Gestão de Agronegócio: Saiba tudo sobre essa faculdade

agronegócio tech em plantação

Bem-vindo ao fascinante mundo da Gestão de Agronegócio, uma área de estudo que mergulha nas complexidades da interseção entre agricultura, negócios e inovação. Este curso oferece uma jornada única para estudantes apaixonados pela agricultura e pelo universo empresarial que a envolve. Se você está se perguntando se a Gestão de Agronegócio é a escolha certa para você, te convido a embarcar nesta jornada conosco.

Ao longo deste texto, exploraremos os pilares fundamentais da faculdade de Gestão de Agronegócio, discutindo temas como estratégias de produção, gestão sustentável, tecnologias do agronegócio inovadoras e as inúmeras oportunidades de carreira que aguardam os graduados. Desvendaremos os detalhes do curso, que o ajudarão a tomar uma decisão sobre seu caminho acadêmico e profissional. 

Como é o curso de Gestão de Agronegócio?

Diferente da Faculdade de Agronegócio, o curso de Gestão de Agronegócio oferece uma abordagem interdisciplinar que combina os princípios fundamentais da agricultura com as estratégias empresariais modernas. Os alunos mergulham em uma gama de disciplinas, desde empreendedorismo rural, economia agrícola e logística até marketing rural e biocombustíveis, no Agronegócio 4.0. 

A prática é valorizada, e os estudantes muitas vezes têm a oportunidade de aplicar seus conhecimentos em estágios práticos, contribuindo para o desenvolvimento de habilidades práticas essenciais. O curso também abrange a integração de tecnologias para as inovações no agronegócio, preparando os futuros gestores de agronegócios para enfrentar os desafios do setor de forma eficiente e sustentável.

foto do shutterstock que mostra porto com contêineres
A faculdade de Gestão de Agronegócio aborda conhecimentos em Marketing Rural, Logística e indústria 4.0

Quais os tipos de Graduação em Gestão de Agronegócio?

Existem diferentes tipos de graduação em Gestão de Agronegócio, cada uma adaptada às diversas aspirações profissionais dos estudantes. No entanto, nem todas as tipos que existem estão disponíveis para esse curso. Confira a seguir quais são os tipos de graduação que você conseguirá encontrar para o curso de Gestão de Agronegócio no Brasil.

Bacharelado em Gestão de Agronegócio

O Bacharelado em Gestão de Agronegócio não é o tipo de graduação mais comum, mas é possível de ser encontrada em algumas universidades. Ele proporciona uma formação abrangente, combinando teoria e prática. Os estudantes mergulham em disciplinas que vão desde finanças agrícolas até estratégias do mercado agropecuário, desenvolvendo uma compreensão profunda da interseção entre o setor agrícola e o ambiente de negócios.

Tecnólogo em Gestão de Agronegócio

O Tecnólogo em Gestão de Agronegócio é uma opção mais procurada e comum de ser encontrada. Esse tipo de graduação é voltada para quem busca uma formação mais prática e direcionada. Com uma duração geralmente mais curta, esse curso concentra-se em fornecer habilidades específicas para o mercado de trabalho. 

Ele forma profissionais com foco na gestão agroindustrial de empresas e negócios do agronegócio. Dessa forma, os estudantes adquirem conhecimentos ágeis sobre logística, cadeia de suprimentos e tecnologias aplicadas ao agronegócio, saindo preparados para enfrentar desafios imediatos do setor.

celeiro com sacos de arroz empilhados
Logística é uma das áreas do curso tecnólogo

Licenciatura em Gestão de Agronegócio

No Brasil ainda não está disponível a licenciatura em Gestão de Agronegócio. No entanto, esse tipo de graduação é um curso de nível superior que habilita o profissional a dar aulas no ensino médio. Além das disciplinas comuns, a licenciatura inclui métodos pedagógicos, preparando os graduados para disseminar conhecimentos e promover o desenvolvimento no seu setor específico.

A faculdade de Gestão de Agronegócio é boa?

Uma boa faculdade de Gestão de Agronegócio proporciona uma combinação equilibrada entre teoria e prática, incentivando a participação em estágios e projetos de pesquisa. Além disso, parcerias com empresas do setor e a presença de profissionais renomados como palestrantes contribuem para uma experiência acadêmica enriquecedora.

