Faculdade de Música: Descubra se esse curso tem harmonia contigo

Rapaz tocando teclado em estúdio

A Faculdade de Música combina teoria musical, prática instrumental e experiências enriquecedoras em diversos estilos e gêneros. 

Ao longo do programa, os alunos têm a oportunidade de aprofundar seus conhecimentos em composição, história da música e técnicas de performance. 

Se você busca uma educação que harmonize com sua paixão pela expressão artística e sonora, a Faculdade de Música pode ser a escolha perfeita para afinar seus talentos e alcançar novas alturas no mundo da música.

Como é o curso de Música? 

O curso de Música abrange uma variedade de disciplinas que inclui componentes teóricos, práticos e históricos da música. Os alunos estudam teoria musical, harmonia, análise musical, composição, arranjo, performance instrumental ou vocal, história da música e educação musical. 

A experiência prática, seja por meio de estágios, projetos de pesquisa ou recitais, é muitas vezes uma parte integral do curso. O objetivo é desenvolver não apenas as habilidades técnicas dos alunos, mas também sua compreensão crítica e apreciação pela diversidade da música ao longo do tempo e em diferentes culturas. 

Além disso, alguns programas de música podem oferecer oportunidades para participar de grupos musicais, como bandas, coros e orquestras, permitindo que os alunos apliquem o que aprenderam em performances ao vivo. 

E no caso dos cursos de licenciatura em Música, uma parte significativa da carga horária é dedicada a disciplinas de cunho pedagógico, voltadas às técnicas de ensino, teorias de aprendizagem, didática, etc. 

É importante ressaltar que a estrutura do curso pode variar significativamente entre instituições, e cada programa pode ter seus próprios enfoques e ênfases específicas. 

Mulher e dois homens cantando em estúdio
Performance vocal é um dos temas estudados em música

Quais os tipos de Graduação em Música?

A graduação em Música é oferecida pelas instituições de ensino no tipo Bacharelado e Licenciatura.

Bacharelado em Música

O Bacharelado em Música é um curso universitário que oferece uma formação abrangente nas áreas teóricas e práticas da música.

Normalmente com duração de quatro anos, o programa é projetado para desenvolver as habilidades musicais dos estudantes em várias dimensões. Os alunos geralmente têm a oportunidade de escolher uma ênfase específica, como composição, performance instrumental ou vocal, educação musical, entre outras opções.

As disciplinas comuns incluem teoria musical, história da música, análise musical, prática de conjunto, e aulas individuais de instrumento ou voz. Dependendo da instituição, o curso pode incorporar tecnologia musical, arranjo, produção musical e aspectos empresariais da indústria musical.

Ao longo do curso, os alunos geralmente participam de recitais, concertos e projetos práticos que contribuem para o desenvolvimento de suas habilidades de performance e expressão musical.

Muitos programas de Bacharelado em Música também incentivam estágios e colaborações com profissionais da indústria para oferecer uma experiência prática do ambiente musical profissional.

Mulher ensinando homem a tocar violão em aula
O bacharelado permite ênfase em performance instrumental

Licenciatura em Música

O curso de Licenciatura em Música confere ao aluno o título de Licenciado, que o habilita a atuar no campo do ensino e da.

Em outras palavras, se o aluno deseja se tornar professor para trabalhar com pedagogia musical, seja para Educação Infantil, Ensino Fundamental ou Ensino Médio, ou até mesmo para atuar em pesquisas acadêmicas na área, a Licenciatura é o melhor caminho.

Tecnólogo em Música

Atualmente não existe Tecnólogo em Música. Nesse formato, os cursos possuem uma grade curricular mais específica e direcionada a preparar rapidamente o profissional para ingressar no mercado de trabalho. 

Nos cursos tecnológicos, não encontramos matérias generalistas ou com grandes bases teóricas, e sim aulas mais práticas focadas na área de atuação à qual o curso pertence.

O curso de Música é bom? 

O curso de música é uma excelente graduação que oferece uma oportunidade única para aprofundar sua paixão pela música e transformar esse interesse em uma habilidade especializada. 

Ao longo dos anos, você não apenas desenvolverá suas habilidades técnicas e teóricas, mas também terá a chance de explorar e expandir seu estilo, seja na performance musical, composição ou educação musical. 

