Transferência interna e externa: qual é a diferença?

estudante que fez transferência externa

Tudo bem se você não acertar no curso de graduação logo de cara ou quiser trocar de faculdade por estar insatisfeito com a infraestrutura da sua. Transferência interna e externa são alternativas simples de resolver a questão, sem que você precise passar de novo pelo vestibular.

Esse processo varia conforme as instituições de ensino, mas é simplificado aqui na Anhanguera para quem é e deseja ser nosso aluno. Além do mais, essas mudanças nem significam necessariamente um novo recomeço por inteiro: talvez você possa aproveitar as matérias já feitas.

Continue na leitura para entender melhor essas duas possibilidades. É até bom para perceber que a escolha do curso superior não é uma decisão imutável, e adaptações podem ser feitas para atender aos seus interesses.

Qual é a diferença entre transferência interna e transferência externa?

Enquanto a primeira é feita dentro da mesma faculdade, a segunda ocorre entre as instituições de ensino superior (IES) diferentes. A transferência interna geralmente acontece quando você está insatisfeito com o curso por achar que ele não corresponde ao seu perfil ou ao que esperava dele. Vamos falar de mais hipóteses adiante.

Nesse caso, a IES não é o problema: o aluno pretende continuar estudando ali por gostar da infraestrutura oferecida, da metodologia de ensino e da localização da unidade, entre outros fatores. Mas talvez ele tenha visto que fez a escolha errada entre Farmácia ou Engenharia Química, por exemplo, e agora queira mudar de uma para a outra.

Já a transferência externa é viável quando sua instituição de ensino não satisfaz às suas necessidades, sendo possível mudar só de faculdade, ou de curso e de faculdade. Período e modalidade ensino (presencial, semipresencial ou 100% online) também podem ser alterados nessa transição. Ainda vale ressaltar que ter Prouni (Programa Universidade para Todos) ou FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) não atrapalha na mobilidade.

Leve em consideração o que você quer para eleger o processo de transferência de faculdade a ser seguido. Talvez a graduação em Direito não seja o que você esperava, e a formação em Administração se adeque perfeitamente ao seu perfil de gestor. Quem sabe a IES fica longe da sua casa e uma simples mudança de campus seja suficiente.

Como funciona a transferência interna?

Primeiramente, entre em contato com a sua instituição de ensino superior para se informar sobre o procedimento, pois ele não é o mesmo em todos os lugares. De qualquer forma, esse tipo de mobilidade é permitido quando o aluno deseja:

  • escolher um novo curso;
  • trocar de campus;
  • mudar o período;
  • alterar a modalidade de ensino.

No primeiro caso, não é necessário prestar vestibular mais uma vez se a intenção for transitar entre cursos de uma mesma área: trocar Economia por Ciências Contábeis, por exemplo. Porém, a transferência interna deixa de ser uma opção a quem deseja sair de Engenharia Civil para fazer Nutrição.

Nosso aluno também pode trocar de campus por esse processo. Quem sabe tenha aberto uma unidade próxima à sua casa ou trabalho e agora não seja mais preciso sair tão fora do seu caminho de todo dia para estudar na Anhanguera.

A transferência interna também é possível na mudança de período: do matutino para o noturno, por exemplo, mas está condicionada à existência de vagas no turno de destino. Essa adaptação é comum quando o estudante consegue um estágio, emprego novo ou tem sua escala de trabalho alterada.

Por fim, talvez você tenha escolhido a modalidade presencial quando prestou o vestibular, mas agora precise da flexibilidade de horários do EAD. Nesse caso, vale ressaltar que o diploma é o mesmo, e a Anhanguera garante a mesma qualidade de ensino a fim de preparar você para o mercado de trabalho.

Quando fazer a transferência externa?

Mudar de faculdade é mais simples do que você pensa. “Ah, mas eu tenho Prouni/FIES.” Não tem problema: como comentamos, é possível fazer a transferência externa mesmo com bolsas estudantis e financiamentos.