No entanto, a qualidade de uma faculdade de Gestão de Agronegócio pode ser medida por diversos fatores, incluindo a competência do corpo docente, a infraestrutura oferecida e a relevância do currículo em relação às demandas do mercado. Você deve observar também se esse curso e faculdade tem a aprovação do MEC (Ministério da Educação).

A faculdade de Gestão de Agronegócio tem aprovação do MEC?

Ter a aprovação do MEC é fundamental ao escolher uma faculdade de Gestão de Agronegócio, assim como existe na Anhanguera. Essa aprovação garante que a instituição atenda aos padrões de qualidade estabelecidos, assegurando que o curso oferecido seja reconhecido oficialmente. 

Dessa forma, ao optar por uma instituição com selo de aprovação do MEC, os estudantes têm a certeza de receber uma formação sólida e reconhecida no mercado de trabalho. Além disso, para que você possa verificar a situação de uma instituição de ensino superior e de seu curso, você pode acessar o site oficial do MEC, o Sistema e-MEC.

Aprovação de Gestão de Agronegócio no Mercado

A aprovação da Gestão de Agronegócio no mercado profissional é um indicativo vital da qualidade do curso e da sua capacidade de preparar profissionais para os desafios dinâmicos do setor agrícola. Este reconhecimento não apenas valida a eficácia do programa acadêmico, mas também se reflete na empregabilidade e no sucesso dos graduados.

Instituições que mantêm parcerias com empresas do setor, promovem feiras de empregabilidade e proporcionam estágios consistentes têm mais probabilidade de terem seus graduados bem recebidos pelo mercado. O sucesso profissional dos ex-alunos é um reflexo direto da eficácia do programa acadêmico e das oportunidades oferecidas pela faculdade.

Qual o perfil ideal de aluno de Gestão de Agronegócio?

O curso de Gestão de Agronegócio atrai alunos com características específicas, contribuindo para o sucesso tanto acadêmico quanto profissional. O perfil ideal de aluno de Gestão de Agronegócio é aquele que combina paixão pelo setor agrícola, interesse por gestão e negócios, bem como habilidades analíticas e capacidade de resolução de problemas.

Os alunos de Gestão de Agronegócio devem ter interesse em agricultura, pecuária, florestas, pesca e aquicultura. Também devem ter interesse por administração, economia, contabilidade, marketing, logística e máquinas agrícolas. Além disso, devem ter habilidades analíticas, capacidade de resolver problemas e pensamento crítico.

Além disso, os alunos de Gestão de Agronegócio devem desenvolver as seguintes habilidades e competências:

  • Habilidades técnicas: conhecimentos básicos em agricultura, pecuária, florestas, pesca e aquicultura, bem como em administração, economia, contabilidade, marketing e logística.
  • Habilidades analíticas: capacidade de analisar dados e informações para tomar decisões.
  • Capacidade de resolução de problemas: capacidade de identificar e resolver problemas de forma eficaz.
  • Pensamento crítico: capacidade de pensar de forma lógica e racional.
  • Comunicação: capacidade de se comunicar de forma clara e eficaz, tanto verbalmente quanto por escrito.
  • Trabalhar em equipe: capacidade de trabalhar em equipe de forma eficaz.
  • Liderança: capacidade de liderar e motivar outras pessoas.
Mulher falando com homem em plantação e fazendo anotações
É importante ter habilidades analíticas e saber trabalhar em equipe

Personalidade do estudante de Gestão de Agronegócio

O estudante de Gestão de Agronegócio, ao alinhar sua personalidade às exigências do setor, destaca-se como um profissional em formação com características singulares. Em geral, é uma pessoa proativa, com espírito empreendedor e interesse pelo mundo rural. É alguém que gosta de desafios e está disposto a trabalhar duro para alcançar seus objetivos.

