Conheça tudo sobre a Faculdade de Design de Interiores!

Faculdade de Design de Interiores

Design de interiores é um segmento de mercado por meio do qual se aplicam técnicas para composição e decoração de ambientes internos. No curso de design de interiores o estudante aprende a planejar e organizar espaços, combinado elementos de forma a garantir funcionalidade e estética.

Neste artigo, você vai conhecer tudo sobre a faculdade de design de interiores: principais matérias, duração do curso, o que o aluno aprende, preço da faculdade, como se matricular no tecnólogo e as modalidades. Acompanhe e descubra!

Qual é o objetivo da graduação em Design de Interiores?

A faculdade de design de interiores é um curso que forma profissionais aptos a planejar e projetar espaços internos residenciais e comerciais.

Por meio do conhecimento abordado, o estudante aprende técnicas que auxiliam na distribuição de elementos em espaços, considerando funcionalidade do ambiente, conforto, estética, saúde e a segurança de quem irá utilizá-lo.

A organização de elementos em um espaço inclui desde escolha de revestimento de pisos e cores de paredes até peças de mobília e objetos de decoração.

O profissional formado em design de interiores pode executar diversas atividades. Algumas pessoas acreditam que o seu trabalho se limita em decorar ambientes, porém, a profissão é muito mais abrangente que isso.

Além da questão estética, é essencial pensar em formas de otimizar o espaço e criar um ambiente que atenda às expectativas e necessidades do cliente.

No Brasil, existe uma legislação própria que regulamenta a profissão do designer de interiores. A Lei 13.369/2016, reconhece e dispõe a respeito das atividades exercidas pelo designer. Inclusive, no artigo 2º, você encontra a definição do que é um designer de interiores:

Art. 2º Designer de interiores e ambientes é o profissional que planeja e projeta espaços internos, visando ao conforto, à estética, à saúde e à segurança dos usuários, respeitadas as atribuições privativas de outras profissões regulamentadas em lei.

Atividades do designer de interiores

As atividades do designer de interiores incluem análise das necessidades do cliente, conceituação do projeto de design, elaboração de estudos preliminares, elaboração de anteprojetos, desenvolvimento de projetos executivos, desenvolvimento dos projetos, acompanhamento da execução de uma obra, pesquisa de equipamentos, produtos e materiais.

No artigo 4º da Lei, é possível encontrar as atribuições desses profissionais, que incluem:

Art. 4º Compete ao designer de interiores e ambientes:

I – estudar, planejar e projetar ambientes internos existentes ou pré-configurados conforme os objetivos e as necessidades do cliente ou usuário, planejando e projetando o uso e a ocupação dos espaços de modo a otimizar o conforto, a estética, a saúde e a segurança de acordo com as normas técnicas de acessibilidade, de ergonomia e de conforto luminoso, térmico e acústico devidamente homologadas pelos órgãos competentes;

II – elaborar plantas, cortes, elevações, perspectivas e detalhamento de elementos não estruturais de espaços ou ambientes internos e ambientes externos contíguos aos interiores, desde que na especificidade do projeto de interiores;

III – planejar ambientes internos, permanentes ou não, inclusive especificando equipamento mobiliário, acessórios e materiais e providenciando orçamentos e instruções de instalação, respeitados os projetos elaborados e o direito autoral dos responsáveis técnicos habilitados;

IV – compatibilizar os seus projetos com as exigências legais e regulamentares relacionadas a segurança contra incêndio, saúde e meio ambiente;

V – selecionar e especificar cores, revestimentos e acabamentos;

VI – criar, desenhar e detalhar móveis e outros elementos de decoração e ambientação;

VII – assessorar nas compras e na contratação de pessoal, podendo responsabilizar-se diretamente por tais funções, inclusive no gerenciamento das obras afetas ao projeto de interiores e na fiscalização de cronogramas e fluxos de caixa, mediante prévio ajuste com o usuário dos serviços, assegurado a este o pleno direito à prestação de contas e a intervir para garantir a sua vontade;

VIII – propor interferências em espaços existentes ou pré-configurados, internos e externos contíguos aos interiores, desde que na especificidade do projeto de interiores, mediante aprovação e execução por profissional habilitado na forma da lei;

IX – prestar consultoria técnica em design de interiores;

X – desempenhar cargos e funções em entidades públicas e privadas relacionadas ao design de interiores;

XI – exercer o ensino e desenvolver pesquisas, experimentações e ensaios relativamente ao design de interiores;

XII – observar e estudar permanentemente o comportamento humano quanto ao uso dos espaços internos e preservar os aspectos sociais, culturais, estéticos e artísticos.

