Qual é o salário do formado em Direito?

quanto ganha um advogado

Já reparou quanta coisa envolve a escolha de uma profissão? Para quem tem curiosidade pela advocacia, vale reparar nas atribuições do profissional no mercado, vagas disponíveis e também o salário em Direito. Tudo isso ajuda a entender se a carreira realmente é o que espera e se você tem o perfil necessário para se dar bem.

Para que não haja mais nenhuma dúvida em, pelo menos, um desses segmentos, preparamos este post com o salário do formado no curso de Direito. Continue a leitura e saiba o que esperar do futuro ao seguir esse caminho!

YouTube video

Quanto ganha um formado em Direito?

O salário do advogado em um cargo generalista tem a média de R$ 4.466,00*. Mas saiba que esse valor pode chegar a R$ 10.874,23* facilmente, a depender de certos fatores. Um deles é o nível de especialização do profissional. Veja um exemplo de remunerações em empresas de médio porte:

  • júnior: R$ 4.787,90*;
  • pleno: R$ 5.111,91*;
  • sênior: R$ 6.348,16*.

O quanto se ganha em Direito nos diferentes estados brasileiros também varia. Entre as três maiores médias salariais, podemos listar São Paulo, com R$ 5.491,55*; Rio de Janeiro, com R$ 5.281,10*; e o Distrito Federal, em que o valor chega a R$ 6.356,35*.

Onde está a diferença entre os diferentes cargos e salários?

CargoMenor salárioSalário médioO que faz
Advogado trabalhistaR$ 5.538,30R$ 5.813,34responsável pela garantia de direitos em processos judiciais que envolvem questões trabalhistas, pode trabalhar para a defesa do empregado ou da empresa empregadora.
Advogado cívelR$ 4.818,32R$ 5.057,60manter o equilíbrio das relações entre as Pessoas Físicas (PF) e jurídicas (PJ), considerando os direitos e deveres de cada uma no Código Civil, na elaboração de contratos cíveis, divórcio, divisão de bens, adoção e tutela.
Advogado criminalistaR$ 3.795,07R$ 3.983,54defende pessoas acusadas de cometer algum crime, reunindo contraprovas para a defesa do seu cliente, fazendo pedido de liberdade, progressão de pena e entrando com os recursos.
Promotor de justiçaR$ 10.000,00R$ 30.185,00agente do Ministério Público, o seu interesse maior é fazer valer a lei em prol dos interesses coletivos da sociedade com a participação de audiências públicas, fiscalização das atividades policiais e do sistema prisional.
Defensor públicoR$ 4.549,00R$ 4.774,91dar assistência jurídica a pessoas que não têm condições financeiras ao elaborar defesas em processos jurídicos, participar de audiências e cumprir burocracias legais.
Delegado de PolíciaR$ 2.914,97R$ 3.059,73o maior responsável por uma delegacia, conduz investigações criminais, solicita medidas protetivas a juízes, media conflitos e administra a delegacia.
Advogado tributaristaR$ 5.636,66R$ 5.916,58cuida de questões relacionadas ao pagamento de impostos e tributos. A atuação pode ser estratégica para que uma pessoa ou empresa evite conflitos com órgãos fiscalizadores e até consiga diminuir os seus custos com impostos.
JuizR$ 17.000,00R$ 33.000,00 também chamado de magistrado, soluciona conflitos de interesses entre as partes envolvidas em um processo. Um juiz pode atuar em várias divisões internas do Poder Judiciário.
DesembargadorR$ 30.400,00* (variando de acordo com concursos públicos)R$ 48.500,00o desembargador é um juiz que lida com questões processuais, utilizando dos conhecimentos em Direito, atua em tribunais de segunda instância, enquanto a maioria dos outros juízes trabalha nos tribunais de primeira instância.
Advogado empresarialR$ 6.410,79R$ 6.729,15profissional responsável por cuidar das regularizações e demandas jurídicas de uma ou mais empresas, garantindo que as atividades do seu cliente estejam em conformidade com as legislações.

Qual é a área do Direito que dá mais dinheiro?

A profissão dos advogados é muito ampla, o que faz com que haja uma infinidade de áreas de atuação. Sendo assim, só faz sentido falar em média salarial se a dividirmos por cada um desses segmentos. Abaixo, os valores estão organizados em ordem decrescente:

  • Compliance Jurídico: R$ 11.752,36*;
  • Direito Ambiental: R$ 7.278,95*;
  • Direito Internacional: R$ 7.278,95*;
  • Direito Desportivo: R$ 7.278,95*;
  • Direito Empresarial: R$ 6.322,10*;
  • Direito Trabalhista: R$ 5.756,21*;
  • Direito Penal: R$ 4.566,32*;
  • Direito Civil: R$ 4.397,99*.

