Faculdade de Design Gráfico: 18 vantagens de investir

Faculdade de Design Gráfico

Muitos profissionais que atuam como designers gráficos começaram a carreira atuando em outra área e, só então, migraram. No entanto, você não precisa passar por isso. Basta fazer o curso de Design Gráfico e sair trabalhando já na sua área de afinidade.

Caso ainda tenha dúvidas se essa faculdade é para você, ou mesmo se é uma boa optar pela graduação em Design Gráfico, a seguir nós apresentamos uma série de vantagens em investir nessa área.

Já adiantamos: além de mexer com criatividade e demandar atualização constante, a formação aqui na Anhanguera é curta (3 semestres), os salários são atrativos, e as possibilidades de atuação, as mais diversas! Isso sem falar no mercado em alta e na possibilidade de abrir o próprio negócio — já pensou em se tornar nômade digital dessa forma? Com um curso de Design Gráfico, é muito possível!

Assim, acompanhe com atenção as próximas linhas e avalie cada uma dessas e de outras vantagens. Ao final do conteúdo, tire suas próprias conclusões. Aproveite e tenha uma ótima leitura!

O curso oferece diversas oportunidades de atuação

Muita gente não se dá conta disso antes de começar o curso, mas a graduação em Design Gráfico possibilita ao profissional atuar em diversas áreas. Isso porque ele fica responsável pela projeção de soluções funcionais e com ótimo apelo estético para a comunicação visual de basicamente qualquer peça gráfica.

São textos, imagens e ilustrações feitas estrategicamente para criar uma comunicação mais eficiente, seja da identidade visual de uma marca, seja de um material específico. É por isso que o designer encontra oportunidades de trabalho em muitos segmentos e empresas, como:

  • agências de publicidade;
  • editoras;
  • escritórios e estúdios de design;
  • departamentos de arte das empresas de comunicação;
  • empresas de embalagens;
  • emissoras de TV;
  • produtoras de vídeos;
  • empresas cinematográficas;
  • gráficas.

Além disso, existe a possibilidade de atuar como profissional autônomo ou seguir a carreira acadêmica. No segundo caso, será preciso aprofundar os conhecimentos sobre o ensino superior, incluindo pós-graduações.

Existem vários planos de crescimento na carreira

O designer é um profissional que atua resolvendo problemas de comunicação. Assim, ele cria soluções visuais atrativas por meio de atividades básicas da área, como:

  • desenvolvimento de projetos de mídia impressa (cartazes, outdoors, flyers etc.);
  • diagramação de texto para livros, páginas de jornais, revistas e blogs;
  • criação de animações para uso em meios digitais;
  • criação da identidade visual das marcas, em meio digital e impresso;
  • desenvolvimento de layouts, banners e sites inteiros para a internet;
  • planejamento e criação de anúncios chamativos em mídias sociais;
  • desenvolvimento da interface e do design de experiência em aplicativos, sites e softwares.

Mas quem quiser ir além dessas atividades pode continuar estudando e se especializar em uma única área, tornando-se uma referência no seu segmento de atuação. A finalidade é se tornar ótimo captando ideias e transformando-as em soluções inovadoras e criativas.

O mercado de Design Gráfico está super em alta

O mercado de trabalho para quem conclui a faculdade de Design Gráfico EAD está superaquecido. Muitas pessoas estão atentas para investir nessa área. Isso porque as empresas têm uma necessidade e demandas constantes de comunicação, e isso também vale para os órgãos públicos.

Portanto, as marcas querem construir, junto ao seu público de consumidores e clientes, uma imagem positiva dos seus produtos e serviços. Ao mesmo tempo precisam de alguém que entenda do assunto para transmitir corretamente a sua mensagem.

A área é recheada de tendências e está sempre em atualização

Além dos benefícios que você já conferiu até aqui, vale ressaltar que a área de Design Gráfico está em constante atualização. Isso significa que estão sempre sendo lançados novos cursos, novas técnicas e novas ferramentas que devem ser dominadas pelos profissionais.

Manter-se conectado às mudanças é uma parte importante do trabalho do egresso de uma faculdade de Design Gráfico. Só assim ele conseguirá incorporar essas soluções às suas práticas diárias. Portanto, para não se tornar obsoleto no mercado, é fundamental se manter por dentro das linguagens, tecnologias e abordagens populares em cada momento.

Não se esqueça de que um dos principais papéis do designer gráfico é ser inovador e disruptivo. A comunicação precisa captar a atenção e cativar o público dos seus clientes. Por isso, para ser surpreendente nas entregas, é importante estar sempre em desenvolvimento, mantendo-se por dentro de tudo o que acontece no mundo ao redor.

