Faculdade de Administração Pública: Veja tudo dessa graduação

Mulher sentada à mesa em escritório com colegas ao fundo

Optar pela Faculdade de Administração Pública é o primeiro passo em direção a uma carreira de impacto na gestão de instituições públicas e no aprimoramento da vida da comunidade. Se você está considerando essa graduação e tem dúvidas sobre o que ela envolve, você veio ao lugar certo.

Neste artigo, exploraremos todos os aspectos fundamentais desse curso, desde as matérias estudadas até as oportunidades de carreira que se desdobram a partir dessa formação. Combinando habilidades de liderança e conhecimento de políticas públicas, neste momento você vai explorar e entender melhor a riqueza desse curso. Vamos começar!

Como é o curso de Administração Pública?

O curso de Administração Pública é uma jornada empolgante que prepara os estudantes para atuarem como gestores públicos eficazes. Durante a graduação, os alunos estudam uma ampla gama de disciplinas, que incluem economia, direito, gestão, políticas públicas, ética e muito mais. 

Esses estudantes adquirem habilidades essenciais em liderança, tomada de decisões estratégicas e resolução de problemas complexos. Além disso, o curso muitas vezes inclui a oportunidade de realizar estágios em órgãos públicos, onde os estudantes podem aplicar seus conhecimentos na prática e ganhar valiosa experiência.

Aluno prestando atenção em aula na faculdade
No curso, estuda-se disciplinas da área de Economia e Direito

Quais os tipos de Graduação em Administração Pública?

Existem diferentes tipos de graduações em Administração Pública, cada uma com suas características específicas. No caso, apenas dois dos três tipos de graduação estão disponíveis no mercado para o curso de Administração Pública. Confira a seguir mais detalhes sobre cada uma delas.

Bacharelado em Administração Pública

O bacharelado em Administração Pública é a opção mais comum entre os estudantes e mais abrangente para aqueles que desejam adquirir um amplo conjunto de habilidades em gestão e liderança no setor público. Durante o curso, os alunos exploram disciplinas que abrangem economia, direito, gestão, política pública, ética e muito mais. 

Tecnólogo em Administração Pública

Na verdade não existe um curso tecnólogo em Administração Pública. O curso que é oferecido como tecnólogo e que é muito parecido com esta área do conhecimento é o curso de Gestão Pública no ensino superior. No entanto, o tecnólogo é uma excelente escolha para aqueles que desejam adquirir habilidades práticas e se inserir rapidamente no mercado de trabalho.

Licenciatura em Administração Pública

A licenciatura em Administração Pública é direcionada para aqueles que têm interesse em se tornar educadores e professores na área. Esse curso prepara os graduados para lecionar em instituições de ensino, como escolas técnicas, faculdades e universidades, transmitindo conhecimentos sobre administração pública, políticas governamentais e gestão. 

Além disso, esses profissionais podem atuar na formação de futuros gestores públicos, contribuindo para o desenvolvimento de profissionais qualificados na área. A docência em Administração Pública é uma escolha ideal para aqueles que têm paixão pelo ensino e desejam compartilhar seu conhecimento com as gerações futuras de administradores públicos. 

Homem apresentando quadro branco com gráficos
A licenciatura forma pessoas que vão dar aula em cursos relacionados à Administração Pública

A faculdade de Administração Pública é boa?

A qualidade de uma faculdade de Administração Pública varia de acordo com a instituição. Geralmente, essa graduação é altamente valorizada pela sua área de atuação e pelo curso ter uma capacidade de preparar os alunos para carreiras na administração pública e áreas afins. 

No entanto, a qualidade do curso depende do corpo docente, da infraestrutura, dos recursos disponíveis e das parcerias com órgãos governamentais. Portanto, é fundamental pesquisar e escolher uma instituição respeitada e reconhecida na área. Além disso, é muito importante verificar as condições no mercado de trabalho e a aprovação do MEC (Ministério de Educação).

A faculdade de Administração Pública tem aprovação do MEC?

A faculdade de Administração Pública para funcionar de forma válida e legal deve ter a aprovação do MEC, mas infelizmente nem todas as instituições de ensino têm de fato essa condição. No entanto, você deve buscar por uma que tenha a nota do MEC para Faculdades de Administração Pública, assim como na Anhanguera!

