6 passos para trabalhar como personal trainer e ter sucesso

estudantes de educação física personal trainer em academia

Cada vez mais pessoas têm sucesso ao trabalhar como personal trainer. Apesar de ser um termo que vem do inglês, ele foi adotado aqui no Brasil para designar os profissionais que atuam como preparadores físicos seguindo um modelo de acompanhamento personalizado.

Isso quer dizer que o cliente que contrata um personal espera receber um atendimento individual e mais atencioso, diferentemente de quem conta apenas com o apoio geral dos supervisores nas academias de ginástica. Aliás, o serviço pode ser prestado nas grandes academias ou em locais mais restritos, até mesmo na própria casa dos clientes.

Essa é a oportunidade de ter um retorno financeiro maior e também de desenvolver uma relação mais próxima com os alunos. Você já pensou em seguir essa carreira? Confira as 6 dicas que listamos para ter sucesso nesse segmento:

  • seja apaixonado por esportes;
  • forme-se no curso de Educação Física;
  • ganhe experiência por meio de estágios;
  • formalize-se de maneira autônoma ou garanta um emprego;
  • especialize-se em um público específico;
  • trabalhe seu networking.

Confira, a seguir, todos os detalhes dessas dicas!

1. Seja apaixonado por esportes

A maior motivação para trabalhar como personal trainer e ter sucesso na área deve ser sua paixão por esportes e atividades físicas. Um bom profissional inspira os outros a seguirem um caminho mais saudável e ativo por ter completa consciência de como isso é importante.

Além disso, essa também vai ser uma das principais razões para escolher o curso de Educação Física, já que o interesse pelo segmento esportivo não deve ser visto apenas como hobby — como acontece com várias pessoas. O personal vai passar boa parte do seu tempo (ou até da sua vida) dentro de academias ou de ambientes que remetem ao esporte; portanto, deve se sentir o mais confortável possível com isso.

2. Forme-se no curso de Educação Física

A primeira exigência para ser um personal trainer é fazer uma faculdade de Educação Física. A segunda podemos dizer que é ser registrado no Conselho Regional de Educação Física do seu estado, ou no Conselho Federal de Educação Física (Confef), o que vai permitir a sua atuação de forma regularizada. Ninguém pode oferecer o serviço de personal se esses critérios não forem atendidos, por mais que entenda muito da área.

Aqui na Anhanguera, o curso dura em média de 3 anos. Um fato interessante é que a graduação em Educação Física já é oferecida na modalidade EAD, o que confere maior flexibilidade para a rotina do aluno e outros benefícios.

3. Ganhe experiência por meio de estágios

Nenhum estudante universitário ou recém-formado acumula habilidades práticas se não se dedicar verdadeiramente ao exercício de suas funções. É claro que o conhecimento teórico é imprescindível para embasar as suas atitudes e orientações como personal trainer, mas toda profissão requer o desenvolvimento de competências práticas.

As experiências iniciais são fontes de aprendizado muito especiais e ajudam, principalmente, a identificar pontos que precisam ser trabalhados para que o profissional fique ainda melhor. Nesse sentido, os estágios são excelentes oportunidades de conhecer de perto o ofício quanto antes. Assim, você sai da faculdade mais preparado para o mercado de trabalho. Ou seja, não desperdice essa chance de agregar experiência profissional para o seu currículo.

4. Formalize-se de maneira autônoma ou garanta um emprego

Depois de concluir os estudos, uma das decisões que um personal trainer precisa tomar é relacionada à sua forma de trabalho e aos tipos de emprego disponíveis. Isso quer dizer que ele pode decidir trabalhar como autônomo ou buscar um emprego formal e ser um funcionário registrado em uma academia, por exemplo.

Seguindo a primeira opção, ainda existem algumas alternativas. Uma possibilidade é montar uma academia própria para receber seus clientes e tornar-se um empresário no ramo, inclusive podendo contratar outras pessoas para formar uma equipe. Contudo, também é possível trabalhar de forma mais independente, visitando a casa das pessoas ou fazendo parcerias com academias para usar o espaço delas sem necessariamente ser contratado por elas.

A dica nesse quesito é analisar o mercado a fim de encontrar o caminho mais vantajoso para você. Vale lembrar que uma coisa não exclui a outra, e as decisões podem mudar ao longo da sua trajetória.

Por exemplo, no começo, pode ser interessante garantir um emprego para conhecer pessoas e demonstrar a qualidade do seu trabalho. Nesse sentido, os alunos da Anhanguera contam com a ajuda do Canal Conecta, uma plataforma que reúne as melhores vagas de emprego e estágio. Então, depois de já ser conhecido no meio, a ideia de ter um negócio próprio talvez seja mais lucrativa.

5. Especialize-se em um público específico

A competitividade é uma característica do mundo do trabalho, que acaba exigindo que as pessoas adquiram diferenciais para se destacar de alguma forma. Uma das melhores formas de fazer isso é apostando em especializações e em cursos complementares. Afinal, o conhecimento é um distintivo e tanto, além de atrair pessoas que gostariam de ser acompanhadas por profissionais atualizados e que dominem sua área de atuação.

No caso dos preparadores físicos, existe ainda outra dica para ganhar destaque e reconhecimento: apostar em um público específico. Alguns exemplos de nichos que podem ser escolhidos são idosos, atletas ou mulheres. A ideia é avaliar o mercado local para identificar um potencial de demanda e investir em se tornar um especialista na vertente escolhida.

6. Trabalhe seu networking

Um personal bem-sucedido precisa de alunos, certo? Ainda que tenha uma ótima formação, é necessário ser conhecido pelo público para que os seus serviços sejam contratados.

Logo, uma tarefa essencial é expandir a sua rede de relacionamentos ou, como alguns preferem dizer, trabalhar o networking. Isto é, não deixe de investir na divulgação do seu trabalho e no seu marketing pessoal, lembrando que você é um exemplo para as pessoas.

O sucesso nessa área depende muito da construção da imagem do profissional, o que está ligado a valores como competência, ética, responsabilidade, transparência, respeito e outros semelhantes. Como se trata de uma prestação de um serviço individual, a credibilidade é um fator indispensável para alcançar bons resultados.

Inclusive, o famoso “boca a boca” deve ser um dos meios de promoção do seu trabalho. A missão de conquistar os primeiros alunos é um ponto de partida para melhorar o seu reconhecimento e receber a indicação de novos clientes.

Deu para perceber que trabalhar como personal trainer envolve cuidados além de simplesmente garantir um diploma? Porém, a certificação é o primeiro passo para pode crescer nessa carreira, e você deve fazer uma boa escolha nesse momento!

O que você achou das nossas dicas? Se gostou do conteúdo, aproveite para seguir as nossas redes sociais e continuar acompanhando todas as novidades! Estamos no Facebook, no Instagram, no LinkedIn e no YouTube.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.2 / 5. Número de votos: 28

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.