Faculdade de Arquitetura e Urbanismo: Tudo sobre o curso

arquitetura

A faculdade de Arquitetura e Urbanismo é uma escolha fascinante para aqueles que têm interesse em projetar e transformar espaços, viabilizar ideias e sonhos. 

O curso apresenta uma complexidade que se faz crucial se preparar para uma jornada de estudos intensos, pois a graduação nessa área requer dedicação e um amplo conjunto de habilidades técnicas e criativas. Por isso, antes de ingressar nesse curso, é importante ter consciência de algumas informações essenciais. Tem interesse na profissão? Então, continue acompanhando e confira!

Como é o curso de Arquitetura e Urbanismo?

O curso de Arquitetura e Urbanismo é uma graduação que prepara os estudantes para atuarem na concepção, planejamento, projeto e execução de espaços urbanos e edificações. Durante a graduação, os alunos adquirem conhecimentos teóricos e práticos sobre diversos aspectos relacionados à arquitetura e ao urbanismo.

“A arquitetura é a mãe das artes. Sem uma arquitetura nossa, nós temos uma civilização sem alma.”

Frank Lloyd Wright
Equipe analisando projetos de arquitetura em cima de mesa
No curso de Arquitetura e Urbanismo, os estudantes se preparam para atuar com projetos de espaços e edificações

Quais os tipos de Graduação em Arquitetura e Urbanismo?

Na área de Arquitetura e Urbanismo, o principal tipo de graduação oferecido é o bacharelado, que é mais conhecido e procurado pelos estudantes. No entanto, também é possível realizar mais um tipo de graduação para essa área. Confira quais são eles a seguir.

Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo

O bacharelado é uma formação abrangente e voltada para a prática profissional, mas abrangendo boas matérias teóricas, de história da arquitetura à sustentabilidade e tecnologia da construção. Esse curso tem uma duração média de cinco anos e prepara os estudantes para atuarem como arquitetos, desenvolvendo projetos arquitetônicos, urbanísticos e de paisagismo.

Tecnólogo em Arquitetura e Urbanismo

A verdade é que não existe um curso tecnólogo específico em Arquitetura e Urbanismo. Porém, existem cursos tecnólogos em áreas relacionadas, como por exemplo, Tecnologia em Design de Interiores ou Tecnologia em Construção de Edifícios. Esses cursos abordam aspectos mais específicos e práticos dentro do campo da arquitetura, mas não conferem o título de arquiteto ou urbanista.

Licenciatura em Arquitetura e Urbanismo

A licenciatura em Arquitetura e Urbanismo é uma modalidade menos comum e voltada para a atuação no campo acadêmico. Essa opção é para os que desejam se tornar professores ou pesquisadores na área, não habilitando-os para atuar em projetos. A sua ênfase maior é nas disciplinas de teoria e história da arquitetura, metodologia de pesquisa, didática e práticas de ensino.

Professor dando aula de projetos
Na licenciatura, o estudante se prepara para dar aulas de Arquitetura

O curso de Arquitetura e Urbanismo é bom?

Um curso só será bom se houver afinidade pelas áreas do conhecimento. No entanto, o curso de Arquitetura e Urbanismo é considerado uma excelente formação, tanto em termos de reconhecimento pelo Ministério da Educação (MEC) quanto em termos de aceitação e demanda no mercado de trabalho.

Aprovação do MEC

A aprovação do MEC é um indicador importante da qualidade e da conformidade do curso com as diretrizes educacionais estabelecidas. As instituições passam por um processo rigoroso de avaliação e, ao receberem a aprovação do MEC, demonstram que atendem aos padrões de qualidade estabelecidos. Assim, os estudantes podem ter mais confiança na qualidade da formação que estão recebendo.

Aprovação de Arquitetura e Urbanismo no Mercado

A aceitação de um curso de Arquitetura e Urbanismo no mercado de trabalho é incontestável e está intrinsecamente ligada à sua qualidade e reconhecimento. O campo de atuação para arquitetos e urbanistas tende a ser promissor, com as empresas em busca de profissionais especializados, dotados de habilidades e capacidade de adaptação às transformações que ocorrem na área.

Qual o perfil ideal de aluno de Arquitetura e Urbanismo?

