Carreira em Psicologia: guia completo para os aspirantes à área

psicóloga e criança representando carreira em psicologia

O interesse dos estudantes pré-vestibulandos pelo curso de Psicologia vem aumentando nos últimos anos — em alguns casos, ele está entre os mais procurados1 por quem está entrando na faculdade. Quais serão os atrativos que interessam a tantas pessoas? Na verdade, os motivos para justificar o sucesso da Psicologia em 2020 podem ser variados.

A carreira em Psicologia mostra-se muito relevante no Brasil e no mundo. Cada vez mais, a saúde mental tem sido um assunto a ser discutido (e a ser tratado por profissionais capacitados).

Nesse contexto, o curso de Psicologia se torna um importante aliado para a saúde da população em geral. O psicólogo é um profissional multidisciplinar e que pode atuar nos mais diferentes lugares, contribuindo para que a sociedade se compreenda melhor e possa, assim, ter mais qualidade de vida.

Quer saber mais sobre isso? Confira o que vamos conversar neste post completo e tenha uma boa leitura!

Qual é o perfil do estudante de Psicologia?

De modo geral, o estudante de Psicologia é alguém que:

  • gosta de estudar;
  • tem foco e disciplina;
  • sabe ser organizado;
  • gosta de se comunicar;
  • tem empatia;
  • interessa-se pela mente humana;
  • tem vontade de ajudar o próximo.

Muitas dessas características serão trabalhadas ao longo da graduação, por isso, não se preocupe! O que é realmente válido é ter a vontade de mudar a vida das pessoas a partir de seus conhecimentos. Esse é o pilar para qualquer futuro psicólogo!

O que é preciso saber sobre o setor?

Agora, veremos algumas afirmações sobre a área da Psicologia para que você comece a se familiarizar com o setor. Vamos lá?

Une as áreas biológica e humana

O estudante de Psicologia estará em contato direto e frequente com disciplinas das Ciências Biológicas e da área de humanidades. Esse é um curso altamente interdisciplinar e que favorece pessoas que gostam de temas variados.

É, basicamente, um estudo sobre a mente e o comportamento

O psicólogo, frequentemente, estudará aspectos voltados à sociologia do comportamento humano. Ele precisará entender as tendências sociais e, a partir delas, imergir na mente de seus pacientes a fim de ajudá-los a compreender melhor o mundo ao seu redor e, claro, a si mesmos.

O comportamento típico é tão estudado quanto o atípico

O psicólogo não lida apenas com “desvios” de comportamento padrão, mas também estuda aquilo que é considerado “típico” em nossa sociedade. Com essas informações, ele poderá orientar melhor os seus pacientes.

Há diversas especialidades

Assim como na Medicina, a Psicologia é uma área com diversos campos de estudo. As especialidades envolvem Psicologia Infantil, Psicologia do Idoso, Psicologia Empresarial, Psicologia Esportiva e muitas alternativas! Mais adiante, você vai conferir detalhes sobre algumas delas.

É possível trabalhar na esfera pública e privada

O psicólogo poderá escolher em qual campo prefere atuar. Hospitais, escolas e clínicas públicas são uma opção, mas também há muitas alternativas de concursos públicos para esse profissional. Além disso, a atuação autônoma e empreendedora também é uma possibilidade.

É uma profissão com tudo para crescer

Cada vez mais as pessoas se preocupam com a própria saúde mental, o que faz com que a demanda por esse profissional não pare de crescer. É, portanto, uma profissão muito valorizada e com ótimas perspectivas!

🤔 Qual a área de atuação da Psicologia ideal para mim? Responda nosso quiz e confira o resultado com a gente!

Vale a pena cursar a faculdade de Psicologia?

A graduação de Psicologia é uma alternativa interessante para aqueles que pensam em atuar na área de Ciências Humanas e da Saúde. O principal objetivo do profissional que se forma nessa área é acompanhar o desenvolvimento e a qualidade de vida das pessoas, com foco na saúde psicológica. Ou seja, nas emoções e nos comportamentos que podem trazer sofrimento.

Pensando nisso, será que vale a pena escolher a Psicologia no ensino superior? A resposta para essa pergunta só deve partir de você, mas é importante ter informações sobre o curso e a profissão para que sua escolha de profissão seja bem baseada, e os riscos de se arrepender diminuam muito.

