Tudo sobre o curso de Direito

estudantes de direito

Não há dúvidas sobre a popularidade do curso de Direito no Brasil. São mais de 1 milhão de advogados¹ em atividade, com seus registros ativos na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). O que faz o Direito ser tão atrativo são as possibilidades de atuação e de remuneração, com propostas interessantes na carreira privada ou pública.

Mas, para uma profissão bem-sucedida, o primeiro passo é fazer um curso superior. Continue a leitura e descubra tudo sobre a faculdade de Direito!

Como funciona a área de Direito?

O Direito é um curso de ensino superior que prepara profissionais para atuar nas áreas jurídicas, estudando a Constituição do país e os processos burocráticos.

Dessa forma, ao longo do curso de graduação, o futuro profissional estuda leis, como elas são interpretadas, cumpridas e aplicadas ao povo pelas entidades públicas.

O bacharel em Direito tem acesso no decorrer do curso a conceitos gerais sobre as leis, decisões judiciais e teorias jurídicas. Com base nesses conhecimentos, pode buscar diversas oportunidades de carreira no setor privado ou público.

Quando falamos do setor privado, é necessário falar sobre a Advocacia, área técnica que defende os interesses das pessoas e empresas, utilizando como base as leis, decisões judiciais e teorias jurídicas.

No entanto, para atuar na área da Advocacia, é necessário que o bacharel se inscreva nos quadros da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Então, pode fazer requerimentos junto à justiça e iniciar medidas legais em favor dos seus atendidos.

Setor privado

Baseado no que falamos acima, entre as possibilidades de atuação na carreira privada, a Advocacia é a mais expressiva, pois a legislação permite que o profissional exerça a direção jurídica em qualquer organização ou atividades de assessoria jurídica.

Para se tornar advogado, é necessário cumprir dois requisitos: o primeiro, concluir a graduação, conquistando o diploma; o segundo, ser aprovado no exame da OAB.

Entretanto, não é necessário ter concluído a graduação para prestar o Exame. O aluno pode fazer a prova a partir do oitavo semestre, ou quarto ano do curso. A prova ocorre duas vezes por ano e não há limite de tentativas.

Caso o aluno conclua a graduação e ainda não esteja aprovado na OAB, é possível iniciar a carreira de analista jurídico.

Esse cargo possibilita adquirir experiências administrativas e jurídicas na prática, por meio de atribuições administrativas em escritórios ou departamentos jurídicos, auxílio de advogados com pesquisas, atendimento ao cliente, entre várias outras funções.

Contudo, o ideal é que a pessoa que sonha em cursar Direito busque por uma faculdade de qualidade, que possibilite conseguir a sua aprovação no exame da OAB.

Assim, seu campo de possibilidades profissionais na área privada será maior, seja como bacharel em Direito, seja como advogado (a).

Setor público

Verdade seja dita: entre os concursos públicos que exigem o diploma do ensino superior, os destinados às áreas do Direito são os mais valorizados.

Os profissionais jurídicos têm grandes possibilidades de conseguir vagas tanto em carreiras públicas com remunerações mais elevadas como naquelas com maior quantidade de vagas. Você vai saber mais sobre isso nos próximos tópicos.

Topo da carreira pública

O sonho de muitas pessoas que decidem estudar Direito é seguir carreira como promotor de justiça, juiz, delegado, defensor público, advogado-geral da União e procurador estadual. São cargos que trazem estabilidade, altos salários e prestígio profissional.

Auxiliares da justiça

O segundo grupo de cargos com concursos públicos oferece mais vagas para bacharéis em Direito atuarem no exercício dos tribunais como analistas judiciários em Direito, escrivães e oficiais de justiça. Além disso, o nível de dificuldade desses concursos é menor que os das carreiras do topo.

Profissões multidisciplinares

Existem também concursos que são destinados a todos os públicos com formação de nível médio, porém, as pessoas que têm a graduação em Direito acabam tendo vantagens na prova. Isso porque, apesar de os cargos serem de nível médio, as questões envolvem Direito Constitucional, Direito Processual Civil e Direito Administrativo.

Além disso, você também precisará estudar a legislação interna do tribunal e Língua Portuguesa, conforme as exigências de cada edital.

