7 livros para ler e se preparar para o Enem

estudante lendo livro

Você sabia que pensamento crítico e boa comunicação estão entre as habilidades profissionais mais requisitadas no mercado? E é possível começar a desenvolvê-las ainda antes de entrar na faculdade! Mas como?

É preciso buscar maneiras diferenciadas de se preparar para conseguir uma nota mínima no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) se quiser entrar na faculdade ou ter uma boa pontuação nas provas de vestibular. Ao mesmo tempo, você deve garantir a construção de uma sólida bagagem cultural. Afinal, sua formação começa agora!

A geração dos millennials pode contar com diversas técnicas de estudo modernas, com podcasts e aplicativos, e os livros do Enem.

Neste post, vamos dar dicas sobre como estudar para o Enem a partir de livros, que são grandes auxiliadores devido à sua recorrente aparição nos exames. Além disso, eles trazem conhecimentos que não são encontrados em outras fontes. Lembre-se de que você pode usar a nota do Enem para entrar em faculdades particulares também, até em substituição ao vestibular.

Para conseguir bons resultados e começar a construir sua bagagem cultural, continue neste post que nós preparamos aqui na Anhanguera. Conheça agora quais livros caem no Enem e que não podem ficar de fora da sua lista!

Vidas secas

Graciliano Ramos é o autor de Vidas secas, clássico romance modernista da segunda geração publicado em 1938. O enredo traz a história de uma família de retirantes nordestinos: Sinha Vitória, Bibiano, os dois filhos e a cachorra Baleia.

Nessa narrativa, com linguagem regionalista e senso sociológico, o autor trata dos problemas dos personagens e visita o ponto de vista de cada um — inclusive, tem um capítulo narrado do ponto de vista de Baleia.

Outros romances de Graciliano mantêm a mesma qualidade de Vidas secas, como São Bernardo e Angústia.

Da mesma Geração de 30, vale a pena conhecer também as obras de José Lins do Rego, Jorge Amado e Erico Verissimo.

A hora da estrela

Em A hora da estrela (1977), obra que já foi adaptada para o cinema, Clarice Lispector dá voz a um narrador, Rodrigo S. M., que conta a história de Macabéa, uma alagoana que foi para o Rio de Janeiro depois da morte da tia, em busca de emprego e de melhores condições de vida.

Macabéa era uma moça simples, ingênua, que se formou em datilografia e trabalhava em um escritório. Vivia cheia de sonhos, até conhecer seu namorado, Olímpio, que a troca por sua colega de trabalho.

A protagonista vai, então, consultar uma cartomante, que lhe prevê uma vida maravilhosa. Essa é a grande ironia da obra, já que Macabéa é atropelada ao sair da casa da cartomante. Porém, ao longo do texto, a autora trata de temas filosóficos e existenciais.

Conhecer a obra de Clarice é imprescindível para todos os estudantes. A autora é conhecida por desenvolver o romance psicológico e pela epifania de seus contos, como os clássicos Laços de família, Felicidade clandestina e Amor.

Quarto de despejo: diário de uma favelada

Carolina de Jesus é a autora de Quarto de despejo. Trata-se das memórias de uma escritora negra e favelada, que estudou somente até o segundo ano do ensino fundamental. Carolina era catadora de papéis, e era nesse material que ela rascunhava seu diário, que foi publicado em 1960 e ganhou tradução em mais de 14 idiomas.

Ali estavam os registros da comunidade em que vivia, com suas dores, aflições e necessidades. A linguagem é objetiva, direta e, acima de tudo, rica por mostrar as marcas de oralidade.

Contos de Machado de Assis

Entre os livros para ler para o Enem, esse talvez seja o do autor brasileiro mais famoso da História. Os contos de Machado de Assis, assim como romances e crônicas, são reconhecidos internacionalmente pelos seus recursos linguísticos, pela ironia com que trabalha os temas e pela riqueza e profundidade das personagens.

Podemos destacar os contos:

  • Missa do Galo;
  • A cartomante;
  • Conto de escola;
  • Uns braços;
  • A carteira.

Não deixe de ler também alguns dos romances de Machado, como Dom Casmurro e Memórias póstumas de Brás Cubas.

Redação excelente! Para Enem e vestibulares

Livros sobre técnicas de redação e atualidades são bons companheiros para candidatos ao Enem e também para depois da formatura, se forem prestar concurso na área de Direito, por exemplo.

Evitar vícios de linguagem, organizar a estrutura textual e tudo mais que envolve uma boa redação são tópicos que devem estar incluídos quando o estudante organiza o que estudar para o vestibular.

Nesse sentido, livros como Redação excelente!, de Andrea Ramal, são muito procurados pelos candidatos para o cuidado na hora de escrever o texto e garantir uma boa nota na prova de redação. Essas obras também auxiliam na compreensão e interpretação de textos.

Guia do estudante: atualidades

O Guia do estudante (GE) é referência para quem está no período pré-Enem e vestibulares. Ele é publicado anualmente com informações e dicas sobre essas provas.

Já a edição especial sobre Atualidades também reúne informações importantes para os alunos, discutindo temas cada vez mais cobrados nos exames. O GE Atualidades abrange questões nacionais e internacionais e discute fatos relacionados à política, religião, meio ambiente, discriminação e muito mais. Veja alguns:

  • 2019 — 17 objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU (Organização das Nações Unidas);
  • 2018 — Crise sem fim: a República sem rumo, sobre a Operação Lava Jato;
  • 2017 — Intolerância: a escalada da homofobia.

Superdicas para ler e interpretar textos no Enem

Superdicas é uma coletânea da Editora Saraiva. Nesse volume, o autor de livros didáticos Willian Cereja e a professora Ciley Neto apresentam, em pequenos capítulos, exemplos de textos e técnicas de interpretação de gráficos, tabelas, poemas, cartuns e vários outros gêneros cobrados no Enem — tanto na prova de Linguagens quanto nas demais.

O livro pode ser lido na íntegra ou consultado em caso de dúvidas específicas. Vale a pena também conhecer o volume 2 e outros títulos do projeto:

  • Superdicas para escrever uma redação nota 1000 no Enem;
  • Superdicas para manter seu português em ordem.

Muitas vezes, durante a preparação para o Enem, os estudantes têm que estudar no fim de semana para dar conta de todo o conteúdo. E saiba que é possível fazer isso pelo celular ou tablet, usando apps como Kindle ou acessando gratuitamente obras de domínio público.

Além de servirem para interpretar questões de provas, os conteúdos são clássicos da literatura que valem a pena ser conhecidos por estudantes de todas as áreas, como forma de enriquecimento cultural. Não deixe de ler os principais livros para o Enem que listamos aqui. E se você estiver se preparando para o Enem Digital ou para o vestibular no modelo tradicional, pode contar com o apoio da Trilha do Enem.

Quando estiver pronto para começar a graduação, estamos aguardando sua inscrição em nosso vestibular online ou tradicional!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content