Conheça as modalidades de ensino dos cursos superiores

alunas felizes com modalidades de ensino

Cada vez mais faculdades vêm entendendo a importância de oferecer cursos em opções diversificadas de modalidade de ensino — facilitando o acesso ao nível superior e permitindo que o estudante escolha a alternativa que melhor se adéqua ao seu estilo de vida e disponibilidade de tempo. Assim, mesmo em meio a rotinas atribuladas, é possível equilibrar estudos, trabalho e demais afazeres sem comprometer nenhuma atividade.

Se você entende a importância de contar com um diploma de graduação para conquistar as melhores oportunidades do mercado, mas ainda não sabe qual modelo de ensino é o ideal para seu caso, fique por aqui! A seguir, falaremos detalhadamente sobre cada uma dessas modalidades para ajudá-lo a tomar uma boa decisão. Vamos lá?

Quais são as modalidades de ensino existentes?

Cada uma das modalidades apresenta suas próprias vantagens e é apropriado para um perfil de aluno. Confira como funciona cada uma delas, a seguir, e entenda qual é o ideal para você!

Presencial

As formações presenciais são aquelas ofertadas no modelo tradicional de ensino. Ou seja, para assistir às aulas, realizar as atividades propostas e concluir a graduação, o aluno deve se deslocar até a instituição de ensino todos os dias nos horários pré-estabelecidos. Mesmo que as estimativas prevejam mudanças até 2023, esse ainda é o modelo de ensino com mais alunos matriculados no nível superior, seja em faculdade pública ou particular.

Isso porque, embora o crescimento dos cursos a distância seja grande, algumas das características da faculdade presencial continuam sendo bastante valorizadas. Um exemplo é a possibilidade de estabelecer um relacionamento mais próximos com professores e colegas —  já que o convívio durante toda a graduação ocorre em sala de aula.

Por outro lado, aqueles que precisam conciliar estudo e trabalho encontram nesse tipo de formação uma dificuldade em cumprir com a carga horária. É fácil compreender o porquê: muitas vezes, a instituição de ensino é fora de mão para o aluno, o emprego demanda disponibilidade de horários que coincidem com os da faculdade, não há tempo para sentar e recapitular toda a matéria vista em sala, entre vários outros possíveis motivos.

Online

A internet trouxe inúmeras vantagens para nosso cotidiano. Uma delas, além do vestibular online, é a possibilidade de concluir um curso de nível superior de casa, sem a necessidade de se deslocar até a faculdade. Devido, principalmente, à praticidade e à flexibilidade de horários, o ensino 100% online ou a distância (EAD) é líder em ofertas de vaga no Brasil, ampliando o acesso à educação continuada e o ingresso de pessoas qualificadas no mercado de trabalho.

Para ingressar em um curso 100% online, basta contar com um computador ou dispositivo móvel que tenha acesso à internet. Todas as aulas e materiais necessários para os estudos — como apostilas, livros, exercícios, projetos etc — ficam centralizados em um ambiente virtual de aprendizagem, à qual apenas os professores e alunos matriculados têm acesso.

Dessa forma, o próprio aluno tem a liberdade para montar seu cronograma de acordo com o tempo que tem disponível, sem precisar ficar preso aos horários estabelecidos pela faculdade. Outra vantagem dos cursos EAD que costuma pesar bastante na decisão do estudante ao escolher a modalidade é seu ótimo custo x benefício. Não só as mensalidades são mais baratas, como também são eliminados os gastos com deslocamento, impressões etc.

Por fim, no ensino 100% online, os encontros presenciais estão restritos apenas à realização de algumas avaliações — já que existem também aquelas provas e simulados que ocorrem virtualmente. Isso pode ser um ponto negativo para quem não abre mão de aulas práticas e um contato mais próximo com professores e colegas.

Semipresencial

Como já comentamos, ter disponibilidade para ingressar em um curso de nível superior, algo que inevitavelmente demanda tempo e compromisso, não é tarefa simples. Muitas pessoas necessitam conciliar a graduação com o emprego, o que dificulta a missão de ir à faculdade todos os dias, estudar para as provas e entregar os projetos do curso.

O estudo online é certamente uma ótima alternativa em meio a esse cenário, concorda? No entanto, há quem não abra mão de usufruir dos momentos de interação e aprendizado em sala de aula. Pensando em unir o melhor das duas modalidades, foi criado o modelo semipresencial de ensino, abrangendo disciplinas tanto a distância quanto presenciais.

No modelo de ensino semipresencial, os cursos têm aulas ministradas presencialmente em uma frequência que varia entre duas ou três vezes por semana, a depender da faculdade. Nesses encontros, o aprendizado acontece via videoconferência — de forma que, mesmo que o professor não esteja fisicamente junto da turma, com o auxílio da tecnologia, ele estará ao vivo para lecionar, interagir com os alunos, tirar dúvidas etc.

Além da videoconferência com o professor, a sala de aula semipresencial tem um diferencial interessante: ela conta com a presença de um tutor: profissional responsável por auxiliar os alunos e atendê-los nos encontros em classe. O papel desses acadêmicos é atuar como uma ponte entre os estudantes e o curso, solucionando dúvidas, motivando a turma e tornando o conteúdo da graduação mais atrativo e engajador.

O que todas elas têm em comum?

Apesar de diferentes, os modelos de ensino citados no post têm, sim, algo em comum: a validade do diploma. Tanto os cursos presenciais quanto os 100% online e semipresenciais conferem ao aluno um documento de mesma validade, peso e valorização no mercado de trabalho. Sendo assim, não é preciso se preocupar quanto a essa questão, combinado?

Lembre-se, no entanto, de que a escolha da faculdade deve ser feita com atenção redobrada, uma vez que ela deve estar apta a funcionar e emitir diplomas de acordo com os critérios do Ministério da Educação (MEC). Sendo assim, opte por instituições sérias, de qualidade e com diferenciais que foquem no sucesso do aluno.

Como foi possível perceber, cada tipo de ensino tem suas particularidades, cabendo ao estudante analisar quais fatores mais pesam em sua decisão — como tempo livre, custo-benefício, facilidade para deslocamento, praticidade etc. — e, assim, escolher o ideal. Vale destacar que aqui, na Anhanguera, trabalhamos com todas as alternativas listadas no post, bastando conferir a disponibilidade da modalidade na página de seu curso de interesse!

Quer tirar alguma dúvida ou saber quais graduações a Anhanguera oferece na modalidade desejada? Então, entre em contato agora mesmo com nosso time. Vamos adorar conversar com você!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 5

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content