É fundamental garantir que a instituição e o curso de Administração Pública tenham a devida aprovação e reconhecimento do MEC. Você pode verificar a situação de uma instituição de ensino superior e de seu curso no site oficial do MEC, o Sistema e-MEC, onde encontrará informações atualizadas sobre a regularidade da instituição e a avaliação do curso.

Aprovação de Administração Pública no Mercado

A Administração Pública é uma área de alta demanda, e os graduados costumam encontrar oportunidades em diversas esferas governamentais, ONGs, consultorias, organizações internacionais e setores relacionados. Ou seja, essa formação proporciona uma base sólida para contribuir de maneira significativa para o desenvolvimento da sociedade.

Com isso, a aprovação no mercado de trabalho é geralmente sólida, uma vez que os profissionais dessa área são essenciais para a eficácia das políticas públicas e da gestão governamental. Oportunidades de carreira incluem cargos em administração pública, gestão de projetos, políticas públicas, análise de dados, entre outros. 

Dois homens de negócios analisando gráficos
É possível atuar em áreas como Gestão de projetos e Análise de Dados

Qual o perfil ideal de aluno de Administração Pública?

O perfil ideal de um aluno de Administração Pública é alguém que possui habilidades de liderança, capacidade de comunicação, raciocínio lógico e interesse em questões sociais e políticas. A capacidade de analisar problemas complexos e encontrar soluções eficazes também é fundamental.

Além disso, um aluno de Administração Pública também deve ser proativo, ter disposição para trabalhar em equipe e demonstrar ética e responsabilidade, pois essas qualidades são essenciais para o exercício de cargos na administração pública.

Equipe debatendo em reunião
O aluno tem perfil ético e sabe trabalhar em equipe

Personalidade do estudante de Administração Pública

A personalidade do estudante de Administração Pública desempenha um papel crucial na excelência de sua jornada acadêmica e carreira futura. Essa área de estudo atrai indivíduos com características e valores específicos, que se alinham com a complexidade e as demandas do setor público. Aqui estão alguns aspectos-chave da personalidade que são comuns entre esses estudantes:

  • Comprometimento: A dedicação é uma característica inerente ao estudante de Administração Pública. Eles compreendem a responsabilidade de lidar com recursos públicos e buscam constantemente maneiras de otimizar processos e serviços.
  • Interesse em questões sociais e políticas: Estudantes desse campo tendem a ser apaixonados por questões sociais, políticas e econômicas. Eles buscam compreender os desafios complexos que afetam a sociedade e estão dispostos a enfrentá-los de maneira proativa.
  • Raciocínio lógico: Os estudantes de Administração Pública são treinados para avaliar situações, identificar soluções e tomar decisões baseadas em dados e evidências.
  • Trabalho em equipe: Como grande parte da administração pública envolve colaboração e coordenação, os estudantes devem ser bons em trabalhar em equipe, comunicar-se eficazmente e resolver conflitos de maneira construtiva.
Homem concentrado olhando para laptop
É importante ter comprometimento e raciocínio lógico para atuar na área

Rotina de estudos do estudante de Administração Pública

A rotina de estudos de um estudante de Administração Pública pode variar, mas geralmente inclui aulas teóricas, atividades práticas, projetos de pesquisa e estágios. Eles dedicam tempo à leitura de textos acadêmicos, análise de políticas públicas, debates e discussões em grupo voltado para estudos de caso em Administração Pública. 

Além disso, muitos alunos de Administração Pública participam de atividades extracurriculares, como grupos de estudo, conferências e simulações de situações reais de gestão pública. A gestão do tempo e a organização são habilidades cruciais, pois o curso exige um equilíbrio entre teoria e prática.

Homem lendo com vários livros ao redor e sentado à mesa
O curso envolve bastante leitura de textos acadêmicos

Quais as modalidades de estudo para Administração Pública?

Quando se trata de cursar Administração Pública, os estudantes têm à disposição uma variedade de modalidades de estudo, cada uma oferecendo vantagens específicas e adaptando-se a diferentes estilos de vida. Vamos explorar as principais modalidades de estudo disponíveis, permitindo que você encontre a que melhor atende às suas necessidades e objetivos educacionais.

Dá para cursar Administração Pública EAD?

