Faculdade de Comércio Exterior: Tudo sobre esse curso

Reunião de negócios com painel com gráficos ao fundo

As operações comerciais entre o Brasil e outros países já é uma realidade e faz parte do nosso dia a dia. É provável, inclusive, que você já tenha realizado uma compra internacional. Se você está pensando em mudar de lado, e ao invés de gastar, você quer ganhar dinheiro com essas operações, a faculdade de Comércio Exterior pode ser a opção certa para você. Saiba mais sobre esse curso e descubra se você tem o perfil ideal para essa profissão.

Como é a graduação de Comércio Exterior?

A graduação de Comércio Exterior está diretamente ligada às operações relacionadas à compra e venda de produtos, matérias primas e outros insumos, tanto entre empresas, quanto governos de diferentes países.

Através de disciplinas como Siscomex, Planejamento estratégico e Negócios Internacionais, ao final do curso, o aluno de Comércio Exterior terá desenvolvido habilidades relacionadas a compra e venda internacional, como dominar operações de câmbio, realizar transações comerciais internacionais, criação de estratégias eficientes para expansão de negócios para outros países e gerenciamento de logística e operações.

Se você possui alguma formação em Negócios Internacionais, até mesmo um curso técnico, essa pode ser a sua chance de se profissionalizar.

Homem com tablet em estoque
Gerenciamento de logística é uma das áreas de Comércio Exterior

Quais os tipos de Graduação em Comércio Exterior?

Tradicionalmente existem três tipos de cursos de ensino superior: Licenciatura, Bacharelado e Tecnólogo. No entanto, nem todos os cursos estão disponíveis nas três modalidades. Vamos conhecer qual o tipo de graduação disponível no curso de Comércio Exterior?

Bacharelado em Comércio Exterior

O bacharelado em Comércio Exterior é a graduação mais completa na área dos negócios internacionais. Isso acontece principalmente porque o curso é formado da soma de todos os conhecimentos necessários, independente da área de atuação, sem foco em especialização.

Não à toa o bacharelado tem o dobro de tempo de duração que o tecnólogo em Comércio Exterior. Embora não seja um requisito, para essa graduação é indicado possuir pelo menos o nível básico de inglês (mais de um idioma será um diferencial).

Licenciatura em Comércio Exterior

A licenciatura, como o próprio nome faz alusão, é direcionada para os estudantes que pretendem lecionar. Sendo assim, é ideal para formar professores. No caso da graduação em Comércio Exterior, essa modalidade não está disponível.

Ainda assim, se o seu interesse é trabalhar ensinando sobre relações internacionais, o curso de bacharelado somado a alguma especialização na área de educação é o suficiente.

Tecnólogo de Comércio Exterior

O tecnólogo de Comércio Exterior, diferente do bacharelado, é um curso mais específico, com foco em disciplinas que envolvam a prática e as necessidades do mercado. Isso faz com que o curso tenha uma duração mais curta.

Esse tipo de graduação é ideal para quem tem pressa de se inserir no mercado de trabalho, mas não quer abrir mão de aprender os conteúdos necessários para ter sucesso nessa área.

O curso tecnológico, ainda que mais curto, não deixa de ser um curso superior, assim como a licenciatura ou o bacharelado. Diferente de um curso técnico, por exemplo.

Homem analisando gráficos em computador
O curso tecnólogo é mais prático e voltado para o mercado

A faculdade de Comércio Exterior é boa?

A faculdade de Comércio Exterior é boa, contanto que suas expectativas estejam alinhadas com as possibilidades que essa graduação tem para te oferecer. Uma das maiores frustrações de alguns graduados, é após 2 ou 4 anos de curso descobrir que aquela na verdade não é a profissão dos seus sonhos.

Antes de escolher, o ideal é que você conheça cada detalhe da graduação. Por isso, continue com a gente.

A faculdade Comércio Exterior é aprovada no MEC?

