Medicina Veterinária: tudo sobre o curso e profissão

medicina veterinária

Pode perguntar: a Medicina Veterinária está entre as principais escolhas de profissão das crianças, mesmo que não levem o sonho adiante. Isso acontece, principalmente, devido ao amor pelos animais e a vontade de protegê-los da melhor forma. Se já teve essa resposta quando perguntado sobre o tema, saiba que essa carreira tem muitas outras vantagens.

Profissional essencial no mercado, o médico veterinário encontra oportunidades muito além das clínicas, com possibilidade constante de crescimento. Ele será o responsável por prestar assistência clínica e cirúrgica a diferentes tipos de animais, desde os domésticos aos silvestres, ajudando na manutenção do bem-estar e da qualidade de vida.

New call-to-action

Para conhecer mais sobre o curso de Medicina Veterinária, siga a leitura com a gente. Trouxemos um panorama da jornada na graduação e dicas para fazer boas escolhas em busca do sucesso na carreira. Confira!

Como é o curso de Medicina Veterinária?

Para começar, nada melhor do que entender se o curso de Medicina Veterinária é mesmo como você imaginava, certo? Ele é oferecido no formato de Bacharelado, com técnicas para a formação de profissionais preparados para o mercado de trabalho. Acompanhe e conheça mais!

Duração

Para conquistar o diploma de médico veterinário, você vai passar por uma graduação de 5 anos, divididos em 10 períodos. O curso é ofertado na modalidade presencial, tendo em vista que necessita de bastante contato com a prática em laboratórios e outras atividades para alcançar um aprendizado completo.

Durante esse tempo, o estudante terá oportunidades de realizar o estágio em Medicina Veterinária –– que, além de complementar o ensino de sala de aula, coloca você mais próximo de vagas efetivas no mercado. A partir do segundo período, já é possível ir em busca dessa experiência, embora seja indicado adquirir mais conhecimento antes de se lançar.

Disciplinas

As matérias do curso de Veterinária buscam a união entre teoria e prática para possibilitar uma atuação completa na área. Dessa forma, será possível trabalhar em fazendas, pet-shops, hospitais e clínicas, laboratórios, entre outros locais que demandam os cuidados desse profissional.

São algumas das disciplinas encontradas no curso:

  • Parasitologia Veterinária Geral;
  • Ciências Moleculares e Celulares;
  • Embriologia Veterinária;
  • Patologia Veterinária Aplicada;
  • Ciências Morfofuncionais Veterinárias Aplicadas aos Sistemas Tegumentar, Esquelético e Circulatório;
  • Farmacologia e Toxicologia Aplicadas à Medicina Veterinária;
  • Melhoramento Genético Animal;
  • Bovinocultura de Corte e Leite;
  • Suinocultura e Avicultura;
  • Caprinocultura e Ovinocultura;
  • Ciências do Ambiente Aplicadas à Medicina Veterinária;
  • Tecnologia de Produtos de Origem Animal;
  • Diagnóstico por Imagem Aplicado à Medicina Veterinária;
  • Anestesiologia Veterinária Aplicada;
  • Clínica Cirúrgica Veterinária;
  • Clínica Médica (Pequenos e Grandes Animais).

Atividades extracurriculares

Além do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para consolidar os seus conhecimentos, essa é uma graduação que tem muito a ganhar com as atividades extracurriculares. Como vimos, há muito foco no cuidado com os animais de diferentes portes, assim como na realização de diagnósticos e de tratamentos para manter o bem-estar.

Mas, para trabalhar em uma clínica própria, por exemplo, é preciso investir em conhecimentos de gestão, gerenciamento e controle de qualidade, responsabilidade social e ambiental, entre outros. Também é válido desenvolver habilidades interpessoais para lidar com tutores, principalmente em situações mais críticas.

Então, essas atividades extracurriculares e matérias optativas entram em cena. Quanto mais você dedica tempo a elas, melhor se torna o seu currículo –– e, consequentemente, a sua atuação.

Qual é o perfil do profissional?