Sim, é possível cursar Administração Pública na modalidade de Ensino a Distância (EAD). Essa opção é ideal para quem precisa de flexibilidade em sua programação e deseja estudar de forma remota. Os cursos EAD oferecem conteúdo on-line, permitindo que os alunos acessem materiais de estudo, interajam com professores e colegas e realizem tarefas acadêmicas por meio de plataformas digitais.

Existe a faculdade de Administração Pública Presencial?

Sim, muitas instituições de ensino oferecem cursos presenciais de Administração Pública, era a opção mais requerida e comum antes do período da pandemia. Nesses cursos, os alunos frequentam aulas em sala de aula, participam de discussões em grupo e têm acesso a recursos físicos da instituição, como bibliotecas e laboratórios.

Tem Administração Pública Semipresencial?

Existe a modalidade semipresencial em Administração Pública. Essa é uma opção que combina elementos de ensino presencial e a distância. Os estudantes frequentam aulas presenciais em determinados dias da semana e complementam seus estudos com atividades on-line, proporcionando uma flexibilidade maior para os estudantes.

Moça lendo sentada à escrivaninha à noite
Na modalidade semipresencial, o curso tem atividades online e aulas na faculdade

Qual a duração e as matérias do curso de Administração Pública?

A graduação em Administração Pública reconhecida, de acordo com a estrutura de um curso bacharelado, possui uma média de duração de 4 anos, divididos em 8 semestres, com uma carga horária total de 3000 horas. A seguir, apresentamos as disciplinas presentes no currículo de Administração Pública conforme diretrizes educacionais da Anhanguera.

1º Semestre

  • Direitos Humanos e Cidadania
  • Empreendedorismo e Inovação
  • Modelos de Gestão
  • Raciocínio Lógico Matemático
  • Sociedade Brasileira e Cidadania

2º Semestre 

  • Direito do Estado
  • Economia Brasileira
  • Formação Social, Histórica e Política Do Brasil
  • Fundamentos Antropológicos e Sociológicos
  • Metodologia Científica

3º Semestre 

  • Comunicação e Linguagem
  • Gestão de Pessoas 
  • Negociação e Gestão de Conflitos
  • Projeto de Extensão I – Administração Pública
  • Teorias da Administração Pública

4º Semestre 

  • Ciência Política
  • Comportamento Organizacional
  • Gestão Governamental
  • Pensamento Político Brasileiro
  • Políticas Públicas Contemporâneas

5º Semestre 

  • Direito Político e Eleitoral
  • Gestão do Conhecimento e da Tecnologia da Informação 
  • Gestão Social e Análise de Políticas Sociais
  • Planejamento Estratégico 
  • Projeto de Extensão II – Administração Pública

6º Semestre 

  • Contabilidade Pública
  • Direito Administrativo – Administração Pública
  • Legislação Aplicada ao Terceiro Setor
  • Logística e Gestão da Qualidade
  • Orçamento Público

7º Semestre 

  • Auditoria e Controle no Setor Público 
  • Direito Público – Optativa
  • Licitação, Contratos e Terceirização
  • Projeto de Extensão III – Administração Pública
  • Trabalho de Conclusão de Curso

8º Semestre 

  • Instituições Internacionais
  • Planejamento Urbano e Regional
  • Responsabilidade Social e Ambiental
  • Teoria Geral do Direito Constitucional – Optativa

Além disso, seguindo as Diretrizes curriculares para Administração Pública, o currículo conta com uma carga horária de 260  horas para as Atividades Complementares Obrigatórias (ACO).

Professor apontando para aluna que está com mão levantada
“Economia Brasileira” é uma das matérias do curso

Quais as possibilidades de especialização em Administração Pública?

A Administração Pública oferece diversas oportunidades de especialização e pós-graduação, permitindo que os profissionais se aprofundem em áreas específicas de interesse. Aqui estão algumas das principais opções de especialização: 

  • Gestão de Políticas Públicas: Essa pós-graduação em políticas públicas prepara os profissionais para analisar e desenvolver políticas públicas eficazes, abordando questões sociais, econômicas e ambientais.
  • Gestão de Recursos Humanos no Setor Público: Focada na gestão de pessoas no contexto governamental, essa especialização aborda questões de recrutamento, treinamento, motivação e desempenho dos funcionários públicos.
  • Gestão Financeira Pública: Os profissionais que optam por essa especialização se concentram na gestão de orçamentos, finanças públicas, controle de gastos e transparência financeira no setor público.
  • Gestão de Projetos Sociais: Essa especialização se concentra na implementação e avaliação de projetos que visam melhorar a qualidade de vida da população, abrangendo áreas como saúde, educação, habitação e assistência social.

