É possível usar o FIES para Odontologia?

fies odontologia

Já pensou em ter uma carreira com grande empregabilidade, valorização no mercado e um trabalho muito recompensador? Então, o curso de Odontologia é uma ótima opção! Essa profissão é uma das mais visadas na área da saúde e é dedicada aos aspectos da saúde bucal de pacientes.

Para tanto, você precisa encarar cerca de 5 anos de estudos e estágios supervisionados. Devido à infraestrutura necessária para essa graduação, as mensalidades de “Odonto” — como o curso costuma ser chamado pelos estudantes — podem ser um pouco salgadas, girando em torno de R$ 900 a R$ 2,5 mil.

No entanto, a ótima notícia é que existem muitas formas de reduzir esse valor e fazer o curso caber no seu orçamento. Uma das mais vantajosas é usar o FIES para Odontologia. Quer saber mais? Então, continue a leitura!

Afinal, como funciona o FIES?

O Fundo de Financiamento Estudantil (Novo FIES) é uma iniciativa do governo federal para tornar o curso superior mais acessível no Brasil. Com ele, os estudantes conseguem linhas de crédito estudantil com ótimas condições, como taxas de juros baixíssimas e longos prazos para pagar.

O FIES funciona da seguinte forma: durante o período do curso, o estudante paga apenas uma parcela simbólica a cada 3 meses, referente aos juros do financiamento. O valor da graduação é pago somente depois de se formar, sendo que essa dívida é estendida por vários anos e, assim, as parcelas ficam bastante diluídas.

Para se inscrever, o estudante precisa ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 e atender aos pré-requisitos de renda, que variam conforme a modalidade do FIES. Veja só:

  • modalidade 1 — para estudantes de todo Brasil com renda familiar per capita de até 3 salários mínimos;
  • modalidade 2 — opção dedicada somente a estudantes do Norte, Nordeste e Centro-Oeste, com renda familiar per capita de até 5 salários mínimos;
  • modalidade 3 (P-Fies) — para estudantes de todo Brasil com renda familiar per capita de até 5 salários mínimos.

Vale lembrar que, na modalidade 1, por ser focada em estudantes com menores condições socioeconômicas, você pode financiar o curso de Odontologia com juros zero. Outra informação importante é que somente as faculdades credenciadas pelo Ministério da Educação (MEC) podem participar do FIES, como a Anhanguera.

Qual é a nota de corte do FIES para Odontologia?

O FIES utiliza a nota do Enem como critério de seleção dos candidatos, por ordem decrescente de desempenho. Então, se você está se perguntando quantos pontos você precisa para fazer Odontologia, saiba que existem dois valores com os quais se preocupar, a nota mínima e a nota de corte. Veja:

  • nota mínima — é o que você precisa alcançar para se inscrever no programa, sendo 450 pontos nas provas de Conhecimentos Gerais e, a partir de 2021, 400 pontos na Redação;
  • nota de corte — diz respeito à classificação dos candidatos já inscritos, sendo a nota de corte do FIES para Odontologia é a nota mais baixa possível para conseguir a sua vaga.

A nota de corte de Odontologia varia conforme a instituição de ensino, a cidade e o turno do curso. Porém, dá para ter uma ideia de qual deve ser o seu rendimento no Enem olhando para as médias passadas. Aqui na Anhanguera, a nota de corte para Odonto fica entre 460 e 540 pontos.

Como utilizar o FIES para Odontologia?

É muito fácil utilizar o FIES para Odontologia! Se você se encaixa nos pré-requisitos, tenha atenção aos períodos de inscrição do programa: eles ocorrem no site oficial do FIES Seleção duas vezes ao ano, normalmente em janeiro e em julho.

Na página, você deve informar seus dados pessoais e de renda, bem como dos componentes do seu grupo familiar. O próximo passo é escolher sua opção de curso, selecionando Odontologia aqui na Anhanguera, na cidade e no turno de sua preferência. Aí, é só confirmar as informações e aguardar.

Uma dica interessante é que, durante todo o período de inscrições, o sistema do FIES atualiza em tempo real a nota de corte parcial. Trata-se de uma estimativa de quanto será a nota de corte do curso, com base nas médias do Enem dos candidatos já inscritos.

De olho nesse valor, você sabe quais são suas chances de conseguir sua vaga. Então, se a nota de corte parcial for maior que a sua nota do Enem, quer dizer que dificilmente você estará entre os contemplados. Aí, vale a pena trocar sua opção de curso antes que as inscrições finalizem e saia a classificação final.

Caso você esteja entre os aprovados, o último passo é levar a sua documentação até a faculdade para comprovar as informações prestadas no ato da inscrição. Se estiver tudo certo, é só seguir as orientações para confirmar a contratação do financiamento no banco, fazer sua graduação aqui com a gente e entrar com o pé direito na carreira em Odontologia.

Existem outras opções de financiamento para Odontologia?

Aqui na Anhanguera, a gente se preocupa com a permanência de nossos alunos na graduação. Afinal, o ensino superior implica em vários custos, desde a mensalidade até a compra dos materiais de Odontologia, pagamento de internet, aquisição de cadernos e livros etc.

Por isso, além de participarmos do FIES, temos e participamos de outras iniciativas de bolsas, benefícios e convênios para aliviar o seu orçamento. Uma delas é o Programa Universidade para Todos (Prouni), que garante bolsas de estudos integrais (100%) ou parciais (50%) para estudantes de baixa renda que vêm de escolas públicas.

Algumas de nossas outras iniciativas institucionais são:

  • Bolsa Enem — usando a sua nota do Enem como forma de ingresso, você pode conseguir descontos de até 100% durante todo o curso regular;
  • Bolsa Transferência — alunos que já têm matrícula em outras instituições de ensino superior e realizam transferência externa para a Anhanguera ganham bolsas de 20% a 50%;
  • convênios — muitas empresas parceiras da Anhanguera oferecem descontos especiais em cursos de graduação e pós-graduação aos seus colaboradores que estudam aqui com a gente;
  • financiamento Creditas — é possível financiar o seu curso de Odonto por meio da nossa parceria com a Creditas, a juros abaixo do mercado e até 20 anos para pagamento da dívida.

E o melhor: ao se matricular aqui, você ganha acesso ao Canal Conecta, o nosso portal da empregabilidade. Por lá, nossos alunos contam com milhares de vagas exclusivas de emprego e de estágio. Isso aumenta as chances de conseguir descontos por convênios, além de contribuir com a sua renda familiar e promover o desenvolvimento profissional.

Venha já para o curso de Odonto!

Como deu para ver, o FIES para Odontologia é uma excelente opção a quem não tem condições de arcar com as mensalidades no momento. Assim, você só precisa se preocupar com os custos da graduação depois de se formar. E não se esqueça de que a Anhanguera conta também com várias outras facilidades financeiras.

Então, faça já a inscrição na Anhanguera e comece quanto antes a sua graduação!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content