Esse aluno de Gestão de Agronegócio também é uma pessoa curiosa e com vontade de aprender. Está sempre em busca de novas informações e conhecimentos, tanto na área da gestão quanto na área do agronegócio. Aqui estão algumas características que costumam ser comuns aos estudantes de Gestão de Agronegócio:

  • Paixão pelo agronegócio: o estudante de Gestão de Agronegócio gosta do campo e do trabalho no meio rural.
  • Espírito empreendedor: o estudante de Gestão de Agronegócio é ambicioso e está disposto a assumir riscos.
  • Curiosidade: o estudante de Gestão de Agronegócio está sempre em busca de novos conhecimentos.
  • Sociabilidade: o estudante de Gestão de Agronegócio é comunicativo e gosta de trabalhar em equipe.
foto do shutterstock que mostra moça e rapaz em plantação
Curiosidade e paixão pelo agronegócio são essenciais para quem vai entrar na área

Rotina de estudos do estudante de Gestão de Agronegócio

A rotina de estudos do estudante de Gestão de Agronegócio é geralmente bastante intensa. Os cursos de Gestão de Agronegócio costumam ter uma carga horária elevada, com aulas teóricas e práticas. Os alunos de Gestão de Agronegócio precisam estar preparados para estudar muito e para se dedicar às atividades extracurriculares, como estágios e projetos de extensão.

  • Combinação de aulas teóricas e práticas;
  • Participação em atividades de pesquisa;
  • Trabalhos em equipe;
  • Estágios e experiências práticas;
  • Estudos individuais;
  • Atualização constante sobre tendências do agronegócio.
Homem com tablet em plantação
Experiências práticas são importantes no curso de Gestão de Agronegócio

Quais as modalidades de estudo para Gestão de Agronegócio?

A Gestão de Agronegócio oferece diversas modalidades de estudo para atender às diferentes necessidades e preferências dos estudantes. Porém, cada modalidade apresenta abordagens específicas, desde uma formação mais ampla e aprofundada até programas mais focados e direcionados para aspectos práticos do agronegócio. Confira mais detalhes a seguir para entender quais modalidades existem.

Dá para cursar Gestão de Agronegócio EAD?

Sim, é possível cursar Gestão de Agronegócio na modalidade de Ensino a Distância (EAD). Muitas instituições de ensino oferecem cursos EAD nessa área, proporcionando flexibilidade para os alunos conciliarem os estudos com outras responsabilidades que estão inseridas na sua rotina. 

O formato EAD permite o acesso ao conteúdo do curso por meio de plataformas online, com aulas gravadas, material didático digital e interação virtual com professores e colegas. Essa modalidade é uma excelente opção para quem busca a conveniência de estudar de qualquer lugar, adaptando-se à rotina de quem já está inserido no mercado de trabalho ou possui outras obrigações.

Existe a faculdade de Gestão de Agronegócio Presencial?

A modalidade presencial também é amplamente oferecida para o curso de Gestão de Agronegócio. Essa abordagem tradicional proporciona uma experiência de aprendizado mais direta, com aulas ministradas em salas de aula físicas, com maior interação face a face com professores e colegas. 

A faculdade de Gestão de Agronegócio presencial é uma escolha ideal para aqueles que preferem a dinâmica do ensino tradicional, desfrutando de uma imersão completa no ambiente acadêmico e oportunidades de networking mais imediatas. Se for da sua preferência, diversas universidades oferecem essa opção.

Tem Gestão de Agronegócio Semipresencial?

A modalidade semipresencial, também conhecida como ensino híbrido, é outra opção para estudar Gestão de Agronegócio. Nesse formato, parte das atividades acadêmicas ocorre presencialmente, enquanto outra parte é realizada de forma remota, geralmente por meio de plataformas online. 

Essa abordagem visa combinar a interação presencial, essencial para certas atividades práticas e networking, com a flexibilidade do ensino a distância. O curso semipresencial de Gestão de Agronegócio atende àqueles que buscam uma experiência mais equilibrada entre presencialidade e autonomia nos estudos.

analista de suporte junior mexendo em computador
Na modalidade semipresencial, a pessoa pode estudar online e ter aulas na faculdade

Qual a duração e as matérias do curso de Gestão de Agronegócio?