O perfil ideal de um aluno de Arquitetura e Urbanismo envolve algumas características e habilidades específicas. Embora não haja um perfil único e específico, já que cada estudante dará o seu melhor, existem algumas características comuns que podem contribuir para o sucesso nessa área:

  • Ter uma mente criativa, habilidades de desenho e percepção visual;
  • Ter paixão pelo design, arquitetura e urbanismo é fundamental;
  • Ter uma abordagem analítica para compreender e solucionar problemas arquitetônicos;
  • Habilidades técnicas para trabalhar com softwares e ferramentas de desenho e modelagem;
  • Ser organizado e disciplinado para encarar uma rotina de estudos intensa;
  • Saber trabalhar em equipe e ter uma boa comunicação.
Mulher desenhando projeto em prancheta
Quem estuda Arquitetura e Urbanismo precisa gostar da área, desenvolver habilidades técnicas e ter uma abordagem analítica

Rotina de estudos

O curso de Arquitetura e Urbanismo requer um investimento significativo de tempo e dedicação quando pensamos em rotina de estudos. Os estudantes costumam ter uma combinação de aulas teóricas, práticas de desenho e projetos. Assim, a rotina inclui a participação em aulas, discussões em sala de aula, atividades práticas em laboratórios, visitas técnicas a obras e, claro, a realização de projetos.

Vale ressaltar que a rotina de estudos pode variar conforme o planejamento individual de cada estudante e a carga horária estabelecida em cada semestre. No entanto, a modalidade de ensino escolhida também exerce uma influência significativa. Em cursos na modalidade EAD, por exemplo, é comum que o foco seja mais teórico, deixando a prática a critério do interesse do aluno.

Quais as modalidades de estudo para Arquitetura e Urbanismo?

O curso de Arquitetura e Urbanismo é tradicionalmente oferecido na modalidade presencial, devido à necessidade de aulas práticas, desenvolvendo projetos. No entanto, com o avanço da tecnologia e o surgimento de novas abordagens educacionais, algumas instituições passaram a oferecer modalidades semipresenciais e até mesmo EAD (Educação a Distância) para o curso.

Dá para cursar Arquitetura e Urbanismo EAD?

A modalidade EAD para o curso de Arquitetura e Urbanismo ainda é menos comum, devido à natureza prática e interativa da área. No entanto, algumas instituições começaram a oferecer cursos nessa modalidade, utilizando recursos virtuais, videoaulas, fóruns de discussão, projetos colaborativos online e tutorias. 

No entanto, é importante ressaltar que, nesse formato à distância, a componente prática pode ser adaptada por meio de atividades presenciais consideradas obrigatórias. Algumas faculdades podem requerer estágios supervisionados ou encontros periódicos para aulas práticas em laboratórios.

Existe Arquitetura e Urbanismo Presencial?

Essa é a forma mais comum de ensino para o curso de Arquitetura e Urbanismo. Nessa modalidade, as aulas ocorrem fisicamente em sala de aula, laboratórios e estúdios de arquitetura. Os estudantes têm a oportunidade de interagir diretamente com professores e colegas, participar de atividades práticas, desenvolver projetos e ter acesso a recursos e equipamentos específicos da área.

Tem Arquitetura e Urbanismo Semipresencial?

O curso de Arquitetura e Urbanismo no modelo semipresencial tem matérias cursadas a distância enquanto certas atividades e tarefas ao longo do curso são feitas presencialmente. Essa modalidade, também chamada de ensino híbrido, combina elementos dos outros dois modelos. 

Nesse formato, parte do curso é realizado virtualmente, por meio de plataformas online, enquanto outras atividades, como aulas práticas, acontecem presencialmente. Assim, oferecendo maior flexibilidade, permitindo que os alunos conciliem o curso com outras atividades ou responsabilidades.

Tablet com projeto de arquitetura ao lado de compasso e lapiseira
No curso semipresencial, é possível usar aulas online e práticas

Qual a duração e as matérias do curso de Arquitetura e Urbanismo?

O curso de Arquitetura e Urbanismo é uma graduação com uma duração média de 5 anos, totalizando 10 semestres. O currículo do curso abrange uma ampla gama de disciplinas, incluindo desenho, história da arquitetura, paisagismo, sustentabilidade, entre outros. Confira a seguir as suas matérias e respectiva carga horária por semestre, com base no modelo de aulas presenciais da Anhanguera.