Além disso, o curso de Música proporciona uma comunidade envolvente e inspiradora. Ao colaborar com colegas músicos, você criará conexões valiosas que podem durar toda a vida. A diversidade de estilos musicais e abordagens dentro do curso permite que você amplie seus horizontes e ganhe uma compreensão mais profunda da riqueza cultural da música. 

O curso não se limita apenas às salas de aula; ele é uma experiência prática. Seja apresentando em recitais, participando de conjuntos musicais, envolvendo-se em estágios ou explorando tecnologias musicais avançadas, você terá inúmeras oportunidades para aplicar seu conhecimento na prática.

Essas experiências não apenas solidificarão seu aprendizado, mas também o prepararão para os desafios e oportunidades no mundo da música profissional. 

Além disso, a graduação em Música é uma porta de entrada para diversas carreiras. Seja você interessado em ser um músico profissional, professor de música, compositor ou trabalhar na indústria musical, o curso oferece uma base sólida para seguir seus sonhos. 

Portanto, se a música é sua paixão, o curso de Música não é apenas bom, mas pode ser uma jornada educacional incrivelmente gratificante e inspiradora que moldará sua identidade e carreira de maneira única e significativa.

Orquestra tocando em apresentação
A apresentação em recitais complementa a formação

O curso de Música é aprovado no MEC?

A curso superior de Música é sim aprovada pelo MEC. Ser aprovado pelo Ministério da Educação é requisito essencial para o seu diploma ser respeitado no mercado de trabalho.

É esse selo de aprovação que irá garantir a validade do seu diploma em todo território nacional, comprovando que o curso realmente atende o padrão de qualidade exigido pelos órgãos reguladores.

Quando você estiver em dúvida sobre aprovação de um curso, em poucos passos é possível consultar se o mesmo é reconhecido pelo MEC e se a instituição de ensino que você pretende escolher também tem autorização para oferecê-lo.

Aprovação do curso de Música no Mercado

A aprovação do curso de Música no Mercado se dá a partir da versatilidade do profissional formado nessa área. 

Para os alunos que optam pela licenciatura, dar aula de música é o caminho mais procurado. Entretanto, a formação em música torna o aluno apto a trabalhar como músico, regente, compositor, arranjador e produtor, atuando em diversos segmentos como publicidade, audiovisual e indústria de games. 

Segundo o maestro Abel Rocha, regente titular da Orquestra Sinfônica de Santo André, em matéria do Estadão, apesar da criação e formalização de novas vagas para músicos no mercado de trabalho, é necessário que esses novos profissionais estejam prontos para atuar com versatilidade. 

“…a maioria [dos músicos] tem expectativa em tocar em formações de renome, mas não há demérito algum atuar em eventos, gravar e fazer apresentações para complementar a demanda de prestação de serviços”. 

Dessa forma, é possível afirmar que existem inúmeras razões pelas quais um curso de Música pode ser bem-visto pelo mercado. No entanto, é importante que os estudantes estejam ativamente envolvidos em buscar oportunidades durante e após o curso, participando de eventos da indústria, construindo portfólios sólidos e mantendo-se atualizados com as tendências do mercado para maximizar o impacto do curso de Música no mercado de trabalho.

Homem com fone diante de tela com jogo
A Indústria de Games é uma das oportunidades de trabalho para quem se forma em música

Qual o perfil ideal do aluno de Música? 

O perfil ideal do aluno de Música é baseado no comprometimento e dedicação. A música exige prática constante e aprimoramento contínuo. Alunos dedicados, dispostos a investir tempo e esforço consistentes em suas habilidades musicais, geralmente obtêm sucesso no curso e na carreira. 

Lembrando que cada aluno é único, e o perfil ideal pode variar de acordo com o contexto específico do curso e das metas individuais. O mais importante é que o aluno esteja disposto a aprender, crescer e aproveitar ao máximo as oportunidades oferecidas pelo curso de Música.

Personalidade do aluno da área de Música 

Os alunos da área de Música apresentam características e traços de personalidade específicos, moldados pela natureza criativa e colaborativa do campo. 

Aqui estão alguns traços comuns associados à personalidade dos alunos de Música: 

Paixão e Entusiasmo: Alunos de Música geralmente são apaixonados por sua arte. Eles expressam um entusiasmo palpável pela música, que muitas vezes serve como fonte de motivação para enfrentar os desafios do curso. 

