Qual é a média salarial do formado em Engenharia Mecânica?

estudante de engenharia mecânica

Muitas pessoas sentem aquela identificação com as Engenharias, mas ficam em dúvida sobre qual delas escolher. Isso porque qualquer uma das selecionadas oferece um mercado de trabalho com bastante procura por profissionais, salários altos e a possibilidade de crescer na carreira com o tempo.

Quem busca uma área com diferentes atuações e gosta de tecnologias aplicadas a máquinas pode se interessar pela Engenharia Mecânica. Não pense que esse profissional trabalha apenas nas oficinas, viu? Em todos os cenários, sua atuação é essencial para o bom funcionamento de indústrias e outras instituições, como a bancária.

Quer saber mais sobre a atuação e o salário em Engenharia Mecânica? Então, chegou ao lugar certo! Neste post, vamos ver:

  • quanto ganha um engenheiro mecânico;
  • o que o profissional pode fazer para se destacar e ganhar mais;
  • quais são as áreas de atuação mais valorizadas.

Boa leitura!

Quanto ganha um engenheiro mecânico?

A Mecânica está entre as Engenharias mais bem-pagas. Afinal, o profissional é responsável por projetar e desenvolver as máquinas, além de cuidar de sua manutenção. Para uma carga horária de 42 horas semanais, o valor do salário do engenheiro mecânico é R$ 8.051,30. Porém, é possível capacitar-se continuamente e obter melhor remuneração.

O teto salarial da categoria faz da Engenharia Mecânica também uma das profissões mais bem-pagas, podendo ultrapassar os R$ 17.000. São números bastante interessantes, não é mesmo? Entre as regiões que mais empregam hoje no Brasil, encontram-se São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

O que ele pode fazer para se destacar e ganhar mais?

O salário em Engenharia Mecânica é realmente vantajoso, não acha? Mas saiba que existem alguns investimentos que você pode fazer ao longo de sua carreira a fim de ganhar ainda mais e ser reconhecido pela empresa em que trabalha. Veja só!

Ter uma formação completa

Já sabemos que mesmo um currículo sem experiência é valorizado quando apresenta uma formação superior em um dos tipos de graduação ou modalidades de ensino. Afinal, os recrutadores sabem que é ali, naquele período, que os estudantes:

  • têm contato com a base da profissão;
  • trocam experiências com seus professores;
  • inspiram-se em grandes nomes da Engenharia e da tecnologia;
  • constroem os primeiros vínculos com a área.

Para potencializar ainda mais esse aprendizado, é essencial contar com uma faculdade de excelência ao fazer o curso de Engenharia Mecânica — com infraestrutura completa, quadro docente altamente qualificado e acompanhamento contínuo aos alunos. Aqui na Anhanguera, você encontra tudo isso e alguns benefícios, como o Canal Conecta, portal exclusivo com vagas de emprego e de estágio.

Vale lembrar que, após a formatura, o engenheiro precisa conquistar seu registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) de sua região para poder atuar. Esse órgão fiscaliza e regulamenta os profissionais dessas áreas, com o objetivo de garantir que trabalhem de forma responsável e respeitosa à população.

Estar atualizado com as tendências do mercado

Alunos da Anhanguera já têm contato com conteúdos atualizados e tendências de mercado. Mesmo assim, se quiser conquistar melhores oportunidades de trabalho e altas remunerações, é preciso investir na educação. Para isso, os profissionais podem ler revistas especializadas sobre mecânica, frequentar eventos da área e assim por diante.

Como seu trabalho envolve o desempenho das máquinas, elas devem auxiliar o crescimento do negócio — qualquer que seja ele. Isso reforça ainda mais a importância de manter a atualização constante, com conhecimentos em tecnologias avançadas.

Desenvolver as soft skills

Conhecimentos técnicos, também chamados de hard skills, são essenciais para um bom desempenho em qualquer atuação. Mas o que destaca mesmo os melhores profissionais do mercado são as soft skills — aquelas habilidades comportamentais que direcionam a sua conduta com colegas, clientes e assim por diante.

O perfil do profissional envolve competências como boa comunicação interpessoal, proatividade, curiosidade, visão analítica e liderança. Elas são especialmente úteis quando ele precisa lidar com clientes, em um atendimento ou no pós-venda. São atitudes muito admiradas pelas empresas e com grande potencial de aumento da média salarial do engenheiro.

Quais são as áreas de atuação mais valorizadas?

Está empolgado para construir a sua carreira na Engenharia Mecânica? Então, agora é só seguir com a atualização contínua e escolher a área de atuação que mais combina com o seu perfil. Listamos as principais a seguir!

Indústria Automobilística

Essa área vai muito além das oficinas. O engenheiro mecânico automotivo trabalha com tudo que envolve os veículos, como carros, motos, caminhões e assim por diante. Da produção de peças até a manutenção, eles são essenciais para que nenhum motorista tenha dificuldades de rodar na cidade ou na estrada. Para isso, podem ganhar mais de R$ 9.000.

Indústria Metalúrgica

É nessa carreira que o engenheiro mecânico desenvolve melhor as suas habilidades de liderança, mesmo que não assuma um cargo de gestão, de fato. Na Indústria Metalúrgica, ele realiza projetos, administra suprimentos e assim por diante.

Indústria Petroquímica

Nesse setor, o profissional lida com os produtos petroquímicos, desde o refino até a distribuição. Com uma especialização direcionada a essa área, ele pode ser responsável pela perfuração de poços de petróleo e pelo desenvolvimento de tratamentos adequados para esse combustível.

O mercado é bastante interessante — de acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a produção desse combustível bateu recorde em 2019.

Setor Público

O engenheiro mecânico também pode prestar concursos para trabalhar no Setor Público — em qualquer uma das esferas: municipal, regional ou federal. Entre as suas principais funções estão a supervisão de obras ou a fiscalização de projetos.

Área Acadêmica

A carreira acadêmica também é uma excelente opção aos engenheiros mecânicos. Afinal, eles podem trabalhar na formação de novos profissionais, a partir de sua experiência no mercado. Nesse cenário, o ideal é buscar a educação continuada — ou seja, fazer mestrado e doutorado após a graduação.

Como vimos, o salário em Engenharia Mecânica é atrativo e pode se tornar ainda melhor quando se investe em diferentes formas de conhecimento. O mercado está sempre em busca de profissionais qualificados, e você tem grandes chances de destaque quando tem o apoio e os benefícios de estudar na Anhanguera.

Se você quer desenvolver sua carreira em Engenharia Mecânica, entre em contato conosco. Conheça nossa oferta de curso e tire suas dúvidas com nossos especialistas!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.