Investigação e Perícia Criminal: Tudo sobre a graduação

Mulher olhando para fotos de crime em painel

Se você tem muita curiosidade em casos policiais e tem vontade de fazer a diferença na segurança do país, talvez a graduação em Investigação e Perícia Criminal seja a sua cara! Esse curso é um caminho fundamental que prepara os futuros profissionais para desempenhar um papel crucial na aplicação da lei e na resolução de crimes. 

Ao longo deste texto, exploraremos em detalhes as principais características da graduação em Investigação e Perícia Criminal, examinando os currículos acadêmicos, as habilidades essenciais desenvolvidas, as oportunidades de carreira disponíveis e a importância crescente dessa faculdade no contexto da segurança pública e da administração da justiça.

Como é o curso de Investigação e Perícia Criminal?

O curso de Investigação e Perícia Criminal é uma graduação que visa preparar os estudantes para desempenhar um papel crucial no campo da aplicação da lei e da resolução de crimes. Esta área de estudo combina conhecimentos sólidos em ciências forenses, técnicas de investigação, análise de evidências e procedimentos legais. 

Os graduados em Investigação e Perícia Criminal são bem equipados para enfrentar os desafios complexos do mundo da justiça criminal. Assim, eles contribuem para a coleta de provas, a análise de cenas de crime e a condução de investigações que podem ser cruciais para a condenação de criminosos ou para a exoneração de indivíduos inocentes.

Pessoa fazendo perícia em garrafa
O curso permite a combinação de investigação com Ciências Forenses

Quais os tipos de Graduação em Investigação e Perícia Criminal?

Atualmente, a graduação em Investigação e Perícia Criminal é mais comumente oferecida na forma de um Bacharelado ou como um curso de Tecnólogo. No entanto, é importante observar que essas terminologias podem variar de acordo com a instituição de ensino e o país. Confira a seguir detalhes sobre esse curso e os três tipos de graduação existentes.

Bacharelado em Investigação e Perícia Criminal

O curso de bacharelado em Investigação e Perícia Criminal costuma ser de quatro anos e oferece uma educação superior mais abrangente e aprofundada na área. Os estudantes que optam por um bacharelado geralmente têm uma formação mais completa já que o programa inclui uma ampla gama de disciplinas e oferece uma base sólida em teoria e prática.

Tecnólogo em Investigação e Perícia Criminal

O CST (curso superior de tecnologia) – conhecido como curso tecnólogo – em Investigação e Perícia Criminal é uma opção de graduação mais curta, com duração de 2 a 3 anos. Ele é projetado para fornecer treinamento prático e habilidades específicas necessárias para entrar no campo da investigação criminal de forma mais rápida. 

Os estudantes que optam por esse caminho podem se especializar em diversas áreas específicas, como, por exemplo, análise de evidências digitais, investigação de incêndios, ou outras disciplinas forenses.

Mulher analisando solo queimado em incêndio
Com o tecnólogo é possível se especializar em diversas áreas, como investigação de incêndios

Licenciatura em Investigação e Perícia Criminal

Não é muito comum encontrar programas de Licenciatura em Investigação e Perícia Criminal, mas eles podem existir em algumas regiões. De toda forma, o curso de licenciatura foca na formação do profissional que deseja lecionar e se tornar professor. A licenciatura é um tipo de graduação acadêmica que prepara os estudantes para uma série de oportunidades acadêmicas e profissionais.

A faculdade de Investigação e Perícia Criminal é boa?

A qualidade de uma faculdade de Investigação e Perícia Criminal pode variar de acordo com diversos fatores, incluindo a reputação da instituição, a qualidade do corpo docente, a estrutura do programa acadêmico e os recursos disponíveis. Portanto, é essencial pesquisar e avaliar cada faculdade individualmente, principalmente se tem a aprovação do MEC (Ministério de Educação) e como é a sua aprovação no mercado.

A faculdade de Investigação e Perícia Criminal tem aprovação do MEC?

A faculdade de Investigação e Perícia Criminal tem a aprovação do MEC na Anhanguera, por exemplo. É fundamental verificar se a faculdade possui o devido reconhecimento e autorização para oferecer o curso. O MEC é responsável por regulamentar e supervisionar as instituições de ensino superior no Brasil, e o seu reconhecimento é um indicativo de que a faculdade atende a padrões de qualidade.