Vimos brevemente a demanda de habilidades interpessoais para dialogar com os donos dos animais. Essa será uma constante na rotina do profissional, ao dar diagnósticos, explicar tratamentos e oferecer conselhos para cuidados diários necessários.

A boa notícia é que essa comunicação pode ser desenvolvida na graduação, assim como as competências que veremos a seguir.

Disponibilidade

Imprevistos não têm hora para acontecer, e os tutores podem precisar de ajuda aos fins de semana, feriados e até mesmo à noite. Para isso, o médico veterinário deve se mostrar disponível para o atendimento, em prol do bem-estar dos animais.

A disponibilidade também será exigida para se manter atualizado com as principais tendências desse mercado. Quando o profissional se dedica a leituras e à participação em congressos e busca o contato com inovações, ele potencializa o currículo, podendo transformar esses diferenciais em reconhecimento. Essa deve ser sua motivação para estudar sempre.

Controle emocional

Na área da saúde, seja humana, seja animal, nem sempre os pacientes respondem ao tratamento. Em alguns casos, os animais podem aparecer com ferimentos muito graves ou apresentar certa agressividade como resposta ao atendimento. Maus-tratos também são recorrentes, necessitando um cuidado próximo e rápido.

Nesses cenários, o veterinário precisa controlar as emoções para não transferir estresse aos animais ou aos seus tutores. A comoção não pode interferir na capacidade de o profissional analisar o quadro clínico e de aplicar as melhores técnicas.

Comprometimento

Os plantões podem ser parte da rotina do profissional, o que exige uma dose extra de comprometimento. Mesmo com o cansaço, é preciso atender a todos os pacientes com a mesma qualidade e cuidado. Também é necessário desenvolver a responsabilidade social e ambiental para uma melhor atuação.

Raciocínio rápido

A clínica veterinária é uma área que envolve situações emergenciais. Para oferecer o melhor atendimento, o profissional precisa pensar rápido para não colocar a vida do animal em risco. Em momentos de pressão, ele não pode ceder ou esquecer os procedimentos mais indicados –– o que tem muita relação com o controle emocional.

Quais são as principais áreas de atuação do veterinário?

Se você já parou para pensar no que é a Medicina Veterinária, deve ter uma ideia de quais rumos esse profissional pode seguir durante a carreira. A boa notícia é que existem mais de 80 áreas em que o médico veterinário pode trabalhar, de acordo com o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV).

A seguir, listamos algumas dessas áreas de atuação possíveis –– quem sabe, você encontra aquela que mais combina com seu perfil. Confira!

Clínica e Cirúrgica

A área mais conhecida e procurada pelos estudantes formados é a de clínica e cirurgia. Aqui, contam desde os profissionais que trabalham para empresas até aqueles que abriram o próprio negócio. Eles cuidam de animais de pequeno porte, como cachorros e gatos, e de grande porte, a exemplo de cavalos.

Também há clínicas especializadas, que tratam somente um tipo de animal, como é o caso de animais silvestres (pássaros, sapos, peixes etc.). Em todos os cenários, as principais atribuições do profissional são realizar diagnósticos, incentivar boas práticas de cuidados e prevenção de doenças, além de conduzir o tratamento da enfermidade.

Com especializações, é possível trabalhar com ortopedia, odontologia, oftalmologia, ultrassonografia, dermatologia, nutrição animal e muitos outros segmentos –– assim como na Medicina humana.

Agronegócio e Produção Animal

O agronegócio representa uma importante parcela do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. Inclusive, a pecuária conquistou uma produtividade record em 2019. Tudo isso torna a atuação do médico veterinário essencial no setor, para que todo o produto produzido seja de boa qualidade e, ao mesmo tempo, os processos sigam as normas de ética de manejo.

O profissional ajuda fazendas e produtores rurais a tirar o melhor proveito da produção, oferecendo aos animais bem-estar e qualidade de vida. Ele faz o monitoramento de rebanhos, atua em surtos na cadeia produtiva, sugere soluções tecnológicas para aumento de produtividade e assim por diante.