1º semestre (240h)

  • Fundamentos de Topografia (60h)
  • Desenho de Arquitetura e Urbanismo (60h)
  • Geometria Descritiva Aplicada à Arquitetura (60h)
  • Optativa I (60h)

2º semestre (240h)

  • Atelier de Projeto dDe Arquitetura Residencial de Baixa Complexidade (60h)
  • Expressão e Representação-Oficinas (60h)
  • Maquetes (60h)
  • Optativa II (60h)

3º semestre (300h)

  • Conforto Ambiental-Térmico (60h)
  • Estudos Sociais e Econômicos (60h)
  • Atelier de Projeto e Arquitetura Cultural (60h)
  • Informática Aplicada à Arquitetura e Urbanismo-Projeções Ortogonais (60h)
  • Projeto de Extensão I-Arquitetura e Urbanismo (90h)

4º semestre (300h)

  • Atelier de Projeto de Arquitetura Residencial de alta Complexidade (60h)
  • Fundamentos de Resistência dos Materiais (60h)
  • História e Teoria da Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo (60h)
  • Informática Aplicada à Arquitetura e Urbanismo-Perspectivas (60h)
  • Estética e História da Arte (60h)

5º Semestre (330h)

  • Conforto Ambiental-Acústico e Lumínico (60h)
  • História e Teoria da Arquitetura do Pré-Modernismo ao Desconstrutivismo (60h)
  • Atelier de Projeto de Arquitetura Educacional (60h)
  • Urbanismo de Baixa Complexidade (60h)
  • Projeto de Extensão II-Arquitetura e Urbanismo (90h)

6º Semestre (300h)

  • Arquitetura Brasileira (60h)
  • Técnicas Retrospectivas, Restauração e Patrimônio Histórico (60h)
  • Instalações Elétricas de Baixa Tensão (60h)
  • Sociedade Brasileira e Cidadania (60h)
  • Atelier de Projeto de Arquitetura para Espaços Terciários (60h)

7º Semestre (300h)

  • Atelier de Projeto de Arquitetura Hospitalar (60h)
  • Atelier de Projeto de Paisagismo (60h)
  • Sistemas Estruturais-Concreto (60h)
  • Ecologia Urbana (60h)
  • Projeto de Extensão III-Arquitetura E Urbanismo (90h)

8º semestre (420)

  • Infraestrutura Urbana (60h)
  • Sistemas Estruturais-Madeira e Aço (60h)
  • Instalações Hidrossanitárias (60h)
  • Atelier de Projeto de Arquitetura Estação Rodoviária (60h)
  • Urbanismo de Alta Complexidade (60h)
  • Est.Cur.Superv.I (120h)

9º semestre (430h)

  • Planejamento Urbano e Regional (60h)
  • Atelier de Projeto de Arquitetura de Interiores (60h)
  • Atelier de Projeto de Arquitetura de Uso Misto dm Modelagem Bim (60h)
  • Est.Cur.Superv.II (120h)
  • Trabalho Final de Graduação I (40h)
  • Projeto de Extensão IV-Arquitetura E Urbanismo (90h)

10º semestre (340h)

  • Trabalho Final de Graduação II (40h)
  • Optativa III (60h)
  • Optativa IV (60h)
  • Optativa V (60h)
  • Optativa VI (60h)
  • Optativa VII (60h)
Mulher montando maquete de casa
No 5º semestre do curso da Anhanguera, os alunos realizam projeto de extensão

Quais as possibilidades de especialização em Arquitetura e Urbanismo?

A área de Arquitetura e Urbanismo oferece diversas possibilidades de especialização, permitindo que os profissionais aprofundem seus conhecimentos em áreas específicas e se destaquem em determinados campos de atuação. Alguns exemplos de especializações em Arquitetura e Urbanismo incluem:

  • Urbanismo e Planejamento Urbano: Concentra-se no estudo e na prática do planejamento e gestão de espaços urbanos.
  • Restauro e Conservação do Patrimônio: Voltada para a preservação e revitalização de edifícios e sítios históricos.
  • Projeto de Interiores e Design de Espaços: Essa especialização enfoca o projeto de interiores residenciais, comerciais e corporativos.
  • Paisagismo e Design de Jardins: Abrange o projeto e a criação de espaços paisagísticos.
  • Tecnologia da Construção e Sustentabilidade: Voltada para a aplicação de tecnologias construtivas avançadas e práticas sustentáveis.