Criatividade: A música é uma forma de arte que exige criatividade. Alunos nesta área muitas vezes têm uma mente criativa, buscando constantemente maneiras inovadoras de expressar emoções e ideias por meio da música. 

Sensibilidade Artística: A capacidade de captar nuances emocionais e artísticas em uma peça musical é uma característica comum. Alunos de Música muitas vezes são sensíveis às emoções transmitidas pela música e têm uma apreciação refinada pela estética sonora. 

Curiosidade Musical: Uma curiosidade intrínseca em relação à diversidade musical é comum. Alunos gostam de explorar diferentes estilos, gêneros e períodos musicais, ampliando assim seu repertório e perspectiva musical. 

Disciplina e Comprometimento: A aprendizagem e prática constantes são essenciais na música. Alunos demonstram disciplina e comprometimento ao dedicar tempo significativo para aprimorar suas habilidades e conhecimentos musicais. 

Resiliência: A busca pela excelência na música pode ser desafiadora, exigindo resiliência diante de críticas construtivas, performances ao vivo e outros desafios. Alunos resilientes são capazes de superar obstáculos e continuar crescendo em sua jornada musical. 

Autenticidade: Músicos muitas vezes buscam expressar sua identidade única por meio da música. A autenticidade é valorizada, e alunos de Música frequentemente exploram maneiras de incorporar elementos pessoais em suas performances e composições. 

Busca por Aprendizado Contínuo: A música é um campo vasto e em constante evolução. Alunos de Música geralmente têm uma mentalidade de aprendizado contínuo, buscando expandir constantemente seus conhecimentos e habilidades. 

É importante notar que, embora essas características sejam comuns, cada aluno é único, e a diversidade de personalidades na área de Música contribui para a riqueza e a vitalidade do campo. 

Moça compondo música com violão
Ter sensibilidade artística e criatividade é importante para fazer o curso

Rotina de estudos para quem estuda Música

A rotina de estudos durante o curso de Música pode variar de acordo com a grade das matérias e com a modalidade das aulas (presencial, semipresencial ou EAD). 

A duração do curso é de 8 semestres, e a grade curricular oferece um aprendizado amplo sobre a área. 

Para se formar, poderá ser exigido do estudante estágio, para envolvimento prático com algum tipo de atividade no campo da música. 

E para finalizar, será necessário também apresentar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), realizando um projeto sozinho ou em grupo, que vai atestar as habilidades adquiridas durante o curso.

Quais as modalidades de estudo para Música?

A graduação de Música é oferecida na modalidade Presencial. Entenda mais sobre essa modalidade:

Curso de Música Presencial

No curso de Música presencial o aluno comparece diariamente na universidade, acompanha as aulas em sala de aula, participa das atividades complementares e tem contato direto com professores e colegas.

Os horários das turmas são fixos e os valores das mensalidades são maiores devido aos custos das instalações físicas. E as disciplinas são teóricas e práticas de acordo com as Diretrizes curriculares para Música estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC).

Rapaz tocando saxofone olhando a letra
No curso presencial, as aulas são na sala de aula e há interação maior com colegas e professores

Curso de Música no modelo Semi Presencial

A faculdade de Música no modelo Semi Presencial é feita de forma híbrida. A maioria das aulas são online, com a necessidade de se dirigir até a faculdade algumas vezes para realização de aulas práticas.

O curso de Música normalmente não é disponibilizado nessa modalidade, mas sempre consulte as opções disponíveis na instituição de ensino escolhida antes de se matricular.

Curso de Música EAD 

A graduação em Música EAD é 100% online, mas normalmente essa modalidade não é oferecida pelas instituições de ensino devido a necessidade de atividades práticas inclusas na grade curricular. 

Essa modalidade oferece mais flexibilidade para o aluno, que pode estudar quando puder e onde quiser. As aulas são ensinadas por meio de Disciplinas Interativas em um Ambiente Virtual de Aprendizado, com o apoio de material didático digital. E a interação com os colegas pode ser feita por meio de fóruns interativos e o suporte virtual é contínuo.

Durante esse período, o aluno não precisa comparecer à faculdade para assistir às aulas, realizar atividades ou entregar trabalhos. A presença do aluno pode ser necessária apenas para a realização de provas semestrais.

Qual a duração e as matérias do curso de Música? 

