Carreira acadêmica: o que é preciso para construí-la?

carreira acadêmica

Você já se interessou pela carreira acadêmica? Esse é o caminho profissional seguido por quem se torna professor em cursos superiores — ou seja, em faculdades, ministrando aulas na graduação e na pós-graduação. Normalmente, profissionais de qualquer área podem se tornar acadêmicos.

Afinal, em todas as profissões com ensino superior são necessários professores para formar os novos profissionais, certo? Logo, além dos cursos de Licenciatura — que geralmente formam as pessoas para a carreira docente —, pessoas formadas em cursos de Bacharelado também podem trabalhar como professores em faculdades.

Isso significa, por exemplo, que engenheiros têm a possibilidade de se tornar docentes de Engenharia, psicólogos darem aula de Psicologia etc. Você tem interesse em saber mais sobre a carreira? Para isso, confira, neste artigo, as respostas para as seguintes perguntas:

  • O que faz o profissional da área acadêmica?
  • Quais são os benefícios da carreira acadêmica?
  • Como construir uma carreira acadêmica?
  • Qual é o perfil necessário para seguir nessa área?

Boa leitura!

O que faz o profissional da área acadêmica?

Seguir carreira na área acadêmica, como dissemos, tem como carro-chefe a atuação na docência do ensino superior. Quando você entra em uma faculdade para estudar em um curso de graduação ou pós está tendo contato, na prática, com profissionais que seguem essa carreira.

Além de ministrar aulas, quem está na área acadêmica também costuma realizar funções como pesquisador — especialmente em grandes faculdades. A maior parte da ciência brasileira é feita nessas instituições, e os professores são protagonistas da realização de estudos científicos no país.

A importância da ciência é inegável no desenvolvimento de uma nação. Portanto, a oportunidade de seguir a carreira acadêmica também traz a chance de atuar em um campo fundamental — que faz a diferença na vida da população ao pesquisar e resolver problemáticas relevantes.

Como dissemos, pessoas de diferentes profissões podem optar por trabalhar na área acadêmica. Contudo, é importante saber que o diploma da graduação não é suficiente para conseguir boas oportunidades. É preciso investir em cursos de pós-graduação, principalmente mestrado e doutorado.

Esses cursos são conhecidos exatamente pela tarefa de formar pesquisadores e professores do ensino superior. Neles, o estudante realiza pesquisas e defende seu trabalho para uma banca com mestres e doutores. Além disso, são realizados estágios na docência em faculdades.

A qualificação dos professores contribui para que as instituições tenham uma boa avaliação do Ministério da Educação (MEC). Por isso, cada vez mais as faculdades procuram docentes que tenham concluído a pós-graduação e cursos de mestrado e de doutorado para compor seus quadros. Quem deseja obter sucesso na área precisa pensar nisso.

Quais são os benefícios da carreira acadêmica?

Agora você já viu quais são as principais funções de quem segue na pesquisa acadêmica e na docência do ensino superior. Mas quais são os benefícios para quem opta por esse caminho profissional? Conhecê-los é mais uma etapa importante para que você pense se deseja seguir essa opção.

Uma das principais vantagens da carreira acadêmica é a alta demanda. Nos últimos anos, cada vez mais brasileiros estão se interessando por concluir uma graduação. O número de alunos expande-se nos cursos presenciais e em especial na modalidade EAD. Com isso, existem oportunidades de trabalho para professores.

Além da alta demanda, um benefício interessante de quem está na carreira acadêmica é a existência de concursos públicos para instituições de ensino federais e estaduais. Nesses casos, o docente conta com a estabilidade profissional e salários atrativos — a média é de R$ 4.436,12, podendo chegar a R$ 13.397,30.

Outro benefício que não pode deixar de ser citado é a flexibilidade de horários. Professores que atuam em faculdades podem usufruir de uma carga horária flexível e alternativa, montando um cronograma próprio. Por exemplo, têm a possibilidade de encaixar aulas noturnas e não trabalhar pela manhã.

Como construir uma carreira acadêmica?

Se você se interessa por seguir a carreira na área acadêmica, é interessante se planejar. Existem alguns passos que ajudam a construir a profissão dos seus sonhos. Confira!

Cursar uma faculdade

A primeira etapa para trabalhar com pesquisa acadêmica e docência no ensino superior é concluir sua graduação. Então, estudar aqui na Anhanguera deve ser seu passo inicial rumo ao sucesso. Assim, você não apenas garante a conclusão de um curso para iniciar na docência, mas também encontra a qualidade de que precisa.

Lembre-se de que é fundamental ter uma formação sólida para ser um bom professor no futuro. Isso significa estar em uma instituição de qualidade, com infraestrutura adequada, bons recursos para realização de disciplinas a distância, professores qualificados, currículos atualizados etc. A Anhanguera oferece tudo isso!

Cursar uma graduação do tipo Licenciatura pode ser muito interessante, já que ela é própria para o desenvolvimento de conhecimentos ligados à docência. Assim, você desenvolverá saberes e experiências úteis para o futuro da carreira. Para quem é formado em Bacharelado, a formação pedagógica é uma opção.

Fazer iniciação científica

Mais um passo para quem pretende trabalhar na área acadêmica é aproveitar os diferenciais que a faculdade apresenta. Um deles é a oportunidade de participar de iniciação científica. Trata-se de uma experiência na qual o aluno se envolve em atividades de pesquisa na sua área de atuação.

Logo, fazer parte da iniciação científica coloca você diante de uma das principais funções da carreira acadêmica: a de pesquisador. É uma grande chance para desenvolver as habilidades necessárias para o trabalho e ter um bom currículo. Além disso, é possível escrever artigos e preparar-se melhor para o mestrado.

Cursar a pós-graduação

Por fim, a carreira na área acadêmica exige que as pessoas façam pós-graduação. Geralmente, o mestrado e o doutorado têm preferência sobre os cursos de especialização. Também é importante buscar conhecimentos sobre outros idiomas, como o inglês. Normalmente, as pesquisas exigem a fluência na língua, pois é preciso estudar publicações de cientistas internacionais.

Qual é o perfil necessário para seguir nessa área?

Conhecer as informações que demos ao longo deste post é o primeiro esforço que você pode fazer para começar seu caminho rumo a trabalhar na carreira acadêmica. Inclusive, a curiosidade e o gosto por estudar e por buscar informações são características essenciais no perfil de um bom pesquisador e professor do ensino superior.

Ter muito interesse pela leitura e por assistir às aulas são outras qualidades importantes. Afinal, além da graduação, a pessoa que segue carreira acadêmica vivencia experiências como estudante nos cursos de mestrado e de doutorado — e, claro, continua na sala de aula posteriormente como professor.

Aproveite as oportunidades para desenvolver seu perfil profissional e construir sua caminhada até a carreira acadêmica. Com certeza, é uma ótima área para quem se sente interessado pela docência e pela produção de conhecimentos. É o seu caso? Então, organize seus esforços e torne seus planos realidade!

Gostou deste post? Continue no blog e saiba mais sobre as diferenças entre os graus de Bacharelado, Licenciatura e Tecnólogo!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.