É fundamental destacar que o designer de interiores não está habilitado para atuar em projetos que contemplem alterações em elementos estruturais de um imóvel. Neste caso, a legislação determina a obrigatoriedade de participação de um arquiteto ou engenheiro.

Isso significa que o designer de interiores pode trabalhar em conjunto com esses profissionais, no entanto, cada um executando as tarefas que são de sua competência.

Com relação ao paisagismo, muito embora o profissional não tenha uma formação específica para atuar em projetos externos, ele acaba tendo noções estéticas que podem contribuir para projetos paisagísticos.

O designer de interiores não é um decorador, embora a decoração de ambientes faça parte das atribuições e rotina de trabalho dele.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho está aquecido para os profissionais do setor de Design de Interiores, Arquitetura, Decoração e paisagismo. Por isso, é uma excelente oportunidade para quem está querendo construir uma carreira que oferece possibilidades de trabalho.

Como designer de interiores, você poderá trabalhar em projetos de forma autônoma, montar seu próprio escritório ou trabalhar em construtoras e em escritórios de arquitetura e design. Além dessas opções, também poderá dar aula ou suporte em lojas de móveis planejados e de decoração.

Por isso, além de atuar como profissional autônomo, você tem a possibilidade de trabalhar como funcionário em empresas de design, arquitetura, lojas de móveis, lojas de decoração e até em empresas que organizam eventos e exposições. A formação oferece uma infinidade de opções para o profissional.

Quais são as principais matérias de Design de Interiores?

Entre as informações importantes e que devem ser conhecidas por quem está pesquisando sobre como ser um designer de interiores estão as matérias abordadas.

No decorrer da sua formação de designer de interiores, você vai estudar conteúdos de história, desenho, acústica, ergonomia, entre outros. A seguir, listamos algumas disciplinas que fazem parte da faculdade:

Conforto ambiental, acústico e luminoso

Nesta matéria, o estudante vai aprender a reconhecer os materiais de construção e suas propriedades acústicas e de luminosidade, identificando quais são os melhores produtos e estratégias a serem utilizados em diferentes ambientes;

Desenho auxiliado por computador

Matéria em que o aluno aprende como desenhar projetos usando softwares específicos;

Design de interiores residencial

Conteúdo voltado para as melhores práticas de design de interiores de residências;

Ergonomia aplicada ao design de interiores

O aluno aprende o que é a ergonomia e de que forma ela é aplicada nas atividades e no projetos de design;

História do design

Nesta matéria, o aluno revisita as origens do design, sua evolução e como chegamos até os dias de hoje;

Instalações elétricas de baixa tensão

Entre as matérias técnicas, a de elétrica é fundamental para o futuro designer, por isso, nesta cadeira, o aluno vai aprender tudo sobre instalações elétricas de baixa tensão e como incluir o planejamento estratégico elétrico em seus projetos;

Instalações prediais básicas

O aluno deve conhecer os princípios básicos das instalações prediais e de que forma eles se relacionam com suas atividades.

Paisagismo

Noções básicas de paisagismo, tanto questões estéticas quanto funcionais de ambientes;

Maquete de interiores

Nesta matéria, o aluno aprende como desenvolver uma maquete por meio das relações espaciais, uso de materiais adequados e apresentação de projetos para clientes;

Patrimônio, museus e arquivos

Matéria voltada para o estudo da história dos museus, espaços de arte e patrimônio histórico-cultural arquitetônico;

Marketing de produtos e serviços

Nesta matéria, o aluno aprende como se portar frente ao mercado e boas práticas que vão ajudá-lo a vender os seus serviços;

Projeto e gestão de design

Esta matéria envolve a prática de planejamento de projetos e gestão da rotina de um designer.