A faculdade de Música tem duração de 8 semestres, ou seja, 4 anos, distribuídos em uma carga horária de 3.080 horas. 

As matérias do curso respeitam currículo de Música conforme diretrizes educacionais e são organizadas da seguinte forma:

1º semestre (240h)

  • EDUCACAO E DIVERSIDADE
  • TEORIA E PERCEPCAO MUSICAL I
  • PRATICA INSTRUMENTAL I
  • OPTATIVA I

2º semestre (240h)

  • TEORIA E PERCEPCAO MUSICAL II
  • PRATICA INSTRUMENTAL II
  • OPTATIVA II
  • FUNCIONAMENTO DA EDUCACAO BRASILEIRA E POLITICAS PUBLICAS SEGURANÇA DE DADOS.

3º semestre (380h)

  • EDUCACAO INCLUSIVA
  • PSICOLOGIA DA EDUCACAO E DA APRENDIZAGEM
  • TECNICA VOCAL-CANTO E CORAL I
  • PRATICA INSTRUMENTAL III
  • ESTETICA E HISTORIA DA MUSICA
  • PRAT.PEDAG.-GESTAO DA APRENDIZAGEM

4º semestre (380h)

  • HARMONIA, ANALISE MUSICAL E CONTRAPONTO I
  • PRATICA INSTRUMENTAL IV
  • TECNICA VOCAL-CANTO E CORAL II
  • DIDATICA-PLANEJAMENTO E AVALIACAO
  • PRAT.PEDAG.-BNCC E A ARTE DE EDUCAR
  • INOVACAO EDUCACIONAL

5º semestre (540h)

  • MUSICA BRASILEIRA
  • ARTES CENICAS
  • EDUCACAO MUSICAL
  • TEORIA E PERCEPCAO MUSICAL III
  • PRATICA INSTRUMENTAL V
  • PROJETO DE EXTENSAO I-MUSICA
  • PRAT.PEDAG.-IDENTIDADE DOCENTE
  • PRAT.PEDAG.ARTE-CONHECIMENTO ARTISTICO COMO PRODUCAO E FRUICAO

6º semestre (540h)

  • EDUCACAO DE JOVENS E ADULTOS
  • EST.CUR.MUSICA I-EDUCACAO INFANTIL E/OU ENSINO FUNDAMENTAL
  • HARMONIA, ANALISE MUSICAL E CONTRAPONTO II
  • REGENCIA E PRATICA EM CONJUNTO
  • PRATICA INSTRUMENTAL VI
  • TEORIA E PERCEPCAO MUSICAL IV
  • PENSAMENTO CIENTIFICO
  • PRAT.PEDAG.ARTE-AMBIENTES DE CRIACAO ARTISTICA

7º semestre (280h)

  • GESTAO EDUCACIONAL
  • TRABALHO DE CONCLUSAO DE CURSO
  • EST.CUR.MUSICA II-ENSINO MEDIO
  • ATIVIDADES COMPLEMENTARES-PROJETO DE EXTENSAO II-MUSICA

8º semestre (480h)

  • LIBRAS-LINGUA BRASILEIRA DE SINAIS
  • EST.CUR.MUSICA III-ENSINO FUNDAMENTAL, MEDIO, DEMAIS MODALIDADES DE EDUCACAO
  • EST.CUR.MUSICA IV-GESTAO EDUCACIONAL
  • SOCIEDADE BRASILEIRA E CIDADANIA
  • PRATICAS EDUCATIVAS EM ESPACOS NAO ESCOLARES
  • OPTATIVA III
  • OPTATIVA IV
Fone de ouvido com livros ao fundo
“Estética e História da Música” é uma das matérias do curso

Quais as possibilidades de especialização em Música? 

A especialização em Música oferece aos estudantes a oportunidade de aprofundar seus conhecimentos em uma área específica da música, permitindo-lhes focar em suas paixões e interesses particulares. 

