Carreira em Gestão Pública: o que faz esse profissional e quanto ganha?

mulher que segue carreira em gestão pública

Quando o assunto é Gestão Pública, o que faz e quanto ganha esse profissional? Essas são algumas perguntas feitas por inúmeras pessoas, uma vez que a atuação desse trabalho ainda é um pouco desconhecida e até mesmo polêmica no Brasil.

Muito se deve à agitação política e ao cenário público em que vivemos. Porém, é importante destacar que a carreira em Gestão Pública, quando bem traçada, é o que, na verdade, pode solucionar muitos problemas e gargalos de diversas áreas em nosso país.

Se você deseja tirar suas dúvidas sobre essa profissão e quer saber qual é o salário médio do gestor público atualmente, pode continuar por aqui. Explicaremos o que fazem os profissionais, quais os ganhos e as remunerações e, também, quais cursos são mais indicados para quem se interessa por essa área. Vamos começar? Boa leitura!

O que fazem os profissionais de Gestão Pública?

As atividades administrativas que envolvem tanto setores públicos quanto privados ganharam mais espaço na mídia, principalmente agora, com as redes sociais e uma maior democratização da informação.

Independentemente do segmento, a Gestão Pública é voltada para o bem-estar coletivo. Isso quer dizer que o gestor público trabalha estrategicamente para administrar da melhor forma variados aspectos que dizem respeito às pessoas de modo geral.

Quem escolhe essa carreira precisa estar sempre por dentro das atualidades, da economia, da política e, é claro, das tendências e das melhores práticas de gestão. Somado a isso, é fundamental saber trabalhar em equipe!

Além da carreira executiva e do investimento em concursos públicos, vale destacar que o profissional capacitado pode atuar em diferentes cargos, como:

  • assessoria política;
  • assessoria econômica;
  • gestão de políticas públicas;
  • gestão de licitação;
  • gestão de projetos públicos;
  • gestão de responsabilidade social;
  • consultoria em gestão pública;
  • análise de contratos;
  • liderança de projetos públicos de investimento.

Em geral, o profissional pode identificar problemas, analisar conjunturas e elaborar soluções para que melhorias sejam implantadas na sociedade. Vale ressaltar que isso pode ser feito no setor público e no privado, como em empresas ou na administração de órgãos ligados aos três poderes — Legislativo, Executivo e Judiciário.

O gestor também pode atuar por meio de contrato ou como concursado. Isso vai depender do caminho escolhido pelo profissional! O importante é que a formação da pessoa colabore para profissionalizar cada vez mais o trabalho administrativo das instituições, sejam elas governamentais ou não. A seguir, podemos citar alguns espaços em que você será bem-vindo:

  • órgãos públicos;
  • agências e secretarias;
  • institutos de pesquisa;
  • associações sem fins lucrativos;
  • organizações não governamentais (ONGs);
  • empresas privadas que buscam articulações e parcerias com o governo.

Qual o salário médio de um gestor público?

O salário de um profissional da Gestão Pública pode variar de acordo com o seu nível de escolaridade. Os valores também mudam bastante a depender do segmento de atuação — o setor público oferece os salários mais satisfatórios, ao passo que o privado ainda deixa a remuneração média a desejar.

De todo modo, quando o gestor público conta com formação acadêmica superior, o salário médio é de R$ 4.591,83, segundo uma pesquisa recente do portal Salário. A jornada de trabalho é de 42 horas semanais, e o teto é de R$ 12.749,06 para quem atua com carteira assinada em regime de CLT.

Outro fator relevante é que a ocorrência de mais contratações se dá em São Paulo (SP). Porém, a carreira é promissora em todo o país. Afinal, a tendência é que haja uma maior profissionalização da gestão, principalmente de recursos e de políticas públicas.

E, aqui, o gestor público concursado para atuar em órgãos municipais, estaduais ou federais leva a melhor: ainda de acordo com a pesquisa citada, o salário médio para 39 horas semanais é de R$ 8.055,63 — 43% maior do que a média salarial do segmento privado!

Quais os cursos mais indicados para quem quer seguir na área?

Além da remuneração atraente, outro aspecto positivo em relação à carreira de gestor público é que ele não se limita apenas ao curso específico de Gestão Pública. Veja quais são as áreas que mais se identificam com a atuação!

Gestão Pública

A faculdade de Gestão Pública é o ponto de partida para pessoas que desejam se profissionalizar em planejamento e em gerenciamento de organizações públicas, não governamentais e até privadas, como vimos até aqui.

O curso superior de tecnologia em Gestão Pública da Anhanguera, mais especificamente, forma profissionais prontos para agir com ética, diagnosticar cenários políticos, econômicos, sociais e legais. Eles influenciam as esferas do poder público e impactam positivamente a vida da sociedade.

Administração

Há também a possibilidade de ingressar na carreira como bacharel em Administração. Afinal, essa é uma das graduações que mais oferecem possibilidades de atuação — sendo a administração pública uma delas.

O profissional tem uma visão geral de processos empresariais e consegue replicar seu conhecimento em gestão, com a análise e a solução de desafios diários, tanto no mercado quanto em órgãos, em instituições e em outros espaços estratégicos para a sociedade.

Ciências Contábeis

Quem tem formação em Ciências Contábeis traz raciocínio lógico, quantitativo e outras habilidades profissionais essenciais para a gestão, principalmente a econômico-financeira de instituições e de órgãos públicos e privados.

Um fator agregador é que o curso também oferece conhecimentos humanísticos, envolvendo gestão de negócios e de pessoas. Assim, é possível atuar em áreas fiscais e tributárias, em auditorias, na gestão financeira de organizações etc.

Direito

O campo do Direito também abre portas para uma carreira promissora em gestão pública, uma vez que o profissional pode atuar tanto na advocacia particular quanto em órgãos públicos. As áreas variam entre cível, penal, tributária, ambiental, trabalhista, entre outras.

Contudo, também é possível trabalhar no desenvolvimento e na implantação de políticas de compliance no setor privado ou em defensorias públicas, bem como no Ministério Público e em outros cargos concursados.

Na Gestão Pública, o que faz e quanto ganha o profissional depende bastante da sua atuação, como você notou ao chegar até aqui. Porém, em todas as oportunidades, é visível que a carreira é bem remunerada e que existem grandes chances de uma trajetória de sucesso.

E você, tem interesse pela carreira de Gestão Pública? Entre em contato com a gente e saiba como começar hoje mesmo a traçar sua rota!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 13

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.