Quando um curso é aprovado no MEC significa que a instituição em questão obedeceu aos parâmetros definidos pelo MEC (Ministério da Educação) e passou pela avaliação do SINAES (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior). Para encontrar uma Graduação em Comércio Exterior reconhecida pelo MEC, a forma mais segura é realizar essa consulta no e-MEC, o Cadastro Nacional de Cursos e Instituições de Educação Superior.

Realize a consulta antes de realizar a matrícula. A avaliação do MEC para cursos de Comércio Exterior vai obedecer as diretrizes educacionais para Comércio Exterior. E em caso de resultado negativo, o estudante fica impossibilitado de receber o certificado de conclusão do curso.

Aprovação de Comércio Exterior no Mercado

O mercado está bastante aquecido para a área de Comércio Exterior. A evolução tecnológica, na comunicação e até mesmo nos meios de transporte vêm tornando isso possível. E até mesmo empresas que ainda não fazem negócios com o exterior, estão em processo de adaptação e na busca da internacionalização.

Você provavelmente conhece pessoas que só fazem compras online, a maioria delas em sites ou aplicativos internacionais, é possível que você seja uma dessas pessoas. Sendo assim, podemos concluir que as relações internacionais, principalmente de compra e venda estão em alta e a tendência é que continue crescendo, tornando esse caminho profissional bastante próspero.

O comércio é o grande civilizador. Trocamos ideias quando trocamos tecidos.

Robert Ingersoll
Casal comprando bolsa online
As compras internacionais mostram como as relações internacionais estão em alta

Você sabe o que faz um assistente de Comércio Exterior?

Qual o perfil ideal de aluno de Comércio Exterior?

O perfil ideal do aluno de Comércio Exterior é uma pessoa que tem curiosidade sobre os processos de compra e venda de produtos entre o Brasil e outros países. É alguém que curte acompanhar taxas de câmbio, taxações de compras internacionais e outros assuntos relacionados.

Além de negócios, o aluno de Comércio Exterior precisa se interessar por política, economia e globalização. Sentiu que eu estava falando de você? Esse é um bom sinal.

Personalidade do aluno da área de Comércio Exterior

Em relação a personalidade, o aluno da área de Comércio Exterior costuma ser organizado, principalmente quando o assunto são finanças. Além de detalhista, é um bom comunicador, e é claro, é bom mediador, ótimo em fazer negócios.

Junto com essas características, vale ressaltar que falar outros idiomas, mesmo que forma básica e ter uma boa relação com os números é essencial para ter sucesso nessa carreira.

Dois homens apertando as mãos em acordo
Falar outros idiomas e ter capacidade mediadora é importante para quem faz o curso

Rotina de estudos para quem estuda Comércio Exterior

A carreira na área de Comércio Exterior, exige do aluno certa proximidade com tudo que está acontecendo no mundo, e consequentemente com a internet. O primeiro passo para ter uma rotina de estudos saudável e otimizada, é saber usar as ferramentas disponíveis, sem permitir que elas te distraiam. 

Considerando que algumas disciplinas podem abordar temas mais complexos que outras, como cálculos e legislações, por exemplo, é imprescindível definir horários para estudar. Isso se torna ainda mais necessário quando se trata do tecnólogo de Comércio Exterior, uma vez que o período de curso é mais curto.

Para além disso, separe um lugar próprio para estudar, encontre o método de estudo mais adequado ao seu perfil e não esqueça de ser gentil com você mesmo.

Mulher fazendo anotações em moleskine
Definir horários para estudar é essencial para completar o curso

Quais as modalidades de estudo para Comércio Exterior?

Existe uma modalidade de estudo ideal para cada perfil de aluno: EAD, presencial ou semipresencial. Qual é a sua?

Dá para fazer o Comércio Exterior EAD?

Sim, é possível cursar Comércio Exterior de forma 100% online. Ótima opção para quem trabalha fora, tem filhos ou não quer abrir mão da liberdade de fazer o seu próprio horário. Além de escolher o melhor horário para realizar as atividades ou assistir às aulas, o aluno EAD pode também estudar de qualquer lugar, em alguns casos, usando apenas o seu celular.

Existe o Comércio Exterior Presencial?