Para conseguir vagas com salários parecidos a esses, você vai precisar saber muito mais do que as teorias e práticas da profissão. Investir no networking é essencial, tendo em vista que o Direito envolve negociações, comunicação interpessoal e outras qualidades que você pode aprimorar.

Mais adiante neste conteúdo, você confere como alavancar a carreira em Direito e criar a sua imagem profissional no mercado.

Quais tipos de advogados ganham mais?

Colocando à parte a média salarial por área do Direito, podemos falar também em médias salariais por tipos de atuação. O advogado com mais possibilidade de ganhos, em tese, seria o autônomo. Para ele, não há limite de lucros nem restrição salarial de categoria.

Depois dele, as melhores carreiras estão nas áreas públicas. Isso inclui o juiz, claro, mas também toda uma gama de profissões que empregam advogados. Só para citar algumas que você não imaginaria, temos os diplomatas que usam os conhecimentos em Direito Internacional para defender os interesses dos países.

Na sequência, vêm os advogados de setores privados. Aqui, a lista é enorme: temos os consultores jurídicos, auditores e também os profissionais especializados em Direito Ambiental que auxiliam as companhias a se adequarem a normas cada vez mais rígidas.

Quem é formado em Direito faz o quê?

Como já demonstramos, os advogados têm uma área de atuação muito ampla, assim como é a sua formação. Eles podem atuar nos já conhecidos escritórios de advocacia, nas empresas públicas ou privadas, montar seu próprio escritório ou seguir carreira autônoma.

Nessas muitas áreas, exercem papel de consultoria, advocacia propriamente dita, podem atuar como procuradores, promotores ou especializarem-se. Por ingresso em concurso público, estão disponíveis as vagas de escrivão, delegado e promotor de justiça.

Qual é o salário de advogado no exterior?

Assim como acontece por aqui, são diversas as áreas do Direito em alta que precisam de profissionais no exterior. Mas vamos tomar como exemplo os valores anunciados pelo mercado de BigLaw dos Estados Unidos, envolvendo empresas como MilBank, Hueston Hennigan, Tweed e Hadley & McCloy.

Em companhias como essas, um iniciante chega a ganhar US$ 1.296 por mês –– valor que quase alcança os R$ 7 mil na conversão atual*.

Isso equivale a US$ 8,10 por hora de trabalho. São números impressionantes, não acha? Ainda mais quando comparamos com o salário inicial de um advogado do Direito Civil brasileiro: o piso está em R$ 4.014,00*. Mas não para por aí: há quem receba US$ 15 mil por mês (cerca de R$ 80 mil) nos EUA, a depender de seu nível de qualificação e tempo de casa.

Se seus olhos já brilharam, saiba que não é tão fácil assim receber toda essa remuneração. Mesmo com o diploma em uma faculdade de excelência do Brasil, alguns estados americanos exigem uma nova graduação por lá ou o mestrado para atuar. Também há a prova da American Bar Association –– equivalente à OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

Quanto ganha um profissional de direito no setor público?

Pode ser que você queira saber quanto ganha um formado em Direito Público. Se for o seu caso, saiba que também há ramificações desse trabalho. Veja alguns exemplos, seguidos de suas médias salariais:

  • Escrivão: R$ 4.743,00*.
  • Procurador: R$ 5.320,00*;
  • Analista Judiciário: R$ 8.501,00*;
  • Delegado: R$ 15 mil*;
  • Juiz: R$ 27.500,00*;
  • Promotor de Justiça: R$ 30 mil*.

Vale lembrar que muitos desses salários mencionados ainda podem ter alguns acréscimos referentes às bonificações, como auxílio-moradia, alimentação, etc. Em alguns casos, os valores chegam a dobrar.

Como está o mercado de trabalho de Direito?

Para saber tudo sobre o curso de Direito antes de seguir adiante com a ideia de carreira, nada melhor que entender o mercado para o profissional, certo? Só pelo salário já dá para ver que o advogado é bastante requisitado em diversas áreas. A tendência é que novas oportunidades continuem surgindo.

Lei de Proteção de Dados

Tome como exemplo a LGPD –– que é a Lei Geral de Proteção de Dados —, criada para dar mais privacidade às pessoas e regulamentar o uso das informações coletadas, armazenadas e manipuladas pelas empresas. Para que as organizações não paguem multas milionárias, precisam contar com um especialista na área.

Áreas relacionadas à tecnologia

Direito e tecnologia tendem a se tornar uma parceria de sucesso para transformar a atuação dos advogados. Agora, eles têm mais precisão e autonomia para conduzir casos e estudos. Isso sem falar na possibilidade de empreender em diversas áreas.