Com os conhecimentos técnicos sobre o cuidado com animais, o veterinário ainda contribui para instrução de outros profissionais que trabalham no agronegócio.

Farmácia Veterinária

Assim como os seres humanos, os animais também precisam de medicamentos para prevenir e curar doenças. E não é somente o profissional graduado em Farmácia que pode trabalhar nesse setor –– afinal, por mais que ele entenda tudo sobre composições e fórmulas, falta o conhecimento sobre o organismo animal.

Na graduação, você terá matérias sobre patologias, farmacologia e toxicologia, o que já permite uma atuação mais completa na Farmácia Veterinária. Como é uma área mais recente no país, oferece bastante espaço para profissionais qualificados.

Entre as funções nesse setor, as principais envolvem manipulação, desenvolvimento e fabricação de produtos para uso animal. Entram aí não apenas os medicamentos, mas também cosméticos, soluções para higiene do pet, entre outros.

Veterinária Esportiva

Muitos animais participam de competições esportivas, em que demonstram sua habilidade e investem constantemente em aprimoramento. Diante dessa rotina exaustiva, eles precisam dos cuidados do médico veterinário. E isso não só em momentos de lesão ou de recuperação, mas de prevenção de fraturas e enfermidades causadas pela prática.

São outras atribuições do veterinário esportivo:

  • manutenção da massa muscular do animal;
  • acompanhamento do peso;
  • monitoramento da flexibilidade;
  • prevenção de desgastes nas articulações.

Geralmente, o profissional que se interessa por essa área vai trabalhar mais com cavalos, nas corridas organizadas. Pode tratar lesões e evitar situações em que o animal precise ser sacrificado, oferecendo melhores condições de vida a ele. Os cães também podem ser foco da atuação.

Medicina Veterinária Legal

Para quem tem interesse por temas correlatos ao Direito, essa pode ser a opção ideal. O perito técnico é responsável por elaborar laudos e pareceres para explicar situações envolvendo animais e produtos de origem animal. Isso inclui medicamentos, cosméticos, alimentos, locais que prestam serviço para pets, ambiente, maus-tratos e assim por diante.

Ele pode atuar tanto para algum órgão de fiscalização quanto para empresas particulares que desejam fazer a peritagem animal em seu negócio.

Saúde Pública

Muitas doenças podem ser transmitidas por animais, como é o caso da dermatomicose, raiva, bicho geográfico, entre outras. Isso significa que a saúde pública depende bastante dos profissionais formados em Medicina Veterinária. Para isso, existem os centros de controle de zoonoses nas cidades.

O objetivo vai além de combater esses tipos de doença. Tudo começa na prevenção. Por isso, os profissionais atuam junto à população, fazendo campanhas de conscientização com as melhores práticas a serem adotadas.

Há também a atuação na vigilância sanitária, em que o profissional fica responsável pela inspeção dos produtos de origem animal –– como carne, ovos e leite. A indústria e os frigoríficos são os locais que mais necessitam desse trabalho, a fim de garantir a segurança das pessoas que vão ingerir esses alimentos.

Pesquisa e Ensino

Por fim, ainda é possível reunir diferentes campos de atuação em um só: o de pesquisa. Afinal, muitos deles só têm um desenvolvimento acelerado devido ao trabalho de investigação de hipóteses, técnicas cirúrgicas, tratamentos e assim por diante. A área de produtos destinados aos animais também demanda cuidados do profissional.

Se você tem didática e gosta de ensinar, ainda pode se tornar professor no ensino superior. Assim, ajuda a formar novos médicos veterinários para o mercado, transmitindo suas experiências e compartilhando desafios da jornada universitária.

Para isso, será necessário completar seu currículo com a Formação Pedagógica, momento em que adquire as habilidades ideais para lecionar. Posteriormente, o mestrado e o doutorado entram como requisito para atuar nas principais instituições de ensino do país, em especial as universidades e centros universitários.

Como é o mercado de trabalho?