Por isso, fique atento a cargos de técnico judiciário, pois os tribunais necessitam de muitos profissionais a cada concurso.

Outras carreiras

As áreas citadas anteriormente são algumas das muitas possibilidades que um bacharel em Direito poderá encontrar no mercado de trabalho ao concluir o curso. Mas saiba que ainda existem muitas outras vagas, caso você não se identifique com o setor público e não queira atuar como advogado. Algumas opções são mediador, professor de ensino superior, consultor e procurador municipal.

Qual é o objetivo da graduação em Direito?

O objetivo da graduação em Direito, como qualquer curso, é formar profissionais para o mercado de trabalho.

A faculdade de Advocacia pertence à área de Humanas e prepara o aluno para atuar em diferentes áreas, como:

  • Direito Civil;
  • Empresarial;
  • Magistratura;
  • Trabalhista;
  • Tributária.

As disciplinas teóricas e práticas e a atuação no Núcleo de Práticas Jurídicas preparam o aluno para atuar na esfera pública ou privada.

Inclusive, o Direito Público costuma ser bastante atrativo, devido às altas remunerações em cargos como procurador, promotor, juiz e defensor público.

Portanto, uma das respostas para a pergunta “por que escolher Direito?” é, certamente, as amplas possibilidades de atuação.

Quais são as principais matérias do curso de Direito?

Com a grade curricular de Direito da Anhanguera, você não tem apenas a formação completa e necessária para ser aprovado no Exame da Ordem, advogar e assumir cargos públicos.

A faculdade de Advocacia tem o cuidado de acrescentar disciplinas como Cultura Digital e Desenvolvimento de Carreira para você se profissionalizar e mandar bem independentemente do caminho que escolher.

Afinal, elas preparam para um mercado moderno e competitivo. Veja as disciplinas que você estuda ao longo da graduação em Direito:

  • Atividades Complementares;
  • Direito Administrativo — Administração Pública;
  • Direito Administrativo — Regime Jurídico Administrativo;
  • Direito Ambiental;
  • Direito Cibernético;
  • Direito Civil — Coisas;
  • Direito Civil — Contratos;
  • Direito Civil — Família;
  • Direito Civil — Obrigações;
  • Direito Civil — Parte Geral;
  • Direito Civil — Sucessões;
  • Direito Coletivo do Trabalho e Tutelas Coletivas;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Econômico e Financeiro;
  • Direito Empresarial e Societário;
  • Direito Individual do Trabalho;
  • Direito Internacional;
  • Direito Penal — Dos Crimes em Espécie;
  • Direito Penal — Teoria das Penas e Execução Penal;
  • Direito Previdenciário;
  • Direito Processual Civil — Conhecimento;
  • Direito Processual Civil — Execução e Cumprimento de Sentença;
  • Direito Processual Civil — Recursos e Tutelas de Causas Repetitivas;
  • Direito Processual do Trabalho;
  • Direito Processual Penal — Procedimentos e Recursos;
  • Direito Tributário — Direito Constitucional Tributário;
  • Direito Tributário — Tributos em Espécie e Processo Tributário;
  • Direitos Humanos, de Inclusão e do Idoso;
  • Ed — Construindo uma Carreira de Sucesso — Direito;
  • Ed — Cultura Digital;
  • Ed — Desenvolvimento de Carreira;
  • Ed — Design Thinking;
  • Ed — Empreendedorismo;
  • Ed — Empregabilidade;
  • Ed — Marketing Digital;
  • Ed — Mindset Ágil;
  • Ed — Projeto de Vida;
  • Ed — Responsabilidade Social;
  • Estágio Supervisionado — Prática Jurídica I;
  • Estágio Supervisionado — Prática Jurídica II;
  • Estágio Supervisionado — Prática Jurídica III;
  • Estágio Supervisionado — Prática Jurídica IV;
  • Ética Profissional em Direito e Processo Judicial Eletrônico;
  • Filosofia e Sociologia do Direito;
  • Fundamentos Históricos e Introdução ao Estudo do Direito;
  • Modelo Multiportas e Meios Integradores de Resolução de Conflitos;
  • Optativa I;
  • Optativa II;
  • Psicologia Aplicada Ao Direito;
  • Responsabilidade Civil e Direito do Consumidor;
  • Sociedade Brasileira e Cidadania;
  • Teoria da Argumentação Jurídica;
  • Teoria Geral do Direito Constitucional;
  • Teoria Geral do Processo;
  • Teoria Jurídica do Direito Penal;
  • Títulos de Crédito e Recuperação e Falência de Empresas;
  • Trabalho de Conclusão de Curso I;
  • Trabalho de Conclusão de Curso II.

