Quais as principais características de uma faculdade particular?

quaisasprincipaiscaracteristicasdeumafaculdadeparticular

O ingresso no ensino superior é etapa importante para a vida do aluno que sonha em crescer profissionalmente. Muitas vezes, no entanto, a fase é também cheia de incertezas, principalmente no que se refere à escolha da instituição de ensino. Afinal, há variações significativas entre a faculdade particular e a pública.

Você, inclusive, já deve ter ouvido muitas coisas a respeito das diferenças entre elas. É importante, por outro lado, saber que muitas dessas opiniões provêm de estereótipos ultrapassados que não condizem com a realidade.

Pensando nisso, elencamos alguns esclarecimentos acerca das características das faculdades particulares e do modo que elas podem contribuir para uma formação de excelência. Confira!

Qualidade do ensino da faculdade particular

No que se refere à qualidade do ensino na faculdade particular ou na pública, é importante levar em consideração dois aspectos: o corpo docente e a disponibilidade da instituição para atender ao aluno.

Nesse sentido, dependendo da expectativa do estudante, a unidade pública pode não ser a escolha ideal. Isso porque os professores nela disponibilizados são concursados, têm cargos estáveis e estão voltados à pesquisa.

Desse modo, muitos deles apresentam rotina de aula mais teórica e menos voltada ao mercado de trabalho. Essa condição, por outro lado, é mais difícil de ser observada nas unidades privadas, em que o docente tem mais contato com o mercado atual – menos acadêmico – e, também depende da satisfação do aluno.

Estrutura oferecida ao aluno

Para ter acesso às melhores faculdades, o estudante deve observar a estrutura oferecida por elas. Uma das principais características das instituições particulares, nesse sentido, é o investimento maciço em infraestrutura para um ensino de qualidade.

Nesse cenário, o aluno pode contar com salas de informática, laboratórios, bibliotecas e outros equipamentos para um aprendizado amplo ao longo do curso escolhido.

Isso ocorre porque a faculdade privada depende diretamente da aderência do acadêmico e do seu reconhecimento para se destacar como instituição de renome. Desse modo, busca constantemente modernizar seus espaços físicos para oferecer maior conforto e praticidade.

Ponte para o mercado de trabalho

Como visto, as faculdades públicas são bastante voltadas à pesquisa e aos estudos de campo, enquanto as particulares, na maioria das vezes, direcionam seus esforços para o aprendizado prático. É claro que, entre as unidades, há certa variação à regra dependendo do curso escolhido.

Esse cenário geral, no entanto, dá um bom indício acerca das diferenças que essas instituições podem apresentar no que diz respeito à ponte para o mercado de trabalho.

Nesse contexto, aqueles que desejam rapidamente atuar de forma profissional podem encontrar grandes oportunidades ao optar pela faculdade particular.

A partir dessa escolha, na própria academia o aluno ainda poderá ter acesso a projetos em parceria com outras empresas. Dessa forma, também terá facilitado o seu ingresso no mercado.

Impossibilidade de greve

Outra característica importante e que deve ser levada em consideração pelo aluno ao ingressar no ensino superior é a possibilidade de se deparar com greves ao longo do curso. Afinal, esse fator pode dificultar a conquista do diploma em tempo regular e atrasar a entrada no mercado de trabalho.

Diante desse possível problema a ser enfrentado, vale refletir que as instituições públicas contam com servidores concursados. Esses, por sua vez, têm o direito de reivindicar melhores condições de trabalho, podendo paralisar as atividades para fazê-lo.

Essa situação é, por outro lado, mais difícil de ocorrer em unidades de ensino particulares, que contratam o corpo docente pelo regime geral.

Atualização da grade curricular

Um dos grandes diferenciais da faculdade particular é a capacidade de inovar a cada ano para melhor atender aos interesses do aluno e para oferecer uma formação profissional que assegure bons resultados ao longo de sua carreira.

A grade curricular é um dos exemplos que permite visualizar essa competência. Nas unidades privadas, é possível notar uma melhor atualização do conteúdo didático e também na forma de ministrar as aulas, o que ocorre com menor intensidade nas instituições públicas.

Isso porque, nos setores ligados ao Estado, a burocracia para realizar essas alterações é maior. Isso, muitas vezes, afeta a inclusão de novos cursos, a criação de projetos de extensão ou intercâmbios e a oferta de oportunidades ao acadêmico.

Autorização e avaliação do MEC para faculdades particulares

Outro tópico que deve ser considerado pelo estudante é a nota do MEC das faculdades particulares. Isso porque a autorização para o funcionamento e a avaliação revelam a qualidade e o comprometimento da unidade de ensino com o aprendizado do aluno.

Para pontuar a instituição, o MEC considera três tipos de nota que são levantadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). São elas:

  1. Conceito Preliminar de Curso (CPC);
  2. Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC);
  3. Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).

A primeira avaliação diz respeito à qualidade do conjunto de professores, do curso em geral e da infraestrutura oferecida aos acadêmicos.

O IGC, por outro lado, constitui uma média global de todos os atributos da unidade de ensino. Por último, o Enade tem como objetivo conferir o nível aprendizado do aluno ao longo do curso.

Vale lembrar que as notas do MEC variam de 1 a 5 pontos e são de extrema importância para identificar o reconhecimento da faculdade no mercado e a excelência dos serviços oferecidos por ela.

Escolher a faculdade para ingressar no ensino superior não é tarefa simples. Seja na faculdade particular, seja na instituição pública, são diversos os fatores que devem ser considerados pelo estudante para verificar se a qualidade do ensino prestado é satisfatória.

O momento, da mesma forma, é cheio de incertezas em relação ao curso e à formação prática voltada para a atuação no mercado. Por essa razão, e sabendo das preocupações em relação ao futuro profissional, a Anhanguera busca diariamente a preparação ampla e satisfatória do aluno.

Oferecendo boa estrutura para o aprendizado e focando na integração do profissional ao mercado de trabalho, a instituição eleva seu desempenho e conquista reconhecimento a cada ano.

Gostou das nossas dicas? Que tal conferir grandes oportunidades de ingresso no ensino superior? Entre em contato com a nossa equipe e tire todas as suas dúvidas a respeito do tema!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.