Essas são apenas algumas das possibilidades de especialização em Administração Pública, pois também existe a área voltada para a pesquisa acadêmica em gestão pública, e cada uma delas prepara os profissionais para desempenhar papéis diferentes e críticos na gestão governamental.

Administradora apertando a mão de médico em hospital
É possível trabalhar em Gestão de Projetos no segmento da saúde

Quais as principais áreas para recém-formados?

Os recém-formados em Administração Pública têm um amplo leque de opções de carreira à sua disposição. Algumas das principais áreas de atuação para esses recém-formados incluem as seguintes opções:

  • Administração Pública: Trabalhar em órgãos governamentais em níveis municipal, estadual e federal, ocupando cargos como analista de políticas públicas, gestor público, auditor governamental e administrador.
  • Organizações Não Governamentais (ONGs): Contribuir para a gestão de projetos sociais e ambientais, desempenhando funções de planejamento, execução e avaliação de programas voltados para o bem-estar da comunidade.
  • Consultorias: Atuar como consultor em empresas de consultoria em gestão, prestando serviços de assessoria a órgãos governamentais e organizações sem fins lucrativos.
  • Setor Privado: Trabalhar em empresas que têm interações com o setor público, ocupando cargos que envolvem a conformidade com regulamentos, políticas e programas governamentais.
  • Gestão de Projetos: Especializar-se em gerenciamento de projetos, planejando e executando iniciativas específicas que visam atingir metas e objetivos estabelecidos pelo governo ou por organizações sem fins lucrativos.

Essas áreas oferecem oportunidades para os recém-formados aplicarem seus conhecimentos em Administração Pública e desempenharem papéis significativos na melhoria da gestão pública e no desenvolvimento da sociedade.

Mulher entregando documento para outra atrás de balcão
Há muitas oportunidades de trabalho na área de Administração Pública

É melhor ingressar na faculdade pública ou privada?

A escolha entre uma faculdade pública e privada de Administração Pública depende das circunstâncias individuais da família de cada estudante. Sabemos que ambas as opções vão oferecer vantagens e desvantagens para as diferentes realidades dos estudantes, afinal, pode ser um fator de decisão muito pessoal.

Além disso, cada uma tem os seus destaques enquanto Escolas de Governo e Gestão Pública, como por exemplo a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) no âmbito público e a FGV EBAPE no privado, ambas com capacitação para gestores públicos. No entanto, a decisão deve considerar fatores como orçamento, localização, recursos disponíveis e a reputação da instituição.

Faculdade Pública de Administração Pública

As faculdades públicas de Administração Pública são instituições de ensino superior mantidas e financiadas pelo governo. Elas são conhecidas por oferecer um ensino de alta qualidade, com foco na formação de profissionais preparados para atuar de maneira eficaz no setor público. Algumas características notáveis dessas instituições incluem:

  • Acesso Gratuito: Uma das principais vantagens das faculdades públicas é que elas oferecem o ensino completamente gratuito. Isso torna o acesso à educação superior mais igualitário e amplamente disponível.
  • Excelência Acadêmica: Elas contam com corpo docente altamente qualificado e recursos de pesquisa de ponta, garantindo que os estudantes recebam uma educação de alto nível.

Faculdade Privada de Administração Pública

As faculdades privadas de Administração Pública também desempenham um papel importante no cenário educacional. Elas são mantidas por entidades privadas e, embora possam ter taxas de matrícula mais altas, oferecem vantagens específicas, como:

  • Flexibilidade de Horários: Muitas faculdades privadas oferecem programas de ensino com horários mais flexíveis, o que pode ser uma opção valiosa para estudantes que trabalham ou têm outros compromissos.
  • Recursos Adicionais: As instituições privadas geralmente investem em infraestrutura moderna, laboratórios bem equipados e tecnologia de ponta.
  • Bolsas de Estudo e Financiamento: Mesmo com taxas de matrícula mais elevadas, muitas faculdades privadas oferecem programas de bolsas de estudo e opções de financiamento.
Duas moças e um rapaz se cumprimentando felizes
A faculdade privada pode oferecer bolsas, recursos adicionais e flexibilidade de horários

Quanto custa a graduação em Administração Pública?