Você pode desfrutar de uma alta remuneração

Se procura por uma graduação que, além de ser divertida e estar alinhada ao que gosta de fazer, ofereça uma boa remuneração, a faculdade de Design Gráfico é a ideal. É claro que o salário vai variar de caso para caso, assim como em qualquer profissão. Dependendo do cargo, do nível de formação, do tempo de experiência e da jornada de trabalho, o valor pode ser menor ou maior.

No Brasil, podemos esperar uma média salarial de aproximadamente R$ 2 mil* para o designer gráfico que ingressa no mercado. Já um profissional que ocupa um cargo de gerência, com experiência, conhecimento avançado em inglês e MBA na área pode receber cerca de R$ 8 mil*.

É claro que, para isso, é muito importante continuar investindo na sua carreira, mesmo depois de formado. Tanto os cursos livres diretamente relacionados com a área de design quanto cursos complementares, como inglês, liderança e inteligência emocional são relevantes para o seu desenvolvimento.

São diversos caminhos para empreender no segmento

Você já viu que a área de atuação de um profissional que opta pela faculdade de Design Gráfico é bastante vasta e, entre as possibilidades, estão iniciar o seu próprio empreendimento. A parte boa é que, mesmo optando por empreender, você ainda pode escolher um segmento específico no qual atuar, especializando-se nisso e investindo massivamente para se tornar uma referência na área.

Dá para atuar como um especialista em mídias sociais, por exemplo, criando anúncios e imagens para o compartilhamento online, contribuindo para a gestão de página de uma marca.

Ou, então, pode focar o desenvolvimento de sites e de páginas comerciais chamativas e harmoniosas. Se quiser, ainda pode se desenvolver exclusivamente na área de mídias físicas, como jornais, revistas, flyers e afins.

A área se relaciona diretamente com segmentos tecnológicos

É impossível falar em Design Gráfico sem relacioná-lo com a tecnologia. Basicamente todas as etapas são desenvolvidas a partir de recursos digitais, especialmente quando se trata dos projetos e dos desenhos.

Todas as artes são criadas no computador, e as ferramentas para isso também estão lá. Portanto, focar as suas habilidades com tecnologia não é um diferencial, mas uma necessidade básica dentro da profissão de designer gráfico.

Por existir essa relação tão próxima, podemos dizer que você encontrará certa facilidade para se manter atualizado. Do mesmo modo, como a internet está envolvida em tudo o que usamos (e cada vez mais), esse é um mercado que só tende a crescer.

Os conhecimentos adquiridos na graduação são relevantes

Durante a faculdade de Design Gráfico, você aprenderá inúmeros conceitos e teorias a respeito de como o design chegou até o que é hoje. Além disso, terá acesso e orientações sobre como utilizar métodos, ferramentas e técnicas para desenvolver projetos surpreendentes e encantadores.

Seu papel como designer será criar soluções para inúmeros problemas. Portanto, uma boa graduação é aquela que ajuda a traçar um caminho eficiente desde o levantamento de informações até projetar a melhor experiência para o cliente, por exemplo.

Para isso, você aprenderá:

  • percepção visual;
  • conceitos sobre arte e comunicação;
  • história da arte;
  • tipografia;
  • teoria da cor;
  • tecnologia web;
  • arquitetura da informação;
  • processos de trabalho;
  • desenvolvimento de projetos;
  • edição de imagens;
  • ilustração.

Além, é claro, de ter o seu primeiro contato com softwares como o WordPress, o Figma ou o Adobe XD.

Você estará em constante desenvolvimento para se tornar um profissional do futuro

As áreas de atuação de um designer estão intimamente associadas à tecnologia. Por isso, se pensarmos em todas as inovações desenvolvidas, podemos presumir que o futuro é bem receptivo aos profissionais dessa área.

E se engana quem pensa que isso está associado apenas à comunicação empresarial. Na verdade, as alternativas mais atrativas para o profissional do futuro da área de Design se relacionam com:

  • animações em 2D e 3D, tanto para a publicidade quanto para jogos digitais;
  • atuação na direção de arte, desenho e design de personagens;
  • desenho industrial de automóveis, maquinários e equipamentos industriais;
  • projeção e desenvolvimento de interfaces de mídias digitais, aplicativos e páginas de internet;
  • projeção de embalagens inteligentes de produtos, com apelo visual;
  • confecção de coleções de acessórios, especialmente aqueles com pegada artesanal e sustentável.

Tudo isso pode ser combinado e acabar se fundindo em uma área dinâmica e multidisciplinar, contribuindo para processos disruptivos.