Neste post, vamos apresentar algumas das principais vantagens dessa carreira. Por exemplo, a amplitude do mercado de trabalho. As oportunidades de atuação são tão diversas que é possível conhecer psicólogos que atuam em campos e em funções completamente diferentes entre si.

Assim, quem tem interesse em trabalhar com pessoas pode encontrar muita satisfação ao optar pelo curso de Psicologia. Nossa dica é conhecer bem o curso e as possibilidades da carreira com o objetivo de decidir se ele é a opção que você deseja para o seu futuro.

Quais são as possibilidades de atuação na área?

Para começar a saber tudo sobre o assunto, que tal conhecer as áreas da Psicologia? Os profissionais formados não têm apenas uma opção depois de sair da faculdade. Embora, claro, existam os campos mais conhecidos — como o da Psicoterapia Clínica. Conheça agora esse e outros caminhos possíveis.

Psicologia Clínica

A Psicologia na clínica visa atuar, principalmente, na prevenção e na recuperação da saúde mental. Geralmente, os pacientes procuram o psicólogo (ou psiquiatra) quando estão vivendo algum desafio particular — por exemplo, mudanças na carreira, separações conjugais, perda de um ente querido etc. Nessas ocasiões, pode ser interessante contar com apoio do psicólogo.

Além da procura em momentos difíceis da vida, também há busca por atendimento psicológico quando um transtorno mental já se instalou. Nesse caso, indivíduos com depressão, transtorno de ansiedade ou síndrome do pânico (além de outras questões) beneficiam-se do acompanhamento profissional.

O atendimento na clínica psicológica pode ser bastante variado. Profissionais têm a possibilidade de atender pessoas de todas as idades — crianças, adolescentes, adultos e idosos. Também é possível realizar tanto atendimentos individuais quanto de casais ou de grupos. O trabalho com grupos pode ser temático (por exemplo, grupos para mulheres, grupos para tratar transtornos alimentares etc.).

As intervenções do psicólogo clínico ajudam os pacientes a entender melhor as próprias questões e a construir estratégias para lidar com os desafios da vida com maior saúde. Assim, essa possibilidade da carreira de Psicologia traz um serviço muito importante para a população.

Apesar de ser uma área relativamente comum, a Psicologia Clínica também traz muitas oportunidades de trabalho e, claro, ótimas remunerações. O salário médio para um recém-formado é de R$ 2.800* para uma jornada de 33 horas trabalhadas semanalmente.

Psicologia Hospitalar

Além de atuar com atendimentos clínicos particulares, os psicólogos costumam trabalhar em instituições de saúde — hospitais, postos de saúde, centros de atenção psicossocial (CAPS), entre outros. Nesse caso, podemos falar da área de Psicologia Hospitalar. O salário médio de um Psicólogo Hospitalar é de R$ 3.300*.

A atuação no campo hospitalar assemelha-se à clínica, mas considera as especificidades do ambiente de saúde coletiva. Uma das diferenças pode ser, por exemplo, precisar acompanhar a rotina do hospital, atendendo alguns pacientes diretamente em seus leitos.

Outra especificidade do trabalho com Psicologia Hospitalar é a atuação conjunta com outros profissionais de saúde, como médicos, enfermeiros e assistentes sociais dos hospitais. O contato com as famílias é mais uma função comum de psicólogos nessa área.

O objetivo do profissional é o mesmo: promover saúde mental. Muitas vezes, as pessoas que passam por tratamento de saúde física vivenciam dificuldades emocionais — assim como os familiares e os entes queridos que acompanham esse período. Por isso, a Psicologia é indispensável.

Psicologia Educacional/Escolar

Outra área interessante da carreira em Psicologia corresponde ao trabalho em escolas e em demais instituições de Educação. É onde se encaixam os profissionais que têm interesse na área da Psicologia Educacional ou Escolar — o “escolar” refere-se à atuação em escolas, e “educacional” a outros locais ligados à Educação.

Assim, é possível encontrar psicólogos atuando, por exemplo, no desenvolvimento de políticas públicas educacionais ou em Organizações Não Governamentais (ONGs). Tanto nessas instituições quanto nas escolas, sua principal função é acompanhar o desenvolvimento e a saúde mental das pessoas que fazem parte do local.

Desse modo, em escolas, o psicólogo faz acompanhamento aos alunos, aos professores e aos funcionários e também às famílias. Entre as principais atribuições do cargo estão realizar palestras sobre temas atuais, prevenir situações de violência, orientar as famílias na relação com os filhos e apoiar a qualificação dos professores.