Além dessas especializações, existem outras áreas de enfoque, como Arquitetura Hospitalar, Arquitetura Esportiva, Arquitetura Corporativa, Arquitetura Paisagística, entre outras. A escolha da especialização dependerá dos interesses e objetivos individuais de cada profissional, permitindo uma trajetória mais direcionada e aprofundada em uma área específica.

Mão usando compasso para desenhar jardim
Dentre as especializações de Arquitetura e Urbanismo, é possível estudar Paisagismo e Design de Jardins para espaços públicos e privados

Quais as principais áreas para recém-formados?

A principal área de atuação para um recém-formado, com certeza será muito pessoal e direcionada a área de interesse da pessoa. No entanto, existem excelentes opções que o recém-formado em Arquitetura e Urbanismo pode direcionar a sua atenção, são algumas delas:

  • Escritórios de Arquitetura: Muitos arquitetos iniciam suas carreiras trabalhando em escritórios de arquitetura, onde podem participar do desenvolvimento de projetos, desde a concepção até a execução, colaborando com equipes multidisciplinares.
  • Construtoras e Empreiteiras: Eles também podem ingressar em construtoras e empreiteiras, participando de projetos de construção, acompanhando o desenvolvimento das obras e garantindo que o projeto seja executado conforme as diretrizes estabelecidas.
Mulher montando protótipo em escritório
Em construtoras e empreiteiras, é possível trabalhar em vários tipos de projetos
  • Desenho Imobiliário: O arquiteto fica responsável por criar objetos e mobiliários, considerando as tendências do mercado e fazendo a customização das peças para a clientela.
  • Modelação em 3D: Com o acesso a novas tecnologias, os arquitetos são responsáveis pela modelagem em 3D, realizando a pós-produção e aplicando técnicas de iluminação ao projeto final.
  • Paisagismo e Ambientes: É uma área responsável por criar espaços que geram a harmonia na interação das pessoas com o meio ambiente. Por isso, os arquitetos paisagistas atuam em projetos de paisagens naturais e urbanas.

Se quer saber mais detalhes sobre as áreas de atuação em Arquitetura e Urbanismo para você se especializar, não deixe de conferir o conteúdo completo em nosso site!

É melhor ingressar na faculdade pública ou privada?

No momento da escolha da universidade, é muito importante que você pese primeiro as suas próprias condições, seja de localização ou financeira. Porém, o mais importante é buscar universidades que sejam reconhecidas pelo MEC (consulte através do site do eMEC) e que tenham boas notas no ENADE (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes).

Faculdade Pública em Arquitetura e Urbanismo

As instituições de ensino públicas são, em geral, financiadas pelo governo e oferecem educação gratuita ou com custos mais acessíveis em comparação com as instituições privadas. Existem algumas vantagens em optar por uma faculdade pública de Arquitetura e Urbanismo, tais como:

  • Costumam ter um elevado padrão de excelência acadêmica, contando com professores renomados em suas áreas de atuação.
  • Os diplomas obtidos em instituições públicas tendem a ser amplamente reconhecidos e valorizados no mercado de trabalho.
  • Proporcionam uma comunidade estudantil diversificada, o que amplia as oportunidades de networking e intercâmbio de conhecimentos.

No entanto, é importante considerar algumas desvantagens ao optar por uma faculdade pública de Arquitetura e Urbanismo. A frequência de greves e paralisações decorrentes de questões políticas é uma delas. Além disso, a alta concorrência é um desafio enfrentado pelos candidatos, o que pode tornar as universidades privadas uma alternativa atrativa para alguns estudantes.

