Transferência de uma faculdade particular para outra: como fazer?

transferência de faculdade particular para particular

Muita gente acha que a transferência de faculdade particular para particular é um processo complexo. Por isso, acaba convivendo com algumas insatisfações que poderiam ser resolvidas a partir da escolha de uma outra proposta de curso ou uma nova instituição.

Os motivos são variados e muito pessoais, desde questões financeiras até descontentamentos com a metodologia ou a infraestrutura oferecida. O que mais importa é que essa seja uma decisão bem-pensada para seguir sempre em busca de melhorias.

Pensando nessa situação, apresentamos a seguir os principais tópicos que devem ser considerados ao optar por uma transferência. Não deixe de conferir!

Avalie o atendimento da faculdade

Quando bate a insatisfação com o curso atual, é comum que você comece a procurar alternativas para concluir a formação. Esse contato inicial com outras faculdades em busca de uma transferência será crucial para perceber como é o atendimento em cada local e tirar todas as suas dúvidas.

Afinal, essa é a ocasião perfeita para a instituição demonstrar toda a sua vontade e disposição em receber novos estudantes. O ideal é que todos os pedidos sejam recebidos com a maior atenção e que os procedimentos de transferência interna ou externa sejam facilitados ao máximo, ainda que seja necessário seguir uma série de regras para completar o processo.

Colete os documentos necessários

Depois de formalizar o pedido de transferência, a faculdade deve informar quais são os passos para que ele seja efetivado. Em geral, a primeira etapa consiste em reunir toda a documentação para que a equipe responsável analise a situação de cada aluno — ou seja, de onde veio, se parte da grade curricular pode ser aproveitada, entre outros detalhes.

Para solicitar uma transferência para a Anhanguera, por exemplo, os documentos pedidos são:

  • documento de identidade (RG);
  • CPF;
  • histórico escolar emitido recentemente pela instituição de ensino anterior (máximo de 6 meses);
  • atestado de vínculo com a faculdade de origem, como uma declaração de matrícula com menos de 60 dias de expedição;
  • ementa de todas as matérias em que o aluno já foi aprovado.

Com esses papéis em mãos, basta procurar a unidade mais próxima para dar entrada no pedido e iniciar o processo. Pelo site também é possível fazer a solicitação de forma online, usando a área do candidato para o upload dos documentos. Então, basta aguardar a análise curricular e a resposta final.

Fique por dentro dos prazos da instituição

Outra coisa que toda pessoa interessada em mudar de faculdade precisa saber é que isso não pode ser feito a qualquer momento. Cada instituição de ensino define seus prazos para matrícula e transferência, já que trocar de curso no meio de um semestre letivo é mais complicado.

Portanto, procure essa informação e aproveite o tempo disponível para amadurecer a sua decisão. Quando chegar o momento certo, não deixe para a última hora e tome todas as medidas para realizar o seu desejo antes que o prazo seja ultrapassado.

Informe-se sobre a adequação curricular

Esse é um dos pontos de maior curiosidade dos estudantes, pois eles querem logo saber se as disciplinas poderão ser aproveitadas na faculdade de destino — o que vai influenciar diretamente no tempo previsto para terminar o curso e conquistar o diploma do ensino superior.

Não há uma resposta única nesse caso. Tudo depende do quanto as estruturas curriculares de cada curso são parecidas ou não, principalmente porque as instituições têm certa liberdade para montar suas grades.

Pode ser também que você esteja querendo mudar de área e não só de faculdade. Por exemplo, se a escolha foi sair de uma graduação de Ciências Econômicas e passar para Administração ou trocar o segmento de um curso de Engenharia (como de Elétrica para Computação), é provável que poucas matérias coincidam.

Em alguns casos, nenhuma parte do currículo será aproveitada, e é importante ter consciência disso.

Conheça a faculdade antes do começo das aulas

Uma dica para não se sentir tão perdido ao trocar de faculdade é conhecer o novo ambiente antes que as aulas comecem. Aliás, essa visita talvez seja fundamental para ajudar na sua decisão pela mudança e escolha da instituição ideal.

Não se esqueça de aproveitar esse momento para verificar detalhes da infraestrutura e pedir informações que sejam úteis para o seu conhecimento. Em especial, fique atento a todos os seus pontos de insatisfação com a antiga faculdade para não se frustrar com a nova opção.

Pesquise sobre o reconhecimento da instituição no mercado, taxa de empregabilidade dos alunos, qualificação do corpo docente, oportunidade de parcerias e outros benefícios. Tudo isso vai fazer com que você consiga estabelecer um quadro comparativo para decidir se vale a pena fazer a mudança.

Os estudantes que participam do FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) ou Prouni (Programa Universidade para Todos) não podem deixar de entender as regras de cada programa. Esses benefícios podem continuar após a transferência desde que os critérios sejam cumpridos.

Verifique os acessos físicos e digitais

Com o desenvolvimento das tecnologias e a possibilidade de estudar a distância, as faculdades precisaram adotar soluções tecnológicas. Mesmo as formações presenciais contam com esses recursos para promover o processo de aprendizagem.

Logo, você deve verificar tanto a infraestrutura física quanto digital. A facilidade de acesso e de comunicação são aspectos de grande importância no dia a dia, mas que podem acabar passando despercebidos inicialmente.

Por último, guardamos uma informação valiosa para quem está pensando em fazer uma transferência! Todos os alunos que fizerem uma transferência de curso presencial para a Anhanguera ganham um desconto de até 50% das mensalidades até terminar a graduação. Caso opte pelos cursos EAD, o abatimento é de até 20%. Não é um grande incentivo?

Fazer uma transferência é mais fácil do que você imagina!

Enfim, não fique preso à ideia de que fazer uma transferência de faculdade particular para particular seja algo tão complexo. Agora você já sabe que pode ser simples. Além disso, manter a motivação em alta nos estudos é essencial para a formação da sua carreira. Por isso, se você está insatisfeito com a sua instituição de origem, não deixe de buscar alternativas.

Gostou de conhecer os nossos diferenciais? Então, não perca mais tempo e faça a sua inscrição no vestibular da Anhanguera! Se preferir, entre em contato para fazer a sua transferência.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.