Conheça tudo sobre a Área de Segurança do Trabalho!

Área de Segurança do Trabalho

A Segurança do Trabalho é fundamental para o bem-estar e a saúde dos trabalhadores nas empresas e também para os empresários, que precisam regulamentar os procedimentos e espaços tendo como base as Normas Regulamentadoras.

A profissão é muito promissora, com um mercado de trabalho aquecido e excelentes salários. Os profissionais da área são responsáveis por analisar, averiguar e orientar as condições de proteção dos colaboradores em um local corporativo, como empresas, fábricas, indústrias, entre outros.

E aí, ficou interessado pelo assunto e quer conhecer as principais informações sobre a área de Segurança do Trabalho? Então, vem com a gente! ?

Como funciona a área de Segurança do Trabalho?

A Segurança do Trabalho é o conjunto de ações, medidas, atividades e normas preventivas praticadas para garantir e melhorar a segurança dos campos e ambientes de trabalho. Essa área também atua na prevenção de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais, protegendo a integridade física dos trabalhadores.

Por meio de técnicas e estudos específicos, os profissionais do ramo analisam possíveis causas de doenças e acidentes, com a intenção de prevenir novos incidentes que afetam a saúde e a qualidade de vida dos funcionários de uma corporação. ?‍♂️

Essa área é fundamental para todo tipo de empresa, já que tenta manter um ambiente de trabalho seguro, influenciando diretamente na produtividade e na redução de custos. Isso porque as ações preventivas podem evitar gastos com tratamentos de colaboradores acidentados e, também, com processos judiciais.

Além disso, o profissional da área visa manter um local livre de riscos de acidentes e doenças ocupacionais. No Brasil, a segurança do trabalho tem como base as Normas Regulamentadoras (NRs), que são portarias e decretos usados como base para o exercício e o trabalho das atividades profissionais.

De modo geral, a segurança do trabalho conta com vários objetivos que são responsáveis por prevenir doenças e acidentes ocupacionais. Veja quais são eles:

  • propor melhores condições de trabalho, visando a saúde social, mental e física dos colaboradores;
  • seguir os requisitos legais e a legislação vigente que a compõe;
  • realização de palestras, workshops, cursos e outros formatos de atividades educativas sobre como reduzir acidentes de trabalho;
  • certificar que os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) estão em bom funcionamento, fazendo constantes ensaios para a checagem de desempenho;
  • foco na saúde do trabalhador, conscientizando-o sobre a importância da prevenção;
  • definição de responsabilidades para os empregadores, eliminando condições de trabalho que podem causar insegurança na empresa;
  • redução de doenças e acidentes relacionados às atividades laborais, o que garante a integridade dos colaboradores.

Como está o mercado de Segurança do Trabalho no Brasil?

Segundo o Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho, o Brasil se encontra em quarto lugar no ranking mundial de acidentes de trabalho. Para melhorar a posição do país e para que as corporações continuem funcionando de modo adequado e de acordo com a legislação, elas devem contratar profissionais capacitados na área.

Portanto, a carreira está em expansão e acredita-se que continuará assim nos próximos anos. Como as regulamentações são importantes e necessárias, a área não está sujeita a altos e baixos de tempos em tempos, como ocorre com algumas profissões que dependem de demandas do mercado.

Logo, um dos fatores que interferem na empregabilidade é a quantidade de pessoas formadas em contraposição às vagas oferecidas. Além de evitar acidentes no ambiente corporativo e garantir que a empresa atue de acordo com a lei, contratar o Tecnólogo em Segurança do Trabalho também evita o surgimento de outros problemas para a organização.

Por exemplo, caso haja um acidente com os funcionários, a empresa será responsável e deverá arcar com os custos do tratamento da pessoa, da sua substituição (caso seja necessário) e do maquinário envolvido no ocorrido. Além disso, a imagem da companhia será prejudicada.

Outras funções desempenhadas pelo profissional são:

  • realizar treinamentos de trabalho;
  • planejar atividades e empreendimentos produtivos;
  • gerenciar atividades de segurança no trabalho e do meio ambiente;
  • supervisionar, testar e desenvolver métodos, processos e sistemas produtivos.

Por conta do mercado de trabalho aquecido, a remuneração do profissional também é atrativa: a média é de R$ 2.939,10* e o teto salarial chega a R$ 5.495,70* para uma jornada de trabalho de 43 horas semanais. ?