Faculdade Privada para Arquitetura e Urbanismo

As faculdades privadas de Arquitetura e Urbanismo possuem características distintas das faculdades públicas, apresentando vantagens próprias. Um aspecto relevante é a ausência de greves e paralisações no decorrer do curso, fazendo com que o aluno termine no tempo planejado. Algumas das vantagens associadas a essas instituições são as seguintes:

  • Por ter maior investimento, costumam oferecer uma infraestrutura melhor, moderna e especializada para o aluno;
  • Costumam ser mais atualizadas com as demandas do mercado e oferecer programas de estudo mais flexíveis;
  • Tendem a proporcionar opções de horários mais flexíveis, incluindo aulas noturnas, permitindo aos alunos conciliar os estudos com outras atividades, como trabalho ou estágio;
  • Muitas vezes estabelecem parcerias com empresas do setor, oferecendo oportunidades de estágio, programas de trainee e conexões com profissionais atuantes no mercado.
Professor instruindo alunos com notebook
As faculdades privadas tendem a ter parcerias com empresas, que oferecem estágios aos estudantes

Quanto custa a graduação em Arquitetura e Urbanismo?

As mensalidades de cursos de Arquitetura e Urbanismo em faculdades privadas podem variar de R$ 400,00 a R$ 3.000,00 por mês, a depender da sua escolha. Existem alguns fatores que podem influenciar na mensalidade do seu curso, são eles:

  • Localização geográfica;
  • Tipo de graduação escolhida;
  • Modalidade de ensino (presencial, semipresencial, EAD);
  • Reputação da universidade;

No entanto, é importante pesquisar e obter informações junto às instituições de interesse para ter uma compreensão mais precisa dos custos envolvidos. Além disso, ficar atento a outras formas de subsidiar o seu ensino, como, por exemplo, optar por uma bolsa de estudos.

Bolsa de Estudos

Existem diversas opções de bolsas de estudos disponíveis para estudantes que desejam ingressar em universidades privadas, sendo uma excelente alternativa para famílias com condições financeiras limitadas. Algumas das principais opções são:

  • Bolsas de faculdade: Muitas universidades privadas possuem programas de bolsas de estudos próprios, que são parciais ou integrais, concedidas com base em critérios acadêmicos.
  • Programas de bolsas e financiamento do governo: O governo oferece o FIES (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior) e o ProUni (Programa Universidade para Todos). Esses programas visam beneficiar estudantes de baixa renda, proporcionando oportunidades de ingresso em instituições privadas.
  • Bolsas de empresas: Algumas empresas também oferecem bolsas de estudos para estudantes universitários, principalmente relacionadas a áreas específicas de estudo. 

É importante ressaltar que os critérios e disponibilidade das bolsas podem variar de acordo com cada instituição e programa. Portanto, é recomendável pesquisar e entrar em contato com as universidades, órgãos governamentais e empresas para obter informações precisas sobre as oportunidades de bolsas de estudos e os requisitos necessários para se candidatar.

Prouni na tela de computador e de celular
O ProUni é um programa do Governo Federal que auxilia as pessoas a fazerem faculdade

Como entrar em Arquitetura e Urbanismo?

As principais maneiras de ingressar no curso de Arquitetura e Urbanismo são por meio do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) e dos vestibulares particulares das universidades. Confira abaixo um resumo sobre cada uma dessas opções de ingresso.

Enem

O ENEM é um exame realizado todo ano no Brasil. As notas obtidas no ENEM podem ser utilizadas para ingressar em universidades públicas e privadas que adotam essa forma de seleção. Assim, os interessados em cursar Arquitetura e Urbanismo devem realizar o exame e utilizar a nota no sistema do Sisu para se candidatar às vagas disponíveis nas universidades que estejam participando.

Sisu

O Sisu é um sistema gerenciado pelo MEC que utiliza as notas do ENEM para a seleção de vagas em universidades públicas. Após a realização do exame, os estudantes podem se inscrever no Sisu e escolher os cursos e instituições desejados. Com base nas notas obtidas no exame e nas notas de corte das instituições, o sistema faz a classificação dos candidatos nas vagas disponíveis.

Vestibular

Por fim, muitas universidades, mais comum entre as privadas, também realizam vestibulares específicos para o curso de Arquitetura e Urbanismo. Esses vestibulares são organizados pelas próprias instituições e costumam envolver provas específicas relacionadas à área do curso requerido.

Quais as exigências para se formar em Arquitetura e Urbanismo?

Para concluir a graduação em Arquitetura e Urbanismo, geralmente é necessário cumprir uma carga horária mínima das disciplinas da matriz curricular, realizar um estágio obrigatório, participar do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), caso seja o ano de realização do estudante, e apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

No entanto, cada universidade pode ter suas próprias diretrizes e critérios para a conclusão do curso, além das exigências estabelecidas pelos órgãos reguladores da educação. Por isso, é essencial consultar o currículo do curso e o regimento interno da instituição para obter informações específicas sobre os requisitos exigidos.