Sobre a remuneração, vale a pena ressaltar que esse profissional recebe, em média, um salário de R$ 3.400*.

Psicologia do Trabalho

Quem conclui a graduação de Psicologia pode se inserir na área do trabalho (também chamada de organizacional). Nesse cenário, o psicólogo atua em empresas, podendo exercer funções bastante diversas. Entre as principais, está a atuação no setor de Recursos Humanos (RH) ou de gestão de pessoas.

Algumas atividades realizadas pelo setor são: seleção de novos colaboradores, treinamento e desenvolvimento das equipes e avaliações de desempenho. Além disso, não podemos nos esquecer do que orienta o trabalho de todos os psicólogos: a busca por promoção de saúde e de inteligência emocional.

Logo, os psicólogos organizacionais também têm a prática de identificar necessidades da empresa e propor ações que auxiliem os colaboradores em relação à sua saúde. Esse é um cuidado muito importante, já que diversos profissionais enfrentam dificuldades emocionais em seus locais de trabalho.

Assim como as outras áreas, o salário de um psicólogo especializado na área do trabalho também costuma ser bem satisfatória. A sua remuneração média é de R$ 3.600* para 38 horas trabalhadas por semana.

Psicologia Social

A Psicologia Social é mais uma das possibilidades do curso. Percebe como o mercado é muito amplo na área? Falando sobre psicólogos sociais, eles atuam em diferentes espaços com foco na promoção de cidadania, de justiça social e de assistência para pessoas e comunidades.

O foco da área é promover saúde de maneira coletiva. Com isso, é bem comum que os psicólogos desse nicho atuem em órgãos do governo, assim como em projetos e em políticas públicas. Eles também podem fazer parte do quadro funcional de ONGs e de ações sociais.

O psicólogo social recebe um salário de, em média, R$ 2.700*. A jornada de trabalho mencionada no levantamento do site Salário.com.br é de 34 horas semanais.

Psicologia Jurídica

Outro campo de atuação em que é possível encontrar psicólogos é o judiciário. A Psicologia Jurídica utiliza os conhecimentos da área para apoiar a análise de processos, a avaliação de pessoas por meio de testes psicológicos e entrevistas, assim como outras funções da área criminal e jurídica.

Os psicólogos que atuam nesse campo precisam de conhecimentos específicos, pois podem trabalhar como peritos. Algumas das demandas mais comuns são a avaliação e a elaboração de laudos — por exemplo, para ajudar na tomada de decisão sobre adoções ou guarda de crianças.

Existem, ainda, psicólogos no sistema penitenciário. Lá, eles podem realizar avaliações para apoiar a decisão sobre medidas judiciais, soltura etc. Além disso, eles devem acompanhar a saúde e as condições de vida das pessoas que estão respondendo por crimes. O psicólogo jurídico (ou forense) recebe um salário de cerca de R$ 3.100* por 34 horas semanais de trabalho.

Psicologia do Esporte

Você sabia que os psicólogos também se fazem presentes no treinamento de atletas de alto nível? Nos últimos anos, a Psicologia do Esporte vem chamando mais atenção — especialmente no caso de atletas que participam de competições globais, como as Olimpíadas. Para uma carga horária de trabalho de 28 horas semanais, o Psicólogo do Esporte receberá um salário médio de R$ 2.600*.

Os atletas vivem sob fortes pressões emocionais e, hoje, já se sabe que essa condição pode atrapalhar muito no momento das provas. Assim, mesmo aqueles que estão em ótima forma e bem treinados podem perder seus resultados positivos por não conseguir controlar o lado emocional.

Então, o trabalho de psicólogos passou a ser mais valorizado na área. Além de acompanhar atletas individuais, os profissionais também fazem o acompanhamento de times — como um clube ou seleção de futebol. Eles se integram à equipe técnica para favorecer as melhores condições de treinamento e de competição.

Em quais áreas o psicólogo pode se especializar?

Assim como existem muitas áreas de atuação em Psicologia, há diversas alternativas para quem deseja se especializar e aumentar sua qualificação profissional. Um exemplo muito buscado pelos psicólogos é uma especialização que aprofunde seus conhecimentos na área clínica.