Qual é a duração da faculdade de Direito?

A formação do bacharel em Direito tem duração de 10 semestres, ou seja, 5 anos. Após conquistar o diploma, o novo profissional deve ficar atento ao calendário da OAB e prestar o exame da Ordem para poder atuar na profissão.

Geralmente, são aplicadas três tentativas por ano para receber a carteirinha da Ordem dos Advogados do Brasil.

O Exame é realizado em duas etapas, como forma de filtrar os profissionais que chegam ao mercado e de comprovar que estão aptos a atuar profissionalmente.

Dependendo da dificuldade do aluno em conquistar a aprovação, pode ser necessário fazer cursinho para relembrar as matérias e aprender macetes para resolver a prova.

Em que modalidades o curso de Direito é oferecido?

O curso de Direito é um dos poucos que é oferecido somente na modalidade presencial, não existindo o EAD no Brasil.

Entretanto, escolher essa área significa ser um eterno estudante de Direito, pois o curso exige atualização constante.

Nesse caso, você encontra diversas opções de especializações e de cursos de extensão para a área que podem ser oferecidos EAD.

Independentemente da graduação ou da pós, certifique-se de que ambas são autorizados pelo MEC (Ministério da Educação).

Qual é o preço da faculdade de Direito?

Na Anhanguera, você encontra mensalidades no curso de Direito a partir de R$ 479,00*, mas o valor pode variar de acordo com as bolsas e descontos concedidos pela Anhanguera. Alguns exemplos são:

  • bolsa Enem (Exame Nacional do Ensino Médio);
  • desconto pontualidade;
  • matrícula antecipada;
  • bolsa incentivo;
  • desconto pontualidade;
  • Amigo Vale-Prêmio.

Como está o mercado de Direito no Brasil?

Já deu pra perceber que ao investir na carreira do Direito existem grandes possibilidades promissoras.

Pensando nisso, vamos abordar as principais características do mercado de trabalho para esses profissionais no Brasil.

Setor público

Anteriormente, falamos sobre os concursos públicos como carreira, já que eles oferecem vagas diretas e formam cadastros de reservas para preenchimento, de acordo com a necessidade do órgão público quando os servidores deixam seus cargos.

Como o cadastro de reserva tem a validade por no máximo 4 anos, essas oportunidades estão sempre sendo anunciadas em editais.

Oportunidade de boas remunerações

Mesmo ocupando cargos no início da carreira, já é possível obter um bom salário. No setor privado, por exemplo, a média salarial do advogado está entre R$ 2.518,00* e R$ 5.282,00*, dependendo do nível de experiência e qualificações.

No setor público, baseando nos concursos recentes para o Tribunal de Justiça de São Paulo e Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, o técnico judiciário tem salários na faixa de R$ 4.981,71* e R$ 3.870,00*.

Ótima empregabilidade

Mesmo que alguns advogados prefiram trabalhar como autônomos, como associados ou em parceria, existe ainda a possibilidade de trabalhar com carteira assinada, prestando serviços a uma organização, e essas oportunidades estão em crescimento.

Segundo o CAGED, foram contratados 19.608** advogados com carteira de trabalho assinada de janeiro a novembro de 2021. Chegando a um saldo final (admissões menos demissões) em 4.182** profissionais.

A maior parte das vagas ofertadas são de empresas para cargos de consultor jurídico e advogado especialista em Direito empresarial.

Excelente espaço profissional para as mulheres

A carreira profissional em Direito tem sido muito buscada por mulheres. De acordo com o quadro da advocacia publicado pela OAB, a quantidade de profissionais do sexo feminino já supera a quantidade de profissionais do sexo masculino. Além disso, 64% das vagas mencionadas acima foram ocupadas por mulheres.