Algumas das possibilidades de especialização em Música incluem: 

  • Performance Instrumental ou Vocal: Concentração em aprimorar habilidades de execução em um instrumento musical específico ou canto; 
  • Composição Musical: Foco na criação e composição de música original, abrangendo diversos estilos e gêneros; 
  • Regência: Estudo das técnicas de regência para conduzir grupos musicais, como coros, bandas e orquestras; 
  • Educação Musical: Ênfase no desenvolvimento de habilidades para se tornar um educador musical, ensinando música em escolas ou em contextos de educação formal e informal; 
  • Produção Musical: Aprofundamento nas técnicas de gravação, mixagem e produção musical, muitas vezes usando software e equipamentos especializados; 
  • Musicologia: Estudo aprofundado da história da música, teoria musical, análise e pesquisa em música; 
  • Musicoterapia: Aplicação da música como uma ferramenta terapêutica para tratar questões de saúde física, emocional e mental. 

Essas são apenas algumas das muitas especializações possíveis em Música. A escolha da especialização dependerá dos interesses individuais do estudante, suas metas de carreira e a disponibilidade de programas especializados em instituições de ensino.

Maestro regendo orquestra
Regência é uma especialidade da formação em Música

Quais as principais áreas para recém-formados em Música? 

Recém-formados em Música têm diversas opções de carreira, como por exemplo ensino de música para educação básica ou escolas de música, ou como musicista, trabalhando como músico profissional em orquestras e bandas, ou ainda produzindo para segmentos específicos, como publicidade e indústria de games. 

A escolha dependerá da combinação de habilidades, interesses pessoais e metas profissionais de cada graduado. 

Muitos músicos também combinam diversas atividades ao longo de suas carreiras, explorando diferentes aspectos do mundo musical.  

Ensino de Música junto a Educação Básica

O professor de Música, formado na modalidade licenciatura, pode atuar com crianças e adolescentes junto a Educação Básica, e a sua atuação é muito importante para o desenvolvimento destes indivíduos. 

O ensino de Música favorece o desenvolvimento psicomotor, a comunicação, a expressão e o conhecimento sobre a cultura. Durante o curso de licenciatura, você estudará a história da música e suas relações com a sociedade, teoria e percepção musical, estética, técnicas vocais, regência, como também, conteúdos específicos para a formação de professores, que lhe ensinarão a montar um plano de aula, desenvolver didática, elaborar avaliações e demais rotinas do professor.

Ensino de Música em Espaços não formais de ensino 

Além de atuar junto ao ensino fundamental e no ensino médio, o professor de música também poderá atuar em contextos não formais de ensino com públicos de todas as idades, seja em escolas de música ou em projetos sociais junto às comunidades, ou até mesmo na elaboração de materiais didáticos. 

Musicista 

Durante o curso você estudará sobre a história da música, estética, artes cênicas, teoria e percepção musical, regência, harmonia e técnica vocal. O curso irá te prepara para a prática musical e a articulação de todo o conhecimento sobre música que lhe favorecerão a se tornar um musicista, na qual poderá atuar em bandas de gêneros diversos como Música Clássica, Jazz e Música Popular, além de orquestras.

Moça produzindo música em estúdio
Como musicista, a pessoa pode trabalhar com produção musical

É melhor ingressar na faculdade pública ou privada?

As faculdades públicas e privadas possuem particularidades, e cabe à você considerar essas características para tomar a melhor decisão na hora de estudar.

A escolha entre uma faculdade pública ou privada depende de vários fatores, como custo, qualidade acadêmica, recursos disponíveis e preferências pessoais.

As faculdades públicas são muito mais concorridas. Já as faculdades privadas possuem muito mais vagas disponíveis, o que torna o ingresso a uma instituição privada mais simples.

Em contrapartida, faculdades públicas geralmente são mais acessíveis financeiramente e oferecem recursos amplos, enquanto faculdades privadas podem ter programas especializados e redes de ex-alunos fortes.

Nos dois casos é possível encontrar instituições de qualidade. Aqui estão alguns pontos a serem considerados ao determinar se qual faculdade de Música é adequada para você:

Reputação da Instituição: Avalie a reputação da instituição de ensino. Universidades e conservatórios de música renomados muitas vezes oferecem programas de música de alta qualidade. 

Estrutura do Curso: Analise a estrutura curricular para garantir que ela atenda às suas necessidades e interesses. Certifique-se de que o programa oferece uma combinação equilibrada de teoria e prática, bem como oportunidades para se especializar em sua área de interesse (por exemplo, performance, composição, educação musical). 

Corpo Docente: Pesquise sobre os professores e instrutores do curso. Professores experientes e respeitados na indústria musical podem contribuir significativamente para a qualidade do programa. 

