Você sabe como funciona o estágio obrigatório? Descubra!

estagiários conversando

Aproximar-se da realidade do mercado de trabalho é algo fundamental durante a graduação, pois essas experiências ajudarão você a adquirir parte da vivência profissional necessária para começar bem na carreira.

Por esse motivo, é importante entender o que é e como funciona o estágio obrigatório. Com isso, você pode planejar desde o início da faculdade as áreas nas quais gostaria de se engajar para uma formação profissional ainda mais completa.

Pensando nisso, resolvemos criar este guia com algumas informações sobre o que é estágio obrigatório, a relevância dessa etapa, a diferença para o estágio não obrigatório e o que fazer para conseguir as melhores oportunidades. Vamos lá? Acompanhe esta leitura até o fim!

O que é estágio obrigatório?

O estágio obrigatório é aquele que funciona como crédito indispensável à obtenção do diploma de graduação. Para ficar mais fácil de entender, é como se fosse uma disciplina regular da faculdade. É preciso cumpri-la para ter a “aprovação” e poder se formar.

A obrigatoriedade do estágio em um curso de graduação é facultativa, ou seja, depende da área do conhecimento e do projeto pedagógico do curso. Isso está previsto no artigo 2º da Lei do Estágio (nº11.788/2008):

“O estágio poderá ser obrigatório ou não obrigatório, conforme determinação das diretrizes curriculares da etapa, modalidade e área de ensino e do projeto pedagógico do curso.”

A razão da obrigatoriedade do estágio é que, em algumas áreas, como Saúde e Engenharia, há vivências importantes que precisam ser adquiridas ao longo do curso, sob supervisão da faculdade. Logo, é um requisito para a obtenção do diploma.

Especialmente para quem já trabalha na área, mesmo sem o diploma, a pergunta “preciso fazer estágio obrigatório”? é alvo de discussão, pois existe um número de horas de dedicação semanal. Então, é sempre bom consultar a coordenação do curso para saber como sua experiência diária pode ser considerada estágio obrigatório.

Qual é a importância da etapa?

Se você nunca trabalhou na área, saiba que há muitas vantagens em fazer estágio obrigatório, além da obtenção dos créditos.

Elas incluem tanto habilidades técnicas quanto interpessoais, que formam um conjunto de conhecimentos necessários para o preenchimento de qualquer vaga de emprego no mercado de trabalho. Dê uma olhadinha.

Vencer os desafios do primeiro emprego

O primeiro emprego a gente nunca esquece. Muitas vezes, chegamos com tamanha ingenuidade, que coisas simples acabam sendo bastante difíceis. No estágio ― obrigatório ou não ―, você aprenderá a ter a articulação necessária para ser um profissional proativo e desenvolverá na prática a teoria aprendida na faculdade ao enfrentar diferentes desafios.

Criar uma rede de contatos

Ter uma rede de contatos profissionais (networking) de peso é essencial para aproximar você de grandes oportunidades. Por isso, comece a montar a sua logo no estágio obrigatório, preenchendo-a com nomes que poderão favorecer você agora e no futuro.

Preparar-se melhor para processos seletivos

As vivências do estágio também ajudarão você a ganhar habilidades nos processos seletivos. Por exemplo, você terá maior tranquilidade para responder a certas perguntas da área e até se sairá melhor em dinâmicas de grupos, pois já poderá ter vivido situações parecidas no cotidiano do trabalho.

Aproximar-se da efetivação

Caso seu desempenho seja acima da média, o estágio pode ser uma porta aberta para sua contratação. Às vezes, suas funções acabam sendo tão importantes que a empresa prefere manter você no cargo a abrir um novo processo seletivo. Que passo enorme rumo ao sucesso profissional, não?

Aprender a ter inteligência emocional no trabalho

Muitos profissionais competentes perdem excelentes oportunidades de trabalho porque esbarram nas relações interpessoais. Por isso, o estágio também é importante para você desenvolver sua inteligência emocional ― algo essencial para saber lidar com diferentes personalidades e controlar suas emoções e sentimentos a seu favor.

Qual é a diferença entre estágio obrigatório e não obrigatório?

Existem algumas diferenças claras entre o estágio obrigatório e não obrigatório, cujas regras estão presentes em várias portarias do Ministério da Educação (MEC) e na própria Lei do Estágio. Confira as principais, a seguir.

Estágio obrigatório

  • está na matriz curricular do curso;
  • é supervisionado, em geral, por um professor e/ou coordenador do curso;
  • um supervisor pode ter até 10 estagiários supervisionados;
  • tem carga horária mínima a ser cumprida (varia conforme o curso);
  • a empresa contratante não precisa oferecer bolsa estágio nem benefícios como vale-transporte ou alimentação.

Estágio não obrigatório

  • não faz parte da matriz curricular do curso;
  • não precisa ser supervisionado;
  • não tem carga horária mínima, porém os contratos duram, no máximo, dois anos;
  • deve ser obrigatoriamente remunerado, mas não há piso para o valor do auxílio;
  • a empresa deve oferecer vale-transporte.

O que fica igual para ambos

  • estagiários têm direito a recesso de 30 dias a cada 12 meses;
  • a carga horária máxima é de 6 horas por dia, ou 40 horas semanais;
  • esse período pode ser reduzido durante as provas;
  • é obrigatório o oferecimento de seguro contra acidentes, morte e invalidez;
  • não é preciso ter anotação na carteira de trabalho (CTPS), exceto no espaço de informações gerais (nome do curso, instituição, período de estágio etc.);
  • por não ser um contrato de trabalho, as empresas estão isentas de pagar 13º e adicional de férias.

Como funciona a contratação?

Após a aceitação do estágio, em todos os casos, é assinado um Termo de Compromisso de Estágio validando o contrato. Ali, estão dispostos todos os itens do acordo entre o estagiário e a empresa:

  • valor da bolsa estágio, se houver;
  • benefícios e seguros;
  • jornada de trabalho;
  • duração do contrato;
  • funções do estagiário.

Como garantir o melhor estágio obrigatório?

O estágio obrigatório pode ser realizado por meio de processos seletivos e/ou por indicação da faculdade. Sendo assim, sempre vale a pena conversar com a coordenação do seu curso sobre as políticas de estágio. Veja duas formas de conquistar a melhor oportunidade.

Estagie na própria faculdade

Veja se sua faculdade oferece oportunidades de estágio obrigatório, como é o caso dos departamentos vinculados aos cursos para atendimento à comunidade, como:

Cadastre-se em portais de vagas

Os sites de vagas são ótimos para ficar sabendo de oportunidades de estágio. Mas aqui há um detalhe especial: alunos matriculados nas unidades da Anhanguera têm acesso exclusivo ao Canal Conecta, um portal de empregabilidade que reúne vagas nas melhores empresas em todo o Brasil.

Potencialize as vantagens do estágio!

Agora que você sabe o que é estágio obrigatório, lembre-se de observar bem as oportunidades que surgirem. Antes de participar de um processo seletivo ou aceitar uma indicação, pesquise bastante sobre a empresa e a função a ser desempenhada. Dessa forma, você não correrá risco de encarar um trabalho que tenha pouco a ver com você e fará valer a pena esse momento tão especial da formação universitária.

E aí, já decidiu qual graduação vai cursar? Então, dê o próximo passo: estude em uma das maiores e melhores faculdades do país. Inscreva-se já no vestibular da Anhanguera!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.