Além disso, caso você queira verificar se uma instituição que oferece o curso de Investigação e Perícia Criminal possui o reconhecimento do MEC, é possível realizar essa consulta por meio do Sistema e-MEC ou entrando em contato diretamente com a secretaria da faculdade de interesse.

Aprovação de Investigação e Perícia Criminal no Mercado

A aprovação de um profissional formado em Investigação e Perícia Criminal no mercado de trabalho pode variar dependendo de diversos fatores, como por exemplo: a qualidade da formação, a reputação da instituição, as habilidades adquiridas durante a graduação e a demanda por profissionais nessa área.

O mercado de trabalho para os profissionais formados em Investigação e Perícia Criminal no Brasil pode ser positivo, desde que os graduados tenham adquirido uma educação de qualidade, desenvolvido habilidades relevantes e estejam preparados para atender às demandas do setor. 

Qual o perfil ideal de aluno de Investigação e Perícia Criminal?

A graduação em Investigação e Perícia Criminal é um campo acadêmico e profissional que exige características específicas dos seus estudantes. Embora não haja um perfil único, existem certas qualidades e competências que podem ser altamente benéficas para aqueles que buscam ter sucesso nesse campo.

  • Curiosidade: Um traço fundamental para os estudantes de Investigação e Perícia Criminal é a curiosidade. Ter um desejo intrínseco de entender como os crimes são cometidos, solucionados e prevenidos é essencial.
  • Atenção aos Detalhes: A atenção meticulosa aos detalhes é uma habilidade valiosa. Os estudantes devem ser capazes de analisar minuciosamente evidências, documentos e cenas de crime, identificando pistas sutis que podem ser cruciais para uma investigação.
  • Ética e Integridade: A integridade é imperativa neste campo, uma vez que os estudantes podem se deparar com informações confidenciais e situações sensíveis. O respeito estrito às normas éticas e legais é essencial.
  • Habilidade de Comunicação: Uma boa comunicação é necessária para relatar descobertas, depor em tribunal e colaborar com colegas e autoridades. Isso inclui habilidades de escrita e comunicação oral.
  • Resistência ao Estresse: Investigar crimes pode ser emocionalmente desafiador e estressante. Os estudantes devem ter a capacidade de lidar com pressão e situações difíceis sem comprometer a objetividade.
Investigador preocupado ao telefone
Quem vai trabalhar com Investigação e Perícia Criminal precisa ter boa resistência ao estresse

Personalidade do estudante de Investigação e Perícia Criminal

Os estudantes de Investigação e Perícia Criminal frequentemente compartilham traços de personalidade que os ajudam a sobressair no campo. Essas características podem influenciar a forma como abordam investigações e interagem com colegas e a comunidade.

  • Determinação: A determinação é essencial para superar obstáculos e seguir adiante, mesmo quando as investigações são complexas e desafiadoras. A persistência é uma virtude valorizada.
  • Empatia: Embora a empatia não signifique conivência, compreender as perspectivas das vítimas e compreender as motivações dos suspeitos pode ser útil para entender melhor as situações.
  • Pensamento Analítico: Um pensamento analítico afiado é um traço comum entre estudantes de Investigação e Perícia Criminal. Isso envolve a capacidade de conectar pontos, avaliar evidências e raciocinar logicamente.
  • Adaptabilidade: O campo da investigação criminal está em constante evolução devido às mudanças na tecnologia e nas táticas criminosas. Ser capaz de se adaptar a novos desafios e técnicas é importante.
Investigadora interrogando rapaz e mostrando provas
Ter determinação e pensamento analítico ajuda a compreender melhor as ações do crime

Rotina de estudos do estudante de Investigação e Perícia Criminal

A rotina de estudos de um estudante de Investigação e Perícia Criminal pode ser intensa e variada, dada a natureza multidisciplinar da área. Aqui estão alguns aspectos comuns da rotina de estudos:

  • Aulas teóricas e Práticas: Os estudantes frequentam aulas que abrangem desde conceitos teóricos até simulações de investigações criminais em laboratórios.
  • Estágios e treinamento prático: Muitos programas incluem estágios e treinamento prático em laboratórios forenses ou em agências de aplicação da lei.
  • Estudo independente: Devido à complexidade do campo, os estudantes dedicam tempo significativo a leituras, pesquisas e projetos independentes.
  • Participação em grupos de estudo: Trabalhar em grupos de estudo é comum para compartilhar conhecimentos e resolver problemas complexos.
  • Acompanhamento de casos reais: Alguns programas permitem que os estudantes acompanhem casos reais com permissão das autoridades, proporcionando uma experiência prática valiosa.
  • Atualização contínua: Dada a evolução constante do campo, os estudantes devem se manter atualizados com as últimas tendências e técnicas em investigação e perícia criminal.
Professor e alunos em laboratório fazendo pesquisas
Na rotina de estudos, as práticas envolvem aulas em laboratórios

Quais as modalidades de estudo para Investigação e Perícia Criminal?

A busca por uma graduação em Investigação e Perícia Criminal oferece diversas modalidades de estudo para atender às diferentes necessidades e preferências dos alunos. A escolha da modalidade de estudo pode influenciar significativamente a experiência acadêmica e a flexibilidade de aprendizado.

Dá para cursar Investigação e Perícia Criminal EAD?

Sim, é possível cursar Investigação e Perícia Criminal na modalidade de Ensino a Distância (EAD). Esta modalidade de estudo oferece flexibilidade significativa, permitindo que os alunos acessem materiais de ensino, interajam com instrutores e colegas, e concluam suas atividades acadêmicas online. 

Os cursos EAD em Investigação e Perícia Criminal muitas vezes são adequados para pessoas que trabalham ou têm compromissos pessoais, pois permitem que os alunos definam seus próprios horários de estudo. É importante escolher uma instituição de ensino respeitável e reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) ao optar por essa modalidade.

Existe a faculdade de Investigação e Perícia Criminal Presencial?

Sim, a graduação em Investigação e Perícia Criminal também está disponível na modalidade presencial. Neste formato, os estudantes frequentam aulas em um campus universitário, onde têm a oportunidade de interagir diretamente com professores e colegas de classe. 

As aulas presenciais podem oferecer uma experiência de aprendizado mais imersiva e a possibilidade de participar de laboratórios e atividades práticas no local. A escolha entre um curso presencial ou a distância depende das preferências individuais e da disponibilidade dos estudantes.

Aluna erguendo a mão durante aula
Na modalidade presencial é possível ter um contato mais próximo com alunos e professores

Tem Investigação e Perícia Criminal Semipresencial?

Sim, há também a modalidade semipresencial para a graduação em Investigação e Perícia Criminal. Nesse formato, os estudantes combinam aulas presenciais em um campus universitário com atividades de aprendizado online, proporcionando uma flexibilidade moderada.

A escolha da modalidade semipresencial pode ser uma ótima opção para aqueles que buscam um equilíbrio entre o aprendizado presencial e a flexibilidade oferecida pelo ensino a distância.

Qual a duração e as matérias do curso de Investigação e Perícia Criminal?

A faculdade de Investigação e Perícia Criminal, seguindo o padrão de duração de um curso tecnólogo, tem uma média de dois anos, composta por 4 semestres, e com uma carga horária total de 1.700 horas. Confira a seguir as disciplinas do curso por semestre, com base na grade curricular de Investigação e Perícia Criminal.

1º Semestre 

  • Direitos Humanos e Cidadania
  • Linguística Textual
  • Teoria da Argumentação Jurídica 
  • Responsabilidade Social e Ambiental
  • Sociedade Brasileira e Cidadania

2º Semestre 

  • Teoria Geral do Processo
  • Teoria Geral do Direito Constitucional
  • Fundamentos Históricos e Introdução ao Estudo do Direito
  • Fundamentos de Investigação e Criminalística
  • Expansão da Criminalidade

3º Semestre 

  • Perícia e Auditoria
  • Direito Público
  • Toxicologia
  • Teoria da Investigação Criminal
  • Processo Penal e os Meios de Obtenção e Produção de Provas
  • Projeto de Extensão I – Investigação e Perícia Criminal

4º Semestre 

  • Ciência Política
  • Investigação e Perícia Criminal: Crimes Ambientais e Digitais
  • Investigação e Perícia Criminal: Fraudes Contábeis
  • Perícia Criminal e Toxicológica
  • Perícia Empresarial: Compliance e Fraudes Empresariais
  • Projeto de Extensão II – Investigação e Perícia Criminal

Além disso, esse curso conta com uma carga horária de 100 horas para as Atividades Complementares Obrigatórias (ACO) em Investigação e Perícia Criminal.

