Quanto ganha um estagiário de Direito hoje?

quanto ganha um estagiário de direito

O curso de Direito oferece excelente empregabilidade, e as oportunidades começam já durante a faculdade. Por isso, é comum as pessoas terem dúvidas sobre quanto ganha um estagiário de Direito. Será que realmente vale a pena ingressar no mercado de trabalho dessa forma?

Antes de começar, é importante entender que as vantagens do estágio vão muito além da bolsa-auxílio. Faz parte da cultura do mercado jurídico adquirir experiência, aprender a prática jurídica e ter referências profissionais, além de ser uma etapa obrigatória da graduação.

Para conhecer mais sobre o mercado jurídico e tirar dúvidas sobre a bolsa-estágio de Direito, continue a leitura deste conteúdo. Explicamos tudo para você ficar por dentro dessas oportunidades profissionais!

Saiba quanto ganha um estagiário de Direito

O salário médio de um estagiário de Direito é R$ 1.133,67, segundo a Pesquisa Salarial da Catho,* nesta data. Os vencimentos são obtidos para uma jornada de trabalho de até 6 horas diárias e são considerados uma bolsa-auxílio para o custeio de despesas.

Normalmente, o estágio em Direito está ligado a dois tipos de função. O primeiro são as rotinas administrativas de departamentos jurídicos, órgãos públicos e escritórios, enquanto o segundo é preparação para ser advogado.

No caso dos estágios na advocacia, geralmente os contratantes exigem o registro de estagiário na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Isso ocorre para que o profissional consiga realizar alguns atos de auxílio nos processos judiciais e administrativos.

Além disso, é comum que os escritórios e órgãos públicos sejam divididos por especialidades jurídicas. Assim, segundo a Pesquisa Catho, quanto ganha um estagiário de Direito varia de acordo com a área de atuação:

  • Direito Civil — R$ 1.211,15;
  • Direito Comercial — R$ 1.110,27;
  • Direito do Consumidor — R$ 1.130,96;
  • Direito Penal — R$ 1.033,79;
  • Direito do Trabalho — R$ 1.328,38.

Também é importante ficar atento ao salário da área do Direito depois de formado, pois é possível ser efetivado nos cargos de escritórios e empresas privadas. Caso você consiga, a Catho aponta os seguintes vencimentos médios:

  • advogado — R$ 3.522,24;
  • analista jurídico — R$ 2.959,08;
  • auxiliar jurídico — R$ 1.513,60;
  • assistente jurídico — R$ 1.699,57.

Na profissão de advogado, existe um diferencial que é a posição de associado. Isto é, em vez de realizar a contratação como empregado, alguns escritórios oferecem a participação nos honorários — que é a remuneração paga pelo cliente da advocacia.

Conheça a bolsa-auxílio de estágio em Direito

A bolsa de estágio em Direito pode contemplar outros valores e benefícios concedidos pelo empregador. É bastante comum, por exemplo, auxílios para arcar com despesas durante a faculdade:

  • material didático;
  • alimentação;
  • cursos de extensão e cursos livres;
  • mensalidade da faculdade.

Um ponto importante é que a Lei do Estágio obriga a concessão do vale-transporte. Além disso, a cada ano, o estagiário tem 30 dias de férias remuneradas e está protegido por seguro de acidentes de trabalho.

Aliás, a jornada de trabalho difere dos contratados pela CLT. Para o estagiário, o limite de horas é de 6 horas diárias e 30 horas semanais, que é reduzido pela metade nos períodos de prova da faculdade.

Confira as principais vantagens de programar o estágio

Como dito, quanto ganha um estagiário não é o único benefício de trabalhar na sua área de atuação durante o curso superior. Para complementar, trouxemos algumas vantagens de planejar a realização de estágios durante a faculdade.

Fazer a prova da OAB no último ano

Para sair empregado da faculdade, o caminho mais acessível é buscar uma efetivação nos escritórios de advocacia. Consequentemente, um bom planejamento ajudará você a ser aprovado no Exame da Ordem antes de concluir a graduação, obtendo o registro necessário para ser efetivado ao final do estágio.

