Psicoterapeuta: o que faz e como se formar?

paciente na psicoterapeuta

Quem se forma no curso de Psicologia encontra no mercado de trabalho um campo amplo, promissor e cheio de boas oportunidades. A Psicoterapia, por exemplo, é uma das áreas que está ganhando cada vez mais espaço na sociedade.

Isso porque o profissional consegue identificar as causas e os padrões comportamentais e emocionais que interferem na qualidade de vida dos pacientes. Por meio da técnica da Psicoterapia, aprendida no curso de Psicologia, o indivíduo tem uma orientação mais adequada sobre os aspectos que prejudicam seu cotidiano.

Acompanhe a seguir e descubra o que faz um psicoterapeuta e qual sua importância para o tratamento de questões psicológicas e emocionais. Confira!

O que é um psicoterapeuta?

O psicoterapeuta é um profissional que cuida das necessidades e auxilia o paciente a encontrar melhores maneiras de alcançar bem-estar e qualidade de vida. A técnica é voltada ao aspecto emocional do indivíduo, e pode ser realizada por psicólogos, psicanalistas e psiquiatras. 

A Psicoterapia contribui para a adaptação diante de situações dolorosas do passado ou do presente. Com isso, o profissional promove alterações de comportamento que levam o paciente a desenvolver o autoconhecimento e a buscar pela paz interior. 

Para atuar como psicoterapeuta, é preciso ter formação em Psicologia e especialização em Psicologia Clínica. Mesmo que similares, as funções de um psicoterapeuta e de um psicólogo se diferem, pois o método de tratamento se dedica a oferecer cuidado às pessoas que estão em sofrimento emocional.

O psicólogo, por outro lado, orienta caminhos para amenizar e lidar melhor com o sofrimento e as dificuldades. No geral, o profissional qualificado na área trabalha para ampliar o campo perceptivo do paciente, contribuindo para que adquira uma visão mais abrangente sobre sua própria vida.

Como a Psicoterapia funciona?

Por meio da Psicoterapia, o psicólogo conduz a pessoa a um processo interior para que ela se torne mais consciente das atitudes que toma no dia a dia em determinadas situações. Isso permite que o paciente lide melhor com a sua maneira de se relacionar com os acontecimentos de sua vida e com as pessoas ao seu redor. 

Geralmente, a técnica da Psicoterapia é baseada em uma atitude empática, escuta compreensiva e livre de julgamentos por parte do profissional. Com isso, ele passa a ajudar o paciente a compreender o sentido e o significado de seus sentimentos e experiências pessoais. 

Ao atingir a compreensão, o psicólogo auxilia a encontrar formas de ressignificar os fatos que causam sofrimento, medo e dor, possibilitando que o indivíduo se abra a novas possibilidades e vivências. Assim, o método promove a cura de determinados sintomas e ainda torna possível restabelecer a saúde emocional e o bem-estar.

Pessoas diagnosticadas com algum tipo de transtorno mental, por exemplo, são extremamente beneficiadas com o tratamento de um psicoterapeuta. O profissional oferece ferramentas e meios mais eficazes de tratamento, disponibilizando apoio e orientação para a mudança comportamental. 

O tempo de duração do tratamento pode variar a depender do quadro clínico do paciente, de suas dificuldades e da dedicação nas consultas. Em um primeiro momento, é importante que a pessoa apresente queixas, sintomas e questões que motivaram a busca pela Psicoterapia. Assim, o psicólogo define o tempo e a quantidade de consultas necessárias.

Qual é o papel do psicólogo nessa área?

Quem segue carreira em Psicologia pode atuar na área clínica, organizacional, educacional, esportiva, entre outras. Na área clínica, o profissional tem a opção de trabalhar com as diferentes técnicas da Psicoterapia para intervir nos problemas emocionais e comportamentais e em transtornos apresentados pelos pacientes.

No geral, o ambiente de terapia deve ser acolhedor, e a postura do psicólogo, objetiva, neutra e totalmente sem julgamentos pelo que está sendo expresso pelo indivíduo na consulta. 

Existem inúmeros transtornos psicológicos que podem ser tratados por meio da Psicoterapia, como:

  • depressão;
  • ansiedade;
  • demência;
  • autismo;
  • anorexia;
  • transtorno de personalidade;
  • transtorno obsessivo compulsivo;
  • transtorno bipolar.

Para o método funcionar, é importante que o paciente confie no terapeuta, desenvolvendo um bom relacionamento. A frequência de visitas ao consultório e os objetivos do tratamento são planejados pelo psicólogo de acordo com as necessidades. As sessões podem ser de forma individual ou em grupo, geralmente envolvendo casais e familiares.

As técnicas de Psicoterapia podem ser aplicadas em conjunto com outras abordagens da Psicologia, como Terapia Cognitiva Comportamental e Psicanálise. O profissional também pode se especializar em problemas específicos, como dependência química e transtornos alimentares.

Isso comprova que o mercado de trabalho para psicólogos é amplo e oferece caminhos profissionais promissores e diversificados. O indicado é buscar por qualificação para atuar com Psicoterapia e, com isso, ampliar as possibilidades da carreira no setor.

Qual deve ser a sua formação profissional?

Para trabalhar com Psicoterapia e conquistar as melhores oportunidades na área, é fundamental contar com uma boa faculdade no currículo. O primeiro passo é buscar por uma formação em Psicologia numa faculdade reconhecida e renomada no mercado.

O campo de estudo faz parte das Ciências Humanas e prepara os futuros psicólogos para lidar com questões psicológicas humanas. As matérias de Psicologia abordadas na graduação oferecem todos os conteúdos necessários para desenvolver uma formação acadêmica completa.

E caso você esteja considerando cursar Psicologia EAD, saiba que não existe faculdade no Brasil autorizada pelo Ministério da Educação (MEC) a oferecer o curso a distância. Nesse caso, como as disciplinas são bastante práticas, o aluno deve participar de forma presencial para que as atividades sejam feitas da melhor forma.

Aqui na Anhanguera, oferecemos a graduação em Psicologia no período noturno, especialmente para quem tem dificuldades de tempo. Além disso, contamos com um programa exclusivo e gratuito de empregabilidade que abre diversas portas para a trajetória dos futuros profissionais: o Canal Conecta.

Pronto para ser um Psicoterapeuta?

Lembre-se de que psicólogo, psicoterapeuta, psiquiatra e psicanalista são atuações que apresentam diferenças, principalmente em relação à condução do atendimento ao paciente. Assim, tenha em mente ser preciso considerar os seus objetivos de carreira e optar pela formação mais próxima de seus interesses e gosto pessoal.

Está esperando o que para ingressar no ensino superior? Aproveite a visita e inscreva-se agora mesmo no vestibular da Anhanguera!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.