Isso porque a atuação na carreira em Psicologia Clínica pode se basear em diferentes teorias — chamadas de abordagens do curso. Algumas delas são a Psicanálise e a Teoria Comportamental. Com isso, os profissionais que pretendem focar sua atuação na Psicoterapia geralmente procurar uma especialização na sua abordagem preferida.

O psicólogo também pode fazer uma pós-graduação que o prepare para cada uma das áreas que citamos anteriormente. Além disso, existem outros cursos que costumam interessar os profissionais e abrir portas para a carreira no campo da saúde mental. Confira algumas das principais.

Gestão de pessoas

Você viu que a Psicologia do Trabalho é um dos campos de atuação do psicólogo. Ela também é uma área que oferece boas oportunidades salariais em cargos de liderança. Por isso, vale a pena buscar especialização em Psicologia Organizacional ou MBA em Gestão de Pessoas, por exemplo.

A pós-graduação nessa área permite que as pessoas formadas no curso de Psicologia aprofundem seus conhecimentos e desenvolvam melhor suas habilidades profissionais para trabalhar em empresas de maneira estratégia. Assim, é possível aproveitar as possibilidades de emprego e as promoções ofertadas nos locais de trabalho.

Neuropsicologia

Uma opção de especialização que está em alta nos últimos anos para a carreira em Psicologia é a Neuropsicologia. Ela parte de conhecimentos recentes sobre o funcionamento cerebral e a influência dos processos fisiológicos nas emoções e nos comportamentos humanos. Com isso, trata-se de um caminho atual e muito interessante.

Neuropsicólogos podem ser procurados para avaliação psicológica e também para atuar em processos de reabilitação. Os conhecimentos dele são úteis, ainda, à adaptação escolar — por exemplo, construindo junto a escolas e famílias as melhores estratégias para educar crianças com alguma dificuldade ou deficiência.

De modo geral, um neuropsicólogo tem uma remuneração média de R$ 3.200* para 29 horas trabalhadas por semana.

Psicopedagogia

A Psicopedagogia já é uma especialização clássica para pessoas que se formam em Psicologia ou Pedagogia. Ela une as duas carreiras para mesclar conhecimentos, aprofundar a formação pedagógica e favorecer uma atuação profissional junto aos estudantes com dificuldades ou transtornos de aprendizagem.

Consequentemente, psicopedagogos são muito procurados por famílias para atendimentos específicos visando o desenvolvimento de crianças. A especialização na área permite que o profissional realize avaliações psicopedagógicas e planeje adaptações curriculares e metodológicas para impulsionar a aprendizagem.

O salário médio para um psicopedagogo em início de carreira é de R$ 2.500* para uma jornada de trabalho de 33 horas semanais.

Comportamento do consumidor

Uma área recente e promissora entre as especializações da Psicologia é a sua interface com o Marketing. A pós-graduação em comportamento do consumidor visa preparar o psicólogo para trabalhar com Marketing e Vendas, auxiliando empresas e profissionais a entender seu público e comunicar-se melhor com ele.

As decisões de compra de produtos ou serviços certamente têm influência de questões emocionais e comportamentais, não é mesmo? Logo, o psicólogo é um profissional capacitado para estar junto a pessoas de outras áreas com o objetivo de considerar os fatores psicológicos e sociais do público-alvo de determinada empresa.

Essa é uma área relativamente nova e, por isso, não há médias salariais bem estabelecidas para esse campo. No entanto, tudo indica que ele crescerá muito nos próximos anos e que as remunerações serão bastante satisfatórias!

Por que o mercado de Psicologia está em alta?

Não é só a procura pela carreira de Psicologia no vestibular que está em alta. O mercado de trabalho na área também se aquece cada vez mais. Por que isso acontece? Veja alguns motivos e pense em como aproveitar as vantagens da profissão.

Diversas oportunidades

Sem dúvida, uma das maiores razões para o mercado de Psicologia estar aquecido são as diversas oportunidades que ele oferece. Você acabou de conhecer os principais campos de atuação do psicólogo e viu como eles podem se ampliar por meio de especializações.

Em meio a tantas especialidades, fica fácil perceber que há oportunidades variadas para aqueles que se formarem em Psicologia. Esse profissional não ficará sem emprego e poderá optar por campos de atuação que combinam mais com seus objetivos e sua personalidade.

A partir disso, fica evidente que optar pela Psicologia é um caminho promissor para quem deseja encontrar muitas chances no mercado de trabalho. Ter uma profissão que oferece diversidade de caminhos possíveis é uma vantagem e tanto.