Frascos com substâncias coloridas e nocivas rotuladas
Toxicologia é uma das matérias estudadas no curso

Quais as possibilidades de especialização em Investigação e Perícia Criminal?

Após concluir a graduação em Investigação e Perícia Criminal, os profissionais têm a oportunidade de se aprofundar em áreas específicas por meio de especializações. Essas especializações proporcionam conhecimentos avançados e habilidades especializadas que podem abrir portas para oportunidades de carreira mais específicas e gratificantes.

Existem várias possibilidades de especialização, incluindo:

  • Ciências Forenses: Essa especialização concentra-se em técnicas avançadas de análise de evidências, como DNA, impressões digitais, análise de balística e toxicologia forense.
  • Criminalística Digital: Com o aumento da tecnologia, a criminalística digital se tornou fundamental. Os especialistas nessa área lidam com investigações de crimes cibernéticos, recuperação de dados e análise de dispositivos eletrônicos.
  • Perícia Contábil e Financeira: Profissionais que se especializam em perícia contábil e financeira trabalham na detecção de fraudes, lavagem de dinheiro e análise de registros financeiros em casos criminais.
  • Psicologia Forense: Esta área envolve a aplicação de princípios da psicologia na investigação de crimes, avaliação de suspeitos e apoio a vítimas.
Pessoa mexendo em maleta com itens de investigação em meio a cena de crime
Na especialização em Ciências Forenses, a pessoa aprende a fazer análises de evidências

Quais as principais áreas para recém-formados?

Para os recém-formados na faculdade de Investigação e Perícia Criminal, as principais áreas de atuação e mais procuradas pelo profissional costumam ser as seguintes:

  • Polícia Civil e Federal: Como investigadores criminais, os graduados trabalham na resolução de crimes, coleta de evidências e apresentação de casos ao sistema de justiça.
  • Laboratórios Forenses: Muitos recém-formados encontram oportunidades em laboratórios forenses, onde podem realizar análises científicas de evidências físicas.
  • Consultoria em Segurança: Alguns profissionais optam por trabalhar em empresas de segurança privada, oferecendo serviços de investigação e consultoria em segurança.
  • Advocacia Criminal: Alguns graduados optam por se tornar advogados especializados em direito criminal, defendendo clientes ou atuando como promotores públicos.
Dois policiais federais
Os recém-formados podem entrar para a Polícia Civil e Federal

É melhor ingressar na faculdade pública ou privada?

A escolha entre uma faculdade pública ou privada para estudar Investigação e Perícia Criminal depende de vários fatores. Faculdades públicas geralmente oferecem custos mais baixos, mas podem ser mais competitivas para ingressar. Faculdades privadas podem oferecer maior flexibilidade de horários e opções de ensino a distância, mas os custos podem ser mais altos.

Ambos os tipos de instituições podem oferecer programas de qualidade, desde que sejam reconhecidos pelo MEC. Além disso, não podemos deixar de lado que ambas têm vantagens e desvantagens. Portanto, a decisão deve ser baseada nas preferências pessoais, disponibilidade financeira e necessidades individuais.

Faculdade Pública de Investigação e Perícia Criminal

Faculdades públicas de Investigação e Perícia Criminal no Brasil são geralmente conhecidas por sua qualidade de ensino e custos mais acessíveis. Elas podem oferecer uma boa qualidade acadêmica e acesso a recursos acadêmicos, mas não é por isso que ela não conta com algumas desvantagens que podem ser elas as listadas a seguir:

  • A concorrência para ingressar é alta;
  • Greve e paralisações podem atrasar a sua formação;
  • Infraestrutura pode ser precária por falta de recurso do Governo.

Faculdade Privada de Investigação e Perícia Criminal

Faculdades privadas podem oferecer flexibilidade de horários e opções de ensino a distância, o que pode ser vantajoso para aqueles que precisam conciliar os estudos com outras responsabilidades. No entanto, os custos podem ser mais elevados, e é importante garantir que a instituição seja devidamente reconhecida pelo MEC e conferir a qualidade da instituição que você for escolher.

Jovem aluno andando em corredor de universidade
A faculdade privada oferece mais flexibilidade e modalidades de ensino

Quanto custa a graduação em Investigação e Perícia Criminal?