Recursos e Instalações: Considere os recursos disponíveis, como estúdios de gravação, salas de prática, bibliotecas musicais e instrumentos. Esses elementos são essenciais para uma educação musical completa. 

Experiências Práticas: Verifique se o curso oferece oportunidades práticas, como participação em conjuntos musicais, estágios, recitais e colaborações com profissionais da indústria. 

Resultados dos Graduados: Pesquise os resultados dos graduados do curso. Descubra se os ex-alunos têm sucesso em suas carreiras musicais ou em estudos avançados. 

Acesso à Indústria Musical: Avalie se o curso proporciona oportunidades para networking e acesso à indústria musical, preparando os alunos para o ambiente profissional.

Considere também conversar com alunos atuais e ex-alunos, participe de eventos da instituição e faça uma visita ao campus, se possível, para obter uma compreensão mais completa do programa.

Mas é importante lembrar que o comportamento do estudante durante a graduação é o que mais influencia na qualidade da formação. Faculdades públicas e privadas têm suas vantagens, então a escolha depende das suas necessidades e objetivos individuais.

Músicos em estúdio checando configurações
É essencial checar os recursos e instalações da instituição para saber se é uma boa escolha

Faculdade Pública em Música

A faculdade pública em Música é gratuita, mas muito concorrida. E por ser um tipo de instituição financiada pelo governo, a ausência de mensalidades é um grande atrativo.

Dessa forma, podemos listar como principais pontos positivos para escolher uma instituição pública, além da ausência de mensalidades, a qualidade acadêmica composta por professores de renome, o que aumenta o reconhecimento e valorização no mercado de trabalho.

Já como pontos negativos, além da alta concorrência, é muito comum que instituições públicas sejam mais burocráticas e tenham uma infraestrutura de menor qualidade. O que faz com que novas metodologias de ensino, como os cursos EAD, não sejam inseridas em suas grades curriculares com tanta facilidade.

Faculdade Privada para Música

A faculdade privada para Música pode oferecer muitas vantagens como: infraestrutura moderna, programas acadêmicos especializados, grade de horários flexíveis, turmas possivelmente menores, acesso a uma rede de ex-alunos robusta e uma abordagem mais personalizada para o ensino.

Apesar de existir a necessidade de pagar mensalidade para cursar uma faculdade privada, existem inúmeras possibilidades de bolsas e descontos que facilitam o ingresso nesse tipo de instituição.

No entanto, é importante que o aluno procure por instituições que atendam às necessidades e metas de carreira. Por isso, é essencial pesquisar cuidadosamente as opções considerando fatores como reputação da faculdade, recursos oferecidos e oportunidades de estágio.

Quanto custa a faculdade de Música?

A mensalidade do curso de Música vai variar de acordo com alguns parâmetros que são muito importantes para a tomada de decisão, como modalidade do curso e qualidade da instituição de ensino.

Na Anhanguera, por exemplo, o aluno pode cursar Música na modalidade EAD, que conta com uma infraestrutura digital de ponta e formas de ingresso facilitadas, onde o valor pago pelo aluno pode diminuir com os programas de bolsa de estudo ou opções de descontos na mensalidade.

Confira o valor das mensalidades na página do curso de Música no site.

Seta decrescendo em cima de pilhas de moedas de tamanhos decrescentes
É possível conseguir bolsas que diminuem o valor da mensalidade

Tem como conseguir Bolsa de Estudos para a Faculdade de Música?

Existem alguns tipos de Bolsa de Estudo para a faculdade de Música.

Caso você ainda se sinta receoso devido aos valores das mensalidades, fique tranquilo. Na Anhanguera existem muitas opções de bolsa de estudo, benefícios e convênios que ajudam o aluno a pagar a faculdade e se tornar um profissional em Música.

Diversas opções oferecidas não necessitam da nota do Enem, e mesmo que o aluno não tenha feito o exame, ainda é possível pagar menos na mensalidade.

Como entrar em Música?

Existem várias maneiras de se matricular no curso de Música. Confira abaixo como garantir sua vaga.

Enem

Para ingressar no curso de Música utilizando a nota do Enem é bem simples. Os estudantes que apresentarem a nota do Enem não precisam prestar o vestibular.

O ENEM é o Exame Nacional do Ensino Médio, criado em 1998, e é uma prova realizada pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), vinculado ao MEC (Ministério da Educação).

