Conheça as áreas de Fisioterapia em alta para crescer na carreira!

áreas de Fisioterapia

As áreas da Fisioterapia são muito importantes para que os pacientes consigam tratar e recuperar alguns movimentos que são prejudicados por diferentes problemas. No curso de Fisioterapia, que tem duração média de 5 anos, são formados profissionais que atuam diretamente com idosos, crianças, gestantes e adultos.

Além das diversas possibilidades de atuação, o fisioterapeuta encontra um mercado de trabalho em expansão e salários de encher os olhos! E aí, ficou interessado e quer conhecer as áreas em alta da Fisioterapia? Então, não deixe de ler o nosso post!

Conheça campos de atuação promissores da Fisioterapia!

A Fisioterapia tem áreas para muitos perfis de profissionais. Veja algumas das que estão em alta no mercado de trabalho!

Fisioterapeuta Respiratória: uma das áreas de atuação da Fisioterapia mais bem-pagas

Se você tem dúvidas em quais áreas o fisioterapeuta pode atuar, saiba que a Respiratória é uma das mais conhecidas. Nesse caso, os profissionais são responsáveis pelo tratamento e pela prevenção de doenças que afetam o nosso sistema respiratório. As mais comuns incluem asma, bronquite e tuberculose.

Os exercícios feitos durante as sessões são indispensáveis para melhorar a respiração e tratar a doença. Um dos principais focos dessa área da Fisioterapia é recuperar a capacidade respiratória das pessoas, removendo possíveis secreções.

Assim como em outras profissões, é importante que o fisioterapeuta se capacite e se especialize para atender melhor o paciente. A média salarial do profissional é de R$ 2.950,30*.

Fisioterapia Dermatofuncional

A Fisioterapia Dermatofuncional é uma das áreas de atuação responsável por avaliar o sistema tegumentar, incluindo a pele e seus anexos. Assim, o profissional trata a pele como um todo e restaura não apenas a estética, mas a sua função e, com isso, melhora a qualidade de vida e o bem-estar do paciente.

Você não sabe o que faz um fisioterapeuta que atua nesse campo? Saiba que as suas atividades estão relacionadas à reabilitação de pessoas com cicatrizes pós-traumáticas, mastectomia, queimaduras e câncer. Também pode direcionar sua atuação na realização de tratamentos estéticos não invasivos. O salário médio dessa área é de R$ 2.747,00*.

Fisioterapia do Trabalho: uma das áreas em alta da Fisioterapia

A Fisioterapia do Trabalho é uma das áreas de especialização da Fisioterapia que tem a intenção de cuidar da saúde dos trabalhadores, tendo como foco o tratamento de dores, como desconfortos provocados pela atividade laboral. Logo, os profissionais buscam melhorar o bem-estar dos funcionários.

O fisioterapeuta também é responsável por prevenir lesões, criando técnicas físicas laborais. Para isso, é importante analisar os riscos aos quais o trabalhador está exposto e a dinâmica de trabalho.

Portanto, a sua atuação é essencial em diversas empresas, ainda mais naquelas de grande porte, já que é capaz de reduzir a quantidade de afastamento do colaborador por problemas esqueléticos ou musculares.

Essa é considerada uma das áreas em alta no mercado por conta da preocupação das corporações em oferecer uma jornada de trabalho de qualidade. A remuneração média do profissional é de R$ 2.917,17*.

Fisioterapeuta Traumato-ortopédica funcional

Uma das áreas de trabalho da Fisioterapia mais requisitadas é a Traumato-ortopédica Funcional. O fisioterapeuta é altamente recomendado por médicos da Ortopedia para proporcionar um tratamento adequado e prolongado a pessoas que tiveram algum tipo de trauma ou acidente em sua estrutura óssea.

Essa área da Fisioterapia ajuda a diminuir inflamações, fortalece os músculos, melhora a circulação sanguínea, recupera os movimentos e equilibra o corpo. Por conta dos benefícios oferecidos pelo tratamento, a demanda por um fisioterapeuta especializado nesse setor é crescente e, por consequência, a absorção no mercado de trabalho é mais fácil e rápida. O salário médio dessa especialidade é de R$ 2.289,95*.

Fisioterapia Esportiva

Uma das áreas da Fisioterapia mais conhecidas e que vem gerando mais procura é a Fisioterapia Esportiva. Ela está presente em academias, centros esportivos e clubes, para que os atletas amadores ou profissionais realizem suas atividades sem comprometimento funcional, muscular ou motor.

Desse modo, a pessoa consegue melhorar o seu desempenho nas competições. Essa modalidade ainda ajuda na flexibilidade, na resistência, no equilíbrio ou na força muscular desses profissionais.

Como o número de atletas cresceu bastante nos últimos tempos, a área da Fisioterapia Esportiva tem grande demanda, sendo uma excelente notícia para quem quer ingressar nesse campo. A remuneração média é de R$ 2.677,64*.

Fisioterapia Neurofuncional

Existem casos em que a dificuldade de se locomover e de cognição, por exemplo, é provocada por lesões cerebrais, que alteram o sistema nervoso. É nesse caso que a área da Fisioterapia conhecida como Neurofuncional entra em cena.

Portanto, é fundamental que os profissionais desse campo conheçam as funções e características do cérebro. Em casos de pessoas com deficiência, os fisioterapeutas atuam minimizando os impactos das limitações do dia a dia, explorando sua potencialidade e autonomia.

Alguns dos motivos que levam as pessoas a procurarem esse profissional são:

  • Alzheimer e mal de Parkinson;
  • AVC;
  • traumatismo craniano.

Para realizar o tratamento do paciente, é importante que o fisioterapeuta explore a capacidade que os neurônios saudáveis têm de substituir a função daqueles lesionados. A remuneração média dessa área é de R$ 2.621,44*.

Entenda como a Anhanguera ajuda você a conquistar o diploma!

Independentemente da área de atuação em Fisioterapia escolhida, saiba que para ter sucesso profissional é importante escolher uma faculdade conceituada e reconhecida pelo MEC. Na Anhanguera, contamos com uma infraestrutura de qualidade e completa, com bibliotecas, laboratórios e salas de aula multimídia.

A nossa preocupação também é oferecer um ensino de excelência. Portanto, você aprenderá tudo sobre Fisioterapia a partir de uma grade curricular atualizada, apresentando as novidades desse setor. Outra vantagem é que o nosso corpo docente, além da qualificação acadêmica, conhece a realidade da profissão.

Também disponibilizamos acesso exclusivo ao Canal Conecta, portal de empregabilidade com as melhores vagas de estágio e emprego. Assim, você já conhece qual é a melhor área para seguir carreira. Após a conclusão da graduação, é possível prestar concurso para Fisioterapia e trabalhar em um dos campos de atuação.

Agora é com você!

Como vimos, existem várias áreas da Fisioterapia com boas remunerações e com excelentes oportunidades de emprego. Para se destacar nesse mercado tão concorrido, lembre-se de que a formação de qualidade faz toda diferença no currículo. Portanto, estude em uma instituição de ensino que ofereça o melhor aprendizado aos seus alunos!

Gostou de conhecer as áreas da Fisioterapia e quer ser um profissional de sucesso? Então, dê o primeiro passo e inscreva-se no vestibular online da Anhanguera!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 24

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.