7 técnicas de estudo que vão transformar sua rotina

estudante conferindo técnicas de estudo

Antes de definir as melhores técnicas de estudo para você, é importante entender se você é visual, auditivo ou cinestésico.

Pessoas visuais têm nas imagens o grande recurso para fixação do aprendizado, de forma que gráficos, fórmulas e diagramas facilitam a vida delas. O perfil auditivo memoriza melhor os conteúdos quando eles estão em formato de áudio, mas é importante que ruídos não atrapalhem o processo.

Já as pessoas cinestésicas utilizam muito o tato durante os estudos, priorizando situações práticas. Nesse caso, o que estimula o aprendizado é tocar, montar, desmontar e mover coisas.

Conhecer os diferentes dos tipos de aprendizado é fundamental ao escolher as técnicas de estudo mais eficientes para você. Neste post, você vai entender como estudar sozinho com a ajuda de vários recursos eficientes! Vamos lá?

Resumos e fichamentos

Quem precisa conciliar trabalho e estudo pode investir nos resumos e nos fichamentos, pois ajudam a fixar a leitura por meio da ideia principal do texto. A técnica garante que você não vai esquecer o que leu em um curto espaço de tempo, além de tornar a atividade mais produtiva.

Outra vantagem dos resumos e dos fichamentos é que você terá um material de consulta no futuro. Após ler o conteúdo quantas vezes for necessário, marque os tópicos mais importantes. Também é possível anotar algumas palavras-chave sobre o assunto, o que ajuda a se organizar antes de começar a escrever.

Depois, registre as ideias principais e tudo o que você entendeu sobre o assunto com as suas palavras.

Cartões de memória

A lógica de funcionamento dos cartões de memória é que a visualização constante das cartas ajude seu cérebro a sempre lembrar aquele assunto. Outro ponto importante é que isso faz a sua mente trabalhar de forma ativa.

Os cartões podem ser confeccionados rapidamente e aumentam a sua capacidade de memorização. Para aplicar a técnica, você pode formular questões sobre determinado tema, anotar palavras-chave e frases, fazer desenhos ou usar qualquer outro método que tenha relação com o assunto estudado.

Você deve fazer as cartas à medida que está estudando ou assistindo às aulas. Todos os dias, revise os cartões por cerca de 5 minutos.

Mapas mentais e conceituais

Se você é mais visual e vai estudar para o vestibular aqui da Anhanguera, por exemplo, pode aproveitar os benefícios dos mapas mentais e conceituais para auxiliar no processo argumentativo da redação. O método facilita a compreensão e a solução de problemas, o que melhora a fixação do conteúdo e aumenta o aprendizado.

O mapa mental também impulsiona a produtividade, torna o estudo mais atraente e é fácil de ser estruturado. Ele funciona como uma representação livre de pensamentos e de observações que se ramificam a partir de um conceito central.

A parte centralizada pode ter uma palavra-chave ou uma imagem. Utilize cores, linhas curvas, desenhos e formas para deixar seu mapa mental e conceitual mais atraente e interessante. Isso ajuda a fixar os conceitos mais facilmente.

Elaboração de exercícios

Essa é uma das melhores estratégias de estudo para quem não sabe como estudar sozinho. Quem vai prestar Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) como forma de ingresso na faculdade também deve apostar na resolução de exercícios. Esse método é eficiente e ajuda a se preparar muito bem para a prova.

Ao responder às questões, você testa o seu conhecimento e reavalia o plano de estudos, a fim de melhorar o desempenho. Procure solucionar exercícios de níveis variados de dificuldade, pois isso é fundamental para absorver melhor o conhecimento.

Você pode buscar por questões na internet ou aproveitar um momento de estudo em grupo para elaborar as próprias perguntas às quais todos devem responder. A Trilha do Enem também oferece simulados e videoaulas que permitem estudar em diversos dispositivos.

Diários de estudos

Os diários de estudo são ótimas formas de avaliar o rendimento do seu aprendizado, além de forçar o cérebro a lembrar dos conteúdos. Essa técnica é diferente das anotações, pois o registro deve ser feito sem consulta ao material didático, como uma maneira de relembrar o que foi estudado e registrar facilidades e dificuldades.

Assim como outras técnicas de estudos para o Enem, o diário não pode ser feito e abandonado. É importante revisar periodicamente o que você escreveu com o objetivo de orientar os próximos dias de estudo e consolidar os pontos de maior dificuldade.

Gravação de podcasts

Uma boa opção para quem é mais auditivo é a gravação de áudios. Se você fixa melhor o que escutou, pode utilizar um dispositivo que funcione como gravador a fim de registrar a sua própria exposição oral sobre algum assunto.

Falar o conteúdo em voz alta já é uma excelente forma de aprender. Depois, ouça suas explicações diversas vezes. Aproveite os intervalos entre as suas atividades de rotina ou o momento em que está no trânsito para isso.

Outra dica é ouvir podcasts sobre os assuntos que você está estudando. Existem muitas opções disponíveis gratuitamente na internet que ajudam a entender alguns temas por meio de uma explicação simples.

Autoexplicação

A autoexplicação valoriza as dúvidas que surgem durante a leitura. A técnica consiste em refletir sobre cada informação e tentar explicar o conteúdo para si mesmo. Para facilitar a tarefa, é possível grifar, escrever, usar outros materiais de estudo e até falar sozinho.

Por ser considerada uma leitura interativa, a autoexplicação vai além de uma simples olhada no material. A ferramenta é benéfica para evitar que você decore a matéria sem entender os conceitos ou sem absorver o conhecimento.

Essa técnica também pode ser muito útil também quando você estiver na faculdade e precisar apresentar um trabalho acadêmico.

Além de investir em técnicas de estudo, quem precisa estudar para o vestibular com mais foco e atenção pode utilizar metodologias de produtividade a fim de melhorar os resultados. O método Pomodoro e o Getting Things Done (GTD) são boas opções a quem deseja otimizar o tempo e aprender ainda mais.

Gostou de conhecer as estratégias de estudo que separamos para você? Então, compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais. Assim, seus amigos também se preparam da melhor forma para o vestibular!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 11

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.