Entenda o que faz um psicanalista na prática

psicanalista

No final do século XIX, os tratamentos da saúde mental não eram eficazes para todas as pessoas. Foi nessa época que Freud desenvolveu a psicanálise enquanto um novo método terapêutico. O principal objetivo era desvendar o inconsciente, pois ele acreditava que os conteúdos armazenados seriam a causa de todo sofrimento mental. Continue a leitura e entenda como se formar como psicanalista.

Para Freud, acontecimentos que ocorreram na infância seriam responsáveis por atitudes atípicas. Seus estudos também o fizeram acreditar que lembranças, desejos reprimidos e impulsos são fatores que influenciam os comportamentos. Por estarem em nosso inconsciente não conseguimos compreendê-los completamente.

Saiba como essa profissão é exercida atualmente e qual o caminho para se tornar um psicanalista de sucesso!

O que é um psicanalista?

Antes de definirmos o que é um psicanalista, é importante ressaltar o que é a Psicanálise e qual o seu objeto de estudo: um método terapêutico que sistematizou os conhecimentos sobre a psique humana, desenvolvido pelo já citado médico neurologista austríaco Sigmund Freud no final do século XIX. As investigações abrangiam 3 áreas:

  • a investigação do psiquismo e seu funcionamento;
  • o sistema teórico sobre a vivência e o comportamento humano;
  • o tratamento com a aplicação da técnica da livre associação.

Freud e os psicanalistas acreditam que, ao tomar consciência dos pensamentos que habitam o inconsciente, é possível liberar traumas, emoções e experiências reprimidas.

Sendo assim, o psicanalista é o profissional que, por meio da análise das palavras, ações, pensamentos e sonhos dos pacientes, encontra a origem dos seus problemas psicológicos e consegue trabalhar na redução do sofrimento psíquico.

Em geral, o tratamento é longo e requer várias sessões semanais feitas de forma individual. Ou seja, apenas entre o psicanalista e seu paciente em um ambiente reservado.

Qual é a diferença entre psicanalista e psicólogo?

Existem muitas dúvidas sobre os profissionais da Psicanálise e da Psicologia, e podemos afirmar que ambos são profissionais da saúde que tratam as questões emocionais, mentais e psíquicas de um indivíduo.

Isso inclui tratamentos preventivos ou até mesmo tratamentos mais profundos como os da depressão, ansiedade, TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) e outras síndromes.

Psicólogo

Para ser um psicólogo, é necessário cursar por 5 anos o curso de Psicologia, ciência que estuda o comportamento e os processos mentais de uma pessoa, como emoções, razões e pensamentos. Após concluir o curso, o profissional está habilitado a propor tratamentos à mente humana e a utilizar diversas abordagens, como a terapia histórico comportamental, psicodrama ou até mesmo a própria Psicanálise.

Os tratamentos normalmente são feitos a partir de conversas, observação e técnicas psicoterápicas, levando em consideração as questões sociais, psíquicas e biológicas, bem como o contexto social no qual o paciente está inserido. O acompanhamento pode levar meses ou anos, dependendo da evolução de cada paciente.

É importante ressaltar que o psicólogo precisa ter o seu registro no Conselho Regional de Psicologia (CRP) para exercer a profissão, e não pode fazer a prescrição de medicamentos. Caso identifique essa necessidade, o paciente deve ser encaminhado ao psiquiatra.

Psicanalista

Por sua vez, o psicanalista pode ser formado em qualquer área, mas precisa ter cursos de especialização em Psicanálise. Essa especialização é voltada para o estudo do inconsciente, sendo possível aprender a ser um analista de alto nível para interpretar as mais variadas formas de manifestação do inconsciente no comportamento humano.

Embora a Psicanálise tenha sido criada por um médico, seus métodos não fazem a utilização de remédios, e assim como o psicólogo, o psicanalista não tem a liberação para prescrever medicamentos.

Quais são as suas principais responsabilidades do psicanalista?

YouTube video

Além de promover o autoconhecimento e melhorar o controle emocional, a terapia psicanalítica é utilizada para descobrir traumas da infância, depressão, transtornos de ansiedade, problemas sexuais, entre outras questões internas, e tratá-las. Dessa forma, o paciente aprimora sua qualidade de vida e mantém a saúde mental em dia. 

É responsabilidade do psicanalista fazer a interpretação do discurso desse paciente e analisar em qual sistema corresponde cada fala, buscando encontrar a origem traumática e conduzir o processo terapêutico a fim de minimizar o sofrimento. Veja com mais detalhes como isso acontece.

Ajudar a superar problemas

Por essa teoria explicar o sofrimento em uma pessoa e apontar o autoconhecimento como a chave para arrancar o mal pela raiz, a Psicanálise contribui para superar os problemas mais íntimos de um indivíduo cujas causas estão nas experiências passadas.

Estudar sobre o desenvolvimento emocional

O psicanalista oferece suporte emocional ao paciente durante todo o tratamento. Para isso, precisa interpretar os conflitos internos adequadamente, o que só é possível se estudar o desenvolvimento do ser humano e mergulhar a fundo nas questões individuais da pessoa que está atendendo.

Diagnosticar distúrbios emocionais

Problemas psicológicos que necessitam de medicação devem ser tratados pelo médico psiquiatra. Entretanto, o psicanalista pode identificar possíveis distúrbios emocionais ou de personalidade e encaminhar o paciente ao atendimento mais adequado ao seu problema.

Desenvolver pesquisas

Os especialistas em psicanálise têm o respaldo necessário para desenvolver pesquisas, se assim desejar. No âmbito acadêmico, qualquer pessoa pode produzir, ainda durante o curso de especialização — seja curso EAD, seja presencial.

Pode, ainda, investir na Psicanálise para potencializar seus estudos em outras áreas, como gestão de pessoas, inteligência emocional, educação ou a própria Psicologia.

Quais são as áreas de atuação do psicanalista?

Por via de regra, o psicanalista pode atuar em 3 áreas:

  • atendimento individual;
  • em grupo;
  • em instituições.

Contudo, o mais importante aqui é saber que nem sempre o psicanalista vai atender somente pessoas que estão em busca de resolver um problema de cunho emocional ou sentimental.

Como a formação inicial pode ser em qualquer área, é comum que mentores e coaches se especializem para oferecer um serviço ainda mais completo aos seus clientes. Por exemplo, os coaches de carreira, que ajudam os indivíduos com a recolocação no mercado de trabalho.

Agora é com você!

Apesar de existirem cursos voltados exclusivamente à Psicanálise, nada impede que você seja um psicanalista a partir da formação em Psicologia. Inclusive, essa é uma maneira inteligente de ampliar o leque de possibilidades em sua carreira, já que os psicólogos, além de poder se especializar na área, estudam as teorias freudianas durante o curso.

Que tal dar o pontapé inicial nessa carreira? Inscreva-se em nosso vestibular e realize a prova online!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 190

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.