Os custos da graduação em Administração Pública podem variar consideravelmente, dependendo de fatores como a reputação da instituição de ensino, a localização, a modalidade, o tipo de curso, entre outros. No entanto, é possível encontrar graduação com mensalidades a partir de R$400,00, mas também é possível encontrar mensalidades superiores a R$6.000,00 e faculdades renomadas.

Por outro lado, é importante lembrar sempre que as faculdades públicas são uma possibilidade mais viável para quem não pode arcar com nenhum custo, nem com as melhores condições de pagamento, assim como a Anhanguera oferece. Além disso, nunca deixe de verificar as opções de bolsas de estudos para as faculdades particulares que você pode explorar.

Tem como conseguir bolsa de estudos em Administração Pública?

É possível obter bolsas de estudo em Administração Pública, e existem diversas opções para estudantes em todo o Brasil. Essas bolsas podem ser uma maneira valiosa de aliviar o custo da educação superior e tornar o acesso ao ensino mais acessível. A seguir, destacamos algumas das opções de bolsas de estudo que podem ajudar a tornar o sonho de cursar Administração Pública uma realidade.

  • Bolsas Acadêmicas: Muitas instituições oferecem bolsas acadêmicas com base no desempenho acadêmico dos estudantes. Essas bolsas podem cobrir total ou parcialmente as despesas de matrícula.
  • Programa Universidade para Todos (ProUni): Em alguns países, como o Brasil, o ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais em instituições privadas para estudantes de baixa renda.
  • Fundo de Financiamento Estudantil (FIES): O FIES, financiado pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), oferece ajuda financeira a juros baixos para estudantes de graduação que não podem arcar com as despesas de ensino superior.
  • Bolsas de Organizações e ONGs: Muitas organizações e ONGs também oferecem bolsas de estudo em Administração Pública como parte de seus programas de apoio à educação.

É essencial pesquisar e se candidatar a essas bolsas e programas de financiamento que vocês se apliquem aos requisitos para garantir que a educação em Administração Pública seja acessível e financeiramente viável.

Pessoa olhando tela do FIES no celular
O Fies é um meio de conseguir bolsas para estudar Administração Pública

Como entrar em Administração Pública?

Para ingressar na graduação em Administração Pública, existem diversas alternativas de processo seletivo à sua disposição, tais como o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), o Sisu (Sistema de Seleção Unificada) e o vestibular tradicional, ainda adotado por algumas instituições de ensino. Vamos explorar a seguir os pormenores de cada uma dessas opções.

ENEM

A nota do ENEM é um critério de seleção comum para ingressar em cursos superiores, incluindo Administração Pública. O ENEM é uma avaliação abrangente que testa o conhecimento em várias disciplinas e é organizado pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). As notas obtidas no exame são fundamentais para o processo de seleção de estudantes em instituições de ensino superior em todo o Brasil, utilizando o Sisu.

Sisu

Após a realização do ENEM, os estudantes que desejam entrar em Administração Pública podem se inscrever no Sisu. Esse sistema é um programa do governo que utiliza as notas do ENEM como critério de seleção para vagas em universidades públicas em todo o país. Os candidatos escolhem até duas opções de cursos, e com base em suas notas e a concorrência, são selecionados para as vagas disponíveis.

Vestibular

Algumas instituições de ensino ainda utilizam o processo de vestibular como método de seleção para ingressar em Administração Pública. Nesse caso, os candidatos devem se inscrever no vestibular da instituição desejada e realizar as provas específicas para o curso de Administração Pública. É importante verificar as datas e requisitos de inscrição de cada instituição que utiliza o vestibular como método de seleção.

Quais as exigências para se formar em Administração Pública?

Para se formar em Administração Pública, os estudantes geralmente precisam cumprir alguns requisitos. No entanto, é importante salientar que nem todas as instituições de ensino obrigam alguns requisitos, como, por exemplo, o estágio obrigatório. A seguir veja algumas das exigências para se formar em Administração Pública:

  • Conclusão das disciplinas obrigatórias;
  • Realização de estágio obrigatório;
  • Participação no Enade;
  • Apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Estágio Obrigatório em Administração Pública

O estágio obrigatório em Administração Pública é uma parte fundamental da formação. As práticas administrativas em ensino superior garantem que os estudantes apliquem o que aprenderam em sala de aula em boas oportunidades, como as experiências em órgãos governamentais, ONGs ou outras organizações relacionadas. Essa experiência é valiosa para o desenvolvimento profissional e a compreensão dos desafios da administração pública.