A graduação em Gestão de Agronegócio, de acordo com a estrutura de um curso tecnólogo, possui uma média de duração de 3 anos, divididos em 6 semestres, com uma carga horária total de 2400 horas. A seguir, apresentamos as disciplinas presentes no currículo de Gestão de Agronegócio conforme as diretrizes educacionais da Anhanguera.

1º Semestre

  • Empreendedorismo e Inovação 
  • Gestão de Projetos
  • Modelos de Gestão
  • Responsabilidade Social e Ambiental
  • Sociedade Brasileira e Cidadania

2º Semestre 

  • Cadeias Produtivas
  • Economia do Agronegócio
  • Gestão Ambiental – Optativa
  • Gestão do Agronegócio
  • Métodos Quantitativos
  • Política Agrícola

3º Semestre 

  • Agrometeorologia
  • Contabilidade do Agronegócio
  • Economia e Administração Rural – Optativa
  • Gestão de Qualidade na Agroindústria
  • Legislação Empresarial Aplicada
  • Matemática Financeira

4º Semestre 

  • Análise de Custos
  • Associativismo e Gestão de Cooperativas
  • Comercialização no Agronegócio 
  • Consultoria no Agronegócios
  • Projeto de Extensão I – Gestão do Agronegócio
  • Sistemas Agroindustriais – Optativa

5º Semestre 

Ecologia Agrícola

  • Logística Agroindustrial
  • Processos de Cultivo
  • Processos Logísticos – Optativa
  • Projeto de Extensão II – Gestão do Agronegócio
  • Segurança Alimentar

6º Semestre 

Análise de Investimentos e Fontes de Financiamento

  • Comércio Internacional – Optativa
  • Gestão de Marketing
  • Legislação Aplicada ao Agronegócio – Optativa
  • Máquinas e Mecanização Agrícola
  • Projeto de Extensão III – Gestão do Agronegócio

Além disso, seguindo as diretrizes curriculares para Gestão de Agronegócio, o currículo conta com uma carga horária de 100 horas para as Atividades Complementares Obrigatórias (ACO).

martelo de juiz com sementes ao lado
“Legislação Aplicada ao Agronegócio” é uma matéria que você pode estudar no curso

Quais as possibilidades de especialização em Gestão de Agronegócio?

A Gestão de Agronegócio oferece diversas possibilidades de especialização, permitindo que profissionais aprofundem seus conhecimentos em áreas específicas. A especialização em uma área específica do agronegócio pode ajudar o profissional a se destacar no mercado de trabalho e a ocupar cargos de maior responsabilidade. 

Algumas das principais opções para esses profissionais escolherem são as seguintes:

  • Gestão Ambiental no Agronegócio: Foca nas práticas sustentáveis e na gestão ambiental, capacitando profissionais a desenvolverem estratégias que conciliam produção agrícola com preservação ambiental.
  • Marketing Agropecuário: Direcionada para profissionais interessados em estratégias de marketing específicas para o setor agropecuário, abordando técnicas de promoção e comercialização de produtos agrícolas.
  • Logística e Cadeia de Suprimentos: Enfoca a otimização de processos logísticos, transporte e distribuição, essencial para garantir eficiência na cadeia de suprimentos agrícolas.
  • Tecnologias Aplicadas ao Agronegócio: Explora as inovações tecnológicas, como inteligência artificial e agricultura digital, e sua aplicação para melhorar a produção rural e gestão no agronegócio.
trem andando em trilho ao lado de celeiro
É possível se especializar em cadeia de suprimentos

Quais as principais áreas para recém-formados?

Os recém-formados em Gestão de Agronegócio têm acesso a uma variedade de oportunidades profissionais. Algumas das principais áreas para esses profissionais recém-formados atuarem são as seguintes:

  • Gestão de Propriedades Rurais: Atuam na administração de propriedades rurais, coordenando atividades agrícolas, implementando boas práticas e gerenciando recursos.
  • Consultoria Agrícola: Oferecem serviços de consultoria a produtores rurais, auxiliando na tomada de decisões estratégicas, implementação de inovações e uma gestão agrária eficiente.
  • Compliance em Órgãos Reguladores: Trabalhar em órgãos reguladores para garantir que as atividades no agronegócio estejam em conformidade com as políticas de subsídios, políticas agrícolas, normas ambientais e padrões de segurança alimentar.
  • Indústria Agropecuária: Trabalham na gestão de empresas agroindustriais, envolvendo processamento, distribuição e comercialização de produtos agropecuários.
  • Comércio Exterior Agropecuário: Atuam no comércio agrícola visando a economia rural, na área de importação e exportações agrícolas, lidando com questões logísticas, regulatórias e comerciais.