Contudo, os valores mudam de acordo com alguns fatores. Um deles é a cidade em que os profissionais atuam. Veja:

  • Curitiba (PR): R$ 4.008,45*;
  • São Paulo (SP): R$ 3.454,62*;
  • Rio de Janeiro (RJ): R$ 3.359,16*;
  • Belo Horizonte (MG): R$ 3.056,94*.

Agora, confira o salário de acordo com o tipo de empresa em que o profissional atua:

  • serviços de Engenharia: R$ 3.247,04*;
  • locação de mão de obra temporária: R$ 3.198,56*;
  • obras de montagem industrial: R$ 3.031,23*;
  • construção de rodovias e ferrovias: R$ 2.926,61*.

Quais são as tendências para Segurança do Trabalho?

Se você já decidiu que quer seguir carreira em Segurança do Trabalho, saiba que é muito importante ficar atento sobre as tendências da área. Conheça, abaixo, o futuro da profissão!

Simulador de situação de risco

O uso da realidade virtual possibilitou a criação de simuladores de situações de risco no ambiente de trabalho. Com isso, é possível avaliar plantas industriais e identificar os possíveis riscos, o que reduz ao máximo as chances de acidentes.

O mercado já conta com simuladores para vários segmentos, fortalecendo a ação de segurança no trabalho. Além disso, é um ótimo instrumento para que a corporação entenda a importância do engajamento e dos cuidados com as tendências que podem facilitar o trabalho.

Internet das Coisas

A Internet das Coisas é o conceito tecnológico que mantém dispositivos e máquinas conectados à internet em tempo integral. Essa ferramenta é fundamental para o monitoramento de riscos e criação de soluções em segurança no trabalho em relação à aquisição contínua de dados.

Esses dispositivos costumam ser de baixo custo e ter boa capacidade de conexão com dispositivos de várias tecnologias que trocam dados. Em caráter preventivo, a Internet das Coisas permite que se tenha menos interrupções na jornada de trabalho, economizando com futuros prejuízos e perdas que podem ser evitados. ?

Sistemas de gestão

O sistema de gestão em Segurança no Trabalho na empresa aprimora a gestão de riscos, facilitando o cumprimento das exigências da legislação. Auditoria, avaliação e gerenciamento são as principais ferramentas oferecidas pelo software.

Além do acompanhamento e planejamento das ações, possibilita ainda a implementação de programas de auditoria, o que garante a performance profissional e a segurança às atividades laborais. Alguns benefícios são:

  • aumento da produtividade, com menos inatividade e paradas;
  • diminuição de custos com acidentes;
  • redução do número de acidentes de trabalho.

Quais são as principais atuações em Segurança do Trabalho?

Após a conclusão do tão sonhado diploma, os recém-formados podem optar por seguir carreira em uma das áreas em alta. Veja só quais são elas!

Hospitais

Existe um meticuloso e intenso controle de infecções nos hospitais, além da importância de manusear de maneira correta equipamentos e ferramentas, como aventais e máscaras. Um problema bastante grave a ser evitado é a contaminação. ?

Por isso, a presença dos profissionais do ramo é fundamental, pois eles orientam os trabalhadores sobre a importância de cumprir a NR-32, que oferece informações sobre a segurança dos funcionários na área da saúde.

Metalúrgica

O trabalho com ferro envolve máquinas pesadas, altas temperaturas e diversos riscos laborais. Logo, todo cuidado é pouco. Nas corporações metalúrgicas, a utilização correta de botas, respiradores, luvas, máscaras e outros aparatos é muito importante para proteger a vida dos colaboradores.

Trabalhos em altura

Quando se fala em trabalhos em altura, o risco de acidentes é mais evidente. O uso incorreto de equipamentos de segurança pode provocar graves acidentes com até mesmo fatalidades. A maioria dos acidentes são evitados quando os profissionais de Segurança do Trabalho atuam no local.

Além de garantir a utilização correta dos equipamentos, eles verificam se estão conservados e, também, se o trabalhador está, de fato, apto a realizar o trabalho e tomar todas as precauções necessárias.

Órgãos governamentais

Assim como acontece em empresas privadas, os órgãos governamentais também necessitam do trabalho deste profissional. É ele o responsável por fornecer as instruções necessárias para o servidor público evitar acidentes e doenças provocados pelo trabalho.