Você pode ter liberdade e flexibilidade

O que muita gente não sabe é que todo o trabalho de um designer gráfico pode ser realizado pela internet. Assim, é possível trabalhar de casa e atender um cliente do outro lado do mundo, organizando o seu tempo da forma que bem entender e usando esses jobs como uma fonte de renda extra ou como sua ocupação de tempo integral.

Com isso, também pode procurar profissões alternativas, como trabalhar enquanto freelancer e viajar o mundo ao mesmo tempo, que tal? Assim, pode ter diversos chefes diferentes. Muitos nômades digitais se fizeram na vida a partir de uma faculdade de Design Gráfico, atendendo clientes de qualquer lugar e entregando os seus trabalhos de maneira eficiente.

Aliás, essa é uma combinação que dá supercerto, especialmente considerando o espírito criativo e inovador que os designers costumam ter. Para isso, precisará se dedicar a aprender como ser freelancer, algo que dá para fazer mesmo pela internet.

Criatividade e singularidade são pontos a seu favor

Engana-se quem pensa que Design Gráfico é só sobre saber desenhar. Na verdade, para ser um bom designer, é preciso ter uma veia artística — que se expressa ou não por meio de desenhos. A real habilidade aqui é saber pensar visualmente, assimilar ideias e transformá-las em conceitos estéticos.

Assim, o melhor designer não é aquele que desenha melhor, mas o que gosta de prestar atenção aos detalhes que atribuem sentido aos objetos, por exemplo. Desse modo, uma de suas grandes capacidades é a habilidade de analisar esteticamente as coisas à sua volta.

É justamente por isso que, muitas vezes, esses profissionais reúnem uma série de insights que vêm de várias fontes e combinam isso de forma totalmente inesperada. De repente, o que parecia ser estranho e sem nexo ganha forma e sentido, comunicando uma imagem completamente inovadora.

É possível se tornar o gestor da sua carreira

Seja trabalhando para uma única empresa, seja pegando projetos independentes para cumprir, dá para se tornar o gestor da sua própria carreira. Isso significa fazer os próprios horários, aproveitar os períodos de flow e investir no autodesenvolvimento.

Que tal estipular suas próprias metas e trabalhar para alcançá-las de forma totalmente livre? Você pode trabalhar da cafeteria do bairro, da sala da sua casa, em coworking, de dentro da empresa do cliente ou em meio a uma viagem, quem sabe?

Além disso, em muitos casos, apesar de lidar com as exigências e as demandas do cliente, você é o seu próprio chefe. Você decide quais são seus horários, quais projetos estão ou não alinhados com o que pretende comunicar e qual é o volume aceitável de trabalho para não ficar sobrecarregado.

Os gastos não são tão altos

Diferentemente de algumas outras profissões, trabalhar como designer gráfico não é caro. Isso porque os equipamentos indispensáveis se resumem a um bom computador, com as licenças para os programas da sua preferência. Além disso, podem ser necessários alguns acessórios que serão adquiridos durante a graduação, conforme a sua necessidade.

Além disso, ao contratar os serviços, seu cliente estará pagando apenas pela criatividade. Isso significa que todos os custos referentes à materialização do seu trabalho serão de responsabilidade dele. Isso inclui despesas com impressões, banners, flyers, cenários e afins. Você só terá que arcar com o valor referente ao gasto de internet mensal e a energia elétrica que o seu computador consome.

Você trabalhará com pessoas incríveis

Uma das melhores partes de fazer faculdade de Design Gráfico é que, depois de formado, você trabalhará principalmente com profissionais de áreas criativas. Apesar de ter a preocupação com os custos dos projetos e com a parte operacional da execução do plano, também fica com uma das melhores etapas: a de captação de ideias.

Já viu uma equipe trabalhando com ideias? As pessoas ficam felizes em poder imaginar livremente o que querem e em tentar esquematizar isso. A criatividade é uma habilidade inerente do ser humano e, por isso, quando um cliente começa a explicar o que ele quer, pode conduzi-lo para esse espaço no qual ele pode simplesmente viajar pela sua imaginação e descrever o que quer transmitir em uma mensagem.

Seu papel é captar essa ideia e transformá-la em algo realista e funcional. Portanto, é quase como se você pudesse trabalhar apenas com o lado incrível das pessoas: quando elas colocam as ideias para fora. Isso sem contar na interação com profissionais de marketing, vendas, relacionamento com o cliente e assim por diante.

A formação pode ser online

Caso você não queira estudar presencialmente, seja por indisponibilidade de horários, seja pela dificuldade de se deslocar até a faculdade, saiba que o curso está disponível na modalidade 100% EAD. Assim, é possível assistir às aulas no seu próprio ritmo e nos melhores horários.

Outra vantagem interessante é que os cursos EAD costumam ser mais baratos, não pesando tanto no orçamento mensal. Ah! E dá para economizar em transporte e alimentação fora de casa também.

