Por que ir além do curso técnico de Enfermagem?

técnica em enfermagem

Muitas pessoas ficam em dúvida se vale a pena fazer faculdade quando já apresentam um diploma do curso técnico de Enfermagem. Podemos falar que essa formação é, na verdade, um dos passos para quem deseja crescer na carreira. Essa modalidade é de curta duração, entre 1 e 2 anos.

O curso é mais voltado para aprender procedimentos práticos, o que permite que o técnico atue em hospitais e em clínicas. No entanto, para ampliar as oportunidades profissionais, além de especializar-se em um segmento da Enfermagem, é essencial cursar a graduação.

Se você está nesse dilema, não deixe de acompanhar o post para conferir a importância da faculdade de Enfermagem!

Como é o mercado de trabalho para Enfermagem?

A graduação em Enfermagem faz parte da área de saúde e possibilita que o profissional desenvolva a reabilitação, recuperação, promoção e proteção da saúde humana. Por ser uma especialidade em alta, muitos estudantes se perguntam como anda o mercado de trabalho.

A profissão conta com uma grande quantidade de profissionais a cada ano. Por isso, o que poderá diferenciar você de outros enfermeiros é a bagagem adquirida e a qualificação durante a faculdade. A média salarial é de R$ 3.427,77* para uma jornada de trabalho de 38 horas semanais.

Em relação ao número de vagas, isso dependerá da região do país. Em grandes capitais, a oferta é maior para que o atendimento à população seja eficiente. Para se sobressair, é essencial ter atrativos que os outros colegas de profissão não têm. As características podem ser em relação a habilidades pessoais e a competências profissionais.

Quais são os motivos para cursar uma faculdade de Enfermagem?

O curso de Enfermagem é voltado para quem deseja cuidar de pessoas, seja em hospitais, seja em postos de saúde, seja em clínicas. O enfermeiro fica em contato direto com o paciente durante os tratamentos, além de prestar toda a assistência necessária.

Uma das desvantagens do técnico em Enfermagem é que o curso não é de nível superior. Com isso, o aluno não poderá concorrer a concursos públicos ou fazer uma pós-graduação.

Confira, a seguir, quais são os principais motivos para você cursar uma graduação em Enfermagem.

É necessária capacitação para agir em momentos de vulnerabilidade

O enfermeiro tem um papel essencial no cuidado com as pessoas. No caso das que estão em estado grave, ele tem uma ação direta com o paciente. Entretanto, na maior parte dos casos, o profissional supervisiona o trabalho dos auxiliares e dos técnicos.

Além disso, ele pode fazer consultas de Enfermagem. Essa atividade é comum nas unidades de saúde, e o enfermeiro dá orientações sobre saúde da mulher, hipertensão e diabetes, por exemplo.

Nos centros cirúrgicos, o profissional prepara a pessoa para a operação, explicando como é a cirurgia, cuidando da sua alimentação e fazendo sua higiene. Com isso, somente um curso superior em Enfermagem poderá preparar o enfermeiro para atuar nesses casos.

Apenas o curso técnico não permite a atuação em diversas áreas

Ao fazer a graduação em Enfermagem, o profissional pode optar por várias áreas nas quais se especializar e trabalhar, assim como acontece com a Medicina. Entre as opções que ele tem pela frente, podemos destacar:

  • enfermagem oncológica;
  • em urologia;
  • em UTI (Unidade de Tratamento Intensivo);
  • em Infectologia;
  • em Home Care;
  • enfermagem do trabalho;
  • enfermagem dermatológica.

A graduação dá oportunidades de coordenar equipes de saúde

Além de compor, o enfermeiro também coordena equipes multiprofissionais que atuam no sistema de saúde, principalmente na unidade básica. Em geral, esses grupos são formados por dentistas, farmacêuticos, terapeutas, psicólogos, nutricionistas, assistentes sociais e médicos.

Nessa situação, o profissional faz controles e relatórios, alimenta o sistema de dados do Ministério da Saúde e cuida do gerenciamento dos postos de saúde.

Assim, o curso de graduação é o que melhor forma profissionais aptos a cuidar da gestão e da administração de pessoas. Isso ocorre graças às matérias do curso de Enfermagem ligadas à área de Gestão, como Organização de Políticas de Saúde e Processo Gerencial em Enfermagem.

Fazer faculdade é um diferencial competitivo no mercado de trabalho

Fazer a matrícula em qualquer modalidade de curso de graduação é a melhor alternativa para aprender Enfermagem de um modo completo. É na faculdade que você terá contato com professores capacitados e com toda a estrutura de uma boa instituição de ensino.

Com isso, poderá se capacitar para o mercado de trabalho. Além disso, é uma ótima oportunidade para conquistar empregos melhores e até atingir a sonhada estabilidade financeira. Além disso, o diploma ainda é muito importante para você ter a chance de fazer uma pós-graduação — afinal, na área da saúde, nunca devemos parar de estudar.

O curso de Enfermagem na Anhanguera prepara você para ser um profissional de excelência, com tutores altamente experientes e laboratórios de qualidade, a fim de aprender na prática os casos reais da profissão.

Instituições de ensino superior viabilizam a residência

A residência em Enfermagem é uma oportunidade de se especializar na área e ainda ganhar uma bolsa para isso. Trata-se de um programa de cooperação entre setores que favorece a inclusão qualificada dos profissionais no mercado de trabalho, principalmente em locais prioritários do Sistema Único de Saúde (SUS).

O programa dura cerca de 2 anos, com uma carga horária de 60 horas semanais, sendo que 20% do tempo é voltado para atividades teóricas e 80% se destina à atividade prática. Cada residente é supervisionado por um professor da instituição de ensino e por um profissional de serviço. Todo o programa é voltado para a experiência prática e aprendizado.

A grade curricular da graduação é completa e abrangente

Somente os cursos de graduação em Enfermagem e Medicina permitem um conhecimento completo do corpo humano e de saúde pública. Veja, a seguir, algumas matérias do curso:

  • Microbiologia;
  • Enfermagem e Trabalho;
  • Estratégia da Saúde da Família;
  • Formação Integral em Saúde;
  • Saúde Coletiva;
  • Nutrição Aplicada à Enfermagem;
  • Parasitologia.

No vídeo a seguir, você pode ver um panorama sobre o curso e as particularidades aqui da Anhanguera:

Aqui na Anhanguera, o estudante ainda pode escolher em fazer o curso de Enfermagem na modalidade de ensino presencial e semipresencial.

A primeira é ideal para quem tem uma rotina flexível e disponibilidade para ir às aulas durante a semana, tendo toda a infraestrutura para fazer as atividades teóricas e aulas práticas.

Já na segunda, o aluno comparece à unidade de ensino uma vez por semana, contando com o suporte de professores presenciais. Existem 4 tipos de formas de ingresso: vestibular tradicional, nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), transferência e parcelamento estudantil.

Agora que você já sabe por que o curso técnico de Enfermagem não é suficiente para a sua formação, lembre-se de optar por um curso de graduação que poderá fazer toda a diferença na sua carreira. Assim, escolha uma faculdade de qualidade e reconhecida no mercado para conquistar o sonho de ser um enfermeiro.

E aí, gostou deste post e quer estudar em uma instituição renomada? Então, inscreva-se em nosso vestibular e fique preparado!

* Sujeito a alteração.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.7 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content