A graduação em Comércio Exterior está disponível também na versão presencial, para os estudantes que apesar da tecnologia ainda gostam da metodologia tradicional. A maior vantagem dessa modalidade é a possibilidade de ter contato com pessoas que fazem parte do mesmo universo que você, o que é uma possibilidade de fazer o seu networking. 

Esse contato pode ser essencial, principalmente para se inserir no mercado de trabalho após a conclusão do curso.

Tem o Comércio Exterior no modelo Semi Presencial?

Outra modalidade disponível para a graduação em Comércio Exterior é a semipresencial. Ideal para quem quer uma rotina mais flexível, mas não pretende abrir mão por completo de encontros presenciais com professores e colegas da área.

Nessa modalidade, a maior parte das aulas e atividades são realizadas de forma 100% digital, mas ocorrem encontros semanais ou mensais para realização de atividades práticas, provas, participação de palestras e atividades extracurriculares e é claro, para socialização entre professores e alunos.

Homem estudando com laptop em biblioteca
O modelo semipresencial mescla encontros presenciais com aulas online

Qual a duração e as matérias do curso de Comércio Exterior?

A graduação de Comércio Exterior é dividida em 4 semestres, totalizando dois anos de curso. Conheça logo abaixo a grade curricular completa e saiba a que semestre cada uma das disciplinas pertencem.

1º semestre

  • Empreendedorismo e Inovação
  • Gestão de Projetos
  • Modelos de Gestão
  • Responsabilidade Social e Ambiental
  • Sociedade Brasileira e Cidadania

2º semestre

  • Comunicação e Educação Corporativa
  • Gestão de Pessoas
  • Legislação Empresarial Aplicada
  • Matemática Financeira
  • Métodos Quantitativos
  • Projeto de Extensão I – Comércio Exterior

3º semestre

  • Comportamento Organizacional e Negociação
  • Gestão Mercadológica na Era Digital
  • Inglês Instrumental para Comércio Exterior
  • Planejamento Estratégico
  • Projeto de Extensão II – Comércio Exterior
  • Relações Econômicas Internacionais

4º semestre

  • Comércio e Negócios Internacionais
  • Direito Internacional
  • Legislação e Prática Aduaneira
  • Logística e Comércio Internacional
  • Siscomex
Navio com caixas de exportação
“Logística e Comércio Internacional” é uma das disciplinas do curso

Quais as possibilidades de especialização em Comércio Exterior?

Quanto mais especializações, maiores as chances de se sobressair no mercado de trabalho. E isso, claro, é válido também para a graduação de Comércio Exterior. São diversas possibilidades, entre pós-graduações, cursos de extensão e até mesmo workshops. 

Veja a seguir, algumas delas e saiba como enriquecer seu currículo acadêmico de Comércio Exterior:

  • Pós graduação em Comércio Exterior
  • Workshop em Negócios Internacionais
  • Estratégias de ensino em Comércio Exterior
  • Iniciação científica em Comércio Exterior
  • Desafios Educacionais na área de Comércio Exterior
  • Projetos Integradores em Negócios Internacionais
  • Docência em Comércio Exterior
  • Pesquisa acadêmica em Negócios Internacionais
  • Práticas de mercado em importação e exportação
  • Mobilidade acadêmica internacional
  • Qualificação em Importação e Exportação
  • Metodologia pedagógica em Comércio Exterior
  • Qualificação em importação e exportação

Vale ressaltar que a importância de especialização é tamanha, que atualmente existe o CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), com o objetivo de expandir a pós-graduação em todo território brasileiro. A verdade é que embora ainda muita coisa para melhorar, organizações como o FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), Conselho Nacional de Educação (CNE) e até mesmo a Secretaria Regional de Educação estão empenhados em entregar educação de qualidade, independente do tipo de curso escolhido por você.

Quais as principais áreas para recém-formados?

Mesmo para os recém formados em Comércio Exterior, existem uma infinidade de áreas disponíveis para atuar.

  • Marketing Internacional
  • Consultoria
  • Aduaneira
  • Gerenciamento cambial
  • Gerenciamento financeiro
  • Logística
  • Gerenciamento de cargas.