As notas do exame podem ser utilizadas para ingressar em universidades públicas e privadas, a partir de programas como o ProUni (Programa Universidade para Todos), FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) ou como substituto do vestibular em universidades privadas que adotam essa modalidade de seleção.

A inscrição nesse formato é selecionada principalmente para os alunos que buscam por uma bolsa de estudo. Basta verificar como usar a nota do Enem seguindo as regras exigidas pelas instituições de ensino, como período de aplicação da prova e pontuação mínima.

Lembrando que quanto maior a nota obtida no Enem, maiores são as chances de conseguir uma Bolsa de Estudos, seja ela integral ou parcial.

Se o aluno se enquadrar nos requisitos, na hora de se inscrever para o curso é só selecionar a opção de inscrição usando a nota do Enem, completar o cadastro e confirmar a matrícula. 

Sisu

Você também pode usar o Sisu para entrar no curso de Música.

O Sisu (Sistema de Seleção Unificada) é um programa do governo federal que seleciona estudantes para instituições públicas de Ensino Superior. Ele funciona duas vezes ao ano, uma por semestre, e é exclusivo para participantes do Enem que não tiveram nota zero na redação. 

A inscrição acontece pelo site do Sisu, onde os interessados podem verificar as regras gerais do programa, e acessar as instituições e cursos que participam do Sistema. Quando o prazo para inscrição for aberto, basta entrar no site e se inscrever.

Vestibular para Música

Para prestar vestibular para Música, você precisa se direcionar até a universidade de sua escolha ou fazer a inscrição de maneira online pelo próprio portal da instituição. 

O vestibular é o meio mais tradicional para inscrição nas universidades. Ele pode acontecer de forma presencial ou online, e é organizado pelas próprias instituições. 

Aqui na Anhanguera, por exemplo, o vestibular para Música acontece da seguinte forma: 

Vestibular presencial

O vestibular para Música no modelo tradicional consiste em uma prova presencial que os candidatos podem fazer em qualquer polo da universidade. 

O teste é composto de uma redação dissertativo-argumentativa e você terá 2 horas para concluí-la. Caso tenha algum imprevisto e não consiga chegar ao local a tempo, o estudante pode agendar a realização da prova para uma data posterior. 

Estudantes fazendo prova em sala de aula
O vestibular é um teste com perguntas dissertativas e argumentativas

Vestibular online

A prova para o vestibular online Música tem o formato similar a opção presencial, com a diferença que ocorre de maneira 100% online e você tem apenas 1 hora para concluir a prova. Outra informação essencial sobre o teste é que o candidato tem somente 5 chances para finalizá-lo. 

Portanto, confira com cuidado a conexão com a internet antes de iniciar o teste. Outro fator importante é que não é permitido copiar e colar ou abrir outra aba do navegador. Após a entrega da prova, basta aguardar os resultados.

Quais as exigências para se formar em Música?

As exigências para se formar em Música podem variar conforme a instituição de ensino escolhida. É necessário consultar as regras de cada instituição para obter informações específicas sobre os requisitos exigidos, como estágio obrigatório, Enade, TCC e etc. 

Estágio Obrigatório para Música

Nem todo curso ou instituição de ensino tem o estágio obrigatório em seu currículo educacional. Em alguns, esse estágio deve ser realizado a partir do quinto semestre do curso, se tornando uma excelente oportunidade para colocar em prática os conhecimentos teóricos adquiridos em sala de aula. 

Além disso, o estágio oferece outras vantagens para o aluno de Música, como: ganho de experiência, autoconhecimento profissional e ampliação de networking.

Enade para Música

Para os alunos concluintes do curso de Música que fizerem parte de uma turma contemplada para o exame, participar do Enade também é obrigatório. O desempenho nesse exame não afeta a conclusão do curso, mas não fazê-lo impede o aluno de receber seu diploma. 

O Enade é o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes, que serve para avaliar os cursos de ensino superior em todo o Brasil. 

TCC de Música

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Música é desenvolvido nos últimos dois semestres da faculdade e articula os conhecimentos teóricos aos práticos.

Com auxílio de um professor orientador, o aluno escolhe determinado tema de sua área e realiza uma pesquisa aprofundada, além de normalmente explorar esses conhecimentos por meio de um projeto.

