Conheça a grade curricular da Licenciatura em Ciências Biológicas

estudante de ciências biológicas

Ser professor de Biologia requer algumas características do profissional, como ser curioso, gostar da natureza e ter respeito pela ciência. O aluno precisa saber que vai encarar aulas de anatomia humana, por exemplo, e que nem tudo serão — literalmente — flores durante o curso de Ciências Biológicas.

Por isso, antes de entrar na faculdade, o estudante precisa saber o que é grade curricular e verificar cuidadosamente se as disciplinas do curso pretendido são atraentes, ou seja, se é realmente aquilo que ele espera estudar ao longo de sua formação. Assim, ele minimiza a chance de se deparar com matérias que não julga tão agradáveis!

Na faculdade de Ciências Biológicas, a ênfase é nas matérias (teóricas e práticas) que estudam os animais e as plantas, passando pela origem, evolução, estrutura e funcionamento dos seres vivos, além das disciplinas didáticas e pedagógicas para a formação do professor.

Por isso, vamos mostrar a grade curricular de Ciências Biológicas (Licenciatura) para que você possa ter uma ideia do que verá no curso. Vamos lá?

Zoologia de Vertebrados e Invertebrados

A ciência que estuda os animais é a Zoologia (do grego zwo + logus = ciência dos animais). O estudante de Ciências Biológicas precisa conhecer a fundo os seres que compõem o reino animal, que, por sua vez, é dividido em vertebrados e em invertebrados.

Vertebrados

O subfilo vertebrata inclui o estudo de:

  • peixes;
  • anfíbios;
  • répteis;
  • aves;
  • mamíferos.

Todos esses animais têm sistema muscular simétrico e sistema nervoso central, (composto por cérebro e medula espinhal). Ao estudar os vertebrados, o biólogo compreende desde a evolução até os complexos sistemas de sua morfologia e anatomia.

Invertebrados

Compõem mais de 95% das espécies do planeta, muitas ainda não descritas pela ciência. Os invertebrados não têm coluna vertebral. Seu estudo na faculdade geralmente está associado à questão das doenças endêmicas e à Parasitologia.

Alguns exemplos são:

  • protozoários;
  • platelmintos;
  • anelídios;
  • nemátodos;
  • artrópodes;
  • moluscos;
  • equinodermes;
  • cnidários;
  • poríferos;
  • urocordados;
  • cefalocordados.

Química

Área de estudo fundamental às Ciências Biológicas, a Química auxilia o futuro biólogo a compreender a constituição dos seres e os processos que ocorrem em suas células.

Tanto a Química Orgânica quanto a Inorgânica são estudadas, e o aluno aprende técnicas de laboratório.

Citologia

Trata-se do estudo das células, desde sua descoberta, que só foi possível graças à invenção do microscópio, passando pelos tipos celulares — procarióticas e eucarióticas —, a estrutura e o metabolismo celular.

A função das células é importante para o estudante de Biologia porque todos os seres vivos são formados por células. Esse é o estudo básico do cientista.

Histologia

Esse é o estudo dos tecidos que compõem o corpo dos seres (peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos). São eles:

  • epitelial;
  • conjuntivo;
  • adiposo;
  • cartilaginoso;
  • ósseo;
  • muscular.

Cada subfilo tem suas particularidades, e você vai entendê-las nos seus níveis mais avançados.

Embriologia

A Embriologia estuda os tecidos nas suas formações embrionárias. Essa é a ciência que pesquisa a formação do zigoto e sua transformação em um novo ser vivo.

Botânica Criptógamas e Fanerógamas

A Botânica é uma das bases das Ciências Biológicas. O reino vegetal (ou Plantae) é estudado em suas minúcias, assim como seu relacionamento com o reino animal.

Como foi a evolução das plantas e sua classificação atual são conteúdos fundamentais da Botânica. Também se estudam aqui os fungos e as algas.

Apesar de estar em desuso, a classificação mais utilizada na área divide as plantas entre as que produzem semente e as que não realizam esse processo.

Criptógamas

São as plantas que não produzem sementes, como as briófitas e as pteridófitas.

Fanerógamas

São os exemplares que produzem fruto, semente etc., como as gimnospermas e as angiospermas.

Morfologia e Fisiologia Vegetal

A Morfologia estuda a estrutura dos seres vivos, ou seja, a forma como são constituídos. No caso da Morfologia Vegetal, o estudante verá como se constituem as plantas, como se comparam com outras e, dessa forma, pode ser feita a classificação de cada uma.

O desenvolvimento das partes das plantas, assim como sua evolução, está ligado à função que elas desempenham, que é a Fisiologia. Esses são pontos importantes na formação do futuro professor.

Ecologia e Sustentabilidade

Essas são áreas muito valorizadas atualmente, pois se relacionam a toda a cadeia de vida no planeta. Empresas, indústrias, agronegócio e muito mais são, hoje, dependentes dos avanços científicos da Biologia para que possam desenvolver suas atividades sem prejudicar o meio ambiente.

Áreas como a Biologia Marinha ganham destaque em função do grande volume de lixo e de resíduos tóxicos depositado nos rios e nos oceanos. E as frentes de combate a esses problemas são áreas em alta!

Botânica Econômica

Uma vertente interdisciplinar relativamente nova, a Botânica Econômica visa ampliar o olhar do biólogo para o estudo e a preservação de plantas úteis para a sociedade. Em conjunto com a Nutrição, a Química, a Agronomia e a Biomedicina, entre outras, essa área procura interligar a produção de plantas para medicamentos e alimentação nutritiva.

Práticas Pedagógicas

A diferença entre Bacharelado e Licenciatura é que, nesta modalidade, o aluno recebe formação específica para dar aulas da disciplina na educação básica, ou seja, para se tornar professor de Ciências no ensino fundamental e de Biologia no ensino médio.

No primeiro semestre de curso, o aluno já tem contato com essa formação pedagógica e, a partir do quarto período, com disciplinas voltadas às Ciências da Natureza. Veja algumas delas:

  • Identidade Docente;
  • Gestão da Aprendizagem;
  • Gestão da Sala de Aula;
  • Relações entre Conhecimento Científico e Práticas de Vida;
  • Observações e Experimentações.

Essas são apenas algumas das disciplinas que compõem a grade curricular de Ciências Biológicas na Licenciatura. Algumas delas também são encontradas em outras opções de faculdade para quem gosta de Biologia, como Farmácia e Medicina Veterinária.

Saiba que, se essa for a sua escolha, você tem à disposição a Faculdade Anhanguera, que oferece a Licenciatura nas modalidades semipresencial e presencial. Aqui, o estudante encontra laboratórios, sistema de ensino inovador e apoio personalizado para concluir o curso com o máximo de aproveitamento. Vale a pena conferir os diferenciais da Anhanguera!

Inscreva-se no vestibular online e faça a sua carreira de professor de Biologia decolar!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content