Empreendedorismo na advocacia

Outra possibilidade que existe no mercado jurídico para os bacharéis em Direito é a de empreender, já que é possível iniciar a carreira profissional por conta própria.

É comum que ao concluírem a graduação e se certificarem junto a OAB os advogados se juntem e montem sociedades para abrir escritórios próprios.

Quais são as tendências para Direito?

Com as mudanças da sociedade e o surgimento de novas profissões, empresas, meios de comunicação etc., também surgem novas tendências para o Direito. Isso permite que o profissional tenha amplas possibilidades de trabalhar e obter altíssimos salários.

Dentro dos conhecimentos gerais do Direito, os mais comuns envolvem o Direito Público e o Direito Privado, e deles surgem distribuições de setores jurídicos mais específicos, como Direito Marítimo e Direito da Moda, por exemplo.

Confira abaixo algumas dessas novidades.

Direito Público

Geralmente, quando uma pessoa sonha em cursar Direito para trabalhar no setor público, ela foca em determinadas disciplinas que são específicas para esse tipo de concurso.

São elas: Direito Processual Civil, Direito Processual Penal, Direito Administrativo, Direito Constitucional. Por isso, o Direito Público é um setor que, quase sempre, está em alta.

Direito Administrativo

Dentre as áreas da advocacia, o Direito Administrativo pode ser destacado como um setor crescente, pois está sempre se movimentando e recebendo novas leis. Veja alguns exemplos:

  • Nova Lei de Licitações;
  • Marco do Saneamento Básico;
  • Lei de Improbidade.

Para quem vai ingressar no curso de Direito, essas mudanças nas áreas do Direito são uma boa notícia.

O acadêmico aprende o conteúdo atualizado na faculdade, ao passo que quem já se formou e está ativo no mercado terá de se atualizar e se reciclar profissionalmente.

Dessa forma, você, como estudante, acaba tendo maiores possibilidades de se destacar no mercado de trabalho.

Direito Digital

Com o crescimento dos serviços digitais — como redes sociais, compras online, uso de aplicativos, entre outros — acaba surgindo também a necessidade por leis que regulamentem esse uso. Por isso, esse ramo cresce junto com a sua importância.

Além disso, sempre que surge algo novo, acabam aparecendo dúvidas sobre a interpretação e o cumprimento das normas. Com isso, surgem também novas oportunidades judiciais e de consultoria para o advogado.

Direito de Família e Sucessões

O Direito de Família e Sucessões sempre foi uma área jurídica muito requisitada e com boas oportunidades. Entretanto, nos últimos anos, as oportunidades de trabalhar fora de processos judiciais tradicionais vêm aumentando.

Há a possibilidade de fazer divórcios, extinção de união estável e divisão de bens dos falecidos entre os herdeiros em cartório, assim como uma série de procedimentos amigáveis para solucionar disputas, como justiça restaurativa, conciliação, mediação e negociação.

Responsabilidade Civil

A Responsabilidade Civil é responsável pelo reparo de danos causados às pessoas, por exemplo, se alguém é ofendido, tem o nome injustamente negativado nos órgãos de proteção do crédito ou sofre prejuízo com o descumprimento de um contrato.

Essa área jurídica é bastante promissora e garante altíssimas remunerações, já que o advogado tem a possibilidade de receber uma porcentagem sobre a indenização recebida no processo.

Quais são as principais atuações em Direito?

Confira as principais áreas do Direito em que você poderá atuar como advogado.

Direito Civil

O advogado civil atua junto a obrigações legais e normas regulamentadoras, seja de pessoas físicas, ou de pessoas jurídicas. Alguns exemplos de trabalho do advogado civil são ações de despejo, direitos do trabalhador e direitos do comércio.

De acordo com o site Glassdoor, a média inicial do salário do advogado civil é de R$ 4.000,00*, podendo variar dependendo da situação.

Direito Ambiental

Como o próprio nome sugere, o Advogado Ambiental atua em prol do meio ambiente nas questões que envolvem licenciamento ambiental, leis contra poluição e controle de poluentes, além de prestar consultorias ambientalistas, fazer o assessoramento de prefeituras, atuar com certificações ambientais, participar de auditorias de assuntos ambientais e mediar conflitos relacionados ao meio ambiente.