O mesmo amor pelos animais que leva muitas pessoas à profissão de médico veterinário também explica o mercado desse setor. Ele está em constante crescimento, mesmo diante de crises econômicas e do aumento da taxa de desemprego no Brasil. Quem se forma nesse curso não fica sem oportunidade de emprego.

Para ter uma ideia, o Brasil se tornou o segundo maior mercado de produtos pet do mundo, ficando atrás somente dos Estados Unidos. Foram movimentados mais de R$ 35 bilhões na indústria e no varejo. Ou seja, muitos dos locais em que o médico veterinário se faz presente para garantir mercadorias seguras aos animais de estimação.

Como vimos, também é possível trabalhar com o agronegócio, outro setor bastante expressivo no país. Mesmo durante a pandemia, o PIB do segmento teve aumento de 6,75% –– e pode chegar a 25% do PIB brasileiro até o fechamento de 2020. E, cá entre nós, não teríamos tanto potencial sem a presença do veterinário, concorda?

Entre os avanços tecnológicos na Medicina Veterinária, um dos que mais se destacam é o uso da Inteligência Artificial para detectar enfermidades. Por meio da expressão facial do animal, é possível entender o nível de dor que ele está sentindo, por exemplo. Com bancos de dados constantemente atualizados, dá para encontrar padrões de diagnóstico e oferecer o melhor tratamento.

Entre outras inovações, podemos citar:

  • prontuário eletrônico;
  • relatórios e laudos digitais;
  • exames digitais;
  • termografia.

Por fim, vale lembrar que o empreendedorismo é o caminho escolhido por muitos profissionais do futuro que desejam ter seu próprio negócio. Algumas faculdades oferecem disciplinas nesse tema para abrir a mente dos estudantes a essa possibilidade. Mas, se é o seu desejo, pesquise técnicas de Marketing, gestão, planejamento e finanças –– pensando em todos os setores de uma empresa.

Qual é a média salarial do veterinário?

Com tantas especializações e um mercado em expansão, já dá para ver que trabalho não falta para esse profissional, certo? Mas não é só isso: o salário do médico veterinário também é bem atrativo. A média é de R$ 3.876,57*, valor que pode facilmente chegar aos R$ 8.922,11* com investimento em qualificação.

Vale lembrar que essa é uma média generalista, que considera as diferentes atuações do profissional. Também interferem no salário o nível de especialização e o tipo de empresa em que a vaga é oferecida. Veja alguns exemplos:

  • atividades veterinárias: R$ 3.147,18*;
  • criação de bovinos de corte: R$ 3.706,92*;
  • escritório e apoio administrativo: R$ 6.109,33*;
  • abate de aves: R$ 4.569,25*;
  • educação superior: R$ 4.484,90*;
  • fabricação de medicamentos para uso veterinário: R$ 8.560,24*;
  • outras atividades: R$ 7.549,77*.

Em algumas dessas empresas, a remuneração pode chegar a R$ 11 mil*. Novamente, para conquistar oportunidades como essas, é preciso investir na aquisição de conhecimentos e de diferenciais para a carreira. É aí que entra a necessidade de buscar uma faculdade de excelência em ensino, corpo docente e infraestrutura.

Por que fazer Medicina Veterinária na Anhanguera?

A Anhanguera é a escolha ideal para você que deseja pavimentar o caminho do sucesso nessa área. O curso de Medicina Veterinária tem grade curricular atualizada, especialmente preparada para um trabalho diferenciado no mercado –– toda elaborada pelo corpo docente atualizado e com experiência profissional.

Mesmo sendo um curso presencial, os estudantes encontram tecnologia e inovação do início ao fim da faculdade. Entre os diferenciais de estudar na Anhanguera, podemos listar os seguintes.

Canal Conecta

Já pensou em conquistar um emprego ou estágio em Medicina Veterinária antes mesmo de pegar o diploma em mãos? E melhor: disputando vagas exclusivas nas melhores empresas do mercado. Não precisa nem imaginar. Sendo aluno da Anhanguera, você conta com a parceria do Canal Conecta.

