Qual é a média salarial do profissional de Radiologia?

qualeamediasalarialdoprofissionalderadiologia

Com formação de, aproximadamente, dois anos, no curso de Radiologia, o profissional adquire habilidades relacionadas ao manejo de máquinas industriais, de medicina nuclear, radiológicas, radioterápicas e radioisotópicas.

Se você pensa em fazer a graduação, já sabe qual é a média salarial de um radiologista? Segundo dados de 2019 do CAGED, o salário do Tecnólogo em Radiologia fica por volta de R$ 2.265, 77. Mas, claro, tudo depende de habilidades do profissional, tempo de atuação e investimento em capacitações de qualidade.

Acompanhe o artigo e descubra como aumentar esses ganhos!

Quanto ganha um radiologista?

Como falamos, o salário do formado em Radiologia fica por volta de R$ 2.265,77, estando, assim, de acordo com a média salarial do mercado de trabalho. Contudo, é importante ter em mente que essa remuneração varia de acordo algumas peculiaridades, como a empresa, a experiência profissional e as habilidades adquiridas.

Além disso, o radiologista tem direito a adicionais, que tornam seu salário maior:

  • insalubridade: a CLT considera, em seu parágrafo 189, atividade insalubre aquela que expõe o trabalhador a agentes nocivos à saúde acima dos limites de tolerância. O adicional é de 40% do salário-mínimo da região;
  • noturno: trabalhar em hospitais e em clínicas 24h é a realidade de muitos radiologistas. No período entre 22h às 5h, ele tem direito a, no mínimo, 20% sobre o valor da hora normal.

Quais as possibilidades de atuação de um radiologista?

A faculdade de Radiologia prepara o profissional para operar equipamentos de diagnósticos por imagem. A profissão é uma das mais importantes da área de saúde, pois possibilita a realização de exames que detectam diversas doenças, fraturas, lesões e alterações nas estruturas internas.

São diversas áreas de atuação. Confira algumas:

  • raios X: grande parte do trabalho se dá em hospitais e em clínicas. O profissional fica responsável por dar a base às decisões médicas;
  • ressonância magnética: esse método de diagnóstico é altamente preciso. Os exames geram imagens volumétricas de cortes anatômicos e são muito usados na neurorradiologia;
  • mamografia: tida como uma das atuações mais importantes, o profissional opera máquinas responsáveis pelo diagnóstico do câncer de mama;
  • radiologia industrial: aqui é possível atuar na detecção de falhas e de defeitos em peças de máquinas por meio da aplicação de radiações ionizantes. O profissional trabalha em portos, aeroportos e indústrias automobilísticas, por exemplo;
  • medicina nuclear: o radiologista atua junto de um médico especializado na área. É uma forma diferente de diagnóstico, no qual se analisam tecidos e órgãos;
  • tomografia computadorizada: nessa área, é possível visualizar partes do corpo de modo a encontrar traumas cranianos, acidentes vasculares cerebrais e perfurações intestinais, por exemplo;
  • densitometria óssea: nessa área, é possível determinar a quantidade de massa óssea do paciente. O radiologista precisa ter bastante precisão com a técnica de radiação ionizante, habilidade que o torna mais reconhecido;
  • radiologia odontológica: o profissional realiza exames bucais em variadas máquinas;
  • radiologia veterinária: nessa área, o radiologista auxilia o veterinário no diagnóstico de doenças em animais;
  • radiologia forense: o radiologista pode se tornar perito criminal e ajudar na investigação de crimes. Para isso, é necessário fazer concurso;
  • pesquisas acadêmicas: é possível atuar como docente ou como pesquisador, em busca de mais conhecimentos e novas tecnologias para a área.

Como um radiologista pode aumentar seus ganhos?

Bem, agora que você está por dentro do salário de radiologista e conheceu algumas possíveis atuações, que tal descobrir formas de conseguir um rendimento mensal ainda maior? Acompanhe!

Investir em uma especialização

No curso de Radiologia, é possível adquirir os principais conhecimentos, de modo a estar preparado para o mercado de trabalho. Para isso, é importante contar com uma faculdade credenciada, para ter direito ao registro no Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia.

No entanto, é com a especialização que o radiologista consegue mais diferenciação. Ao focar determinado nicho, ele adquire capacidades mais complexas, torna-se mais competente e consegue se destacar na empresa mais facilmente.

Fazer estágios

O curso precisa ser levado a sério desde a primeira aula, de modo que seja concluído com a aquisição de vasto entendimento teórico e prático. Nesse sentido, não negligencie os estágios. É por meio deles que você conhecerá melhor cada área profissional e descobrirá com a qual mais se identifica. Além disso, eles tornarão seu currículo ainda mais destacado no meio de tantos outros.

Para isso, priorize faculdades que facilitam os estágios e a entrada no mercado. A Anhanguera trabalha com o Canal Conecta, um portal que dispõe de muitas oportunidades ao aluno.

Dar plantões noturnos

Também já salientamos essa possibilidade. O adicional noturno é um direito garantido pela Constituição Federal, de modo a retribuir o trabalhador pelo serviço em horário fora do convencional, no qual seria seu descanso. Os plantões deixam o rendimento mensal maior.

Conversar com pessoas da área

Antes de iniciar a graduação, converse com pessoas da área e faça um levantamento para descobrir respostas a perguntas como:

  • as habilidades mais importantes para se destacar na profissão;
  • as portas de entradas para atuar na carreira.

Isso fará você entender o que focar ainda durante o curso.

Investir em networking

O networking ainda é um dos melhores meios para conseguir se evidenciar. Desde a faculdade, não perca a chance de participar de eventos, congressos e workshops, pois são ótimos locais para conhecer profissionais importantes. O LinkedIn tem sido, também, um bom canal para construir boas relações profissionais.

Mas não se esqueça de que o verdadeiro networking envolve trocas. Assim, não foque apenas receber. Observe o que você pode fazer por outras pessoas.

Buscar por áreas menos concorridas

Algumas áreas contam com menos concorrência. São tidas como mais complexas, mas costumam pagar melhor remuneração. A Radiologia Industrial é um dos exemplos. Além da viabilidade de trabalho citada anteriormente, o radiologista pode, por exemplo, atuar com eliminação de bactérias em cosméticos e em alimentos ou acelerar o envelhecimento de pedras, de modo que se tornem preciosas.

Enfim, saber o salário do formado em Radiologia é importante. Porém, o que fará você conseguir a estabilidade financeira e ter sucesso na carreira é investir em sua capacitação e experiência prática. Dedique-se a isso desde o início e não se esqueça das dicas dadas aqui, combinado?

Gostou do artigo? Teve dúvidas sobre o curso? Precisa de informações sobre o vestibular? É só entrar em contato conosco!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 6

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content