Isso tudo sem abrir mão da qualidade de ensino ou do ganho de habilidades e competências ao longo da formação. As instituições de ensino prestam todo o suporte necessário para que você possa tirar suas dúvidas e aprender o máximo possível nesse período.

Você pode se formar em pouco tempo

Se você quer concluir a sua graduação em pouco tempo e ingressar rápido no mercado de trabalho, as formações tecnológicas são a melhor opção. Para isso, basta escolher qual o melhor curso tecnólogo para fazer e começar a estudar.

Basicamente, em poucos semestres, dá para aprender toda a teoria e ter contato com os ensinamentos práticos que prepararão você para desenvolver seus primeiros projetos. Assim, dentro de um ano e meio, já poderá trabalhar e ganhar dinheiro como designer gráfico.

É uma profissão fora da caixa

O papel do designer é ter ideias disruptivas, fazer combinações e pensar em coisas que ninguém pensou antes. Portanto, se você não é do tipo que consegue se sentar e realizar todos os dias um trabalho repetitivo e monótono, vai adorar a faculdade de Design Gráfico e a rotina de atuação profissional.

Além da possibilidade de trabalhar com clientes diferentes, você também desenvolverá projetos distintos toda vez. E mais do que isso: precisará pensar em abordagens novas e inesperadas para captar a atenção do público-alvo, o que demandará contato constante com tendências, inovações e novidades da sua área.

E caso tenha aversão ainda maior pela ideia de trabalhar sempre com a mesma coisa, saiba que a profissão demandará diferentes habilidades, entre as quais estão a comunicação por imagem, texto e vídeo. Quando cansar de uma, pode começar a outra.

É possível migrar de área com facilidade

Caso queira expandir os conhecimentos ou simplesmente experimentar áreas semelhantes, pode migrar, ainda que temporariamente, para outros tipos de design. Isso porque essas profissões são todas pautadas na mesma base. Assim, aprender as particularidades de uma ou outra variante é muito mais simples do que começar tudo do zero.

Quando você atua com Design Gráfico, por exemplo, não é tão difícil pensar em um projeto de Design de Produto, por exemplo, não é mesmo? Isso também vale para as especializações em Design de Interface, Web Design ou Design de Games.

O curso de Design Gráfico da Anhanguera

Na Anhanguera, você tem a possibilidade de apostar na área de Design de Produtos Digitais. Isso porque nós oferecemos o curso Superior de Tecnologia em Design Gráfico pensado em formar profissionais capazes de executar projetos gráficos de programação visual em diversas empresas. Além disso, ele visa aumentar a usabilidade e a funcionalidade dos processos por meio de linguagens visuais.

Nós apostamos no ensino online como forma de flexibilizar a sua formação e acelerar a sua preparação sem abrir mão da qualidade. Por isso, dentro de um prazo de 3 semestres, você aprenderá conceitos e desenvolverá competências por meio de disciplinas como:

  • Comunicação e Linguagem Visual;
  • Marketing e Design;
  • Metodologia de Projeto;
  • Processo de Criatividade;
  • Comportamento do Consumidor;
  • Criação de Layouts;
  • Desenho e Ilustração;
  • entre outras.

Além disso, desenvolvemos uma plataforma própria e utilizamos uma metodologia ativa de ensino. Assim, o estudante assume o papel de protagonista do aprendizado. Caso queira ainda mais facilidade e flexibilidade, vai gostar de saber que poderá fazer o download das aulas e assistir off-line.

A Anhanguera ainda investe seus esforços em soluções como o Canal Conecta e as Trilhas de Carreira. Ambas as soluções visam preparar melhor o profissional para o mercado, além de criar oportunidades reais para que eles ingressem em oportunidades de estágio e de emprego na área, mesmo antes de concluir a formação.

Gostou? Então, agora é com você

Você pode participar do processo seletivo para fazer essa graduação. O tecnólogo é um curso superior, e você colherá todos os benefícios de uma faculdade. Aliás, até mesmo o vestibular pode ser realizado online.

Portanto, se achava estranho e diferente gostar de desenhar ou simplesmente observar a qualidade estética de tudo o que vê, saiba que isso pode ser um ponto positivo caso queira cursar design. Aproveite sua habilidade para fazer dinheiro com ela.

Com o talento e a orientação certa de profissionais experientes, é possível receber uma preparação de qualidade não só para ingressar no mercado de trabalho, como também para se tornar um profissional de sucesso. Que tal finalmente seguir uma carreira cheia de oportunidades?

Então, fique de olho e dê o próximo passo. Comece a sua faculdade de Design Gráfico. Inscreva-se agora no vestibular online da Anhanguera!

* Sujeito a alteração

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content