Essas são só algumas áreas de atuação existentes. Além disso, essas áreas oferecem oportunidades para que o recém-formado possa adquirir experiência e conhecimento na área de gestão do agronegócio. Com o tempo e o desenvolvimento de habilidades e competências, o recém-formado pode ocupar cargos de maior responsabilidade, alcançando locais como:

  • Ministério da Agricultura
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) – Brasil
  • Food and Agriculture Organization (FAO) – Internacional
  • Embrapa – Brasil
mulher e dois homens analisando plantação e fazendo anotações
Na área de consultoria, você pode ajudar empresas e proprietários com a gestão do agronegócio

É melhor ingressar na faculdade pública ou privada?

A escolha entre faculdade pública ou privada deve ser feita de acordo com as preferências e necessidades do aluno. Afinal, essa escolha depende de diversos fatores, incluindo recursos financeiros, objetivos profissionais e preferências individuais. No entanto, não podemos negar que cada uma tem as suas vantagens e desvantagens.

Faculdade Pública de Gestão de Agronegócio

As faculdades públicas oferecem cursos de Gestão de Agronegócio com qualidade reconhecida. Os professores são qualificados e experientes e os laboratórios são bem equipados. Algumas das vantagens são as seguintes:

  • Possui mensalidades acessíveis;
  • Infraestrutura consolidada e professores de qualidade;
  • Possibilidade de acesso a programas de pesquisa e extensão.

No entanto, apesar de contar com vantagens bem atrativas, existem algumas desvantagens que você deve levar em consideração no momento de ingressar em uma faculdade pública de Gestão de Agronegócio. Você passando no vestibular, lembre-se que:

  • A concorrência pode ser alta;
  • Podem acontecer greves e paralisações que causarão atrasos na sua formação;
  • Existe menor flexibilidade de horários.

Faculdade Privada de Gestão de Agronegócio

As faculdades privadas oferecem cursos de Gestão de Agronegócio com flexibilidade de horário e opções de cursos. Além disso, as faculdades privadas costumam oferecer cursos de extensão e estágios, que podem ajudar o aluno a adquirir experiência profissional. Algumas das vantagens são as seguintes:

  • Maior flexibilidade de horários e oferta de cursos noturnos;
  • Possibilidade de estágios e parcerias com empresas privadas;
  • Menos competitiva para ingresso.

As principais desvantagens vão girar em torno de mensalidades que podem ser mais elevadas e na variação na qualidade das instituições. Dessa forma, se torna muito importante que você faça pesquisas e escolha uma faculdade privada com boa reputação e que ofereça ensino de qualidade. 

mulher fazendo contas com calculadora e computador enquanto segura livro
A faculdade particular é menos competitiva e tem horários mais flexíveis

Quanto custa a graduação em Gestão de Agronegócio?

Em média, as mensalidades para cursos de Gestão de Agronegócio em instituições privadas no Brasil podem variar de R$800 a R$2.000. No entanto, o custo da graduação em Gestão de Agronegócio pode variar significativamente entre as instituições e as modalidades de ensino. Além disso, as instituições públicas, geralmente, têm mensalidades mais acessíveis.

Tem como conseguir bolsa de estudos em Gestão de Agronegócio?

