Média salarial do Gerontólogo: conheça os números!

Média salarial do Gerontólogo

O curso superior de Tecnologia em Gerontologia é voltado para alunos que desejam atuar na área de Saúde com foco na qualidade de vida das pessoas idosas. Esse profissional é fundamental para amenizar os problemas e as diferentes situações que atingem a população mais velha.

Dessa maneira, a atuação do gerontólogo envolve todos os fenômenos que estão direta ou indiretamente ligados ao processo de envelhecimento. Na graduação, o estudante se prepara para ter uma visão global e interdisciplinar do setor, aprendendo sobre os diversos aspectos que fazem parte da saúde dos idosos.

Continue por aqui e confira como é o mercado de trabalho, o que faz um e qual a média salarial do gerontólogo em números!

Atualmente, um gerontólogo ganha em média R$ 2.603,05* em uma jornada de trabalho de 42 horas semanais. A depender do tempo de experiência, das qualificações e das habilidades do profissional, é possível atingir melhores rendimentos na carreira.

O mercado de trabalho para os gerontólogos é bastante aquecido, representando uma das melhores profissões na área da Saúde atualmente. Isso porque o Brasil tem uma população de 28 milhões de pessoas acima dos 60 anos. Esse número tende a dobrar nas próximas décadas, o que demandará cada vez mais profissionais qualificados.

O gerontólogo é justamente o colaborador necessário para planejar e organizar projetos relacionados à garantia de bem-estar e qualidade de vida da população idosa. Além de que, pelo caráter interdisciplinar da formação, o profissional conta com um perfil completo para auxiliar na preparação dessa fase da vida.

A Gerontologia é uma ciência que se dedica ao estudo do processo de envelhecimento humano. O conceito foi descrito pela primeira vez em 1903, por Elie Metchnikoff. Apesar de esse campo de estudo já ser relativamente antigo, apenas nos dias atuais que a profissão ganhou destaque.

Existem algumas semelhanças entre Geriatria e Gerontologia. O gerontólogo é o indivíduo formado no curso superior de Gerontologia e pode atuar em diferentes campos dentro do segmento. Já a Geriatria é uma especialização que abrange desde a promoção de um processo de envelhecimento saudável até o tratamento dos idosos.

Ao contrário do gerontólogo, o geriatra é capacitado e habilitado para realizar a prescrição de medicamentos. Em conjunto, ambos os profissionais podem se auxiliar na rotina de trabalho, mesmo que as duas áreas sejam distintas e com diferentes atribuições.

Veja só algumas atividades a que o gerontólogo se dedica:

  • apoio familiar;
  • atendimento da população idosa;
  • capacitação de outros profissionais;
  • gestão de instituições que prestam serviços aos idosos, como ONGs, asilos e casas de apoio;
  • planejamento de projetos de conscientização e prevenção de doenças;
  • docência e pesquisa.

São inúmeras as possibilidades de crescimento profissional para quem opta pelo curso de Gerontologia. As faculdades na área da Saúde preparam os estudantes para encarar os desafios e desenvolver as competências e os conhecimentos necessários para a atuação no segmento.

A rotina de trabalho do gerontólogo varia de acordo com as atribuições e o cargo que ocupa. Os profissionais que atuam com docência e pesquisa, por exemplo, se dedicam cotidianamente à leituras e aos estudos.

Já os profissionais da área de gestão, planejamento e capacitação, podem ter funções mais técnicas e menos contato direto com a população idosa. Quem atua diretamente com a população, prestando apoio familiar e atendimento, acaba tendo um contato mais frequente com os idosos.

Nesse cargo, o gerontólogo realiza o acompanhamento dos idosos, aconselha e orienta sobre os cuidados e tratamentos necessários para cada caso específico. No setor de atendimento, é comum trabalhar em equipes multidisciplinares com psicólogos, médicos, fisioterapeutas, entre outros profissionais.

Por conta do envelhecimento da população brasileira, o mercado de trabalho no setor de Gerontologia apresenta excelentes tendências de crescimento. Assim, o que se espera é que os empregadores demandem cada vez mais pessoas qualificadas para atuar com o público idoso.

Grande parte dos empregadores são ONGs, projetos de capacitação e conscientização de famílias, casas de repouso, asilos, hospitais e clínicas. Para ter sucesso na carreira, é essencial contar com uma formação multidisciplinar que prioriza o desenvolvimento de competências diferenciadas nos estudantes.

Como acessar os melhores salários na Gerontologia?

Os salários variam conforme as funções e as atribuições de trabalho do profissional. O setor de gestão, por exemplo, acaba oferecendo salários maiores, uma vez que o candidato deve apresentar um tempo de experiência significativo na profissão.

As vagas iniciais têm os salários mais baixos, como o de cuidador de idosos, que pode ser bem menor em comparação a cargos de planejamento e capacitação. Mesmo assim, com as positivas tendências do mercado de trabalho, quem deseja ter sucesso na carreira pode apostar sem medo na faculdade de Gerontologia.

Isso possibilitará que o candidato se torne diferenciado e consiga adquirir vantagem competitiva sobre a concorrência. Contar com uma formação acadêmica de qualidade é o primeiro passo para chegar mais perto dos melhores salários na Gerontologia.

Aqui na Anhanguera, temos o curso superior de Tecnologia em Gerontologia na modalidade a distância. Após a formação, o aluno estará apto para atuar na busca científica, na elaboração de políticas públicas e no empreendedorismo de soluções para o público idoso.

A graduação é indicada para que se interessa pelo estudo do processo de envelhecimento e deseja contribuir com soluções inovadoras para transformar esse ciclo da vida humana em algo natural.

Além de tudo, o aluno Anhanguera tem acesso exclusivo ao Canal Conecta, um portal de empregabilidade que facilita e aumenta as chances de contratação ainda no período do curso de Gerontologia. Vai dizer que não é uma boa oportunidade de se qualificar para a área, não é mesmo?

Prepare-se para um futuro promissor!

Você deve estar bem mais animado agora que já sabe qual a média salarial de um gerontólogo. A formação no curso de Gerontologia tem duração de apenas 2 anos, no EAD 100% online. Ao se formar, você terá um perfil profissional generalista, com conhecimento técnico e teórico necessário para atuar em vagas que envolvem o processo de envelhecimento da população.

Gostou do conteúdo? Aproveite e se inscreva no vestibular online da Anhanguera para garantir a sua vaga no curso superior de Gerontologia!

* Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.