Oftalmologia Veterinária: conheça essa área de atuação

oftalmologia veterinaria

Engana-se quem pensa que a atuação de um médico veterinário se resume ao atendimento clínico geral de cães e gatos. Além de poder atuar em diversos outros campos — como a inspeção de produtos de origem animal e a saúde pública —, esse profissional também pode optar por especializações na área clínica, assim como vemos na medicina humana.

É isso mesmo! O avanço da preocupação com os animais de estimação e o surgimento de novas tecnologias fez com que áreas como a Oftalmologia Veterinária ganhassem força e se tornassem cada vez mais importantes para os cuidados com nossos amigos de outras espécies.

Quer saber mais sobre como funciona esse campo de atuação, quais são as atribuições desse profissional, como seguir essa carreira após a conclusão do curso de Medicina Veterinária e muito mais? Então, continue a leitura e tire as suas dúvidas sobre o assunto!

O que é a Oftalmologia Veterinária?

A Medicina Veterinária é uma profissão cada vez mais parecida com a Medicina. Hoje, os animais, sejam eles de companhia, sejam de produção, têm acesso a tecnologias voltadas à área da saúde, que contribuem para o seu bem-estar e longevidade.

Nesse contexto, podemos citar a Oftalmologia Veterinária, uma área presente também nos cuidados humanos e que tem como objetivo cuidar da saúde da visão e dos órgãos e das estruturas relacionados com esse sentido.

Com o aumento da expectativa de vida dos animais de estimação, queixas relacionadas à saúde de seus olhos têm se tornado mais frequentes nos consultórios veterinários. Assim, o clínico geral pode encaminhar o paciente para uma consulta com um especialista, que avaliará o problema e identificará a melhor forma de tratamento para cada caso.

Quais são as funções de um oftalmologista veterinário?

As funções de um oftalmologista veterinário incluem a prevenção, o diagnóstico e o tratamento de problemas relacionados aos olhos dos animais.

Para isso, ele contará com as seguintes ferramentas em seu dia a dia:

  • conhecimentos técnicos e teóricos sobre o tema, que o permitirão identificar problemas e categorizá-los, além de tratá-los da forma correta;
  • exames modernos;
  • aparelhos e produtos que permitem o diagnóstico mais preciso no atendimento.

Além disso, é fundamental que as habilidades de comunicação façam parte do dia a dia desse profissional. Afinal, ele precisará extrair o máximo de informações possíveis dos tutores dos pets, a fim de traçar um histórico do paciente e identificar as possíveis causas para aquela alteração.

Todo esse esforço, no entanto, é muito bem-recompensado. Saber quanto ganha um veterinário é algo complexo, já que depende de uma série de fatores. A remuneração média de um veterinário clínico geral é de R$ 3.948,71*. No entanto, a área da Oftalmologia é uma das que mais crescem e que permite um salário ainda maior e muita valorização no mercado de trabalho.

Quais doenças esse profissional trata em seu dia a dia?

Algumas das possíveis enfermidades tratadas pelo oftalmologista veterinário são:

  • conjuntivite;
  • glaucoma;
  • úlceras na córnea;
  • catarata;
  • uveíte;
  • ceratoconjuntivite seca;
  • prolapso da glândula de terceira pálpebra.

Além disso, o veterinário especializado em Oftalmologia poderá atuar na área cirúrgica, realizando procedimentos relacionados aos olhos dos pets, como operações para a correção de catarata.

Outras possíveis áreas de atuação para esse profissional são a acadêmica, lecionando para novas turmas de médicos veterinários, ou a pesquisa. Nesta, ele pesquisará novas técnicas ou elaborará estudos sobre doenças para otimizar o tratamento de pacientes e o trabalho de outros veterinários.

Quais animais podem ser atendidos por esse médico veterinário?

O veterinário especializado em Oftalmologia poderá atender a animais de vários grupos. Alguns exemplos são:

  • animais convencionais, como cães e gatos;
  • animais exóticos, como cobras, coelhos, tartarugas e alguns tipos de aves;
  • animais silvestres, como macacos, onças, entre outros.

Por conta disso, ele poderá atuar não apenas em clínicas e em hospitais veterinários, mas também em organizações como zoológicos e santuários ou órgãos do governo voltados para a preservação da fauna brasileira.

Como trabalhar nessa área?

Ficou interessado? Então, agora é hora de descobrirmos como você pode fazer essa especialização em Medicina Veterinária e tornar-se, enfim, um dos próximos oftalmologistas de pets do Brasil!

O primeiro passo para seguir nessa carreira é, claro, fazer um curso Bacharelado em Medicina Veterinária. A partir dele, você obterá o seu diploma de graduação e poderá seguir em frente com a sua carreira.

O curso tem duração de 5 anos (10 semestres). As matérias de Medicina Veterinária incluem conceitos de anatomia, biologia, química, física, fisiologia, citologia e muito mais. É uma graduação completa e que cobrirá aspectos de quase todas as especialidades possíveis para o futuro profissional.

Além disso, nela, você realizará estágios em áreas variadas, o que permitirá a aquisição de um conhecimento amplo e palpável.

Após a graduação, é hora de fazer uma pós-graduação. No caso, você pode optar por muitas áreas, inclusive a Oftalmologia Veterinária. Alguns hospitais oferecem também programas de residência veterinária. Ambas têm, normalmente, a duração de 2 anos.

Qual é a importância de uma formação de qualidade?

Você pode até pensar que a graduação não importa, já que a especialização será a responsável por trazer os conhecimentos específicos sobre a área da oftalmologia. No entanto, isso não poderia estar mais errado!

Na verdade, a graduação serve como base para todo o conhecimento que será aprofundado na especialização. Será nela, também, que você entrará em contato com várias possibilidades de carreira e escolherá aquela que mais combina com você.

Sem contar, é claro, a importância de uma boa graduação no currículo. O nome de uma faculdade reconhecida faz toda a diferença na hora de procurar um bom emprego no futuro!

Nesse contexto, a Anhanguera está aqui para ajudar você! Contamos com uma série de diferenciais:

  • uso da tecnologia no ensino;
  • infraestrutura adequada para o curso de Medicina Veterinária;
  • várias formas de ingresso possíveis;
  • muitas opções de bolsas e descontos;
  • apoio frequente ao aluno;
  • preocupação com a inserção no mercado de trabalho, por meio do Canal Conecta.

E muito mais!

Agora é com você!

Você já sabe como funciona o dia a dia de uma pessoa especializada na área de Oftalmologia Veterinária. Agora é a hora de agir e buscar uma formação de qualidade para a sua graduação. Esse conhecimento de base será fundamental para a sua especialização e, claro, para o atendimento de excelência de seus futuros pacientes!

Então, não perca mais tempo! Inscreva-se agora mesmo no vestibular de Medicina Veterinária da Anhanguera e venha fazer parte desse time!

* Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.