Por que analisar a grade de matérias antes do vestibular?

mulher analisando grade de matérias para o vestibular

Escolher a faculdade é uma decisão importante, que exige tempo e dedicação. Quanto mais informações você tiver, mais fácil vai ser decidir sem correr o risco de uma decisão ruim. Como as nuances das carreiras são muitas, e cada instituição tem uma abordagem específica, existem certos elementos-chave que você deve pesquisar. Entre eles está conhecer a grade de matérias de um curso de ensino superior, ou a grade curricular.

Mas você sabe o que é a grade curricular de um curso superior? Bem, trata-se do conjunto de disciplinas obrigatórias e opcionais de uma graduação, divididas em módulos, semestres ou anos. Para concluir o curso e formar-se, é preciso ter cumprido todas essas matérias e obter os respectivos créditos.

Por isso, analisar a grade curricular da faculdade pode ajudar muito você a bater o martelo sobre qual curso seguir, especialmente se não tem ideia formada de uma carreira ideal para seu perfil.

Pensando nisso, veja os motivos que separamos para você analisar com cuidado a grade de matérias de um curso superior:

  • entender melhor o curso de forma geral;
  • ter uma visão de suas áreas de atuação;
  • visualizar como será a rotina de estudos;
  • enxergar o curso de forma prática;
  • mapear possíveis dificuldades ou aptidões com as matérias.

Tenha uma excelente leitura!

Entender melhor o curso de forma geral

Enquanto a matriz curricular é o documento que norteia todos os objetivos do ensino, a grade curricular da faculdade é a organização dos conhecimentos que serão postos em prática durante o curso. Por isso, ela diz muito a respeito dos caminhos pedagógicos e permite a você ter um panorama do que será estudado.

Algo muito comum entre os calouros de uma faculdade é chegar no primeiro dia de aula sem saber exatamente do que se trata o curso. Essa falta de informação ― mesmo que a instituição faça uma semana de recepção aos alunos novatos para integrá-los ― pode ser desestimulante, às vezes, pois a ideia que o estudante tem sobre a carreira escolhida é baseada em seu imaginário. 

Então, observar previamente a grade de matérias permite que você tenha melhor dimensão, não apenas da organização do ensino, mas do cronograma de estudos (sobre o qual falaremos mais adiante).

Ter uma visão de suas áreas de atuação

Outro fato bastante recorrente entre os alunos recém-chegados à faculdade é desconhecer as principais áreas da carreira. Por exemplo, as disciplinas de Enfermagem dão uma dimensão bem clara sobre as diferentes possibilidades de trabalho, as quais vão muito além da assistência a pacientes em hospitais e em clínicas.

Aliás, você sabia que um enfermeiro pode ser um gestor de saúde? Sim, inclusive essa é uma das disciplinas obrigatórias da grade curricular do curso de Enfermagem aqui da Anhanguera. Aprofundando mais um pouco, temos as matérias “Saúde Coletiva” e “Estratégia da saúde da família”, que também estão ligadas à gestão de saúde e permitem que você siga carreira tanto pública quanto privada.

Sem conhecer a grade de matérias do curso de Enfermagem, muito provavelmente você só descobrirá essas informações ao chegar na sala de aula.

Visualizar como será a rotina de estudos

Falando sobre a rotina de estudos, talvez você saiba que uma graduação normalmente é dividida em matérias teóricas, práticas, estágios e atividades complementares. Mas como tudo isso é desenvolvido? 

Esse é mais um motivo para você conhecer a grade curricular da faculdade. As matérias do curso de Farmácia, por exemplo, mesclam 3 grandes áreas do conhecimento:

  1. Análises Clínicas e Toxicológicas.
  2. Fármacos e Medicamentos.
  3. Produção, Controle e Análise de Alimentos e Medicamentos.

Para prover todas as competências necessárias ao exercício da profissão, essas áreas do conhecimento englobam um conjunto de disciplinas que passará por Anatomia, Biologia, Farmacologia, Bioquímica, Química, Patologia, além de Biossegurança, Ética e Legislação.

Ou seja, são disciplinas de Exatas, de Humanas e de Biológicas que são aplicadas em sala de aula e em atividades em laboratório. Elas são organizadas conforme o aluno vai ampliando seus conhecimentos. Tanto que algumas disciplinas práticas podem entrar logo no primeiro ano de curso, enquanto outras precisam esperar um pouco mais ― e é importante você saber disso.

Sendo assim, ao analisar a grade de matérias, você já consegue ter uma previsão de como será seu dia a dia, fim de elaborar uma rotina de estudos que ofereça tranquilidade no processo de aprendizagem ao longo do curso.

Enxergar o curso de forma prática

A grade curricular da faculdade também permite que você conheça os itinerários pedagógicos e veja o curso de forma prática, ao entender quando cada conteúdo será estudado. Especialmente no caso de cursos mais teóricos, como as Licenciaturas, ter essa visão é fundamental para que você percorra esse trajeto com maior consciência a respeito do que está aprendendo.

Em mais um exemplo, podemos citar as principais matérias do curso de Pedagogia. Veja que, para atuar na educação, é preciso debruçar-se sobre inúmeras teorias, metodologias de ensino, habilidades técnicas, comunicação, relacionamento interpessoal, políticas nacionais, tecnologias… apenas para citar alguns temas. A formação pedagógica é essencial, por isso deve ser muito completa.

Então, é possível desenhar em sua mente uma espécie de esquema que permitirá a você perceber a aplicação prática de muitos desses conhecimentos, antes mesmo de as aulas começarem ― algo essencial para ganhar mais maturidade ao longo do curso.

Mapear possíveis dificuldades ou aptidões com as matérias

Naturalmente, a grade de matérias de um curso superior envolve disciplinas mais fáceis ou mais difíceis ― e é preciso estar ciente daquelas que tirará de letra e daquelas nas quais você precisará fazer um esforço maior.

Dessa forma, é possível traçar uma espécie de mapa das etapas do curso que exigirão mais atenção e empenho, o que facilitará a montagem do seu planejamento de estudos. Além disso, se houver disciplinas que exijam conhecimentos do ensino médio, como é o caso de Física ou Química (que já citamos aqui), talvez você possa recorrer a materiais do vestibular para recordar e preparar-se melhor para elas.

Como você pôde perceber, analisar grade de matérias de um curso superior vai muito além de simplesmente saber o nome de cada disciplina. Ao conhecer o que será estudado, você não apenas consegue ter uma decisão mais consciente se estiver em dúvida quanto à sua carreira, mas amplia seu olhar acerca da metodologia de ensino da faculdade.

Já está se preparando para entrar na faculdade? Então, convidamos você a entender um pouco mais sobre como ingressar na Anhanguera. Veja o passo a passo do nosso vestibular online!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.