Qual curso fazer para ser professor de Ed. Física?

professor de educação física

Como você sabe, um diploma do curso superior muda a vida profissional de qualquer pessoa, abrindo oportunidades de carreira antes inacessíveis.

Uma das possibilidades é se formar para ser professor de alguma disciplina e dar aulas em escolas e em colégios. Para isso, é preciso fazer um curso de Licenciatura. Essa habilitação é que vai preparar o estudante para atuar no espaço da sala de aula e desenvolver técnicas de ensino e aprendizagem, além de absorver todo o conteúdo da área.

O curso para professor de Educação Física forma profissionais para atuar nesse campo de trabalho, o que pode ser muito recompensador tanto do ponto de vista financeiro quanto em termos de realização pessoal. Afinal, poder ensinar ao público jovem e conviver com ele é, por si só, um aprendizado diário e gratificante.

Vai ingressar no ensino superior ou está em busca de uma formação específica na área? Quer saber mais de perto como funciona a Licenciatura em Educação Física? Prossiga a leitura!

As oportunidades de trabalho como docente de Ed. Física

As áreas da Educação Física para o profissional formado no Bacharelado são muitas: ele pode atuar como personal trainer, por exemplo, trabalhando em academias, clubes, condomínios ou de forma particular.

O salário do educador físico não é nada mal, dependendo da posição que ele ocupa no mercado e do número de aulas que tem que dar durante a semana.

Porém, quem tem formação docente, ou seja, quem fez o curso de Licenciatura em Educação Física, também pode trabalhar como professor da educação básica, recebendo bons rendimentos.

Já para lecionar na faculdade, é preciso complementar os estudos com uma pós-graduação em Docência no ensino superior ou outra que capacite o professor a atuar nesse segmento, como cursos de Mestrado ou Doutorado.

A Licenciatura em Educação Física

O curso de Educação Física na Anhanguera é oferecido nas modalidades EAD 100% online ou semipresencial. No primeiro caso, o aluno pode escolher o dia da semana em que assistirá às teleaulas no polo da faculdade. Por exemplo, sábado de 9h às 11h55 ou terça de 19h05 às 22h. Essa informação é dada ao candidato antes da inscrição.

Já na modalidade 100% online, é o próprio estudante quem organiza seu horário e assiste às webaulas quando achar melhor. O importante é que, em qualquer uma das opções, a formação que ele vai receber é de máxima qualidade, em uma instituição reconhecida tanto pelo MEC (Ministério da Educação) quanto pelo mercado. Abaixo, veja mais detalhes sobre o curso de Educação Física EAD aqui na Anhanguera:

Grade curricular

Logo no início do curso de Educação Física, o estudante terá disciplinas básicas, comuns a todos os cursos da Anhanguera e focadas na Licenciatura, como:

  • Educação a Distância;
  • Homem, Cultura e Sociedade;
  • Metodologia Científica;
  • Psicologia da Educação e da Aprendizagem;
  • Ética, Política e Cidadania.

A grade curricular também é composta por disciplinas específicas da área das Ciências Biológicas e da Saúde, que são ministradas durante todo o curso, desde o primeiro período:

  • Saúde Coletiva;
  • Primeiros Socorros;
  • Fundamentos do Movimento Humano;
  • Crescimento e Desenvolvimento Humano;
  • Jogos, Brinquedos e Brincadeiras;
  • Atividade Física, Lazer e Saúde;
  • Aprendizagem Motora e Psicomotricidade;
  • Atividades Físicas e Esportes Adaptados;
  • Anatomia Aplicada à Educação Física;
  • Ciências Moleculares e Celulares;
  • Fisiologia do Exercício I e II;
  • Cinesiologia Aplicada à Educação Física;
  • Medidas e Avaliação em Educação Física;
  • Tópicos em Movimento Humano.

Há matérias voltadas ao ensino da Metodologia, que apresentam aspectos teóricos e didáticos de cada modalidade esportiva:

  • Metodologia do Ensino da Ginástica;
  • Metodologia do Ensino do Atletismo;
  • Metodologia do Ensino da Atividade Rítmica e Dança;
  • Metodologia do Ensino do Voleibol;
  • Metodologia do Ensino do Handebol;
  • Metodologia do Ensino do Futsal e Futebol;
  • Metodologia do Ensino do Basquetebol.

Para ser um professor licenciado, o estudante precisa cursar disciplinas próprias da Educação, oferecidas a partir do 4º período:

  • Libras – Língua Brasileira de Sinais;
  • Educação de Jovens e Adultos;
  • Didática: Planejamento e Avaliação;
  • Fundamentos da Educação;
  • Educação e Diversidade;
  • Políticas Públicas da Educação Básica;
  • Educação e Tecnologias;
  • Educação Formal e Não Formal;
  • Gestão Educacional;
  • Projeto de Ensino em Educação Física.

Também é necessário cumprir as 760 horas de Práticas Pedagógicas, distribuídas em:

  • Gestão da Sala de Aula;
  • Identidade Docente;
  • Gestão da Aprendizagem;
  • Cultura Corporal e Cidadania;
  • Práticas Corporais: das Brincadeiras aos Esportes.

E, é claro, não se forma um professor sem passar pelos estágios em todas as etapas da rede escolar:

  • Estágio Curricular em Educação Física I – Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental (150 horas);
  • Estágio Curricular em Educação Física II – Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio (150 horas);
  • Estágio Curricular em Educação Física III – Gestão Educacional (100 horas).

Ao fim do curso, espera-se que o licenciado tenha compreendido a importância da Educação Física como disciplina curricular e saiba aliar a fundamentação teórica à prática no contexto educacional.

Segunda Licenciatura

Se você tem um diploma e já é professor, pode obter muitas vantagens ao cursar uma segunda Licenciatura, sabia? Além do volume reduzido de matérias, já que você terá que fazer apenas as específicas da nova área, a formação fica bem mais completa!

Professores de Língua Portuguesa podem se beneficiar na preparação dos alunos para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), já que Educação Física é uma das disciplinas cobradas na prova de Linguagens e suas Tecnologias, assim como a Literatura.

Uma pessoa que dá aula de Artes para a educação infantil pode ampliar o conhecimento ao complementar sua formação com Educação Física, unindo o aprendizado para preparar aulas mais dinâmicas.

A complementação pedagógica para não licenciados

Agora, se você já cursou as disciplinas do Bacharelado em Educação Física, obter o título de licenciado é mais fácil ainda! Para isso, existe a Formação Pedagógica para não licenciados.

O profissional, ao complementar a grade curricular apenas com a formação pedagógica específica, torna-se muito mais competitivo no mercado e pode efetivamente atuar em todas as áreas da Educação Física, inclusive na rede de ensino regular.

Viu como ser prof. de Educação Física? Para se tornar um, é preciso fazer a Licenciatura na área ou, se já tiver cursado o Bacharelado, apenas complementá-lo com as disciplinas pedagógicas. E fazer isso na Anhanguera é uma vantagem a mais, pois a faculdade oferece parceria com o Canal Conecta, uma plataforma que auxilia o estudante a encontrar vagas em estágios e em empresas em todo o país.

Não perca a oportunidade de se matricular na Faculdade Anhanguera em um curso para professor de Educação Física! Inscreva-se agora mesmo!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content