O objetivo do TCC é colocar em prática os aprendizados adquiridos durante a faculdade. É uma avaliação final que os estudantes passam para receber o diploma. Ele é exigido nos últimos anos da faculdade, e o resultado do trabalho é entregue por escrito e, em alguns casos, apresentado para uma banca de avaliadores.

No geral, a dica para o aluno é escolher um tema ou uma linha de pesquisa que mais goste, tornando mais prazeroso o desenvolvimento do TCC. Além disso, é muito importante ler ou ter contato com trabalhos parecidos para se preparar melhor, e é claro, escolher um bom professor orientador para ajudar com referências bibliográficas e indicar o melhor caminho para o seu projeto.

Homem trabalhando em estúdio de música
No TCC é possível unir conhecimentos teóricos e práticos

Vale a pena se formar em Música? 

Se formar em música vale a pena por se tratar de uma escolha ligada a realização pessoal e paixão, e não apenas a carreira.

A formação em Música vai além de notas e acordes, e se aprofunda também em história, cultura, teoria e criatividade. Escolher estudar Música significa seguir sua paixão, como fonte de inspiração, alegria e auto realização. 

Entre diversos outros motivos que fazem vale a pena se formar em música, podemos citar: 

Versatilidade Profissional: 

Contrariando a ideia de que a música limita as opções profissionais, a formação em Música oferece versatilidade. Você pode trilhar caminhos variados, desde atuações em palcos renomados até o ensino, composição, produção musical e gestão na indústria. 

Experiências Inesquecíveis: 

A jornada musical é repleta de experiências únicas, como apresentações ao vivo, colaborações com outros músicos, viagens para participar de festivais e a chance de mergulhar em diversos estilos musicais. 

Comunidade Musical: 

Ao ingressar no mundo da Música, você se torna parte de uma comunidade vibrante de artistas, educadores e entusiastas. Essa rede pode oferecer apoio, inspiração e oportunidades ao longo de sua carreira. 

Impacto na Sociedade:

A música tem o poder de transcender barreiras e impactar a sociedade de maneiras únicas. Como músico, você pode contribuir para a cultura, promover a compreensão entre as pessoas e proporcionar experiências que ficam na memória. 

Salário para formados em Música

A alta demanda por profissionais em Música reflete também em boas remunerações. No entanto, esses valores podem variar conforme o tempo de experiência, nível de especialização, atividade profissional e localidade de trabalho.

Veja quanto ganha em média alguns dos principais cargos para profissionais formados nessa área: 

  • Musicólogo: R$2.223,85*;
  • Maestro: R$3.139,64*;
  • Professor de Musica no Ensino Superior: R$3.154,62*;
  • Orquestrador: R$3.245,35*. 

*Fonte: Salário.com, sujeito a alteração.

Investimento Vs Retorno do curso de Música

O investimento e o retorno financeiro de um curso de Música podem variar significativamente com base em diversos fatores, como a instituição de ensino, a localização geográfica e a demanda do mercado de trabalho. 

Durante a graduação em Música é possível estagiar, fazer networking e aperfeiçoar a prática profissional, com grande possibilidade de começar a trabalhar na área logo após a formação, gerando rápido retorno sobre o investimento feito na faculdade. 

E para aqueles que arregaçarem as mangas e buscarem certificações adicionais ou especialização em áreas específicas, as chances de retorno e crescimento são ainda maiores. Pois à medida que o profissional ganha experiência e busca por educação continuada em Música, seu salário pode aumentar significativamente, acompanhando a progressão de sua carreira. 

Saiba também: conheça alguns músicos que fizeram faculdade!

Por que cursar Música?

Agora que você já sabe se a faculdade de Música tem ou não harmonia com você, o próximo passo é escolher uma instituição que te dê condições de se formar e construir uma carreira de sucesso.

No curso de Música da Anhanguera, você desenvolverá todas as competências necessárias para se destacar no mercado.

Em aproximadamente 4 anos e com diversas opções de bolsas e descontos, você contará com um ensino de excelência e infraestrutura de ponta, com todo suporte necessário para se formar sem dor de cabeça.

Não perca tempo. Inscreva-se no vestibular Anhanguera agora mesmo e realize o sonho da faculdade.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Inscreva-se gratuitamente no vestibular online ou use sua nota do Enem para obter bolsas e descontos!

Artigos relacionados