Por falar em estágio, essa é a principal forma de definir em qual das áreas de atuação você deseja trabalhar. Como pode realizar mais de um durante a graduação, consegue conhecer diferentes funções profissionais e, no futuro, direciona a busca para vagas de emprego que atendam às suas preferências.

Aula Destaque

Além de aprender com professores e conteúdos atualizados, você ainda encontra formas de aprendizado para enriquecer o currículo. Na Aula Destaque, que acontece 100% online, entra em contato com vivências de profissionais renomados no mercado –– que também contam seus desafios para preparar os estudantes.

Trilhas de Carreira

Vimos o quanto as atividades extracurriculares são importantes para a formação completa de um médico veterinário. As Trilhas de Carreira surgiram justamente para essa demanda. São opções nas mais diversas áreas de conhecimento, 100% gratuitas para os estudantes da Anhanguera.

Essa é uma das formas de potencializar o seu currículo durante a faculdade, com temas como:

  • inglês;
  • finanças pessoais e investimentos;
  • empreendedorismo e inovação;
  • comunicação em negócios e redes sociais;
  • gestão de projetos.

Habilidades Digitais

Para disputar as melhores vagas na Veterinária, é preciso muito além de gostar do que faz. Quando aliados às Habilidades Digitais, os conhecimentos técnicos ganham novas abordagens, mais modernas e aderentes às tendências do mercado –– principalmente no que envolve a tecnologia.

Antenada nessa necessidade, a Anhanguera libera esses estudos dirigidos, também gratuitos e online, todos os semestres para os estudantes. Entre os principais tópicos, temos Cultura Digital, Design Thinking, Metodologias Ágeis e Marketing Digital para Microempreendedores.

Formas de Ingresso

Na Anhanguera, você pode conquistar a sua vaga de maneira facilitada e democrática. Além do processo seletivo tradicional, contamos com o vestibular online e até a possibilidade de uso da nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Custo-benefício

Devido à infraestrutura física necessária para o curso, muitos estudantes se preocupam com quanto custa esse investimento. O valor da faculdade de Medicina Veterinária na Anhanguera depende do turno e da unidade escolhidos. Para você ter ideia, há opções a partir de R$ 1.152,12*, quantia que pode reduzir, graças aos benefícios que veremos a seguir.

Bolsas, Financiamentos e Créditos

O custo-benefício é evidente, tendo em vista tantas experiências com que os alunos contam ao longo do curso. Mas saiba que também é possível estudar com bolsa na Anhanguera, tornando a mensalidade ainda mais acessível ao seu orçamento. Veja algumas das ofertas:

  • Prouni (Programa Universidade para Todos): bolsas de até 100% para a graduação;
  • Bolsa Incentivo;
  • Bolsa Primeiro Semestre: até 20% de desconto;
  • Bolsa Servidores Públicos e Militares: até 30% de abatimento, exceto para Medicina;
  • Bolsa Transferência: descontos de até 60%;
  • Convênio Empresa.

Entre os benefícios e as premiações que ajudam a reduzir as mensalidades, temos o Desconto Pontualidade e o Amigo Vale-Prêmio. No primeiro, você consegue um desconto se pagar a parcela até o quinto dia útil do mês. Já no segundo, a Anhanguera oferece um abatimento a cada pessoa indicada que faz a matrícula para a graduação.

Por fim, temos o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil), que permite o financiamento de até 100% das mensalidades, e o Creditas. Nesse caso, você consegue um empréstimo para arcar com os valores e pode quitá-lo em até 20 anos.

Venha construir diferenciais com a gente!

Conhecer tudo sobre o curso de Medicina Veterinária é o primeiro passo rumo a uma carreira de sucesso na área. Você já ingressa na faculdade com mais ânimo para encarar o que vem pela frente e ciente de como superar possíveis desafios. Mas saiba que, aqui na Anhanguera, serão anos de muito aprendizado e foco no seu desenvolvimento.

Se quiser se juntar ao nosso time, inscreva-se no vestibular da Anhanguera agora mesmo! Você pode fazer a prova sem sair de casa.

*Sujeito a alteração.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.2 / 5. Número de votos: 65

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content