Além disso, existem várias empresas precisando desses profissionais, desde empresas de Comércio Exterior, até órgãos públicos, como é o caso da Associação Brasileira de Comércio Exterior (ABRACEX) ou da Confederação Nacional da Indústria (CNI). É possível atuar também em Importadoras, empresas de logística e em instituições financeiras.

Mulher dando conselhos de negócios
Consultoria é uma das áreas em que você pode se especializar

É melhor ingressar na faculdade pública ou privada?

Para saber se a melhor opção é ingressar em uma faculdade pública ou privada, é preciso observar alguns fatores. O principal deles, é claro, é o quanto você pode ou está disposto a investir na sua educação. Além disso, a metodologia de ensino que o interessa também deve ser levada em conta.

Faculdade Pública em Comércio Exterior

Para cursar Comércio Exterior em uma faculdade pública, o primeiro passo deve ser se preparar para o Enem. Através do exame o aluno pode usar a nota obtida para concorrer a uma vaga com outros alunos participantes.

Considerando o nível de procura, a competição e a impossibilidade de garantia em relação a conquistar a vaga, essa opção pode ser um desafio para os candidatos, mas é a única opção disponível para muitas pessoas.

Faculdade Privada para Comércio Exterior

O processo de ingressar em uma faculdade privada, além de mais fácil, dispõe de mais de uma opção de entrada. Uso da nota do Enem (até mesmo edições passadas), transferência do curso de outra instituição ou vestibular.

Além disso, dependendo da modalidade do curso, você pode se matricular em qualquer momento do ano. No caso do Enem, o exame acontece somente uma vez por ano.

Provas antigas do Enem
É possível usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Quanto custa a graduação em Comércio Exterior?

A graduação em Comércio Exterior custa em média R$ 250,00. Mas esse valor pode variar para mais ou para menos, a depender de questões como regionalidade, turno, modalidade do curso e até mesmo devido ao reconhecimento ou qualidade de instituição escolhida.

O curso na modalidade EAD, por exemplo, tem um custo mais baixo. Isso acontece principalmente porque alguns gastos como água, energia elétrica, funcionários de limpeza e outros, não são necessários, logo, não entram no valor da mensalidade.

Tem como conseguir Bolsa de Estudos em Comércio Exterior

O estudante que deseja obter uma bolsa de estudos em Comércio Exterior tem duas opções. A primeira delas é através do Enem. Além de possibilitar a entrada em universidades públicas, o Enem possibilita a entrada em faculdades privadas através do Prouni, que disponibiliza bolsas de 100% e 50%.

Como entrar em Comércio Exterior?

Vestibular, Enem, Sisu, Prouni. São várias opções de entrada em um curso superior em Comércio Exterior. Encontre a sua.

Enem

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é uma prova realizada pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). Inicialmente o exame foi criado para avaliar a qualidade do ensino médio no Brasil. Mas atualmente, o Enem é também reconhecido como a maior porta de entrada para o ensino superior.

Isso porque é somente através dele que os jovens e adultos, podem ter acesso a uma universidade pública. Além, é claro, de garantir bolsas todos os anos em faculdades privadas.

Sisu

É através do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) que o candidato do Enem pode ter a chance de concorrer às vagas em universidades federais ou estaduais em todo território brasileiro.

O candidato do Enem deve fazer uso da nota obtida no exame para concorrer com os outros candidatos. Aqueles que alcançarem as melhores notas de corte, serão selecionados.

Vestibular para Comércio Exterior

O vestibular é um processo seletivo mais rápido e simples, feito pela própria instituição. Para participar do vestibular, basta entrar em contato com a faculdade desejada e se inscrever. Em algumas instituições, você pode fazer todo esse processo, incluindo a realização da prova, de forma 100% online.

A prova do vestibular é muito mais simples que a prova do Enem e dependendo da instituição, pode ser solicitado apenas uma redação com tema previamente escolhido.

Alunos fazendo vestibular concentrados
O vestibular é uma das formas de entrar em Comércio Exterior

Quais as exigências para se formar em Comércio Exterior?

