapia veterinária

A Fisioterapia é uma área muito importante da saúde. Ela é fundamental para a prevenção de lesões e o tratamento de problemas existentes, atuando diretamente na reabilitação dos movimentos e da qualidade dos pacientes que fazem uso de suas técnicas. E o melhor: esse não é um campo exclusivo dos seres humanos!

A Fisioterapia Veterinária é um segmento que não para de crescer no Brasil. Seja para grandes animais, como os cavalos, ou para os pequenos — cães, gatos e outros —, essa especialidade tem revolucionado a qualidade de vida de seres de outras espécies, proporcionando bem-estar e controle da dor.

Neste conteúdo, falaremos um pouco mais sobre a área. Veja as características e como você pode fazer para se tornar um fisioterapeuta veterinário no futuro — processo que começa com um curso de Medicina Veterinária. Continue a leitura e aproveite!

O que é a Fisioterapia Veterinária?

A Medicina Veterinária é uma profissão com muitas vertentes. Além do atendimento aos animais, o médico veterinário pode contribuir para a melhoria da saúde pública, trabalhar na fiscalização de produtos alimentícios de origem animal, atuar na indústria ou até mesmo fazer uma carreira no ramo forense.

Na clínica e cirurgia, no entanto, ele também pode optar por uma série de caminhos. Descobrir a área de atuação é algo que depende de fatores como objetivos profissionais e gostos pessoais.

A Fisioterapia Veterinária é um campo que lida com as particularidades do sistema musculoesquelético, utilizando técnicas para reabilitar movimentos, recuperar lesões e preservar tecidos, prevenindo que machucados aconteçam.

Quais são as principais técnicas aplicadas?

O objetivo da Fisioterapia é ajudar na retomada de movimentos, no fortalecimento de músculos e outras estruturas do sistema musculoesquelético. Também auxilia na prevenção de lesões e no controle da dor, especialmente em doenças crônicas ou no pós-operatório de certos procedimentos.

Para conseguir esse objetivo, algumas das técnicas aplicadas são:

  • crioterapia;
  • eletroterapia;
  • hidroterapia;
  • termoterapia;
  • laserterapia;
  • massoterapia;
  • cinesioterapia.

Todas essas técnicas são devidamente estudadas ao longo de sua preparação para a especialidade!

Quais animais posso atender atuando na Fisioterapia Veterinária?

Praticamente todos os animais podem ser atendidos por um fisioterapeuta veterinário. Os mais comuns, no entanto, são os cães, gatos e cavalos.

A área dos equinos é bastante promissora, pois envolve animais criados para competições, por exemplo. Aqui, a prevenção de lesões é um dos focos, trabalhando com preparações para evitar que os cavalos se machuquem nos treinamentos.

No caso de cães e gatos, além de outros pets, o tratamento é normalmente feito após as possíveis lesões. Lembrando que algumas doenças também atrapalham os movimentos, como é o caso da cinomose, que deixa sequelas neurológicas nos cachorros. Nesses casos, a Fisioterapia também é indicada, assim como outras terapias coadjuvantes como a acupuntura veterinária.

Quais são as especialidades que preciso fazer para atuar nessa área?

Após a graduação em um curso de Medicina Veterinária, você precisará investir em uma pós-graduação de Fisioterapia Veterinária para obter esse título. Na maioria dos casos, esse processo dura cerca de 2 anos.

A realização de uma residência veterinária na área de clínica de pequenos animais é opcional. Você pode passar direto para a pós-graduação ou optar por ganhar mais experiência no atendimento clínico como um residente.

Qual é o salário de um fisioterapeuta veterinário?

Uma das melhores oportunidades que profissionais formados têm mais chances de conquistar é, sem dúvidas, uma remuneração confortável e que pode trazer mais qualidade de vida ao profissional. Com a Fisioterapia Veterinária, isso não é diferente!

O salário médio para um médico veterinário generalista é de R$ 3.939,17*. Não há projeções semelhantes para o fisioterapeuta veterinário, mas uma coisa é certeza: as remunerações, em caso de profissionais especialistas, são bem maiores.

Outro ponto de atenção quando o assunto é a Fisioterapia é a possibilidade de atuar de maneira fixa (ou seja, com um contrato com um hospital), autônoma (prestando serviços para vários empregadores) ou até mesmo empreendedora, abrindo o seu próprio negócio. São muitas possibilidades que podem otimizar ainda mais o seu salário!

Quais são as vantagens de investir nessa especialidade?

A principal vantagem de investir em uma especialização na área de Fisioterapia Veterinária é, claro, a remuneração. Ganhar bem possibilita maior organização financeira e faz com que você tenha muito mais qualidade de vida.

Mas isso não é tudo. O contato direto com os pacientes, junto ao aprendizado obtido a partir da troca com os seus tutores e a satisfação de contribuir para uma melhora na vida de seres tão especiais, é algo com um valor imensurável. Por isso, o retorno emocional também é bem grande.

Além disso, o fisioterapeuta veterinário é um profissional que pode organizar melhor os próprios horários. Normalmente, ele não atende urgências e emergências e tem uma rotina bem estabelecida, podendo cuidar também de seus aspectos pessoais, como estudar e se aperfeiçoar cada vez mais.

Como a faculdade ajuda você a se tornar um especialista da Fisioterapia Veterinária?

Escolher a faculdade ideal é algo imprescindível para o seu futuro. Uma boa graduação fornece toda a base necessária para que você possa avançar em seus estudos. Além disso, contribui para um currículo muito mais atraente e valorizado no mercado.

Outra vantagem está na grade curricular de boas faculdades, que é ampla e constantemente revisada e atualizada. A preocupação com a preparação dos estudantes para o mercado de trabalho também é uma preocupação das instituições mais renomadas do mercado.

Na Anhanguera, você tem acesso a isso e muito mais! Alguns de nossos diferenciais são:

  • uso da tecnologia no ensino;
  • infraestrutura adequada para o curso de Medicina Veterinária, com laboratórios para aulas práticas, bibliotecas e muito mais;
  • grade curricular otimizada e atualizada;
  • corpo docente qualificado;
  • preocupação com a qualificação, como pode ser observado com o Canal Conecta, portal que ajuda você a conquistar as melhores vagas de estágio;
  • disciplinas que preparam para o mercado, como as habilidades digitais.

Conheça também nossas formas de ingresso e opções de bolsas e descontos no site institucional da Anhanguera!

Agora é com você!

Gostou de conhecer um pouco mais sobre a Fisioterapia Veterinária? Então, comece já a se preparar para os vestibulares e faça você também parte da nova geração de fisioterapeutas responsáveis pelos cuidados com os animais. Eles e os seus tutores agradecem!

Aproveitando, que tal já se inscrever para o vestibular de Medicina Veterinária e poupar tempo? Na Anhanguera, você tem diversas formas de ingressar no curso e não há necessidade alguma de adiar o seu sonho!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 6

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content