É possível conseguir bolsas de estudos para cursos de Gestão de Agronegócio. Diversas instituições, tanto públicas quanto privadas, oferecem programas de bolsas, que podem variar desde descontos nas mensalidades até a cobertura integral dos custos do curso. As principais formas de conseguir bolsa de estudos são:

  • Programa Universidade para Todos (ProUni): o Prouni é um programa do governo federal que oferece bolsas de estudo integrais e parciais para estudantes de baixa renda.
  • Fundo de Financiamento Estudantil (FIES): o Fies é um programa do governo federal que oferece financiamento estudantil para estudantes de baixa renda.
  • Bolsa integral: algumas faculdades privadas oferecem bolsas integrais para alunos com bom desempenho acadêmico.
  • Bolsa parcial: algumas faculdades privadas oferecem bolsas parciais para alunos com bom desempenho acadêmico ou com condições socioeconômicas desfavorecidas.
prouni na tela de computador e de celular
O ProUni é uma das formas de conseguir bolsa para a faculdade

Como entrar em Gestão de Agronegócio?

Existem diferentes formas de ingressar em um curso de Gestão de Agronegócio, oferecendo opções para atender às preferências e aptidões dos candidatos. As principais formas de entrar em um curso de Gestão de Agronegócio são:

  • Por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e do Sisu (Sistema de Seleção Unificada);
  • Por meio do vestibular da instituição de ensino.

ENEM

Para entrar em um curso de Gestão de Agronegócio por meio do ENEM, o estudante deve se inscrever no exame e obter uma nota mínima exigida pela instituição de ensino desejada. Organizado pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), o ENEM é um exame nacional que avalia o desempenho dos estudantes em quatro áreas do conhecimento.

As notas do ENEM são usadas para compor uma lista de classificação, e os candidatos com as maiores notas são selecionados para o curso. Além disso, a participação no ENEM permite que os estudantes concorram a vagas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), ProUni (Programa Universidade para Todos) e FIES (Fundo de Financiamento Estudantil).

Sisu

Junto com o ENEM, o Sisu é outra forma de ingresso para uma faculdade de Gestão de Agronegócio. O Sisu é um sistema informatizado utilizado por instituições públicas de ensino superior para oferecer vagas a candidatos participantes do ENEM. Os candidatos que prestaram o ENEM e desejam ingressar em uma instituição pública podem utilizar o Sisu para concorrer às vagas disponíveis, considerando suas notas no exame como critério de seleção.

Vestibular

As instituições de ensino privadas também podem realizar vestibulares próprios para ingresso na faculdade de Gestão de Agronegócio. Sendo assim, os vestibulares costumam ser compostos por provas objetivas e/ou dissertativas, além de entrevista ou análise de currículo.

Para entrar em um curso de Gestão de Agronegócio por meio do vestibular, o estudante deve se inscrever no vestibular da instituição de ensino desejada e obter uma nota mínima exigida pela instituição. As notas do vestibular são usadas para compor uma lista de classificação, e os candidatos com as maiores notas são selecionados para o curso.

pessoa marcando gabarito em prova com lápis
O vestibular seleciona os estudantes para fazer o curso

Quais as exigências para se formar em Gestão de Agronegócio?

As exigências para se formar em Gestão de Agronegócio variam entre as instituições de ensino, mas geralmente incluem a conclusão de todas as disciplinas obrigatórias do currículo, cumprimento da carga horária mínima estabelecida e a realização de atividades práticas, como estágios e trabalhos de conclusão de curso (TCC). 

Além disso, é comum que os estudantes atendam a requisitos específicos de participação em eventos acadêmicos, apresentações de trabalhos e, em alguns casos, no Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes). Cumprir essas exigências é fundamental para garantir a formação completa e o recebimento do diploma em Gestão de Agronegócio.

Estágio Obrigatório em Gestão de Agronegócio

O estágio obrigatório é uma exigência comum nos cursos de Gestão de Agronegócio, mas vai depender da exigência de cada instituição de ensino. Essa prática permite que os estudantes apliquem os conhecimentos teóricos adquiridos em sala de aula em ambientes reais, como propriedades rurais, empresas do setor ou órgãos governamentais ligados ao agronegócio. 

O estágio proporciona uma experiência prática valiosa, contribuindo para o desenvolvimento de habilidades específicas da área e para a formação de profissionais mais preparados para os desafios do mercado.

rapaz e moça com pranchetas vestindo uniforme
O estágio é uma maneira de colocar seus conhecimentos em prática

Enade para Gestão de Agronegócio

Os estudantes de Gestão de Agronegócio são obrigados a participar do Enade durante o último ano do curso. O Enade é uma avaliação que integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) no Brasil. Essa avaliação visa analisar o desempenho dos estudantes e a qualidade dos cursos de ensino superior. 