Segundo o site Glassdoor, o salário médio de um advogado ambiental é de R$ 8.723,00*.

Direito Empresarial

O advogado empresarial atua juntamente com as organizações, visando o bom relacionamento entre mercado, sociedade, empresa, empresários, clientes e fornecedores.

Quanto à remuneração, segundo o site Vagas.com, o salário médio do advogado empresarial é de R$ 6.260,00*.

Direito do Consumidor

Este profissional atua em defesa dos consumidores que de alguma maneira são lesados por empresas de comércio.

Segundo o site Salario.com, a média salarial do advogado do consumidor é de R$ 5.784,00*, variando até R$ 12.519,00*. Lembrando que especializações e a empresa de atuação interferem nesse valor.

Direito Contratual

O advogado contratual atua em toda a construção e estratégia dos contratos, auxiliando na descrição dos envolvidos, prazos, direitos e deveres e pontos de negociação, sendo possível trabalhar como funcionário de empresas, autônomo ou prestando consultorias.

A média salarial do graduado em Direito Contratual é de R$ 4.889,00, chegando a R$ 11.635,00*.

Direito Penal

O advogado penal ou criminalista atuará defendendo os seus clientes das acusações que receberam ou ajudando o seu cliente na acusação de outras pessoas. Esse profissional é muito parecido com o que normalmente é mostrado em filmes e séries.

Quanto à média salarial, esta varia bastante, dependendo da atuação do profissional, se tem um escritório próprio ou se é funcionário e, ainda, se atua no setor público ou privado. Porém, o salário inicial do advogado penal é de, em média, R$ 4.038,00*.

Direito trabalhista

Este profissional atua nas relações de trabalho em regime da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), podendo ter como cliente o trabalhador ou o empregador. O salário médio do advogado trabalhista é de R$ 6.344,00*.

Como ingressar no mercado de Direito?

Se você já está certo de que quer seguir carreira nas áreas do Direito, é importante que comece a se preparar para o vestibular o quanto antes.

Nesse momento, você vai enfrentar alguns obstáculos difíceis, mas não impossíveis de serem vencidos, como a concorrência por uma vaga em um dos cursos mais pretendidos do país.

Além de estudar bastante, é importante considerar algumas alternativas que podem diminuir essa concorrência.

A primeira é saber que faculdades particulares possuem ótima qualidade de ensino e de infraestrutura, inclusive estando presentes em regiões afastadas das grandes capitais. A segunda é organizar os estudos com antecedência.

Normalmente, o vestibular de Direito é composto por uma redação de tema indicado, além de questões objetivas de múltipla escolha, mas isso pode variar, de acordo com a Instituição de Ensino Superior.

Portanto, se a escrita ainda é um desafio para você, comece a treinar redação nos vários estilos existentes com antecedência.

Como se matricular na graduação de Direito?

Antes de se matricular na faculdade de Direito, é necessário escolher a faculdade onde deseja estudar e verificar o polo ou a unidade mais acessível para a sua rotina.

Depois, é necessário ficar de olho no calendário, uma vez que cada unidade estabelece as datas de acordo com as suas necessidades.

Para facilitar o processo, você pode realizar a inscrição para o vestibular de Direito online. Nesse momento, escolha se deseja marcar o dia e o horário para fazer a prova no polo em que vai estudar, ou se prefere fazer o processo online.

As orientações são todas fornecidas no próprio portal. Após receber a sua aprovação, basta levar os documentos para efetuar a matrícula e esperar o primeiro dia de aula.

Agora é com você!

Direito é a sua praia? As informações aqui trouxeram essa certeza para o seu futuro? Está fazendo uma ótima escolha! Tenha em mente que essa é uma profissão na qual você deve se manter em atualização. Invista na carreira e projete voos cada vez mais altos.

O primeiro passo está no vestibular. Faça sua inscrição na Anhanguera.

*Valor sujeito a alteração.

**Número sujeito a alteração.

Referências

¹Conjur

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.6 / 5. Número de votos: 160

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.