Conheça 5 profissões alternativas e saiba como trabalhar com elas

conheça 5 profissões alternativas

Transformação digital, Inteligência Artificial, mercado disruptivo, Indústria 4.0, Machine Learning, entre outros termos e tendências, representam como a tecnologia está mudando o mercado de trabalho. Com isso, profissões alternativas surgem a cada dia para ampliar as possibilidades de negócio.

Estima-se que, graças aos avanços tecnológicos, 85% das profissões existentes em 2030 serão novas. Com essas mudanças, é fundamental que os profissionais do futuro adaptem a forma como aprendem, trabalham e ensinam, além de estarem abertos para novidades e buscarem capacitação constante.

Pensando nisso, preparamos este artigo para você conhecer carreiras alternativas e começar a se preparar para um mercado em constante evolução. Confira!

1. Content creator

Está cada vez mais comum encontrar pessoas que resolvem trabalhar pela internet — sendo muitas vezes chamadas de influenciadores digitais. Para ser considerado um content creator, é necessário oferecer algo aos seus seguidores.

O content creator usa suas redes sociais (ou outras plataformas) para agregar valor àquilo que oferece às pessoas, mesmo nos casos em que não há uma marca patrocinando isso. Exemplo de pessoas que trabalham com criação de conteúdo são blogueiros que publicam dicas de viagens, youtubers que falam sobre diferentes assuntos, e instagramers que trazem dicas de roupas e maquiagem.

Apesar do que muitos acreditam, ser um content creator não é uma carreira fácil e não permite alcançar o sucesso de forma rápida. Pelo contrário, é necessário ter muita dedicação, paciência e trabalhar de forma árdua para se destacar na área.

Por isso, o primeiro passo é investir em um curso superior. Sem formação, é muito mais difícil passar credibilidade e ganhar a confiança do seu público-alvo. Boas opções de graduação na área são os cursos de Publicidade e Propaganda, Produção Audiovisual e Produção Multimídia. Para escolher o mais adequado, analise o seu nicho e a área em que deseja trabalhar.

2. Analista de Big Data

Hoje, dados são utilizados em diversas funções, como nas estratégias de marketing e na previsão de vendas. Nesse contexto, o analista de Big Data é responsável por coletar, analisar e apresentar as informações que uma empresa armazena.

Seu papel é extrair dados relevantes e fazer perguntas que ajudem a filtrá-los e transformá-los em novas ideias. O profissional também conduz estudos preliminares, usa ferramentas diversas e entende os conceitos utilizados na descoberta de padrões. Com isso, os dados podem ser representados em tabelas, gráficos e modelos capazes de orientar a tomada de decisão.

Esses profissionais costumam vir da área de Tecnologia da Informação, como Ciência da Computação, Engenharia da Computação e Sistemas de Informação. Opções não faltam para quem quer fazer um plano de carreira em análise de dados.

É fundamental desenvolver habilidades analíticas, de análise estatística e tratamento de dados. Também é muito importante saber se comunicar para que seja possível explicar as análises para outros profissionais e construir previsões sólidas.

3. Especialista em experiência do usuário

A experiência do usuário se relaciona com a vivência que o consumidor tem ao interagir com o produto ou serviço de uma marca, seja ele físico ou digital — como sites ou blogs. Com isso em mente, podemos dizer que o especialista em experiência do usuário é o profissional que estuda, planeja, faz a prototipação e realiza testes e pesquisas com o objetivo de produzir o melhor resultado para uma determinada empresa.

O cargo pode ser ocupado por profissionais de diferentes áreas, como os graduados em cursos de tecnologia. No entanto, uma boa opção é cursar Design, pois a graduação prepara o aluno para elaborar e executar projetos, sistemas e propostas de comunicação para serviços e produtos.

Independentemente da formação do especialista ou da sua experiência no mercado, ele deve:

  • ter um bom conhecimento a respeito do público-alvo;
  • saber como fazer uma análise heurística;
  • realizar testes A/B e avaliações de usabilidade com usuários;
  • compreender conceitos básicos de Tecnologia da Informação;
  • prototipar projetos;
  • entre outros.

4. Cientista de materiais

O cientista de materiais é um profissional que trabalha com microestruturas. Sua função é analisar, reduzir, introduzir e manipular a presença de defeitos em um material, modificando as suas propriedades de acordo com o objetivo.

Por meio de diferentes condições de processamento ou de composição química, o profissional consegue fazer combinações mais adequadas a cada aplicação. Se você quer atuar na área, o curso de Engenharia Química pode ser o ideal, pois a graduação ensina a manipular materiais de diferentes propriedades.

Há muitos cientistas de materiais em empresas que desenvolvem cerâmicas, ligas metálicas e polímetros, melhorando esses materiais, tornando-os mais sustentáveis e baratos, atuando em controle de qualidade, entre outras funções. As duas indústrias que mais contratam profissionais da área são a petroquímica e a siderúrgica.

5. Coach

O coach é o profissional que trabalha aplicando metodologias e conhecimentos na vida pessoal e profissional das pessoas, fazendo com que elas alcancem suas metas em um curto período. Essas estratégias podem ser utilizadas em diversas áreas.

Para entender melhor o contexto, o coach faz uma breve análise do passado, com o objetivo de focar no futuro do cliente. Isso contribui para que ele veja as oportunidades de crescimento que tem, como na carreira em Y. Amparado com as ferramentas certas, o profissional tira a pessoa do estado de inércia e a leva para a condição desejada.

É comum que muitos não consigam atingir objetivos profissionais por insegurança, medo ou qualquer outro comportamento limitante. O coach ajuda a eliminar essas crenças sabotadoras e a fortalecer competências para a construção de novos hábitos por meio do autoconhecimento. Assim, ele é cada vez mais requisitado, especialmente no ramo empresarial.

Um bom curso para quem deseja se tornar coach é o de Psicologia. Essa graduação ajuda a conhecer mais sobre a mente humana e atuar com uma postura participativa, investigativa e eticamente responsável.

Se você se surpreende com as possibilidades do futuro, lembre-se de que essas são apenas algumas das profissões alternativas que estão em destaque no mercado. Muito além de dominar a tecnologia, as principais características para ser um profissional de sucesso são as interpessoais, como flexibilidade, empatia e criatividade. Por isso, não deixe de fazer um teste vocacional para descobrir a carreira que mais combina com você!

Ah, lembrando ainda: por mais alternativas que sejam essas carreiras, ter um curso superior realizado em uma faculdade reconhecida pode ajudá-lo a expandir seus conhecimentos e atuar com mais propriedade nas áreas citadas. Por isso, a Anhanguera oferece cursos capazes de prepará-lo para trilhar a carreira dos sonhos, independentemente de qual seja ela!

Gostou do conteúdo e quer cursar uma boa faculdade? Então, complemente a leitura e confira o que uma instituição de ensino de qualidade deve ter!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.