Avanço de transtornos psicológicos

Mais um motivo pelo qual a graduação em Psicologia está em alta é o aumento expressivo dos casos de transtornos psicológicos — como a depressão. No Brasil, particularmente, a quantidade de pessoas que sofrem com ansiedade e depressão vem aumentando bastante. Isso evidencia a importância do psicólogo.

Infelizmente, o mundo tem mostrado uma tendência cada vez maior de transtornos de origem psicológica na sociedade. Ansiedade, a própria depressão e distúrbios de imagem são cada vez mais comuns, e há uma demanda urgente por profissionais qualificados para lidar com essas questões.

O trabalho desse profissional é relevante para mudar esse quadro, promovendo saúde e prevenindo dificuldades desse tipo. Além de, claro, ser fundamental no tratamento de pacientes que precisam aprender a conviver com o problema e a reduzir seus efeitos negativos na rotina.

Valorização da saúde mental

Ao mesmo tempo em que o número de casos de problemas psicológicos não para de aumentar, a preocupação das pessoas e a realização de que um corpo são requer uma mente sã também crescem. Isso faz com que o psicólogo se torne ainda mais essencial.

O avanço dos transtornos psicológicos e o maior conhecimento sobre a carreira em Psicologia têm impulsionado a valorização da área de saúde mental. Cada vez mais, as pessoas e as instituições estão reconhecendo a importância de pensar sobre o assunto e buscar formas de prevenir dificuldades.

É o caso de empresas que oferecem atendimentos psicológicos a funcionários para prevenção do burnout. Escolas também estão mais atentas à relevância de ter psicólogos acompanhando a aprendizagem e a saúde de seus alunos e professores. Com isso, as perspectivas para a Psicologia se ampliam.

Como será o futuro do mercado de Psicologia?

A expectativa é que o futuro profissional apresente ainda mais possibilidades e melhores condições de trabalho e salário aos psicólogos. Afinal, as demandas pelo seu trabalho só tendem a crescer. O salário de quem segue a carreira em Psicologia varia muito de acordo com a função exercida.

Vamos refrescar a nossa memória? Então, veja alguns exemplos de médias salariais para pessoas dessa área no Brasil:

Como você viu neste post, existem algumas razões centrais que explicam por que o mercado em Psicologia está em alta. As tendências que citamos não são contextos que podem se extinguir no futuro. Pelo contrário, o esperado é que elas continuem se ampliando.

Então, o futuro da graduação em Psicologia mostra-se atrativo, já que a sociedade tende a valorizar cada vez mais as contribuições que só os profissionais formados nesse campo podem dar. Com isso, podemos esperar ainda mais oportunidades e condições atrativas para a carreira em breve.

Não temos dúvidas de que a Psicologia é uma profissão do presente e do futuro. Pense bem: ela trabalha com uma demanda que nunca deixará de existir: a saúde das pessoas. Especificamente, o campo do desenvolvimento e da saúde mental. Logo, é possível prever que a área continuará ganhando relevância.

Como o aspirante a psicólogo pode se diferenciar?

Depois de ver que se formar em Psicologia no ensino superior é um destino interessante, chegou a hora de saber como você pode se diferenciar no mercado. Apresentar um bom perfil profissional é fundamental para crescer na carreira e ter sucesso. Veja dicas de como se tornar um ótimo psicólogo.

Ter foco

O foco é um ingrediente fundamental para o sucesso de um psicólogo. Estudar bastante e manter uma organização eficiente para estudos e controle dos horários é essencial para que tudo corra bem!

Com tantas áreas de atuação, não é difícil se perder nas opções e não saber ao certo o que quer seguir profissionalmente. Contudo, é importante ter um foco. Conheça todas as possibilidades que se apresentam aos psicólogos, mas procure também identificar seu maior campo de interesse.

Isso é importante para construir um bom currículo na área. Afinal, as empresas preferem contratar profissionais que sabem o que querem e que têm conhecimento e experiência específica na área. A mesma preocupação vale para a clínica: focar um nicho de atuação específico passa mais segurança aos pacientes.

Qualificar-se constantemente

A qualificação também é uma preocupação que deve ser constante na vida desse profissional. Tendências nunca param de surgir, e a atualização do psicólogo é frequente. Por isso, tenha em mente que os estudos sempre estarão presentes em seu dia a dia, ok?

