7 características das melhores faculdades de Psicologia

estudantes de faculdade de psicologia

Decidir qual curso superior fazer não costuma ser simples. Depois de finalmente saber qual é a graduação que você deseja, há outra escolha fundamental a ser pensada: em que faculdade estudar? A resposta para essa pergunta precisa ser muito racional, já que ela influencia diretamente no seu futuro.

Assim, quem almeja o sucesso profissional precisa considerar com muito cuidado as alternativas. Se você decidiu tornar-se psicólogo em breve, precisa pensar: quais são as características das melhores faculdades de Psicologia? Definitivamente, não há como se matricular em uma instituição sem critério.

Por isso, nós da Anhanguera viemos ajudar você. Confira os principais pontos que merecem ser avaliados para identificar a melhor faculdade de Psicologia:

  • grade curricular atualizada;
  • corpo docente com experiência;
  • boa avaliação da instituição no MEC;
  • histórico de sucesso de alunos formados;
  • custo-benefício do curso;
  • convênios e parcerias com outras empresas;
  • atividades extraclasse.

A seguir, você verá mais detalhes de cada tópico!

1. Grade curricular atualizada

Um dos fatores mais importantes na qualidade de uma graduação é o currículo do curso. Infelizmente, muitos estudantes ainda não consideram esse ponto na hora de escolher onde estudar. Mas, sem dúvida, vale a pena procurar informações sobre ele e esclarecer dúvidas com a faculdade antes de decidir.

O currículo torna-se ainda mais relevante quando falamos do curso de Psicologia. Isso porque existem diversas áreas nas quais os profissionais podem se inserir no mercado de trabalho depois de formados. Então, é preciso garantir que a faculdade escolhida por você apresente uma grade curricular atualizada.

Imagine um futuro psicólogo que queira atuar no campo da Psicologia Hospitalar ou, quem sabe, da Psicologia Organizacional. É preciso que ele encontre apoio para desenvolver os conhecimentos e as habilidades da sua área preferida durante o ensino superior, certo?

Da mesma forma, é relevante que a instituição se preocupe em oferecer aos alunos oportunidades de desenvolver estratégias atualizadas na Psicologia. Sabe-se, por exemplo, que há grande incidência de transtornos de ansiedade no Brasil. Os profissionais que vão atuar como psicólogos em breve precisam estar bem preparados para realizar intervenções nesse tema.

2. Corpo docente com experiência

É impossível formar profissionais de qualidade para as diversas áreas da Psicologia sem contar com professores qualificados e experientes no mercado. Logo, a qualidade do corpo docente deve ser um dos maiores cuidados de uma faculdade de excelência.

Ter professores especialistas, mestres e doutores é uma maneira de elevar o nível do curso. Afinal, o corpo docente é um dos principais responsáveis pela base de formação dos alunos. Então, quanto mais qualificado ele for, melhores serão as condições de aprendizagem dos aspirantes a psicólogos, certo?

Além da qualificação, é importante não deixar a experiência de lado. Docentes com experiência no mercado de trabalho conseguem dinamizar suas aulas, envolver os estudantes em exemplos práticos e motivá-los na carreira.

Pense em como será bom ter aulas sobre Psicologia Clínica com professores que atuam na área e podem compartilhar diversos casos relevantes sobre a forma de atender e as intervenções realizadas com cada paciente. Visualizar a prática profissional e realizar discussões de situações reais é muito interessante.

3. Boa avaliação da instituição no MEC

Outro elemento que boas faculdades de Psicologia apresentam, com certeza, é uma avaliação satisfatória no Ministério de Educação (MEC). O MEC é o órgão do governo federal responsável por acompanhar e fiscalizar as instituições de ensino — inclusive as de ensino superior público e privado.

A nota atribuída pelo MEC à instituição é uma das maneiras mais clássicas de obter informações sobre ela. É possível tirar diversas conclusões, pois o índice dado pelo Ministério avalia vários pontos — como a infraestrutura, a qualificação dos professores, a qualidade da grade curricular e o rendimento dos alunos nas avaliações do Enade.

Vê como apenas um dado (a nota do MEC) pode falar muitos aspectos sobre as melhores faculdades de Psicologia? Procure saber a nota da instituição para avaliar a qualidade que ela oferece aos alunos. Isso, claro, junto aos outros fatores que estamos citando aqui. Todos eles devem ser analisados em conjunto.

4. Histórico de sucesso de alunos formados

Ninguém melhor para dar a opinião sobre a faculdade do que alguém que estudou nela, não é mesmo? Por esse motivo, é válido observar a situação dos alunos formados na hora de pensar sobre onde cursar Psicologia. Além da opinião, eles podem mostrar como está a inserção no mercado de trabalho depois de se formarem.

Veja se existem formas de saber como estão os psicólogos que concluíram o curso na instituição. Muitas vezes, é possível conferir depoimentos no site da faculdade ou em páginas diversas na internet. Entrar em contato com os profissionais diretamente também é uma boa ideia.

5. Custo-benefício do curso

Quando falamos de escolher a melhor faculdade de Psicologia entre as instituições privadas, normalmente, o preço pesa na decisão de onde estudar Psicologia. Afinal, a organização financeira é algo que pode se apresentar desafiador para muitas pessoas — especialmente se é preciso conciliar os estudos com o trabalho.

Contudo, fique atento para não observar apenas o preço. É preciso pensar em termos de custo-benefício. Ou seja, o que a faculdade oferece de valor pelo preço que está cobrando. Ter essa visão beneficia sua análise. E lembre-se: o curso de Psicologia EAD ainda não é autorizado pelo MEC, mas algumas disciplinas podem ser feitas com a tecnologia a distância.

6. Convênios e parcerias com outras empresas

A função de uma faculdade não é apenas ensinar os conteúdos de que você precisa para seguir em determinada profissão. Ela também precisa ser uma parceira central na sua busca pelo sucesso. Por isso, na hora de avaliar as boas faculdades de Psicologia, procure saber quais são os diferenciais de cada uma.

Aqui na Anhanguera, nos preocupamos muito em prestar suporte à profissionalização e à construção de uma sólida carreira em Psicologia. Entre as iniciativas nesse sentido, destaca-se o Canal Conecta. Ele aproxima o aluno das oportunidades de trabalho e torna mais fácil a inserção no mercado a partir das parcerias com empresas da região.

7. Atividades extraclasse

Por fim, na hora de avaliar onde cursar Psicologia, não se limite a observar apenas os aspectos relacionados diretamente às aulas. Elas são sim fundamentais para a qualidade da sua formação, mas é preciso ir além. Para ter um bom perfil profissional, você deve envolver-se em atividades extraclasse.

Por exemplo, participar de eventos, compor grupos de estudo, ter experiência com pesquisas ou projetos de extensão, fazer estágios etc. O ideal é que a faculdade ofereça opções atrativas e incentive estudantes a aproveitar oportunidades dentro e fora da instituição.

Essas foram as 7 características das melhores faculdades de Psicologia. Agora, você tem tudo o que precisa para avaliar as instituições próximas e decidir qual agregará mais à sua formação profissional. Não deixe a qualidade de lado. Afinal, é do seu sucesso que estamos falando.

Você acaba de encontrar a melhor faculdade onde estudar Psicologia: a Anhanguera. Entre em contato conosco e comece sua carreira!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.