Os valores de uma faculdade privada de Investigação e Perícia Criminal podem variar de R$ 200 a R$ 2.500 ou mais por mês, dependendo da instituição e do estado. Porém, de uma forma geral, o custo da graduação em Investigação e Perícia Criminal pode variar consideravelmente com base em diversos fatores como a instituição escolhida, a região, a modalidade, entre outros. 

Tem como conseguir bolsa de estudos em Investigação e Perícia Criminal?

É possível conseguir diferentes bolsas de estudos para a graduação em Investigação e Perícia Criminal. Lembre-se de verificar os requisitos para cada bolsa e desconto, mas algumas das opções disponíveis que podem ajudar a reduzir os custos educacionais da sua graduação são as seguintes:

  • Programas Governamentais: O governo federal, estadual e municipal, por meio de órgãos como o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), oferece bolsas e financiamentos para estudantes de graduação. Os requisitos e critérios de elegibilidade variam, mas esses programas visam apoiar estudantes de baixa renda.
  • Bolsas Universitárias: Muitas instituições de ensino superior oferecem bolsas de estudos acadêmicas, esportivas ou com base em critérios específicos. Os estudantes podem verificar com a instituição de sua escolha para obter informações sobre bolsas disponíveis e os requisitos para se candidatar.
  • Bolsas Privadas: Além das bolsas governamentais, existem organizações privadas, empresas e fundações que concedem bolsas de estudo para estudantes universitários. Essas bolsas podem ser baseadas em mérito acadêmico, necessidade financeira ou outros critérios específicos.
  • Descontos e Parcelamentos: Algumas instituições oferecem descontos ou parcelamentos de mensalidades para estudantes que pagam à vista ou que mantêm bom desempenho acadêmico.
Mão segurando balões amarelos com símbolo de desconto
Para estudar, você pode conseguir bolsas governamentais ou com a própria faculdade

Como entrar em Investigação e Perícia Criminal?

Para atuar na área de Investigação e Perícia Criminal, é necessário ter concluído o ensino médio e ser aprovado em um processo seletivo. O processo seletivo para ingresso na área de Investigação e Perícia Criminal pode ser realizado por meio de duas formas principais, o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), o Sisu (Sistema de Seleção Unificada) e o vestibular tradicional.

ENEM

O ENEM é uma das formas de ingressar na faculdade de Investigação e Perícia Criminal, pública ou privada. Os candidatos que obtiverem nota suficiente na prova de redação e nas demais áreas do conhecimento podem se inscrever no Sisu para concorrer a uma vaga em uma faculdade pública ou ingressar em faculdades privadas que aceitem a nota do ENEM.

Sisu

O Sisu é outra forma de ingressar em uma faculdade pública de Investigação e Perícia Criminal. Trata-se de um sistema informatizado do MEC que seleciona estudantes para o ensino superior com base nas notas do ENEM. Os candidatos que se inscreverem no Sisu podem escolher até duas opções de curso, em instituições públicas de ensino superior.

Vestibular

Algumas instituições de ensino superior também oferecem cursos de Investigação e Perícia Criminal por meio do vestibular tradicional realizado pela própria universidade. Os candidatos que desejam ingressar por meio do vestibular devem verificar os requisitos, se inscrever e realizar a prova na instituição de ensino escolhida.

Celular com tela do Enem e página do Enem em computador ao fundo
O ENEM é uma das maneiras de entrar na faculdade, assim como o Sisu e o vestibular

Quais as exigências para se formar em Investigação e Perícia Criminal?

A graduação em Investigação e Perícia Criminal, como qualquer curso de ensino superior, possui requisitos básicos para que os estudantes possam se formar e obter o diploma. Alguns dos requisitos mais comuns são:

  • Conclusão das Disciplinas Obrigatórias;
  • Carga Horária;
  • Estágios;
  • Trabalho de Conclusão de Curso (TCC);
  • Atividade Complementar;
  • Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).

Estágio Obrigatório em Investigação e Perícia Criminal

O estágio não é obrigatório para o curso de Investigação e Perícia Criminal, por isso fica a critério da universidade. No entanto, é uma excelente oportunidade para os alunos colocarem em prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula e adquirir experiência profissional.

