O que é grade curricular? Como ela é estruturada?

alunos vendo o que é a grade curricular

Você sabia que a grade curricular pode dizer muito a respeito de sua graduação e, até mesmo, da sua faculdade? Pois bem, deixar de observar como é a grade curricular de um curso superior é um equívoco muito comum, tanto para estudantes que pretendem começar a graduação quanto dos próprios universitários.

Como a grade curricular de um mesmo curso varia de instituição para instituição, inclusive porque sua estruturação depende do projeto pedagógico de cada faculdade, nem sempre os estudantes sabem comparar diferentes grades curriculares.

Esse cuidado é importante porque, embora o Ministério da Educação (MEC) estabeleça critérios e recomendações para cada curso superior em funcionamento no Brasil, as faculdades definem a própria abordagem em suas graduações e pós-graduações.

Então, fique conosco, pois aqui na Anhanguera fizemos um artigo para explicar:

  • o que é grade curricular;
  • a diferença em relação à matriz curricular;
  • quem é responsável por definir a grade de um curso;
  • por que é importante analisar a grade antes e durante o curso de graduação.

Boa leitura!

O que é grade curricular?

A grade curricular refere-se à organização sistemática de todas as disciplinas às quais os alunos da faculdade serão submetidos ao longo da graduação ou pós-graduação. Trata-se de um documento que deve ser constantemente consultado pelos universitários, a fim de terem uma ideia concreta sobre o que será estudado até a conclusão do curso.

Já para os vestibulandos, a grade curricular é um ponto importante para a decisão por esta ou aquela faculdade. Especialmente no cenário atual, em que vemos tantos cursos superiores sendo abertos ― cada um com propostas bastante distintas ―, deixar de prestar a atenção na composição da grade curricular pode gerar uma decisão errada.

Composição da grade curricular

Basicamente, a grade curricular de um curso de graduação é dividida entre disciplinas obrigatórias, optativas, atividades complementares e estágios. Veja o que cada uma delas significa a seguir.

Disciplinas obrigatórias

São as disciplinas comuns a todos os cursos universitários do mesmo segmento. Embora possam variar ligeiramente de nome, os fundamentos são iguais. Você não pode concluir o curso sem ter passado por todas elas.

Disciplinas optativas

Trata-se de um conjunto de disciplinas não obrigatórias que você pode escolher como complementação de seu curso. Algumas faculdades podem exigir que você cumpra um determinado número de disciplinas optativas.

Atividades complementares

São atividades que os alunos devem cumprir fora do ambiente formal de aula para ampliar seus conhecimentos e complementar os estudos. Incluem workshops, minicursos, intercâmbios, visitas técnicas, participação em feiras e em simpósios ― algumas dessas atividades podem ser ofertadas pela própria faculdade. Ao final, você reúne uma quantidade de créditos.

Estágios

Embora não sejam disciplinas, os estágios fornecem a experiência necessária para você começar a atuar profissionalmente. Existe um número obrigatório de horas de estágio a serem cumpridas durante o curso. Essa quantidade de horas varia conforme a graduação.

Diferença entre grade curricular e matriz curricular

A matriz curricular determina os pilares do ensino de cada curso superior. A partir dela, define-se o projeto pedagógico, a forma como o curso será estruturado e o próprio currículo. Uma vez que a matriz curricular está definida, é composta a grade curricular, que será entregue ao MEC para que o curso seja regulamentado.

Uma vez que o MEC autoriza a abertura do curso, é papel da instituição garantir que todo esse planejamento pedagógico seja cumprido, a fim de que o aluno receba os conhecimentos necessários para obtenção do diploma de graduação.

Um exemplo de como a matriz curricular define o que vai ser estudado é como será o uso de novas tecnologias. Como o MEC autoriza que até 20% das matérias sejam ministradas na modalidade EAD (educação a distância), as faculdades estão inserindo disciplinas interativas na grade curricular, as quais são cumpridas via internet.

Mas, para que isso seja possível, é preciso ter objetivos predeterminados que garantam a efetividade daquela disciplina. Isso só é conseguido por meio da matriz curricular.

Quem é responsável por definir a grade curricular de um curso?

Todas as instituições de ensino brasileiras, desde a educação infantil à pós-graduação, seguem as orientações do MEC para o exercício de suas atividades pedagógicas. No caso do ensino superior, o Ministério é responsável pela publicação de todos os pareceres e resoluções que definem todos os direcionamentos para que os cursos superiores funcionem com uniformidade.

Então, para cada curso, existe uma série de regras que norteiam os conhecimentos a serem incluídos no currículo. Digamos que o MEC tem uma matriz curricular principal, a qual servirá de base para todas as faculdades do país.

A partir desses direcionamentos, as faculdades vão definir suas próprias estratégias pedagógicas e metodologias de ensino para cada curso para, a partir de então, montar a grade curricular de cada um de seus cursos.

Por esse motivo, você verá diferentes tipos de grade curricular. Algumas instituições seguem modelos mais tradicionais, com trajetórias mais lineares; outras desenham a trajetória do aluno com mais flexibilidade, dividindo o curso em etapas ou módulos. Além disso, há instituições mais inovadoras, que investem em um ensino mais dinâmico; outras permanecem com uma grade curricular mais tradicional.

A grade curricular pode mudar de tempos em tempos?

Sim. De acordo com as necessidades observadas pela faculdade, por exemplo, com relação à inovação tecnológica, às novidades do mercado, às alterações de legislação, às novas qualificações de carreira etc., é possível alterar a grade curricular de um curso.

Para isso, a faculdade conta com uma comissão pedagógica que vai criar as propostas e colocá-las em consonância com as matrizes curriculares dos cursos em questão. Feito isso, essa documentação será apresentada ao MEC para que as mudanças sejam avaliadas e, enfim, aprovadas.

Por que analisar a grade curricular antes de iniciar a faculdade?

A grade curricular pode dizer muito sobre a instituição de ensino pretendida. Por isso, deve estar entre os itens a serem analisados na hora da escolha por essa ou aquela faculdade.

Em um momento em que estamos passando por grandes transformações no mundo, espera-se que a grade curricular propicie ao aluno experiências práticas, contando com o que há de mais moderno em sua profissão, bem como permita maior autonomia.

Se a grade curricular parecer um tanto “engessada” ou obsoleta, com pouco espaço para atividades práticas, por exemplo, tome cuidado, pois o mercado de trabalho está cada vez mais exigente e precisa de profissionais bem preparados, ainda que recém-formados.

Inclusive, dependendo de como é a grade curricular, isso pode refletir até mesmo na avaliação do MEC sobre o curso, já que os universitários precisam prestar o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que avalia o desempenho dos estudantes nos cursos de graduação e é um dos principais componentes para avaliação da educação superior.

Nesse sentido, as faculdades que apostam em uma proposta pedagógica inovadora, com diretrizes curriculares adequadas às expectativas atuais do mercado, logicamente desenvolvem uma grade curricular capaz de suprir todas essas demandas.

Como você pôde perceber, a grade curricular determina o percurso que o aluno percorrerá ao longo do curso e a forma como construirá seu conhecimento. Por esse motivo, ela precisa ser dinâmica e adaptável às mudanças na sociedade e no mercado de trabalho. Assim, o estudante estará o mais bem preparado possível para iniciar sua carreira.

Já que estamos falando sobre grade curricular, existem muitas dúvidas sobre como funciona a aplicação das matérias online. Então, fique conosco mais um pouco e entenda como funcionam as disciplinas a distância e suas vantagens!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 9

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.