Esse objetivo é acessível mesmo para quem tem dificuldades ou deficiências de aprendizados, vindas de antes da faculdade. Aqui na Anhanguera, além dos cuidados com a didática das aulas, temos uma parceria com a Saraiva Educação. A partir dela, os alunos recebem o Vade Mecum Digital (compilado de leis) e acessam o curso Saraiva Aprova, que é um preparatório completo para a OAB.

Se você tiver dúvidas sobre as qualificações necessárias nas diferentes carreiras jurídicas, acesse nosso conteúdo com tudo sobre Direito.

Desenvolver a prática jurídica

O planejamento também é importante pelo peso da prática em uma boa formação. Afinal, o estágio é uma oportunidade para adquirir habilidades profissionais:

  • redigir documentos e medidas legais;
  • saber acompanhar o andamento de processos judiciais e administrativos;
  • participar de audiências;
  • pesquisar teses jurídicas e decisões judiciais;
  • conhecer diversos órgãos públicos e empresas que fazem parte do seguimento;
  • desenvolver a capacidade de comunicação.

A experiência profissional será um diferencial no seu currículo. Afinal, você sairá pronto para atuar como advogado, analista, auxiliar etc. Não à toa, muitos escritórios de advocacia optam pela efetivação.

Construir o networking profissional

Um terceiro benefício é a formação da rede de contatos profissionais. O estagiário tem acesso aos diversos clientes, parceiros, fornecedores e outras pessoas importantes para o futuro na carreira jurídica. Além disso, a participação em eventos e em qualificações relacionados ao estágio é bastante comum na área do Direito.

Melhorar a experiência de aprendizado

O estágio em Direito é, ainda, uma forma de melhorar o desempenho na faculdade, extraindo mais do conteúdo das aulas. Isso acontece por diversos motivos:

  • as teses jurídicas são mais bem entendidas quando contextualizadas com a prática;
  • existe flexibilidade de horários para estudar por conta da carga horária reduzida;
  • os estagiários, quase todos os dias, realizam atividades de pesquisa em leis, livros jurídicos e decisões judiciais.

Descubra como conseguir o melhor estágio em Direito

O planejamento para fazer o estágio em Direito exige pesquisa sobre o processo seletivo utilizado pelo contratante. O modelo de contratação muda quais são os fatores mais relevantes para conquistar uma vaga.

Concurso público

A carreira de concurso em Direito não é uma realidade somente depois de se formar. Alguns órgãos, como as promotorias de Justiça e as procuradorias dos estados, realizam concurso público para contratar estagiários. Nesse caso, o ponto decisivo é realizar uma boa preparação, revisando as matérias vistas na faculdade, para ficar bem colocado.

Outros tantos órgãos públicos usam de parcerias para contratar estagiários ou dispensam o concurso público. Nesses casos, o coeficiente de rendimento acadêmico — que é a sua nota média entre todas as disciplinas da faculdade — é bastante utilizado, embora o processo seletivo possa contar com outros requisitos.

Escritórios de advocacia e empresas

As seleções para escritórios e empresas privadas costumam ser parecidas com os estágios de outras áreas. Assim, os pontos mais decisivos para uma contratação são os seguintes:

  • estudar em uma faculdade reconhecida pelo mercado;
  • elaborar um bom currículo de direito;
  • escrever a carta de intenções;
  • realizar uma entrevista de emprego convincente;
  • destacar-se nas dinâmicas e atividades propostas.

No caso da Anhanguera, a preparação para o mercado é feita pelo Canal Conecta, benefício exclusivo dos alunos. Nele, você encontra materiais e ferramentas online para fazer currículo, treinar a participação em entrevistas, realizar testes comportamentais etc. Ademais, no próprio portal, é possível concorrer a processos seletivos dos nossos parceiros.

Faça uma faculdade reconhecida pelo mercado!

Agora que você já sabe quanto ganha um estagiário de Direito, tenha em mente a importância do planejamento e de escolher uma excelente faculdade. Com essas escolhas profissionais, você certamente conquistará uma oportunidade e sairá na frente no mercado de trabalho.

Para se transformar profissionalmente e ter acesso aos benefícios exclusivos, inscreva-se no curso em Direito da Anhanguera!

* Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.