Estágio Obrigatório em Arquitetura e Urbanismo

Geralmente, é exigido um período de estágio durante a graduação de Arquitetura e Urbanismo. Esse estágio tem como objetivo proporcionar ao estudante uma experiência prática e aplicação dos conhecimentos adquiridos em situações reais de trabalho na área de Arquitetura e Urbanismo. O estágio pode ser realizado em escritórios de arquitetura, empresas de engenharia civil, órgãos públicos ou outras instituições relacionadas.

Enade para Arquitetura e Urbanismo

A participação no Enade é obrigatória para os alunos de Arquitetura e Urbanismo que estão concluindo o curso que será avaliado no ano vigente.

O Enade é um exame de âmbito nacional realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) com o objetivo de avaliar o desempenho dos estudantes em relação aos conhecimentos e competências adquiridos ao longo do curso. 

É importante deixar claro que o desempenho no Enade não tem impacto direto na conclusão do curso, mas é um requisito necessário para a obtenção do diploma.

TCC de Arquitetura e Urbanismo

O TCC é uma etapa final de qualquer curso, inclusive Arquitetura e Urbanismo, e geralmente no último ano ou semestre do curso. Esse trabalho consiste em um projeto arquitetônico ou de urbanismo, que deve ser elaborado de forma autônoma pelo aluno sob a orientação de um professor. O TCC é apresentado perante uma banca examinadora e a sua aprovação é requisito para a obtenção do diploma.

Estudante fazendo apresentação de projeto arquitetônico
O TCC é um dos requisitos para a pessoa se formar em Arquitetura e Urbanismo

Vale a pena se formar em Arquitetura e Urbanismo?

Para responder se Arquitetura e Urbanismo vale a pena, precisamos ir muito além dos aspectos racionais financeiros. Essa questão vai sempre considerar também o interesse e a paixão pela área, o perfil profissional e as possibilidades de realização pessoal e profissional. No entanto, é possível considerar a sua paixão juntamente ao salário que você pode ter ao longo de sua carreira.

Salário para formados em Arquitetura e Urbanismo

O mercado de trabalho para arquitetos e urbanistas pode apresentar variações e desafios. Os salários podem variar de acordo com experiência, localização, especialização, porte da empresa e demanda do mercado. Porém, eles costumam iniciar na faixa dos R$ 3.000,00. No entanto, é importante que você tenha o registro no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) e fique regularizado.

Investimento X Retorno para Arquitetura e Urbanismo

O investimento é alto para se formar em Arquitetura e Urbanismo, porém é um investimento que vale muito a pena e deve trazer um excelente retorno aos profissionais competentes e certificados.

Não há dúvidas de que o investimento em universidade particular, por exemplo, será alto e, por isso, o retorno financeiro pode levar algum tempo para se consolidar. No entanto, ao longo dos anos, estabelecendo uma construção de uma carreira sólida, esse retorno virá com certeza.

Além disso, a depender do perfil do aluno durante a graduação, você pode encontrar bons estágios com suas habilidades, esforço e aproveitar as oportunidades. Dessa forma, é possível economizar um dinheiro com o salário de estagiário para ir pagando a sua graduação ou fazendo investimentos para a sua carreira.

Saiba também: no Papo Reto, confira algumas funções do Arquiteto!

Por que cursar Arquitetura e Urbanismo na Anhanguera?

O que achou de Arquitetura e Urbanismo? Agora que você já tem todas as informações necessárias sobre o curso e sua carreira, aproveite a oportunidade de se inscrever no vestibular da Anhanguera! Essa profissão é concorrida, sempre tem demanda e oferece ótimas perspectivas de trabalho para os profissionais da área.

Para se destacar, é importante investir no seu futuro. Que tal estudar na Anhanguera? Tenha acesso a uma formação completa e de qualidade, ao mesmo tempo em que se encaixa no seu orçamento com mensalidades acessíveis. Não perca tempo e dê o próximo passo rumo a uma carreira de sucesso!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 306

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Inscreva-se gratuitamente no vestibular online ou use sua nota do Enem para obter bolsas e descontos!

Artigos relacionados