Essas são apenas algumas matérias estudadas ao longo da graduação. Para conhecer a grade curricular completa, é recomendado entrar em contato com a insituição que deseja estudar.

Quais são as características de um bom profissional designer de interiores?

Um bom profissional de design de interiores é aquele que tem capacidade de entender as necessidades do cliente e observar os mínimos detalhes de um projeto.

É super importante que o estudante desenvolva a sua capacidade de enxergar detalhes, captar o estilo do cliente e saber como alinhar seus conhecimentos às expectativas do cliente que está sendo atendido.

Entre as características indispensáveis que devem ser desenvolvidas pelo estudante e que vão fazer toda a diferença para a sua atuação na área de design de interiores estão:

  • capacidade de comunicação com o cliente;
  • olhar analítico sobre um espaço e capacidade de identificar problemas;
  • criatividade para elaborar um projeto que atenda as necessidades do cliente, respeitando o orçamento e o estilo deste cliente;
  • versatilidade para se adaptar a diferentes estilos de ambiente;
  • proatividade para buscar referências e soluções alinhadas com o que há de mais atual no mercado; e,
  • capacidade de manter um bom relacionamento com cliente, fornecedores e demais profissionais envolvidos no projeto, como arquiteto, engenheiro civil e paisagista.

Qual a duração do curso de Design de Interiores?

Cumprindo a grade curricular proposta pela Anhanguera você irá concluir a sua faculdade de design de interiores em dois anos e meio.

Ao longo de 5 semestres, você terá a oportunidade de fazer uma imersão em matérias essenciais para a sua formação. Ao término dos estudos, se tornará um tecnólogo capaz de realizar projetos e atender clientes em projetos residenciais e comerciais.

Como consultar o preço do curso de Design de Interiores?

A faculdade de Design de Interiores da Anhanguera tem mensalidades acessíveis e diferenciadas. Na página do curso de design de interiores da Anhanguera é possível consultar informações exatas e atualizadas sobre valores. Basta preencher o formulário com suas informações sobre cidade e unidade escolhida.

Como se matricular no curso de Design de Interiores?

Tornar-se um designer de interiores de sucesso é um sonho possível de ser alcançado quando o aluno aceita se dedicar e investir em sua formação. Já pensou que você tem tudo para começar a se preparar para o futuro? E o melhor, contando com uma instituição que se preocupa com sua formação: a Anhanguera!

Você pode se matricular no curso de Design de Interiores acessando a página da formação. Há diferentes formas de ingresso e você poderá escolher aquela que melhor atender às suas necessidades.

Em que modalidades o curso de Design de Interiores é oferecido?

Quando se fala em modalidades de ensino, a educação à distância tem se tornado uma opção perfeita para os alunos que buscam flexibilidade, protagonismo e responsabilidade.

Atendendo às necessidades dos alunos e às demandas do mercado, a Anhanguera oferece o tecnólogo em Design de Interiores nas modalidades presencial, semipresencial e a distância, 100% online.

Agora é com você!

Conseguiu entender como funciona a formação em Design de Interiores? É uma profissão muito interessante e criativa e que oferece inúmeras opções de atuação junto ao mercado de trabalho.

Você gostou de conhecer detalhes sobre a faculdade de Design de Interiores e as atividades que o profissional exerce? Sem dúvida, se você gosta de assuntos relacionados à decoração e mobilidade dentro de espaços residenciais e comerciais, essa é a graduação ideal para você.

Além de escolher o graduação, não esqueça que a instituição também é um ponto que deve ser analisado com atenção. A Anhanguera está há mais de 20 anos na área de educação, formando profissionais qualificados e prontos para lidar com as demandas do mercado.

E o melhor de tudo é que com a Anhanguera você poderá concluir sua formação sem sair de casa! Oferecemos a modalidade de ensino a distância, na qual você encontra toda a flexibilidade e liberdade necessários para estudar com tranquilidade, sem deixar de realizar outras atividades do seu dia a dia.

O que você acha de começar o seu curso de Design de Interiores? Então, inscreva-se no vestibular e dê o primeiro passo para construir uma carreira de sucesso.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.