De acordo com Mário da Costa, presidente da Associação dos Advogados de São Paulo, as oportunidades de trabalho para o bacharel em Direito são bem amplas.

Segundo ele, “O leque de possibilidades é enorme e os desafios correspondem a todas essas possibilidades. Uma vez formado, ele poderá optar por um concurso público nas mais diversas carreiras, como delegado, promotor, magistrado, ou também na área privada, onde temos todas as situações em que se demanda o auxílio de um bacharel, não digo nem advogado, mas bacharel porque ele pode nem mesmo prestar o Exame de Ordem para desempenhar certas funções. O bacharel pode inclusive atuar como paralegal, tem muitos bacharéis que atuam como excelentes paralegais, de modo que de fato o leque de atuação é enorme.”

Além disso, o Bacharelado em Direito é tradicional e continua em evidência para quem está em busca de uma graduação de excelência. Existem algumas características que o profissional pode desenvolver para se destacar na carreira.

Segundo Mário da Costa, “É difícil falar em perfil ideal para ser advogado, pois o bacharelado abre um leque de oportunidades enorme. Eu costumo dizer que o direito deveria ser obrigatório para uma série de outras profissões também, mesmo aquelas que já tem algumas matérias jurídicas na sua grade. O curso de direito sempre será útil – a pessoa pode jamais exercer a advocacia ou outra profissão jurídica, mas só o que ela tiver aprendido no curso já lhe será útil para sempre. 

Especificamente para o exercício da advocacia, me parece que deve haver um perfil de busca, não só a busca pela justiça, que é um conceito mais amplo, mas de defesa dos direitos de alguém. Afinal de contas, é isso que um advogado faz. Muitas vezes quando me perguntam o que eu faço ou o que eu sou, ao invés de dizer que sou advogado, eu brinco que sou um pedinte.

Sou um pedinte, afinal de contas eu peço ao julgador, eu peço ao juiz que reconheça o direito do meu cliente. Sou um pedinte representando uma outra pessoa – eu não peço para mim, mas para o outro. Então o perfil que um advogado deva ter se for um advogado de contencioso é nesse sentido, de estar realmente consciente da importância da profissão em que ele irá pedir em nome de outrem; ou se for um advogado consultivo, a consciência de que ele precisará estar muito bem preparado para bem orientar seu cliente a respeito do que for consultado.

Em ambas as áreas, quer no consultivo, quer no contencioso, veja que a responsabilidade por trás é enorme. O perfil que me parece que deva ter é primeiro esse interesse e a consciência de representar alguém, e segundo esse cuidado em sempre estudar, sempre se aprimorar para ser um bom profissional e atuar com absoluta responsabilidade.”

Venha estudar Direito na Anhanguera

Vale lembrar que as empresas estão em busca de profissionais completos, que possam contribuir com seu crescimento. Então, para superar os salários em Direito que vimos neste post, é importante escolher uma instituição de ensino parceira para potencializar seu aprendizado. Nesse cenário, a Anhanguera tem muito a contribuir!

Temos uma infraestrutura moderna, com conteúdos atualizados, e professores altamente capacitados para auxiliar você nesse início de carreira. São formas de ingresso facilitadas, possibilidades de bolsas de estudo para não apertar o orçamento e diferenciais que só se encontra aqui:

  • Aulas Destaque — nesses encontros gratuitos e online, profissionais renomados compartilham suas experiências para complementar o seu aprendizado;
  • Canal Conecta — plataforma de empregabilidade que reúne vagas nas melhores empresas do Brasil. Já pode até preparar o seu currículo para estágio em Direito antes mesmo de ter o diploma em mãos;
  • habilidades digitais — além do estudo em sala de aula, você tem atividades extracurriculares que transformam seu currículo e resultam em destaque na profissão;
  • apoio personalizado — enquanto estudante de Direito, você não tem dificuldade alguma, pois conta com a ajuda de tutores e de professores durante seu desenvolvimento;
  • avaliação continuada — todas as suas atividades recebem um retorno ao longo do curso, para que seu esforço seja recompensado.

Comece a construir sua carreira na Anhanguera!

Como vimos, o salário do formado em Direito é bastante atrativo –– bem superior à média encontrada no país. Mas muito mais do que escolher a carreira pela remuneração, é importante entender se ela atende às suas expectativas profissionais. Se for o caso, lembre-se de investir em uma formação completa, com diferenciais para seu currículo.

Você encontra o que precisa aqui na Anhanguera! Faça a inscrição no vestibular hoje mesmo e desenvolva suas competências para conquistar os melhores salários em Direito do mercado.

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.