Prouni

Quanto ao Programa Universidade para Todos, veja se o curso escolhido na nova IES é credenciado pelo projeto. Havendo vaga e concordância das instituições de ensino de origem e de destino, a mobilidade pode ser concluída. Confira o Manual do Bolsista Prouni para checar empecilhos, tais como no caso de bolsa concedida de decisão judicial.

FIES

Transferência interna e externa são permitidas caso você tenha FIES; contudo, a mudança de curso só pode ser solicitada uma única vez. É preciso garantir que faculdade e curso sejam certificados pelo MEC (Ministério da Educação) e estejam no Programa de Financiamento Estudantil. Se a intenção é ir para outra IES no próximo semestre, faça a requisição ainda no semestre atual.

De qualquer forma, com ou sem bolsa ou financiamento estudantil, siga na leitura para conferir algumas razões pelas quais a transferência externa geralmente é solicitada.

Busca por melhor custo-benefício

Talvez o que você paga hoje para estudar não compense a infraestrutura oferecida nem a qualidade de ensino. A Anhanguera é uma boa faculdade inclusive por se preocupar com o custo-benefício: qualificamos muito bem o aluno para atuar no mercado de trabalho a um preço justo. Nossas mensalidades cabem no seu bolso!

Localização mais interessante

Estuda muito longe de casa? Sua faculdade fica totalmente fora de mão? A transferência externa é a medida ideal a quem não quer perder muito tempo no trânsito ou no deslocamento do trabalho até a instituição de ensino.

Insatisfação com a infraestrutura

Que tal fazer a transferência Anhanguera a fim de ter acesso a laboratórios de ponta, equipamentos novos e sistema virtual de aprendizagem altamente preparado para a sua qualificação profissional?

Uma infraestrutura ruim pode até mesmo prejudicar a qualidade do ensino e atrapalhar a sua capacitação. Não importa apenas o reconhecimento da faculdade no mercado de trabalho, mas os recursos e as ferramentas que ela proporciona para o seu desenvolvimento.

O que é preciso para fazer a transferência externa?

Falamos anteriormente que o processo muda de uma instituição de ensino para a outra. Mas se você quiser estudar na Anhanguera, siga na leitura para entender como funciona a transferência. É rápida, fácil e ainda abre várias oportunidades no mercado de trabalho. Veja só!

Solicitação

O pedido pode ser feito presencialmente ou online. Basta acessar a página de transferência externa Anhanguera e fazer a sua solicitação. Fácil, não é mesmo? O aluno que fizer a transferência externa tem desconto nas mensalidades até o final da graduação: de 20% nos cursos EAD e 50% nos cursos presenciais.

Documentos necessários

Apresente o original do seu RG, CPF, atestado de vínculo com a instituição de origem, conteúdo programático de todas as disciplinas em que obteve aprovação e histórico escolar oficial e atualizado da instituição de origem.

Esse último documento deve ter sido expedido há, no máximo, 6 meses. A análise das ementas serve para encontrar compatibilidades entre as grades curriculares: assim, o estudante de Direito não precisa fazer Sociologia de novo na faculdade nova se já tem aprovação na matéria na IES antiga.

É possível realizar o upload dos documentos na Área do Candidato, no momento da solicitação 🙂

Matrícula

Aprovada a solicitação de transferência, você já pode ser aluno Anhanguera e aproveitar todas as vantagens de uma das melhores faculdades do país. Oferecemos ensino de alta qualidade com apoio personalizado ao estudante.

Ainda temos um sistema de avaliação continuada em que cada atividade desenvolvida é valorizada, sem falar das nossas parcerias e convênios a fim de capacitar você plenamente para uma atuação profissional de sucesso.

Entender o que é transferência interna e externa abre um mundo de possibilidades para quem já está ou deseja entrar na faculdade. Ainda, alivia a insegurança daqueles que não têm certeza do curso escolhido. Afinal, a mobilidade é permitida e nem é um processo tão difícil de ser feito.

Gostou do assunto? Dê o primeiro passo rumo ao sucesso profissional se inscrevendo no vestibular Anhanguera!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.