Além de fazer uma boa graduação em Psicologia, você precisa estar atento para continuar aprendendo e se capacitando cada vez mais. O mercado atualiza-se com frequência, e os profissionais devem acompanhar essa mudança.

Fazer uma especialização é praticamente uma necessidade na carreira em Psicologia, já que são muitos os conhecimentos vistos na faculdade. Assim, aprofundar-se em uma área é sempre bem-vindo. Além disso, procure continuar a atualização com livros, artigos científicos, eventos, cursos livres etc.

Ter experiências diversificadas

Evite se fechar em apenas um aspecto de sua profissão. Ao longo da faculdade, por exemplo, experimente diferentes áreas de atuação e entre em contato com pessoas e experiências novas. Isso fará toda a diferença em seu currículo e na sua qualificação!

Por isso, uma ótima dica para quem deseja construir uma carreira de sucesso não só em Psicologia, mas em qualquer profissão, é ter experiências diversificadas desde a faculdade. Não se limite a assistir às aulas. Aproveite o período para estar perto de professores e de colegas e fazer parte de atividades extraclasse.

É o caso de grupos de estudo, participação em pesquisa, organização de eventos profissionais, realização de estágios e muito mais. Depois de formado, continue investindo na sua qualificação e nas vivências diferentes. Elas certamente farão muita diferença no seu currículo e ajudarão a alcançar seus objetivos.

Como uma boa faculdade auxilia no sucesso profissional?

Por fim, é importante destacar que todos os esforços citados no tópico anterior precisam ser precedidos de um cuidado fundamental: uma formação de qualidade na graduação. A faculdade será o primeiro aspecto a abrir as portas do mercado de trabalho para você. Então, é preciso considerar alguns pontos.

Currículo atualizado

Uma faculdade antenada com as tendências será crucial na hora de você construir um currículo repleto de boas recomendações e muito atualizado em relação ao que há de mais novo e importante no setor da Psicologia.

Sendo assim, uma das principais maneiras pelas quais uma boa faculdade auxilia no seu sucesso profissional é tendo um currículo atualizado. Na área de Psicologia, isso é fundamental, já que se trata de um campo diverso e com atualizações constantes.

Escolher a Faculdade Anhanguera, de extrema qualidade, possibilita que você tenha a certeza de fazer uma graduação com currículo atualizado e funcional em Psicologia. Desse modo, é possível ter a segurança de se formar pronto para atuar em diversos nichos do mercado.

Professores qualificados

Boas faculdades também farão toda a diferença no que diz respeito ao corpo de professores disponíveis na graduação. Aqui na Anhanguera, contamos com docentes que são referências em suas respectivas áreas de atuação.

Outro elemento essencial em uma faculdade é o corpo docente. Os professores são responsáveis diretamente pelo seu sucesso nos estudos — e, em consequência, na profissão. O ideal é que eles sejam qualificados e tenham vivido experiências diversas na carreira.

Assim, conseguem ministrar conhecimentos profundos com os alunos e compartilhar questões práticas da profissão. Além de assistir às aulas com atenção e realizar todas as atividades, aproveite o momento da faculdade para estar próximo dos professores e pedir dicas e orientações sempre que precisar.

Apoio à profissionalização

Por fim, não podemos deixar de mencionar a importância de uma faculdade que se preocupe com a profissionalização de seu corpo discente. Na Anhanguera, você entrará em contato com estágios e experiências profissionalizantes desde o comecinho do curso!

Os alunos da graduação estão dando seus primeiros passos profissionais na área em que se formarão. Por isso, consideramos muito importante que a faculdade apoie a profissionalização deles.

É o que fazemos, na Anhanguera, por meio do Canal Conecta. Ele auxilia na conquista de oportunidades de estágio e de emprego dos futuros psicólogos.

Agora é com você!

Agora você sabe tudo sobre o curso e a carreira em Psicologia. Existem muitas vantagens em optar por essa profissão, principalmente se as nossas dicas de diferenciação forem seguidas. E então, interessou-se pela área? Que tal se tornar um excelente profissional nesse campo e ajudar muitas pessoas?

Você se inspirou pelo conteúdo e acha que esse é o tipo de profissão que você deseja seguir? Quer ser capaz de causar mudanças reais na vida das pessoas e da sociedade? Então, confira a unidade mais próxima e inscreva-se no vestibular para o curso de Psicologia!

* Sujeito a alteração.

1. O Povo Online

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 10

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content