Desse modo, também colabora para a prestação de serviço nesses locais. Apesar de ser um investimento, a atuação desses profissionais é indispensável. Isso porque a redução de licença por acidente de trabalho também ajuda a fechar as contas do governo.

Como ingressar no mercado de Segurança do Trabalho?

Agora que já conhece o mercado de trabalho e os campos de atuação, deve estar curioso para saber como ingressar na área e ser um destaque na profissão, não é mesmo? Então, temos uma boa notícia: vamos apresentar algumas dicas de como ser um profissional de excelência. Dá só uma olhada!

Faça um curso superior em uma faculdade de excelência

O primeiro passo para se destacar na carreira é investir na formação superior. Para isso, é fundamental escolher uma faculdade conceituada no mercado e que seja preparada para oferecer o melhor ensino-aprendizagem aos alunos.

Na Anhanguera, você poderá cursar Segurança do Trabalho EAD, na modalidade de ensino semipresencial. Logo, é uma opção é tanto para quem não consegue frequentar a faculdade todos os dias e necessita de mais flexibilidade.

Funciona assim: você comparece ao polo de ensino de uma a três vezes por semana, e o restante da carga horária deve ser cumprido no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA). Então, é um modelo híbrido, tendo as vantagens do ensino presencial e do EAD — maravilha, não é mesmo? ?

O tempo de formação é de 3 anos e, durante os 6 semestres de curso, você estudará as principais disciplinas sobre legislação internacional e brasileira. Além disso, aprenderá questões básicas para manter a saúde dos colaboradores e o bom funcionamento de uma empresa. As principais matérias são:

  • Técnicas de Primeiros Socorros;
  • Análise de Risco e Gerenciamento de Risco;
  • Higiene do Trabalho e Segurança Industrial;
  • Laudo Técnico e Condições de Trabalho;
  • Saúde Ocupacional e Medicina do Trabalho;
  • Legislação e Normas Técnicas em Segurança do Trabalho.

Além de uma matriz curricular atualizada e completa, na Anhanguera, você terá acesso a infraestrutura de ponta, a formas de ingresso facilitadas e a várias bolsas de estudos que ajudam na entrada e permanência do aluno na graduação!

Fique de olho nas novidades da profissão

Para manter em dia as técnicas de segurança do trabalho, é fundamental se atualizar sobre as novidades da área. Para isso, leia livros, faça cursos e participe de eventos. Isso ajuda você a ter mais conhecimento para conseguir implementar as melhores práticas.

Desse modo, é possível trazer as melhores propostas para a proteção e a saúde dos funcionários, promovendo o bem-estar dos envolvidos.

Faça networking

O networking é um termo relacionado à capacidade de cada profissional criar uma rede de contatos com o objetivo de compartilhar experiências e informações. Quanto maior a sua rede, mais chance terá de ficar por dentro das oportunidades do mercado de trabalho e de ser lembrado como um ótimo profissional.

Para isso, compareça a workshops e demonstre interesse no trabalho dos colegas de profissão, criando conexões que possam agregar na sua evolução. Fazer networking é uma habilidade de marketing pessoal muito importante para o seu desenvolvimento.

Conheça a cultura da empresa onde pretende trabalhar

Ter conhecimento sobre a empresa em que você pretende trabalhar é essencial para desenvolver um bom trabalho. Isso inclui conhecer a infraestrutura e os métodos de trabalho do local, entender como os processos são feitos e estar por dentro da cultura da corporação.

Além disso, como o trabalho envolve a atuação de maneira antecipada, a falta de informação pode prejudicar o objetivo de criar um ambiente seguro, a antecipação aos riscos, a comunicação com a gestão e os setores e a elaboração de relatórios.

Agora é com você!

Agora que já sabe tudo sobre a área da Segurança do Trabalho, lembre-se de que para ter sucesso na profissão é fundamental ficar de olho nas novidades, fazer networking e estudar em uma faculdade renomada e reconhecida. Com isso, você sairá preparado para atuar no mercado de trabalho!

Gostou do post e quer investir no seu futuro? Então, não perca mais tempo e inscreva-se no vestibular online da Anhanguera!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 6

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registered successfully
Oops! Invalid email, please check if the email is correct.
Oops! Invalid captcha, please check if the captcha is correct.