O resultado do Enade pode impactar a reputação do curso e da instituição, tornando a participação e o bom desempenho no exame uma exigência importante para os alunos de Gestão de Agronegócio. Além disso, a não participação pode impactar na aquisição do diploma e, consequentemente, na sua formação.

TCC de Gestão de Agronegócio

O TCC é uma exigência comum para a obtenção do diploma em Gestão de Agronegócio. Os estudantes precisam desenvolver um projeto de pesquisa ou aplicação prática que demonstre sua capacidade de analisar, sintetizar e aplicar os conhecimentos adquiridos ao longo do curso. 

O TCC permite que os estudantes aprofundem seus estudos em uma área específica de interesse e contribui para o desenvolvimento de habilidades de pesquisa em agronegócio e análise crítica, essenciais para esses profissionais. Dessa forma, para as faculdades que exigem, se você não concluir esse trabalho você não terá a sua formação validada e repetirá essa matéria.

garoto apresentando trabalho com projetor
O TCC em Gestão de Agronegócio é um projeto com tema de interesse do estudante

Vale a pena se formar em Gestão de Agronegócio?

“O agronegócio não é apenas sobre alimentar o mundo, mas também sobre a interação de processos, pessoas e tecnologia” – Revista Exame.

A formação em Gestão de Agronegócio pode ser uma escolha valiosa para aqueles interessados no setor agrícola. Com o agronegócio desempenhando um papel crucial na economia global, profissionais capacitados na gestão eficiente desse segmento são cada vez mais demandados. 

A diversidade de especialização e as perspectivas de crescimento no campo profissional tornam a formação em Gestão de Agronegócio uma escolha promissora até mesmo para estudantes de Agronegócio. No entanto, existem dois aspectos que você deve observar e entender se essa formação vale a pena para você, são eles: o quanto você investirá nesse curso e o retorno financeiro que você terá, o salário.

Salário para formados em Gestão de Agronegócio

Com base nas informações retiradas do site Salário.com, atualmente, um Técnico Agrícola ganha em média R$2.839,54 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 44 horas semanais. Porém, o salário médio pode oscilar, mas tende a ser competitivo, especialmente considerando a importância do setor agrícola na economia. 

Além disso, com a crescente demanda por especialistas em gestão agrícola, os salários para formados em Gestão de Agronegócio refletem a valorização dessa profissão estratégica e a contribuição essencial que esses profissionais oferecem para o desenvolvimento sustentável do agronegócio.

Investimento X Retorno para Gestão de Agronegócio

O investimento na formação em Gestão de Agronegócio pode ser considerado um caminho sólido, considerando o retorno potencial. Embora o investimento em mensalidades seja parte do processo, o retorno financeiro e profissional pode ser significativo. Os profissionais graduados têm a oportunidade de atuar em diversas áreas do agronegócio, desde a gestão de propriedades rurais até a consultoria e agroindústria. 

Além disso, a crescente demanda por profissionais especializados no setor indica que o retorno do investimento em uma formação em Gestão de Agronegócio pode se manifestar não apenas em salários competitivos, mas também em oportunidades de carreira sólidas e impacto positivo no desenvolvimento do agronegócio.

Descubra também: confira se é possível fazer a faculdade de Agronomia no EAD!

Por que cursar Gestão de Agronegócio na Anhanguera?

A Anhanguera oferece um curso superior de Gestão de Agronegócio de alta qualidade, com professores qualificados e experientes em conformidade com a Secretaria Regional de Educação. O curso é focado na prática, com aulas práticas e projetos de extensão que ajudam os alunos a adquirir experiência profissional.

Se você é apaixonado pelo agronegócio e quer se preparar para uma carreira de sucesso nessa área, a Anhanguera é a escolha certa para você. Venha fazer parte da Anhanguera e se prepare para uma carreira de sucesso no agronegócio! Se inscreva no vestibular agora! 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Inscreva-se gratuitamente no vestibular online ou use sua nota do Enem para obter bolsas e descontos!