Durante o estágio, os estudantes podem estar envolvidos em atividades como coleta de evidências, análise de cenas de crime, apoio em investigações, entre outras. É uma oportunidade valiosa para ganhar experiência prática, desenvolver habilidades e compreender o funcionamento real do campo da Investigação e Perícia Criminal.

Enade para Investigação e Perícia Criminal

Os estudantes de Investigação e Perícia Criminal devem participar do Enade quando estiverem concluindo o curso. A avaliação é importante para medir o aprendizado e a qualidade da formação dos alunos na área, mas não impacta nas avaliações quantitativas do curso.

O Enade é uma avaliação aplicada periodicamente pelo MEC aos estudantes que estão concluindo o curso de graduação no Brasil. Ele tem como objetivo avaliar o desempenho dos alunos em relação aos conteúdos programáticos do curso e é parte das exigências para a obtenção do diploma.

TCC de Investigação e Perícia Criminal

O TCC é uma etapa essencial na formação em Investigação e Perícia Criminal. Geralmente, os estudantes escolhem um tópico de pesquisa relacionado à área e realizam um estudo aprofundado, que envolve pesquisa bibliográfica, coleta de dados e análise.

O TCC é uma oportunidade para os estudantes demonstrarem suas habilidades de pesquisa, análise crítica e comunicação acadêmica. A apresentação e defesa do TCC perante uma banca avaliadora são passos finais para a obtenção do diploma de graduação em Investigação e Perícia Criminal.

Vale a pena se formar em Investigação e Perícia Criminal?

Saber se vale a pena se formar em Investigação e Perícia Criminal depende de uma série de fatores, como as expectativas do profissional, o investimento para esse curso, o mercado de trabalho e o perfil pessoal. Algumas das vantagens de se formar em Investigação e Perícia Criminal são:

  • Mercado de trabalho promissor: A área de Investigação e Perícia Criminal é uma das que mais cresce no Brasil. O aumento da violência e da criminalidade, bem como a necessidade de profissionais qualificados para atuar nos órgãos de segurança pública, contribuem para esse cenário.
  • Salários competitivos: Os salários para profissionais de Investigação e Perícia Criminal são, em geral, competitivos. Os servidores públicos, que representam a maioria dos profissionais da área, têm direito a benefícios como estabilidade, plano de saúde e aposentadoria.
  • Reconhecimento social: Os profissionais de Investigação e Perícia Criminal desempenham um papel importante na sociedade. Eles são responsáveis por investigar crimes e coletar evidências que podem ajudar a levar criminosos à Justiça.
Policiais prendendo mulher na rua
A formação em Investigação e Perícia Criminal oferece um mercado de trabalho promissor

Salário para formados em Investigação e Perícia Criminal

Segundo informações do site do Salário.com, um Perito Criminal trabalhando na cidade de São Paulo, SP ganha uma média salarial que fica em R$ 12.877,42 para uma jornada de trabalho de 42 horas semanais. No entanto, este profissional conta com a possibilidade de crescimento de cargo e, consequentemente, salarial podendo chegar a mais de 27 mil reais.

Investimento X Retorno para Investigação e Perícia Criminal

O investimento financeiro para se formar em Investigação e Perícia Criminal é relativamente baixo. O curso de graduação em Investigação e Perícia Criminal dura, em média, quatro anos. O valor das mensalidades varia de acordo com a instituição de ensino.

Além disso, quando falamos de retorno financeiro para profissionais de Investigação e Perícia Criminal em geral, é bem positivo. Afinal, os salários para esse profissional, principalmente a depender da área de atuação escolhida, são competitivos e os profissionais têm boas oportunidades de crescimento profissional.

Saiba também: confira a diferença entre Criminologia e Investigação e Perícia Criminal!

Por que cursar Investigação e Perícia Criminal?

Se a sua vontade de estudar Investigação e Perícia Criminal só aumentou depois desse texto, aqui você tem a chance de fazer a diferença no mundo e combater a criminalidade.

A Anhanguera oferece um curso de CST em Investigação e Perícia Criminal completo, com projeto pedagógico atualizado, que prepara os alunos para atuarem na área com excelência. Não perca mais tempo e se inscreva no vestibular e pague mensalidades que cabem no seu bolso!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 9

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Inscreva-se gratuitamente no vestibular online ou use sua nota do Enem para obter bolsas e descontos!

Artigos relacionados