Agora que falamos sobre alguns direitos, que tal falarmos sobre as obrigações do aluno de Comércio Exterior? Confira algumas das exigências que fazem parte da vida acadêmica.

Comércio Exterior exige estágio obrigatório?

O estágio da graduação de Comércio Exterior não é obrigatório, sendo assim, fica a critério do estudante realizá-lo ou não. Em caso positivo, o estágio pode ser realizado tanto no setor privado, quanto em órgãos de administração pública, assim como em instituições de ensino.

Vale ressaltar que mesmo sendo opcional, a realização do estágio curricular pode ser um verdadeiro “divisor de águas” na carreira do indivíduo. Afinal, é a oportunidade de colocar em prática tudo aquilo que foi ensinado na teoria. O estágio pode ser o primeiro contato do estudante com o mercado de trabalho, e além de experiências, vai trazer mais segurança e reconhecimento.

Enade para Comércio Exterior

O Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes) é obrigatório para os estudantes de Comércio Exterior, desde que o curso tenha sido escolhido no ano em questão.

O Enade tem a finalidade de avaliar o desempenho dos alunos universitários e é direcionado para formandos, ou seja, estudantes que estão concluindo a graduação. A não realização do exame, pode inclusive, impossibilitar o recebimento do certificado de conclusão do curso.

TCC de Comércio Exterior

Atualmente, a Instituição de Ensino Superior (IES) possui autonomia para decidir se o TCC será obrigatório ou não. No caso da Anhanguera, por exemplo, não existe a exigência da realização do Trabalho de Conclusão de Curso, existe no entanto, a necessidade de realizar atividades extensionistas e essas sim são obrigatórias.

O objetivo principal dessas atividades extensionistas é somar o conhecimento teórico com a prática, envolvendo, em alguns casos, até mesmo o atendimento ao público, com prestação de serviços, por exemplo.

Homem apresentando gráficos em painel
O TCC é um dos requisitos para a formação no curso

Vale a pena se formar em Comércio Exterior?

Ainda está em dúvida se vale a pena se formar em Comércio Exterior? Confira abaixo alguns fatores que podem te ajudar a decidir.

Salário para formados em Comércio Exterior

A média salarial dos formados em Comércio Exterior é de R$ 3.700,00. No entanto, dependendo da área de atuação e da empresa em que o profissional trabalha, esse valor pode aumentar em até 18%, como é o caso dos tecnólogos em Comércio Exterior que trabalham em órgãos públicos.

Os profissionais que atuam em comércios atacadistas também costumam ser bem remunerados. Além disso, a região e as especializações do profissional também podem interferir no valor final do salário.

Investimento Vs Retorno do Comércio Exterior

Ao investir em uma graduação, é normal que o aluno tenha o retorno como um dos seus objetivos principais, e não há problema algum nisso. Principalmente porque um curso de ensino superior é um investimento não apenas financeiro, mas de tempo, muitas vezes resultado de noites mal dormidas, crises de ansiedade, entre outros fatores.

O curso de tecnólogo em Comércio Exterior costuma oferecer retorno dentro do tempo esperado, em alguns casos, antes mesmo de concluir a graduação por completo. E quanto maior o investimento, maior o retorno. Tenha em mente que um bom profissional está constantemente adquirindo novos conhecimentos.

Veja também: no Papo Reto, saiba as funções do Comércio Exterior!

Por que cursar Comércio Exterior?

A rotina do estudante universitário de Comércio Exterior pode ser complicada, mas escolher bem a faculdade que vai te acompanhar, pode tornar esse caminho muito mais agradável. A Anhanguera conta com mais de 25 anos de experiência no mercado educacional e um grupo de professores atualizados e comprometidos com a sua educação e carreira.

Presente em mais de 22 estados, são mais de 300 cursos aprovados no MEC e a graduação em Comércio Exterior está entre eles. Inscreva-se hoje mesmo no vestibular Anhanguera e dê o primeiro passo na direção do seu futuro.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Inscreva-se gratuitamente no vestibular online ou use sua nota do Enem para obter bolsas e descontos!