Enade para Administração Pública

O Enade em Administração Pública é uma avaliação que visa medir o desempenho dos estudantes e dos cursos de graduação. É obrigatório para os estudantes de Administração Pública que o façam para conseguirem o seu diploma, além de ajudarem a garantir a qualidade da sua própria formação. Afinal, os resultados do Enade também podem influenciar a reputação do curso e da instituição.

TCC de Administração Pública

O TCC em Administração Pública é uma pesquisa acadêmica que os estudantes realizam no final do curso. Eles escolhem um tópico relevante, realizam pesquisas, coletam dados e apresentam suas conclusões. O TCC é uma oportunidade para aplicar o conhecimento adquirido ao longo do curso em uma análise aprofundada de um problema ou questão na administração pública.

Moça apresentando dados em gráfico para pessoas
O TCC é um trabalho acadêmico apresentado no final do último ano

Vale a pena se formar em Administração Pública?

Avaliar se vale a pena se formar em Administração Pública depende dos objetivos e interesses individuais. Não há dúvidas que a administração pública oferece oportunidades para influenciar políticas, melhorar a gestão governamental e contribuir para o bem-estar da sociedade.

A carreira pode ser gratificante para aqueles que desejam servir o setor público e lidar com questões sociais e políticas. No entanto, é muito importante você ficar atento a alguns pontos sobre qualquer profissão, são eles: o salário que o formados em Administração Pública podem ganhar e qual o investimento que será feito nessa faculdade.

Salário para formados em Administração Pública

Segundo informações do site Salário.com, um Administrador ganha em média R$4.572,95 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 42 horas semanais. Em geral, os salários podem ser competitivos, especialmente em cargos de gestão no setor público. No entanto, os salários também podem variar de acordo com alguns fatores como os citados a seguir:

  • Localidade;
  • Especializações;
  • Tempo de experiência;
  • Idiomas falados;
  • Outros.

Investimento X Retorno para Administração Pública

O investimento na Faculdade de Administração Pública é muito relativo, principalmente a depender do tipo de faculdade que você ingresse, se será pública ou privada. Mas indo além do investimento de mensalidade, o curso de Administração Pública não exige muito investimento para que você tenha um bom rendimento no curso.

No entanto, vale a pena considerar alguns cursos de línguas, cursos de temas que você goste, participação em congressos que podem ter algum custo, pois são experiências que vão agregar na sua vida profissional. Além disso, para um bom investimento no curso irá te garantir com maior probabilidade um bom retorno financeiro nessa profissão, pois você pode alcançar bons salários.

Veja também: no Papo Reto saiba quanto é o salário para quem faz Administração!

Por que cursar Administração Pública na Anhanguera?

Optar pela formação acadêmica em Administração Pública na Anhanguera é escolher uma instituição de ensino comprometida em oferecer uma educação de qualidade e preparar os estudantes para desafios reais no setor público. 

Além de estar alinhada com a Secretaria Regional de Educação e ter a avaliação institucional da Faculdade de Administração Pública em dia com o Conselho Nacional de Educação (CNE), a Anhanguera se destaca por:

  • Seguir as normas educacionais para cursos de Administração Pública;
  • Corpo docente experientes e qualificados, aplicando metodologias de ensino para gestão pública;
  • Estrutura de apoio com amplos recursos;
  • Flexibilidade de horários;
  • Compromisso com o futuro, pois oferece educação continuada em Administração Pública.

Portanto, se você deseja uma formação sólida em Administração Pública, buscando atuar com ética e transparência na gestão pública, em um ambiente que promova o crescimento pessoal e profissional, a Anhanguera é a escolha ideal. 

Faça parte de nossa comunidade de estudantes comprometidos com a construção de um futuro melhor para todos. Inscreva-se agora e dê o primeiro passo em direção a uma carreira de impacto na Administração Pública.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Inscreva-se gratuitamente no vestibular online ou use sua nota do Enem para obter bolsas e descontos!